PplWare Mobile

Mouse Box: Um PC dentro de um rato


Autor: Pedro Pinto

Destaques PPLWARE

  1. Paulo Martins says:

    O rato funciona sem uma ligação USB? No vídeo diz que só é preciso um ecrã, mas pelo que sei não é possível alimentar um dispositivo pela ligação HDMI ou o Chromecast não precisaria de ligação USB certo?
    No vídeo diz também que há a possibilidade de uma bateria opcional, mas com aquele tamanho a bateria nunca será muito grande.
    Acho que este é um daqueles projectos para demonstrar é possível fazer isto, mas não creio que venha a ter muita utilidade.

    • Duarte says:

      Até porque quando se ligar 2 USB, mais HDMI, vai ser bonito mexer o rato, com 3 fios a irem atrás…
      Mais valia fazerem isto numa trackball…

    • Smint says:

      Boas Paulo Martins,

      O HDMI tem alimentação (Um pino +5V e o GND que passa na malha dos cabos de sinal TMDS Channel x, CEC e DDC)

      http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/94/HDMI_Connector_Pins.jpg

      O que quer dizer que a corrente que pode ser consumida pelo dispositivo é limitada, daí no caso do Chromecast (ou do Rasberry Pi) ser necessário alimentação exterior.

      A plataforma que aqui é utilizada, suponho que já seja de uma geração mais recente de Low-Power Electronics como o “STM32” da STMicroelectronics ou outros da TI e da Microchip.

      Quanto á bateria hoje em dia tens baterias, como por exemplo as de 3,7V 700mAh LiPo que têm 43 X 25 X 7 mm com apenas 15.0g e que podem descarregar até 20x as sua Capacidade sem problemas. (Refiro me aqui a este exemplo para não alongar muito mais o post, mas os dados podem ser facilmente confirmados online.)

      Las but not least, existem aplicações muito promissoras com esta tecnologia, mas vejo a como aqueles Wireless Presenter que são muito xpto e têm n features, mas é para quem faz apresentações diariamente.

      Cumps. 🙂

      • A experimentar nomes novos says:

        Wow obrigado, este tipo de comentários é o que se quer 😀
        Já agora há alguma informação quanto ao SO que tras?

        • Smint says:

          Boas,

          Estive a pesquisar um pouco, mas não encontrei nada de concreto assim á primeira. Encontrei o site deles:
          http://mouse-box.com/ Mas não há referência ao SO. Parece me porêm, que dado o “CPU ARM Cortex a 1,4 GHz” e algumas imagens no site que referi acima, se tratar de SO Android. (O que faz sentido dada a portabilidade.)

          No “mybroadband” o developer diz que o carregamento sem fios e possivelmente a integração de OS Windows (suponho estariam a pensar Win 8 RTM) estariam a ser desenvolvidos.

          Continuo a achar um projeto interessante apesar de todos os comments que não é práctico e what ever.. Temos de ver que aquela equipa pegou numa ideia e a tornou realidade, faltam pormenores? Sim, daí o R&D nestes projetos ser ongoing. 🙂

    • JJ says:

      Estava a pensar no mesmo…

      Alem disso, um equipamento desses com bateria, torna o rato muito pesado, deixando de ser pratico.

      Alimentar-se por USB seria uma ideia, mas eles tinha de desenvolver um cabo duplo com USB e HDMI, para ligar ao ecrã e a uma fonte USB.

      Outro ponto, em todos os cenários apresentados como sendo util, a opção cybercafé é a menos recomendada… O café ficava sem os “ratos” em pouco tempo.
      E mesmo que só tivessem o ecrã/teclado, sendo o cliente a levar o “rato”, seria um risco muito elevado, podendo facilmente ser roubado. É que roubar um portátil dá mais nas vistas que um simples rato.

  2. FXX says:

    Se a bateria é opcional a energia vem de onde, do HDMI??

  3. smonteiro says:

    Seria mais interessante num mini teclado com rato touch. Aí sim, seria uma coisa independente.

  4. Haadok says:

    Não é prático. Mouse (rato) são dispositivo que estragam facilmente. Comigo nem os da Microsoft ou Logitech duram muito. Normalmente o botões param de funcionar.
    Ainda o mais prático seria tudo junto em um teclado dobrável, como um antigo teclado desenvolvido para o PDA Palm Vx.

  5. Jorge Fernandes says:

    E vamos andar com os cabos todos atras? a ideia está bastante interessante mas nada funcional

  6. Cesar Vieira says:

    Fala-se muito dos cabos. Mas ainda existem ratos sem ser wireless e muita gente ainda usa desses, mesmo muitos de nós certamente os usámos durante anos. É certo que depois de nos habituarmos aos wireless custa voltar aos ratos com fios, mas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.