Venda de Macs abranda, mas outras marcas de PCs perdem mais


Destaques PPLWARE

44 Respostas

  1. Daniel Gonçalves says:

    Um MacBook Pro com sistema operativo Windows 10. 😛
    P.S: Imagem chamativa, título chamativo. 😛

  2. André says:

    Num estudo que fala de várias marcas de computadores, o Pplware vem logo dar destaque aos Macs e dizer “ah, também perderam mas não foi tanto!!!”. Sinceramente…
    Mais valia darem a notícia do género “HP e Dell são as únicas marcas de PCs a crescerem nas vendas”.

    • Bruno says:

      Se analisares em termos de plataformas, faz todo o sentido falar de Mac vs outros PCs (Windows), com um crescimento de quota para o Mac.
      Na análise da IDC as vendas da Apple também crescem.

  3. Daniel says:

    “Mas”…. escusado.

  4. JP says:

    Para mim o PC nunca vai acabar pois existem sempre pessoas com bom senso. É um facto que, em 2017 grande parte dos utilizadores tiram fotos e filmam videos com o tlm, tablets, câmaras tipo go pro, etc… para a seguir postarem nas redes sociais. Isto é o que temos hoje em dia. São as tendênciais sociais a funcionar como moda. Mas um PC é muito mais que isso e a sua grande abrangencia é o ponto mais forte.
    Um PC:
    – É um estúdio musical
    – É uma plataforma de edição de video
    – servidor de vários tipos de conteúdos
    – a melhor consola de jogos
    – a melhor estação de trabalho (design, fotografia, etc..)
    – servir de hi-fi em casa
    – um dia poderá vir a ser a central que controla toda a domótica da casa
    – ver todo o tipo de conteúdos, incluindo (porno) telenovelas, jogos de futebol, etc…
    – plataforma de gestão para empresas
    – etc…

    • José Rodrigues says:

      Isso é igual para qualquer outro device com apetrechos externos nos dias que correm.

      • Blob says:

        Tenta lá correr o Omnisphere 2, ou software que use Wibu, iLok, Elicenser num tablet ou num telefone.

        • Pedro says:

          Ainda não. Mas o arm está cada vez mais perto do x86. Mais uns tempos e podes crer que já dá. Btw mais de metade das coisas enumeradas acima, são possiveis de fazer num sistema android, seja tablet ou mini sistema. O problema do pc é precisamente esse, o de fazer tudo, mas isoladamente. Se eu preciso de um render em blend para o projeto de amanhã, não vou conseguir jogar no pc ao mesmo tempo… Ligo a consola e jogo enquanto o render faz….

      • Cortano says:

        Lá por tu só usares coisas básicas e apps não quer dizer que o mundo funcione da mesma forma.

    • Paulo says:

      Sem ser as tarefas de edição, é possivel fazer tudo o que disseste numa nvidia shield de 200eur. E não, o pc não é a melhor consola de jogos. Depende do que se joga.

      • Zéi says:

        Entao qual é a melhor consola para jogos?

        • Helder says:

          PS4 Pro, dá para jogar The Last Guardian, Last of Us Remastered (em breve o novo), e Horizon:Zero Dawn.

          O PC, não.

          • Toni da adega says:

            A PS4 pode ter alguns jogos exclusivos. Mas isso não faz com que seja melhor. Se assim fosse podia afirmar que que uma Nintendo ou Xbox eram superiores devido a certos jogos.

            Um PC é muito superior a qualquer consola, nem há comparação

          • Helder says:

            O PC não é nada superior, é superior para quem quer jogos inferiores crackados.

            Os melhores jogos que tenho jogado são exclusivos das consolas, e o resto corre também bem que chegue nas consolas…

            PS: tenho um i5-7500 com RX 570 4GB.

          • Pedro says:

            Um PC é objectivamente superior em termos de hardware, caso pagues para tal. É superior em opções e liberdade, configuração, etc- Mas isso não significa que tenha os melhores jogos que TU queres jogar. Ou seja, isso é subjetivo, depende de cada um. Se quiser jogar FIFA Fut Champions e-sports não jogo num PC, se quiser jogar Horizon não jogo num PC. Se quiser jogar Dota 2 ou CS não jogo numa consola. Por isso é escusado dizer que mais vale ter PC e etc, porque quer uma plataforma quer outra não fazem tudo o que a outra faz. Depende de cada um

    • Helder says:

      Espera aí que vou já ao meu PC para desligar as luzes da cozinha…

      Enfim…

    • Pedro Silva says:

      Pois….

  5. Pedro says:

    O problema de ser fanático da MAC ou de qualquer outra marca é não nos apercebermos de que transmitimos isso sem sequer nos apercebermos.

  6. iDespairing says:

    Simples so trocamos de PC de 5 em 5 anos ou mais. Quem troca em menos de 2 anos tem pouco juizo.

  7. Cortano says:

    Os outros também??! LOL
    AH! Já percebi, os “others” realmente baixaram.

  8. Carlos costa says:

    Ah? Dell e hp não ganharam? :-O porque é que o comparativo é feito para os macs e para que outras que perderem mais em vez daquela que mais cresceu?

  9. Blob says:

    Comparativo nada tendencioso…..
    No fim, vê-se que a Apple é a que menos vende…. Mas não falemos disso

    • Vítor M. says:

      A Apple vende menos, claro, mas isso é normal, basta ver o número de máquinas no mercado e o segmento, além do preço, tens de ter isso em conta.

      • Paulo Santos says:

        E porque não uma análise objetiva e imparcial dos resultados?

        • Vítor M. says:

          É o que lá está, com tabelas, com legendas… só se for agora necessário gráficos. Porque a leitura é fácil e o enquadramento foi feito com imparcialidade. A imparcialidade é a que consegues ler, não é a que queres que esteja escrita, essa é a tua vontade. As tabelas da Gartner são públicas e não são pagas por A ou por B mas se alguém fica mais fresco ao pensar que os resultados apresentados são pagos por alguém, se gosta de viver num mundo à parte… é com essa pessoa. A verdade dos números é aquela e a realidade do mercado é a que mostramos. Está a cair? Está e sabemos as razões e sabemos quem está envolvido no assunto.

          • Paulo Santos says:

            “Venda de Macs abranda, mas outras marcas de PCs perdem mais”

            e porque não este título:

            “Venda de Macs abranda, mas outras marcas de PCs sobem”?

          • Vítor M. says:

            Porque este artigo vem no seguimento dos anteriores, onde diz refere as vendas dos Macs https://pplware.sapo.pt/apple/vendas-do-iphone-voltaram-a-cair/ que abrandou depois de ter crescido bem com o MacBook pro 2016 onde anteriormente havia tido uma grande queda. Atualmente abrandou as vendas não se sentindo quebras como nos outros mercados. Já os PCs, que tinham crescido anteriormente face aos Macs, perderam mais mercado que a Apple, face aos números da empresa que fez a amostragem, como estão nas imagens. É simples. Basta saber interpretar o mercado e usar o histórico recente, para se perceber o que se está a dizer 😉 por isso temos de ir acompanhando dia após dia. Não estamos a falar de marcas, mas de segmentos, o segmento PCs e Macs, duas coisas diferentes e concorrentes. Sendo certo que num lado há apenas uma marca e no outro há muitas.

          • Paulo Santos says:

            Então se é por segmentos e não marcas, o título ideal seria:

            Venda de Macs abranda, mas PCs descem”,
            digo eu.

          • Vítor M. says:

            Não necessariamente, o título marca uma perda geral e o conteúdo, porque o artigo tem a ver com tudo, título e conteúdo refere claramente Os números da Gartner para o mercado de PCs onde engloba a Apple nesse mercado. Estamos a falar num mercado e não em marcas.

  10. David Silva says:

    Já parecem aqueles partidos que ganham sempre, mesmo perdendo…

  11. Helder says:

    Onde é que estão os todos poderosos Surface?

    Não faz sentido comparar Macs com o resto, que 90% do que vende, são produtos de menos de 500€.

    Só para atirar areia para os olhos…

  12. People says:

    Off Topic 🙂 Qual é o wallpaper da imagem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.