PplWare Mobile

Sabe quais foram os melhores e os piores discos de 2016?


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Kn0xx says:

    Realmente os Toshiba nunca foram de Performance, mas sim de fiabilidade.
    Desde que tive Seagates de 500gb a falharem ao fim de 2 anos, sem grande uso intensivo. passei a usar WD… Recentemente tenho optado por Toshiba e HGST. A nivel de perfomance SSD da Samsung …

    • Nuno José Almeida says:

      Acho que é a primeira vez que os discos da Toshiba, neste teste, não ficaram em último.

    • K says:

      A nossa maior taxa de falhas numa empresa de reparação de computadores é, a vontade, Toshiba. Sempre que aparece um computador com o disco avariado, posso apostar com uma boa dose de confiança que o disco é um Toshiba. Mas isto são discos que não são avaliados nestes testes porque são de 500gb, 1tb. Acredito que a qualidade destes mais pequenos seja bastante pior.

  2. Jms says:

    Não existe nenhum ranking para discos ssd?

  3. rjSampaio says:

    Parabéns Pplware, ao fim de 3 anos, finalmente identificaram correctamente o pior disco.
    Cada vez mais apresentam artigos bem compostos e cada vez menos copias de terceiros.
    Parece que vai ser um bom ano.

  4. PAULO SILVA says:

    Eu tenho opinião completamente ao contrario, para mim os discos da seagate são nas condições impostas pelo fabricante são os que tem menos falhas, embora eu não use os HItachi.
    Gosto muito dos toshiba e em termos de avarias os WDC são a maior parte das avarias, principalmente nos portateis.

  5. Joao says:

    É um pouco estranho, tenho dois WD60EFRX de 6Tb, e varios WD40EFRX de 4Tb e nunca tive problemas, mas já tive problemas com SSD da Samsung.
    Os WDC que tive nunca me deram problemnas.

  6. Helder Bandeira says:

    Devo ter muito azar com os clientes, faco reparações de computadores e posso referir que mais de 80% dos discos avariados que troco são da Toshiba. Hitachi e WD black é o que coloco nos portáteis e não tenho nada a apontar lá de vez em quanto lá vai um a vida mas e normal. Falo isto em discos de 2,5 mas o estudo apresentado e de 3.5 polegadas.

    • Zane says:

      Isso é um pouco ilusão, apesar que também noto, apesar de ver também bastantes Seagate.
      As marcas tem tendência a colocar Toshiba ou Seagate no portáteis e desktops, é normal que tenhas esse percepção, se o mercado fosse equilibrado é que daria pra ter uma ideia da taxa de falhas.
      É como perguntarem que marca de portátil mais avaria, eu diria hp e Toshiba, mas também é ilusão, são(eram) as marcas mais adquiridas pelos consumidores em Portugal.

    • Kn0xx says:

      da minha experiencia, disco HDD toshiba em portateis são fraquinhos a abananços e pancadas, sobretudo os que vêem de origem nos portateis. Neste caso os Hitachi são melhores. Se o disco tiver em Desktop ou algo mais fixo, funciona bem. WB blacks em portateis são uns aquecedores e não são propriamente energicamente eficientes. Tirando esses 2 pontos.. são bons. tenho 1 em caddy.
      Para portateis …SSD …antigamente o Portateis tinham um chassis bem resistente, agora á minima pancada ficam deformados … meter SSD assim que possivel é a opção mais sensata.

  7. AS says:

    Discos WD causam problemas. Não é o primeiro que falha. Mas em alguns casos se retirarem o disco rígido da caixa e o ligarem a uma unidade USB externa, o mesmo continua a trabalhar. Em alguns casos é o circuito eletrónico que falha e não o disco, e as pessoas deitam os discos fora quando os mesmos ainda funcionam.
    E isto a WD não informa os clientes, mesmo depois de terem sidos alertados para o caso.

    • Paulo Pereira says:

      Eu já criei 6 discos “externos” assim que amigos meus jogam fora, desmontei uma placa e faz de adaptador e uso diariamente na maior, mas como disco principal não funciona.

  8. Bruno says:

    para mim o pior foi mesmo o ST8000DM002, com uma média de idade inferior a 5 meses conseguiram apresentar uma taxa de falha de 1.63%
    acho que é mais normal discos com mais de 2 anos de idade apresentarem falhas, sobretudo se falarmos em discos que estão em constante uso. Mas 5 meses aí já acho um exagero!
    devia de haver outro parâmetro de comparação que era o de erros/mês de uso

  9. diogo says:

    Helder Bandeira. Os meus casos são iguais, faço várias reparações em portáteis e nos discos avariados muitos são toshiba. e alguns deles avariarem dentro da garantia.

  10. Vasco Lopes says:

    Sinceramente acho este estudo enviesado, porque o tempo dos discos é completamente diferente, bem como comparam tamanhos, que são de séries diferentes com outros. Tinha-se que comparar nos mesmos tamanhos. mas princpalmete o tempo de uso. Comparam um disco que tem 24 meses de uso com outro que tem 15 ou até mesmo 1. Que raio de estudo.

    Na minha experiência, gosto mais dos discos da WD, uso-os há mais de 15 anos, coloco-os em todos os computadores que monto / reparo e avariou um no universo de mais de 300 discos. Mas vale o que vale, cada um tem a sua expeirência.

    Agora, pergunta: Se os pioeres são os WD, como é que os melhores são os HGST que são fabricados pela WD…. 🙂

  11. Roberto K. M. says:

    O que mais ajuda a diminuir a vida de hds, além de pancadas e vibrações é o constante liga/desliga. Desligo o portátil à noite, mas os desktops deixo-os ligados direto e não dão problemas. Reinicio de vez em quando e é só. Estando o disco parado e ao ligar, de 0 rpm para 7200 rpm é um tranco muito forte. Mas as escolhas são de cada um.

    • Bruno says:

      concordo que seja um fator de desgaste os ciclos de arranque, mas isso que faz só surte efeito se as opções de poupança de energia forem desligadas pois normalmente os sistemas operativos vêm configurados para quando o disco está em “idle”, ou seja em repouso, durante determinado número de minutos se desligue.

  12. kan says:

    eu acredito q WDC é pior em tudo, nunca consegui passar mais de 1 ano com hd wdc em maquinas de cliente. desde o caviar ao green, e seagate TEM apresentado muitos problemas, perdi varios hds seagate e agora sem rma deles, esta muito dificil. o hgst é que me espanta aí, tenho so comprado para notebook….

    era tao bom quando tinha, seagate, quantum, toshiba, samsung, western digital, ate a buffalo com hd de 3.4gb….uma coisa sou obrigado a dizer, peguei um p4 e com hd de 20gb e ele esta funcionando ate hoje! bem diferente da seagate de 500gb e wdc!

    • Tecnical says:

      Isso é muito relativo. Ao meu lado tenho uma pilha de 15 de discos avariados. Quase todos Seagate.
      Lá no meio tenho 2 WD e 1 Toshiba.
      Em discos SAS só tive um Toshiba de 15k.

  13. David says:

    Curioso, no passado a Seagate era a marca e de alguma forma perdeu a aura de forma injusta…. Será do marketing inteligente das cores? Ou a malta vê a árvore e não a floresta? Estou curioso para os novos discos de 16tb que aí vêm…

  14. Saxo CUP says:

    a taxa de falhas está mal feita em termos do tempo em serviço, deviam entrar com o tempo em serviço e assim ja conseguiam comparar entre hdds

  15. falcaobranco says:

    Sempre tive Seagate’s e nunca tive um unico problema, o ultimo inclusive comprei usado, o bacano disse-me que estava estragado… mandei para a Holanda e eles deram-me um novo e está neste pc que estou a usar… sem problemas, vai para 4 anos!

    Isso dos discos é como os carros e em tudo…é uma questão de sorte!

  16. SilvioBarreira says:

    Comprei à 6 meses um portátil de + de 800€ ele vem com um Toshiba de 1TB, e meu deus… ele faz mais ruido que a minha máquina de lavar e “torres” com + de 12 anos que tenho cá por casa :/

  17. Agostinho Almeida says:

    De acordo com a minha experiência pessoal, os Discos Rígidos que mais falharam, foram vários da Toshiba (SATA 2.5″), seguidos de Seagate (SATA 2.5″), em ultimo lugar foi um Da Western Digital (Caviar Green 2 TB 3.5″) com mais de 300 sectores Danificados. Atualmente um dos discos rígidos mais antigos que tenho, é um Disco Rígido Western Digital Caviar Black 1 TB 3.5”, com 6 anos de uso intensivo, e com a duração estimada de 1 ano.

    http://imgur.com/a/4qVeT

  18. Nuno says:

    No meu local de trabalho tenho um Seagate de 80 Gb a funcionar à 13 anos sem falhas a correr um windows server 2003. Isto num pc normal, não numa máquina tipo servidor. O meu pc do trabalho também funciona à 8 anos 24/7 com 2 discos Seagate de 250 Gb em Raid 0 até agora sem problemas.
    Os mais problemáticos que tive foram os Maxtor, que penso terem sido adquiridos pela Seagate.
    Isto para tudo é necessário sorte e principalmente não apanharem pancadas.

  19. Jack Black says:

    Já tive um WD60EFRX com 8 meses a pifar, há um ano foi um 3tb red. Nem é pelas horas online, é mesmo pelos on/off que tenho o pc em standby a ligar a horas certas pra buscar torrents por rss.
    SSD tenho 850pro evo e 950 pro e 950 nvme e nenhum problema até agora.

  20. Só doidos says:

    Só um louco compraria discos Toshiba ou Hitachi por serem “mais fiáveis” e não serem virados para “performance”. Para mim, quanto mais um disco é lento, menos ele vai durar. Se está sempre em esforço, a arrastar-se, como pode durar muito tempo? Rara é a vez que apanho discos WD ou Seagate com avarias, e quando é duram pelo menos 4 anos. E nesses 4 anos, não se arrastam.

  21. Hugo Pinho says:

    a única coisa que gostava de saber é o rácio do que foi vendido de cada marca …
    pois quase de certeza que estamos a falar de grandezas bem diferentes, e nesse caso este tipo de analises deixam de estar correctas ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.