Quantcast
PplWare Mobile

Da areia ao Microchip – Como se cria um processador moderno

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. H.M says:

    Brilhante.
    Obrigado pela partilha.

    • Belmiro says:

      Só para comparação os ARM da Apple tem tantos ou mais transistores que os mais recentes Ryzen 🙂 os x86 andam a enfrentar competição cerrada 🙂 claro que os SoC ARM atuais contém mais elementos e controladores que os x86, mas mesmo assim muito bom.

      • Ricardo Gomes says:

        Isso não corresponde a verdade. Em primeiro lugar o chip mais moderno da Apple, que, é o A11 Bionic “só” tem 4.3 mil milhões de transistores. E em segundo, este é um SOC (System On a Chip) e não somente um CPU como o Ryzen. 😉 Abraço

  2. CM says:

    Esperemos, que agora tenham mais Cidado na construção dos processadores. É que estes estão a dar muitos problemas. Andamos nós a comprar discos mais rápidos, a pagar mais às operadoras para uma Internet também mais rápidas, e agora ficamos com os computadores tipo tartarugas. Lindo não é?? Para quando os novos processadores sem estes problemas. Sim porque agora quem é que compra, sem garantia de que não terão os mesmos problemas. Quanto a mim as Empresas, deveriam substituir os com defeito, por novos, gratuitamente. Isso sim seria ou deveria ser feito. Bem mas pronto. quem se lixa são sempre os mexilhões.

  3. Belmiro says:

    Muito bom.

    Só não entendi o silício vs. Transistor vs. Papel silício no transistor se no SOI está separado.

  4. José Carlos Barros says:

    Bom tópico. Muito esclarecedor. Obrigado.

  5. Filipe says:

    Muito informativo este artigo. Confesso que gostei de ler.

  6. Dany says:

    E anda aqui uma pessoa a estudar circuitos com 8 ou 9 transístores em Eletrónica quando um processador tem milhares de milhões

  7. TB says:

    Óptimo artigo! 🙂

  8. Martins says:

    Grande artigo… Os leigos como eu agradecem. Bom trabalho.

  9. rui dias says:

    Bom artigo. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.