PplWare Mobile

Condutor banido por 18 meses por abusar do Autopilot da Tesla


Autor: Pedro Simões

Destaques PPLWARE

  1. Rrrrr says:

    Impressionante este sistema de auto conducao!
    Acho que para ser perfeito, seria neccesario todos os veiculos seguirem o mesmo sistema. Nao havendo input manual, seria mais facil antecipar qualquer cenario.
    Ainda assim, tinha ideia que mesmo para funcionar em piloto automatico que era necessario uma pessoa no lugar do condutor, para qualquer tipo de eventualidade… nao?

    • José says:

      Impressionante?? E o prazer de conduzir?? É a coisa mais estupida?? Se houver um acidente, e vão Haver muitos, quem se culpabiliza? BBBBRRRR, humanos na sua idiotice, mais avançada.

      • Miguel Porto says:

        Mesmo com humanos ao volante há muitos acidentes pelo que isso não é argumento. Acredito que com condução automática os acidentes vão diminuir. E o prazer de condução também 😛

      • Joao says:

        O mesmo diziam aquando da revolução industrial…Há quem lhe chame evolução.

      • Hugo says:

        Prazer de conduzir, neste contexto, é secundário. Facto é que a percentagem de acidentes resultantes da condução por humanos é muito maior.

      • Balmer says:

        “Impressionante??”

        Percorre-te uma distancia de ponto A a ponto B, evita um número de obstáculos e tem capacidade de evitar acidentes. Acho que tem algo de impressionante.

        “E o prazer de conduzir??”

        O que tu fazes com a alavanca das mudanças é lá contigo.
        Para muitos outros o conduzir é uma necessidade, de prazer tem pouco.

        “Se houver um acidente, e vão Haver muitos, quem se culpabiliza?”

        Dependendo da situação, podes por isso entre o condutor do veiculo controlado pelo computador, ou o fabricante.

        ” BBBBRRRR”

        … WTF?

        “humanos na sua idiotice, mais avançada.”

        🙂 José na sua ignorância, absoluta.

        Se é um sistema refinado? Não.
        Se alguma vez será um sistema perfeito? Não, não dá forma como temos carros e estradas actualmente, teria de ser algo que permitisse ter mais controlo sobre não só um veiculo mas o coletivo deles assim como minimizar a possibilidade de variáveis.
        Mas a possibilidade está lá e devemos tentar caminhar para lá. A não ser que aches que todas estas coisas de computadores, electricidade e afins – É tudo idiotice humana. Porque em mais nada ocorreu acidentes no processo da criação de algo maior e melhor.

      • Belmiro says:

        José, estás um pouco alterado com o assunto… primeiro um carro com piloto automático pode passar a manual (por ex. as caixas automáticas quase todas tem modo semi-manual ou manual); segundo em automático os acidentes vão ser muito menos já que a IA tem mais fatores em conta, sensores e não arriscam. E no final se há acidente o condutor mesmo em automático é responsabilizado. Agora dizer que é estupidez e que vão haver mais acidentes…

      • Diego says:

        Você sabe que humanos causam acidentes, não maquinas, se todos os carros fossem auto não teria colisões porque não haveria humanos para conduzir.

      • Paulo says:

        E o prazer de condução para quem contrata motorista? Realmente com humanos ao volante o que menos há é acidentes… O que mais há é humanos com nível máximo de idiotice só porque acham que todos têm de gostar do mesmo que eles… Ou de conduzir…

  2. bom senso says:

    e pronto já estragaram a brincadeira ao homem, o carro ia sozinho e ele como passageiro, e agora as autoridades não gostaram de ver um carro a andar sozinho a cumprir limites, penalizaram o homem coitado…

    ehehehe, há de haver poucos como ele um pouco por todo lado, é o futuro, o carro a andar sozinho, sem intervenção humana…

    • 007 says:

      por acaso foi o oposto ele ia a mais velocidade do que devia.

      • PauloPL says:

        Ele ia a mais de 60km/h na M1. Em primeiro lugar, penso que queriam dizer 60mph e não km.
        Em segundo, na M1 o limite é de 70mph ou seja 123km/h

        Logo ele não ia a mais velocidade do que devia, mas não deixa de ser perigoso conduzir a mais de 60mph sem ir sentado no lugar do condutor

  3. Jorge Rosa says:

    As “novas” tecnologias falham, mas o bom senso (falta dele) do ser humano, é incrível…
    Ligou o “autopilot” e foi para o banco do passageiro… Foi banido por 18 meses… Acho a medida correcta.

  4. josemar Santos says:

    O nível de automatismo da auto condução varia de 0 a 5, Nível 5 o veiculo é autossuficiente, estes veículos ainda estão no nível 3 pois os sistema e não consegue tomar decisões em caso de problemas graves, onde ele terá de escolher a prioridade: O condutor do veiculo ou que está externo a ele . Ainda não se chegou ao consenso , há um grande debate sobre este tema, a quem o veiculo deve priorizar com todas as variantes e possibilidades possíveis. como no caso da ciclista que foi atropelada e morta do EUA por um veiculo autônomo, que se está questionando a eficacia do automatismo e a tomada de decisões do veiculo.

    • CARLOS says:

      Essa tomada de decisões têm de partir de nós, não dá máquina. A partir do momento em que isso acontece, nós já não servimos para nada, temos quem “tome decisões por nós”. Isto é um assunto bastante polémico. Haverão sempre pessoas que sabem que tem de haver certos limites em tudo. Não é este o caminho na minha opinião. Realmente se houver e como já houve acidentes como este, mortais, de quem é a responsável? De uma máquina? Ela será digamos presa? Ira a julgamento? Vai para abate por defeito de fábrica? Em que circunstâncias se provará que é culpa da fabricante? Enquanto isto se debate perdeu-se uma vida, que quiçá poderia ter sido poupada.. .
      O mesmo falo em relação a robótica e automatismo industrial… Isso neste momento serve para tirar o trabalho às pessoas… Sim claro que a concorrência é forte e tem de haver produtividade, mas não desta forma…

      • Belmiro says:

        A IA não é nada mais que programação! De momento e durante várias décadas a programação tem que ser melhorada e os culpados se é de nível 3 são os condutores, de nível 5 a pessoa coletiva/ empresa.

        Em todo o caso até a programação/ sensores estarem muito evoluídos, esperam que não hajam acidentes? Com condutores há décadas a conduzir e há, com máquinas seriam acidentes zero? Lol

        A robótica e IA tem que servir pastas auxiliar o homem e é disso que se trata, não de substituir. Importas-te que um carro seja semi feito por um robô, saia muito perfeito, 2 meses de espera e custe 40.000? E se agora se o mesmo carro saísse com imperfeições, custasse 80.000 e esperasses por ele 1 ano por ser produção manual? Pois…

        E se trabalhares a 1h de casa e tivesses que conduzir ir e vir 2h vs. Essas 2h/ diárias pudesses dormir, ler, ver um filme OU quando te apetecesse conduzires tu?

        Essa é a ideia. No entanto oponho me completamente a que os táxis ou bus ou fábricas sejam só robôs, isso nem pensar e se assim doem não levam o meu dinheiro

  5. Tiago Silva says:

    Está impedido de conduzir durante 18 meses e circular no lugar do passageiro? lol

  6. Realista says:

    Banido de conduzir… Não tem problema, liga o autopilot.

  7. M Simões says:

    Estive a ver o vídeo, acho que se “enganaram” e puseram o volante ao contrário e o coitado não reparou !!!!!!!!!!!!

  8. Rodrigo says:

    Adoro e respiro tecnologia, mas ninguém me tira o prazer de conduzir de forma. Manual. Não percebo qual é o prazer de entrar num carro autónomo e não poder fazer aquilo para que foram criados, de serem conduzidos. Carros com mudanças automáticas e autónomos não são para mim.
    10 dias de reabilitação??? O homem estava somente com sono, não doente. 10 dias a ouvir que o que fez é irresponsabilidade? Se me dissessem que ia para um curso de civismo, agora reabilitação? Há qualquer coisa nesta história que não está bem contada.

    • Balmer says:

      “… não poder fazer aquilo para que foram criados…”

      Erm, foram criados para te levar do ponto A ao ponto B, mais rapido, possivelmente com carga adicional sem esforço causado na tua pessoa.
      O terem de ser conduzidos é uma necessidade que lá atrás em 1700 e qualquer coisa não tinham forma de contornar.

      Talvez para algumas pessoas um carro seja um brinquedo (uso o termo muito liberalmente neste contexto), mas para muitos é uma necessidade que pouco gosto traz principalmente quando é o dia a dia em filas

      • Joao says:

        Eu diria mesmo que apenas uma pequena percentagem vê o automovel como um brinquedo. “Para a emagadora maioria é apenas um meio de transporte”.

    • paulo rodrigues says:

      Carros com mudanças automáticas não são para ti… imagina-te um motorista de um autocarro em Lisboa ou outra cidade similar… fazes ideia quantas vezes terias que accionar a embraiagem? E como não deves saber o que “são duplas” ficamos sem estas… e garanto-te que ainda existe pior que o autocarro sem caixa automática…

  9. Ponei24 says:

    Bem ele pode sempre argumentar que não era ele que ia a conduzir LOL.

  10. onurb82 says:

    Eh lá, que nas terras de sua majestade, os castigos magoam!!!
    – 18 meses sem carta faz mossa!!!

  11. jose cesario says:

    Na minha opinião carros autônomos só serão viáveis em vias projetadas para eles e que somente eles poderão trafegar.
    Imaginar que será possível que haja convivência entre automóveis com e sem motoristas é loucura.
    É só assistir aos videos no youtube sobre os acidentes provocados pelos motoristas russos , por exemplo. Imaginem o caos que seria um carro sem motorista naquele meio.
    Em São Paulo, durante a noite e madrugada se o semáforo está verde o motorista deve reduzir ou até parar devido ao risco dos motoristas que não irão respeitar o vermelho, pois eles tem medo de parar e serem assaltados. Vai explicar isso para o seu carro inteligente e certinho.

  12. Daniel says:

    Têm dinheiro para um Tesla e não têm dinheiro para um bom advogado?
    Como é que ele cometeu um crime de condução perigosa se ele nem estava a conduzir?

  13. Antonio says:

    Na minha opinião esta conclusão é precipitada. Com tão reduzida percentagem de carros de condução automática versus os manuais tenho a percepção que os riscos são muito superiores. E quem terá dinheiro para comprar??? O que farão a milhões de carros ? Quais os custos ambientais? As poupanças das companhias de seguros ( que já ganham milhões ) é que estão por detrás deste novo lobby? Não será preferível educar?

  14. Paulo Silva says:

    Ainda assim jamais confiaria a minha vida ou de qualquer um ente querido a um desses carros autónomos. É que nem pensar em entrar dentro de um… É isto é um acto de consciência pois,todos os sistemas operativos têm vulnerabilidades que podem ser exploradas com más intenções e falhas de programação que conduzem a erros fatais… Já houve quem morresse num desse por falha grave na programação. Agora imaginem alguém mal intencionado que explore uma vunerabilidade quer seja ela via remota ou local com o intuito de vos causar a morte… Onde houver o homem de um modo ou outro isso sem irá acontecer. Apenas constacto que isto abre mais portas indesejadas e extremamente perigosas na era em que vivemos… Num futuro em que os sistemas não sejam vuneraveis, aí será viável,se é que isso um dia venha a ser uma realidade…

    • PauloPL says:

      Pois eu não tenho um model X porque não tenho dinheiro para ele.
      Quanto a conduzir sem piloto, adoro conduzir, em Espanha existe pistas que podemos levar os nossos carros e tirar partido deles, mas para ir trabalhar nada como ter um motorista privado enquanto eu posso ir a ler os emails, as notícias, o pplware e até escrever estes comentários.
      Espero que cheguem pronto

  15. PsySc0rpi0n says:

    A minha opinião sobre o Autopilot é sobre o que tem sido dito é que me parece que a malta continua a misturar as coisas. Posso não estar 100% correcto mas estes acidentes que temos visto relacionados com o Autopilot, não são mais que abuso dos proprietários destes veículos, falta de senso comum dos mesmos proprietários e falta de civismo. Passo a explicar o meu ponto de vista: pelo que sei o Autopilot é apenas aconselhado em Autoestradas e a malta teima em testar o brinquedo fora de autoestradas (não foi o caso desta notícia, mas é o de muitas). Depois os condutores gostam de contrariar as indicações da marca de como, quando é onde usar o Autopilot, logo pondo em risco o seu funcionamento, ou seja, activam o Autopilot a velocidades desaconselhadas e como se não bastasse, passam para o lado do morto, novamente contrariando as indicações da marca para a utilização desta funcionalidade. Portanto, é para terminar, aposto que 80% ou mais dos problemas reportados e conhecidos com o Autopilot são fruto, novamente do factor “homem” que tem tanto de bom como de mau. Se todas as indicações da marca fossem seguidas no uso desta funcionalidade, aposto que 4 em cada 5 problemas conhecidos relacionados com o Autopilot não aconteciam. Obviamente que o carro é o sistema não são perfeitos, mas é por isso mesmo que existem as indicações da marca de como usar o Autopilot de modo (mais) seguro.

  16. PsySc0rpi0n says:

    O teclado do meu telefone teima em substituir todos os “e’s” por “é’s”. Acho que não consigo editar para corrigir.

  17. Correia says:

    Melhor forma de acabar com a poluição não são os carros eléctricos, até porque a produção das baterias e o processo todo que envolve desde a recolha da matéria prima até chegarmos ao produto final são altamente nocivos para o ser humano e para o ambiente.
    Duvido que nos próximos 100 anos venham a ser produtos para as massas, até pelo preço proibitivo que têm.
    Para a produção da energia para o carregamento de todos os equipamentos utilizados pelos humanos estão-se a substituir plantações que eram para consumo humano por plantações de agricultura para biodiesel.
    Isto tudo conjugado é outra bomba relógio à espera de rebentar.
    Uma solução mais simples seria não ter que obrigar milhões de pessoas a deslocar-se diariamente 60/100 km diariamente para os locais de trabalho.
    Temos que globalmente repensar os modelos de cidades e os modelos de organização de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.