PplWare Mobile

Alerta: Há câmaras de vigilância “infectadas” em Portugal


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

8 Respostas

  1. P says:

    As câmaras de vigilância não estão infectadas como diz a notícia, mas como têm a password default foram usadas para ataques DDoS, é isso?

  2. Rui says:

    Quer dizer, por exemplo, se eu entrar no teu PC por ter uma password fraca e utilizar o teu PC para ataques DDos, ele não está infectado.

  3. marcos luz says:

    infelizmente não sera tao simples como mudar a password de acesso, pois em muitos equipamentos a gestao de utilizadores estao num layer e o acesso como root noutro, ou seja mudam-se palavras passe de todos mas nao do root que nem é visivel ao utlizador, especialmente os equipamentos que estao totalmente expostos ( DMZ ) basta um acesso pela porta 23 ( telnet ) e saber a passe do root para fazer do equipamento o que quisermos, essa palavra passe é comum a muitos equipamentos mesmo de diferentes marcas pois o sistema operativo é o mesmo…
    Soluçao: evitar “DMZ” apenas usar os portos de dados especificos e mudar todas as passes

    • marcos luz says:

      so para complementar… Sao muitos os equipamentos vulneraveis em Portugal

    • APereira says:

      Basta que no software do equipamento ele esteja a ler comandos de um servidor qualquer no mundo e voilá…nao é necessário acesso a absolutamente nada.

      Basta enviar os comandos para o servidor, a camera le os comandos do servidor e executa.

  4. A. says:

    Também não percebi as câmaras tinham algum malware…? ou simplesmente estavam acessíveis via Internet e com uma Password fraca quase que a pedir problemas para que já conhece o historial da net…?

  5. Joao 2348 says:

    O problema está mesmo nos aparelhos, a maioria é dos chinocas, não tem qualidade nenhuma, nem precisam de senha, que só está no interface gráfico das aplicações mas não é preciso para nada pois dá para entrar directamente nos aparelhos sem qualquer senha.
    Mesmo sem DMZ e com os portos de comunicação mudados não serve de muito… como diz no artigo só isolando câmaras e gravadores da Internet e eventualmente permitir a comunicação somente através de um computador intermédio com uma solução tipo TeamViewer, Supremo ou outro do género… visto que os computadores são muito mais fáceis de proteger, felizmente, se souberem o que fazem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia