Quantcast
PplWare Mobile

Acabaram-se os cabos HDMI de baixa qualidade?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. David Guerreiro says:

    Vai ser uma boa desculpa para pedirem 50€ por um cabo HDMI.

  2. Eduardo Cancela says:

    A sério? Isto é noticia? Isto fazia sentido na altura do analógico onde havia perca de sinal no cabo, agora é digital, deixem-se de tretas os cabos HDMI é tudo a mesma treta…

    • Tiago says:

      Quando souberes e notares a diferença iras reformular esse comentário …

    • Luis says:

      E a perca é um peixe!

      • Pedro Silva says:

        É um peixe e não só…
        A palavra perca, enquanto forma conjugada do verbo perder, significa o ato de ficar sem a posse de alguma coisa, de não conseguir alguma coisa, não comparecer, entre outros. Perder tem sua origem na palavra em latim perdere e é sinônimo de deixar, desperdiçar, estragar, corromper, esquecer, atrapalhar-se, absorver-se, desapoderar, entre outros.

        • Luis says:

          Copy/paste!
          No entanto, verifica-se facilmente que o verbo está mal conjugado!

          • Pedro Silva says:

            Se quiseres escrevo á mão, faz diferença? Não falei da conjugação do verbo, assim como tu não tinhas falado. Só afirmei que “perca” não é apenas um peixe. Para a próxima, em vez de criticares só porque sim, corrige o erro conjugando o verbo correctamente e explica porquê… pode ser copy/paste que ninguém se importa, o que interessa é estar correcto.

    • NT says:

      Para os 1080p e tipo 1,5m é tudo a mesma treta sem dúvida. Agora se queres um cabo com 5m e tens 4K e queres meter um sistema de surround a história já é outra.

    • ptpedropt says:

      o pessoal deste site nem sabe a diferença entre o analógico e o digital..

      • J.Alves says:

        Não penso que seja bem assim. No entanto, concordo que o “artigo” poderia estar explicado de uma outra maneira, e alguma investigação feita de forma a que quem o escreveu pudesse dar no fim uma opinião própria e relevamento. Continuo a ver este artigo sendo “misleading”. Haverá sempre material de qualidade inferior que consegue satisfazer as necessidades dos utilizadores.

      • xj says:

        Nem mais, até porque nem há cabos 1.3, 1.4, 2, etc…; há sim *equipamentos* 1.3, 1.4, 2. Ignorância deste calibre não tem nada de profissional…

    • Vlad says:

      Estás-me a dizer que quando um sinal digital é transmitido através de um cabo, magicamente, este transforma-se num condutor perfeito livre de qualquer interferência externa?

      • John says:

        Mas sabes que o sinal digital funciona por níveis, dependendo do tipo de sinal podes ter por exemplo um ruído adicionado ao sinal e ficas com 5,1V por exemplo mas o circuito receptor interpreta como o que quer que tenhas designado por 5V.
        Por isso é que um sinal digital ou funciona bem ou simplesmente não funciona.

        Já existem testes por essa internet fora que para cabos HDMI 1080p é igual comprares um de 1€ ou 50€. A forma como o HDMI está desenhado o cabo não tem influência nenhuma. Se for condutor suficiente para entregar o sinal ao receptor então a qualidade é exactamente a mesma.

        O mesmo se deverá verificar com os 4K, ou funciona ou não funciona.
        Agora cabos certificados em que ambos funcionem, ambos exibem exactamente a mesma imagem.

    • luis Santos says:

      Concordo com o Eduardo Cancela. Não é novidade nenhuma e já foi amplamente demonstrado que os cabos hdmi são todos a mesma treta independentemente do preço. Não confundir “qualidade” com a norma do cabo (versão 1.1, 1.2, …1.4).

    • Lol says:

      “Perca” é uma peixe! Você deveria querer dizer “perda”

  3. Victor Martins says:

    Sinceramente… Apenas interessa eventualmente para uma consola ou algo especifico…
    Para TV??? Quem necessita dos 4K actualmente????

  4. Lima says:

    Segundo a “noticia”: “Existem dois tipos de conectores HDMI: o HDMI tipo A e o HDMI tipo B com 19 e 29 pinos respectivamente, sendo que o HDMI tipo A é o mais popular.”
    BAsta comprar um de tipo B e já está… e por 5€

  5. david.pt says:

    O ppl que perceba de electrónica vai-se rir muito com esta noticia…..

  6. J.Alves says:

    Gosto imenso de vir ao pplware, costuma ter bons artigos, mas este é um pouco “misleading”. Essa coisa de cabos de alta e baixa qualidade não existe, comprar uma cabo mais barato ou mais caro não altera em nada a qualidade de imagem. Quantos aos “tipos” de conectares, até um cabo HDMI 1.0 suporta 4k em 30 fps sem qualquer problema. Quando falamos de 4k a 60 fps aí a história é outra mas ainda assim um cabo HDMI 1.3, inferior a 2.0, pode suportar mais de 10Gbps, o HDMI 2.0 suporta 10.2 Gbps, o que permite confortavelmente correr esses tais 4k a 60 fps. Logo, não existe necessidade de comprar cabos HDMI caros, mas sim que respeitem as especificações, querem 4k comprem HDMI de alta velocidade, essa história do preço são balelas.

    • Pedro Pinto says:

      Mas não é o Pplware que o diz, é o novo programa de certificação que assim o quer e exige. Será que estamos todos a ser enganados? não me parece.
      isto é como os cabos de rede, há muitos…mas não são todos iguais.

      • J.Alves says:

        Essa é uma comparação errónea. No caso de cabos de rede, dou-lhe o exemplo do CAT4 e o CAT5, em que realmente existem diferenças uma vez que o tipo de sinal é afectado por distâncias, e o CAT4 percorre apenas distâncias mais curtas apenas, logo quanto maior a distância é preferível o cabo de categoria superior pois percorre maior distância.

        No caso no sinal que passa nos cabos HDMI, o sinal é digital logo a comparação nem pode ser feita. E no sinal digital passa ou não passa de todo, não há meios termos.

        Um cabo de 100 euros não lhe vai dar 100 euros de qualidade. Desde que sejam cabos de HDMI High Speed, alta velocidade, até podem custar 5 euros.

        A única coisa que um cabo mais caro oferece é a marca, talvez melhor garantia e obviamente durabilidade maior. Mas se o objectivo e apenas passar o sinal, qualquer simples cabo de Alta Velocidade o faz, 4k ou não.

        Esta é a primeira vez que comento no site apesar de o frequentar há bastante tempo. Apenas gosto de comentar quando domino o assunto, é este domino o bem, sou Engenheiro, com certificações cisco.

        • Pedro Pinto says:

          Esqueceste-te só de um pequeno grande pormenor, o revestimento do cabo! Sabes disso, certo?
          Então quando vais comprar o cabo tens a noção que pagas mais por um cabo que é menos imune a interferências, isto porque, por exemplo, pode ter melhor revestimento dos pares.

          Volto a dizer mais uma vez, passagem de sinal todos eles o fazem, o que está aqui em causa é a largura de banda para os 4k, nada mais.

        • Vlad says:

          “E no sinal digital passa ou não passa de todo, não há meios termos.”

          Não é bem assim. A grande maioria dos sinais digitais possuem correcção de erros.

        • AlexAlex says:

          Se olhar as especificações verá que não existe essa coisa de cabo HDMI 1.0, High Speed etc. O cabo é *sempre o mesmo*, a mudança está no resto da tecnologia. Assim, se pegar uma cabo HDMI de 5 anos atrás ou mais ele *tem* que funcionar em 4K, caso o contrário é um cabo de baixa qualidade.

        • AlexAlex says:

          Não existe radiação electromagnética, jitter e etc. não é mesmo?

    • Luis says:

      Treta, por experiência própria, os cabos podem fazer diferença, já tive vários problemas com cabos mais fracos, e que com cabos melhores não tive… mas pronto…

  7. Tiago Lopes says:

    http://www.pcworld.com/article/203732/technologys_biggest_myths.html (Vejam o número 4)
    http://www.techradar.com/us/news/video/why-you-don-t-need-to-spend-more-than-2-on-an-hdmi-cable-1071343
    http://hdguru.com/all-hdmi-cables-are-the-same-or-are-they-full-test/4373/
    A internet é um poço de informação. Só que não quer aprender é que não aprende. E, já agora, deixem de gastar dinheiro à toa e invistam onde ele faz falta 🙂

  8. irlm says:

    Mitsai, Qlive???

  9. NT says:

    Concordo com a maioria do pessoal. Se forem ao chinês comprar um cabo de 1 ou 2 €urios para ligar a caixa da tv têm a mesmíssima qualidade que um cabo de 50€ comprados nas lojas da especialidade(embora na loja digam que tem os contacto banhados a ouro e que assim tem melhor qualidade… quer dizer levam é a banhada de ouro mas enfim).
    Acho que o ppl que quer certificar cabos quer é que tenham as especificações mínimas para o hdmi 2, tendo em conta que as tv’s 4K estão já com preços ‘acessíveis’ e o pessoal que tem dispositivos capazes de 4K a 60fps (e porque não em 3D) desfrutem do equipamento sem problemas.
    Dou o exemplo dos cabos usb (quando mudou de 1.qualquer coisa para usb 2) recordo-me de existirem várias multifunções(entre outros dispositivos mas com multifunções era certinho direitinho) que só funcionavam bem com o usb 2.0, com o usb 1 dava para instalar mas depois bloqueavam a meio da impressão e muitas vezes nem sequer reconhecia o scanner. Na altura os cabos usb 1 eram substancialmente mais baratos e muita gente comprava por causa disso.

    • Pedro Pinto says:

      Mas é isso que diz o artigo 🙂

      ” cujo objectivo é identificar os cabos que suportem a especificação HDMI 2.0 garantindo a melhor qualidade de sinal em transmissões 4k.”
      “Actualmente todos os cabos HDMI suportam minimamente bem a resolução fullHD (1080p) no entanto, se falarmos em 4K (com a nova especificação HDMI 2.0), onde as necessidades de largura de banda aumentam, nem todos os cabos servem.”

    • AlexAlex says:

      Os contactos banhados a ouro não são exactamente para ter uma melhor qualidade, e sim porque o ouro é imune as reacções químicas causadas por elementos presentes no ar/ambiente. Conectores *normais* precisam ser desconectados e limpos com uma certa frequência, caso contrário passa a ter problemas de transmissão.

  10. jonnhy smith says:

    Amigos é muito simples. Só precisam de se preocupar com a qualidade de um cabo/conectores caso estes forem para passar sinal analógico. Em que existem realmente diferenças entre cabos. Agora em digital funciona ou não funciona. Ponto final. Não existe diferença num cabo hdmi monster de 2m. e outro do chinês de 2m. Impossivel de distinguir a qualidade de imagem entre os dois. Agora essa história dos 4k e hdmi 2.0 como não sei nada, vou-me limitar à minha ignorância.

    • Cristiano says:

      Ai sim? Então e um sinal digital de alta frequência (para aumentar a largura de banda necessária para uma maior transmissão de dados), também se faz com um cabo qualquer?
      Andam-me a enganar no estudo que eu faço sobre electromagnetismo e ondas e propagação…

    • pedro says:

      Não sei bem se é assim!!! tinha um cabo HDMI de 5 euros e a imagem de vez em quando saltava ou tremia!!! Acabei com esta enervante situação ao comprar um cabo HDMI desses com “banho a ouro” de 20 euros …

      • David Guerreiro says:

        O que há por aí são cabos falsificados, com falta de pares, para poupar no cobre. Eu já vi cabo microUSB que apenas servem para carregar um telemóvel, não comunicam dados, porque os chineses só meteram 2 condutores.

  11. Pedro Rito says:

    Se querem cabos bons comprem audioquest, preparem-se é para pagar…

  12. R!cardo says:

    Banhados a ouro ou do chinês é tudo igual.

  13. Miguel says:

    A sério? Pensava que já todos sabiam que isto dos cabos HDMI todos xpto era e é tudo treta, mas pelos vistos ainda há gente que acredita nestas coisas do banhado a ouro e tal…
    Sabem o que é um sinal digital e como, transmitido e processado? Se não sabem vão ao google.
    Para cabos com muitos metros é que convém ter qualidade de revestimento para não se estragar.

    • J.Alves says:

      Sempre que possível, deve-se comprar material certificado. Há sempre garantias que o material vai funcionar.

      No entanto, um substituto mais barato, lá porque não esta certificado não quer dizer que não funcione.

      Há que sempre tem atenção, há muitas lojas, por exemplo chinesas, que vendem gato por lebre. Mas aí existe malícia.

      Mas comprar numa loja conhecida um cabo de 10 ou 100 euros, se ambos forem de alta velocidade, nunca vai ver a diferença. Mesmo a grandes distancia, mesmo tendo em conta que o sinal digital também se degrada.

  14. Monteiro says:

    Yo, gente intelectual. Provavelmente não passou-vos pela cabeça, mas os cabos podem ser feitos com melhor ou pior material. Existem diferentes graus de pureza com que o material dos cabos são feitos e pagasse por isso.

  15. Raul says:

    Há por aqui muito boa gente que nada percebe do assunto!!!

    É claro que um cabo comprado na loja do chinês ou um cabo com banho de ouro é diferente!! Já ouviram falar da marca Monster??? Sei do que estou a “falar” porque já vendi cabos HDMI, e existem bastantes diferenças em termos de qualidade, definição e profundidade de imagem no que diz respeito aos cabos HDMI. A marca MONSTER é das que fabrica melhores cabos HDMI, é claro que o seu preço é puxado mas justifica a diferença. Um cabo MONSTER HDMI pode custar 60 euros e sim compensa para quem é perfeccionista em qualidade de imagem como eu!! Por isso este artigo tem a sua razão de existir. É como terem um amplificador a válvulas com umas colunas JBL, TANNOY, SPENDOR, BOSE etc… e ligarem as colunas ao amplificador com um cabo de coluna (fiozinho) com 0,50mm de espessura em vez de ligarem um bom cabo de coluna MONSTER, AUDIOQUEST, QED OU TELLURIUM, temos que ter em conta o comprimento do cabo, a sua espessura e impedância das colunas!!!! Tudo tem muito que se lhe diga.

    Por isso, sim, existem diferenças nos cabos e que por sua vez se reflete na qualidade de imagem.

  16. Lynx says:

    Eu, sempre que pretendo me rir um pouco, venho dar uma espreitadela aos comentários de meia dúzia de cromos do ppware e, vos digo com sinceridade, nunca me falharam.
    Quero agradecer especialmente ao sr. mal disposto que a culpa é sempre dos outros;
    ao sr. entendido do googlês que lê os primeiros sites que apareçem nos resultados para mostrar que entende da matéria;
    ao sr. Contradizente, que chega ao ponto de ir contra ele próprio;
    um abraço especial aos srs. que se juntam rapidamente para atirar pedras ao primeiro que errar no comentário;
    e por fim, um grande sorriso para o pessoal que sabe escrever português.
    E já agora abreijos para o resto do pessoal.
    Obrigado por me fazerem rir

  17. piri_vm says:

    Mas o sinal não é digital? Ou dá ou não dá.

    • pedro says:

      mas se tiver interrupções nos “0” e nos “1” a imagem é prejudicada com um tremer ou outras irregularidades, porque precisamente só sabe interpretar “0” e “1”. Eu tinha um desses cabos HDMI de 5 euros e era o que me acontecia, era enervante!!!! Acabei por gastar 20 euros num desses cabos HDMI com “banho de ouro” e a imagem ficou perfeita, acabaram-se os saltos de imagem e as interferências …..

      • Luis says:

        Pedro não diga isso a ninguém ,há aqui malta que em vez de cabos HDMI tem arame farpado ,e funciona na mesma .Os que gastam 40 ou 50 euros num cabo é que são burros .
        Outra coisa que pouca gente liga ,é o cabo de alimentação ,o que vem com os aparelhos não é mau ,mas há bem melhor,e também faz diferença na qualidade de imagem .

  18. Pedro T. says:

    É claramente sabido que 00011110101010101110011 é totalmente diferente num cabo da china, como num cabo banhado a ouro das minhas do Indonésia.

  19. luis says:

    Quem tem uma televisão de 10.000 euros com certeza não vai comprar um cabo no chinês por 2 aerios… isto é para quem pode e o fabricantes de produtos de alta qualidade sabem para quem os fabricam.

  20. sergio says:

    Boas.
    Já agora para os entendidos podiam por alguns exemplos onde comprar os cabos e preços.

  21. Rui says:

    Em 2010, quando comprei uma TV 3D, tive toda a preocupação de comprar cabos novíssimos 1.4 para poder ver o sinal 3D sem interrupções! (os cabos 1.3 permitiam ver fullHD, mas não permitiam ver 3D em FullHD)….. Eu agora em 2015 ainda tenho a TV 3D encostada e estou a utilizar uma mera TV edge led e FullHD e chega e sobra para os conteúdos que existem. Em Portugal não existem canais FullHD, no máximo temos canais HD…… quem compra TV 4K, só se for para comprar filmes 4K ou 5K, de resto não tira nenhum proveito da televisão, simplesmente porque não existem quase nenhuns conteúdos!

    Estava a referir no início que comprei uma TV 3D em 2010 e mesmo hoje, programas TV em 3D só o canal experimental 3D que passa a vida a repetir conteúdos!!!!!

    Resumindo, a utilidade da TV 4K é zero!!!!!! A maior parte do tempo é para funcionar no máximo em HD!!!!!

    Uma dica, quando ligarem cabos de vídeo e audio, devem reparar nas letras escritas no cabo e se estivermos a olha para o cabo e vermos as letras a aparecerem da esquerda para a direita, quer dizer que devemos ligar a origem do som/vídeo na esquerda e o destino desse sinal ligamos com o terminal à direita!!!!

  22. Sergio J says:

    Qualquer norma/protocolo de comunicações especifica cabos e distancias mínimas. Mas se a norma diz que para um cabo tipo X ele aceita distancias de 1m a uma determinada velocidade, provavelmente dá 10m.

    Claro que o cabo é importante. E quem diz que no digital ou passa ou não passa só digo uma coisa. Não percebe nadinha de comunicações. Numa comunicação digital também há erros de comunicação. As comunicações podem obrigar a retransmissões, podem auto corrigir-se ou nos casos de streaming podem simplesmente descartar o pacote. No caso do HDMI não conheço o protocolo e portanto vou falar de cor. Mas suportando protocolos de media, por sua natureza de streaming, muito provavelmente o que irá acontecer é que vamos perder frames de visualização ou partes da frame. Basta pensarmos no TDT ou Satelite. Em dias de mau tempo como nos ultimos dias, a imagem ficava aos quadrados. Eram pacotes a ser perdidos.

    Agora voltemos à questão prática. Para distancias curtas muito provavelmente qualquer cabo servirá. Mesmo que haja uma perca de pacotes a frequência de perda será tão pequena que não afectará a nossa experiência de televisão.

    • Luis says:

      “Agora voltemos à questão prática. Para distancias curtas muito provavelmente qualquer cabo servirá. Mesmo que haja uma perca de pacotes a frequência de perda será tão pequena que não afectará a nossa experiência de televisão.”
      A blindagem dos cabos é muito importante ,assim como a qualidade do metal usado nos condutores ,daí os preços mais altos em cabos de alguma qualidade (até 50 euros ).
      Numa tv de 30″ provavelmente não se nota ,agora quando passa as 40″ já se nota a diferença ,isto se estivermos a ver um filme em 1080p, porque se for sinal de um operador de tv ,não há cabo que faça milagres .

  23. Mark says:

    Se a qualidade do cabo é assim tão importante na transmissão de dados então se tiver um disco externo vou ter uma velocidade diferente dependendo da qualidade do cabo.

  24. PFerreira98 says:

    Ai e tal hdmi 2.0… É muito lindo falar disto quando temos TV que mal chega aos 720p, consolas de ultima gen que raramente chegam aos 1080p60…
    E igual a comprar uma tv 4K… Eu já acho triste o facto de ter uma 1080p para mostrar esta informação cheia de ‘qualidade grafica’ quanto mais…
    A única utilidade que vejo para o 2.0 é mesmo bluray e pc gaming, sendo este último muito raro visto que o DisplayPort comporta-se melhor.

  25. MJ says:

    Displayport aí no mercado fazendo isso de olhos vendados e mãos nas costas, e essas fabricantes lixosas utilizando o HDMI. ¬¬

    HDMI é uma interface atrasada.

  26. me and me says:

    simples amigos,
    um cabo sendo feito de cobre oferece sempre resistência à passagem de electrões…
    num cabo de 1,5-3m não deve de fazer diferença, mas num de 5-10m (não sei quem iria usar um cabo hdmi tão grande) afecta de certeza.
    mesmo que o sinal digital seja “imune” a interferências externas, que não é, a resistência do cobre é sempre um problema
    o objectivo é assegurar os 18Gbps, que em termos práticos é 18x vais rápido que uma rede CAT6 a 1Gbps, dai eles terem requisitos apertados para assegurarem que o cabo e conectores conseguem manter essa capacidade de transmissão de dados.

    eu tenho cabos de 2m comprados no chines e custaram 5€ cada. conseguem transmitir imagem Full HD com som 7.1 DTS-MA ou DD-True HD…
    claro que não estamos a falar de 4k ou mega hiper ultra hd..

    seja como for existe sempre alguma compressão no meio disto tudo (dai haver streaming em “4k”) que ajuda a reduzir necessidade de largura de banda tão elevada e conseguem recuperar os bits perdidos durante a transmissão com algoritmos criados para o efeito.

  27. xupacabra says:

    Não esqueçamos que o mesmo principio se aplica aos cabos de rede (Ethernet), troquei os normais por uns de 500mhz CAT6a e digo-vos que noto a diferença na velocidade/fluidez, por acaso tb tenho uma 4K e a troca dos HDMI tb (apesar de ligeira) nota-se outra qualidade.

  28. Só uma coisa says:

    Sugiro que comprem cabos HDMI no Ebay; são baratos e bons.

  29. jorge says:

    Isto só visto, vim aqui procurar conhecimento para comprar um cabo HDMI e acabei por ganhar uma dor de cabeça com tanta “miséria” junta, o que vale é que de vez em quando ainda aparece alguém com um comentário mais sensato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.