Quantcast
PplWare Mobile

Análise: WD Black² Dual Drive, o primeiro SSD+HDD

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Hugo Cura


  1. Hélio Mendonça says:

    Relativamente à vossa última frase “mas há bastantes vantagens que podem ser tiradas deste investimento adicional”, gostava que fossem mais concretos, indicando que vantagens são essas para além da indicada: “ocupar metade do espaço”

    • Hugo Cura says:

      Hélio, essas vantagens foram sendo referidas ao longo de toda a análise, mas posso enumerar:
      – 2 recursos num só: desempenho de SSD e capacidade de HDD
      – facilita o upgrade para um tipo de sistema de armazenamento que actualmente a melhor opção (SDD+HDD)
      – disponibilização de hardware (adaptador USB) e software para a migração
      – preço por GB razoável, considerando o conjunto e a tecnologia envolvida

      • fornost says:

        essa vantagem de desempenho SSD se dá em que sentido? (instalar o OS no SDD, por ser mais rápido) e armazenamentos “comuns” no HDD ou é indiferente?

        Sei superficialmente as diferenças entre os discos. Mas, a priori, esta seria a “única” vantagem do disco híbrido?

        desde já grato!

        PS: ainda preciso ver o 2ª vídeo, só pude ver o unboxing no momento.
        Caso a resposta esteja no 2ª vídeo desconsiderar a pergunta (verei quando chegar em casa)

        • Hugo Cura says:

          Exacto, o sistema operativo no SSD e o armazenamento no HDD.

          Os tempos de acesso curtíssimos do SSD (~0.1ms, contra os ~15+ms do HDD) são a grande vantagem destes discos na execução de operações do sistema operativo, relacionadas com o carregamento de aplicações.

          • fornost says:

            Obrigado pelo esclarecimento Hugo!! Do jeito que as coisas caminham creio que a tendência será essa. Mais PCs com esse tipo de sistema híbrido.
            Quanto aos notebooks sinceramente não ouso fazer previsão alguma. Há quem goste de leveza/preço ao invés de armazenamento; não consigo sequer chutar qual a tendência majoritária (ainda mais com a “ameaça” dos tablets)

          • lmx says:

            fornost…

            os tablets não são ameaça para os laptops 😉

            são para entertenimento…e embora exista muita coisa que pode ser feita num tablet nunca substituirá o puder de um laptop…um verdadeiro pc…com teclas reais e um ecran grande…

            cmps

          • Nunes says:

            @ lmx
            pode-se ver como uma ameaça em termos de mercado! O aparecimento dos tablets teve um impacto significativo nas vendas de PCs, o que acabará por afectar o que os fabricantes lançam para o mercado no futuro

      • Hélio Mendonça says:

        Que o uso dum SSD é vantajoso, não há dúvida.
        Mas a questão era qual as vantagens adicionais face ao uso de um SSD + um HDD, para além do espaço!
        Eu recordo que a frase completa era: “Considerando 2 discos separados (90+60=150€) em comparação com o WD Black², então este último custa o dobro do preço, mas há bastantes vantagens que podem ser tiradas deste investimento adicional.”
        Ora, eu diria que comparando esta solução face a um conjunto 1xSSD+1xHDD, a ÚNICA vantagem é o espaço ocupado!
        É claro que estando nós a falar dum dispositivo de 2.5″, ou seja para portáteis, mesmo que seja esta a única vantagem, é crucial!

  2. Pedro Cunha says:

    Então só para tirar uma dúvida: é necessário utilizar como SO o Windows para que se possa tirar partido da parte HDD?

    • André Filipe says:

      pelo referido nas análises só é mesmo compatível com Windows

    • Nelson says:

      Pelo menos com o caso do OSX e do Linux, podes usar o HDD e o SSD á vontade.

      • Nunes says:

        estás enganado, só com o Windows é que o HDD deste disco é reconhecido e visível, pois é necessário drivers específicas. O OSX e o Linux só vão reconhecer o SSD

    • Hugo Cura says:

      Exactamente Pedro. O suporte para Mac OS X está para breve, diz a WD, e para Linux não existe qualquer informação.

      Which operating systems does the WD Black2 support?
      Windows® 8.1, 8, 7, Vista®, and XP (32-bit)

      Will the WD Black2drive work in a Mac?
      The Mac OS is not supported at this time.

      • justanotherone says:

        Infelizmente o Mac e o Linux vêm sempre depois. No entanto, para a maior parte dos portateis (que honestamente o único sitio que faz sentido ter este equipamento) podem meter 2 discos há vontade, em alguns casos peculiares, 3.

        O caso mais fácil, quando lhe falta a ligação existente (que a ultima vez que vi um assim foi num toshiba A300 ou A350, que suportava dois discos) é retirar o leitor DVD fora, e por um disco. Pouca gente dá uso aos leitores de DVD nos tempos que correm. Faz mais sentido ter um leitor externo que um digo externo.

  3. André Filipe says:

    É a 4ª análise ao disco que leio atentamente em 2 dias e realmente é uma ideia interessante mas não para o preço praticado, pelo menos por agora pois é “só” uma mais valia para quem tiver um portátil só com espaço para um disco e ainda assim tendo espaço para um ssd msata facilmente colocaria um ssd de 240gb e um WD scorpio black de 1tb e ficava mais barato, já para não falar que tendo uma drive dvd que não utilize facilmente se colocava um ssd e uma caddy para o hdd mas não deixa de ser uma boa novidade que é o que a malta quer, boa análise Hugo

  4. Nelson Camargo says:

    Hugo,
    Caso venha utilizar 4 unidades, poderei fazer raid com os SSD ou somente com os hds
    Abraços

    • Hugo Cura says:

      Este disco não suporta RAID.

      Can I RAID the two devices in the WD Black2 drive?
      No. Because of the design of the product, RAID will not work or will have issues.

      Eventualmente suportará apenas no SSD, já que o controlador RAID trabalha num nível abaixo do SO. Como para aceder ao HDD são necessários drivers, não deverá ser possível.
      Lembro-me de existir também RAID por software e, nesse caso, poderá ser possível… contudo há outra questão que não sei como funcionará: só é possível activar o HDD se o SO estiver a correr no respectivo SSD. Será que o software/driver da WD activa o HDD de outros discos WD Black2 que lá existam?! Também não sei.

      • Nunes says:

        Tenho algumas dúvidas quanto à necessidade de ter o SO a correr no SSD. Não será que é apenas necessário que o disco tenha instalação interna por SATA?

  5. Carlos says:

    A solução híbrida da Seagate não é melhor? Pelo menos não precisa de drivers nenhuns, simplesmente funciona…

  6. NoBodyCares says:

    Não percebo uma coisa toda a gente que fala neste disco diz que é o primeiro SSD+HDD, mas os discos híbridos já existem há algum tempo. Primeiro só da WD.

    • Nunes says:

      Os discos híbridos não permitem usar a sua memória flash como espaço de armazenamento, é apenas cache. Só o disco duro é que serve para armazenar ficheiros.
      Neste disco tens as duas partes como espaço de armazenamento, o SSD não é cache!

    • Hugo Cura says:

      Eu gostava era que dessem um exemplo concreto do disco híbrido que se compara a este… ainda não vi um exemplo desses.
      Fico a aguardar 😉

  7. Manuel says:

    Com esse valor de aquisição os testes efectuados deixam muito a desejar, ou seja, constato nos vídeos que não há uma certeza absoluta de como todo o sistema funciona, para não falar no eventual problema que o disco têm.

    Aliás isso é bastante visível logo no arranque e nos testes de velocidade.

    Estou como o André Filipe, por esse valor mais vale comprar um SSD e outro disco à parte que sobra dinheiro e parece-me mais confiável…

    • Hugo Cura says:

      Então qual é a dúvida que fica acerca “de como todo o sistema funciona”. Houve algo que não ficou bem explícito?

      Testes de velocidade? Qualquer computador com quaisquer dois discos se comportam daquela forma em cópias de ficheiros utilizando o próprio sistema. É essa a dúvida?

      • Manuel says:

        Hugo

        Não é nenhuma critica ao teu artigo que está muito bem feito.

        A minha critica é directamente ao disco e às falhas que tu próprio foste detectado o que convenhamos para algo deste valor deixa bastante a desejar.

        Abraço

  8. David Ferreira says:

    ainda não percebi…isso é interno ou externo? mostram a casa nao mostram a assemblagem

  9. João Paulo says:

    Aqui fica a dúvida/pergunta. Sou designer gráfico e como tal utilizo massivamente software da adobe, do illustrator, indesign e photoshop. Estes programas teriam uma melhor resposta estando instalados juntamente com o sistema operativo na SSD e os ficheiros que trabalho na HDD, ou estarão mais dependentes da RAM disponivel (neste caso 8GB).

    grato

    • Hugo Cura says:

      Sem dúvida que um SSD, seja ele qual for, beneficia bastante o uso de qualquer software, e softwares pesados ainda mais. É claro que o processamento poderá não recorrer directamente ao disco, mas todos os recursos vêm de lá.

      Há depois a questão da extensão da memória RAM. Embora nem todos recomendem (por uma questão de poupar a vida útil do SSD, mas que é largamente superior a de um HDD), o ficheiro de paginação (ou swap) pode tirar bastante proveito da velocidade do SSD, quando a memória RAM atinge o seu limite.

  10. Guilherme Góis says:

    Não querem arranjar um sorteio/concurso com esse disco?!XD
    Gostei muito desse novo HD!
    Cumprimentos!

  11. J says:

    Se fosse gastar 300€ num disco preferia muito mais gastar num SSD de 500GB.

    Ex: Um SAMSUNG EVO 840 de 500GB custa 320€!

  12. Hugo Cura says:

    Ia agora limpar o disco e acabei de tirar bastantes conclusões importantes acerca do seu funcionamento.

    Actualizei o artigo com essa informação, aqui. Vale a pena ler 😉

  13. Ricardo Almeida says:

    Eu substituí o gravador de DVD por um disco e não tive qualquer problema. Já lá vai mais de um ano, com uma utilização exaustiva. Jogos e trabalho em software de vídeo e imagem.
    Mesmo a nível energético não notei grande quebra.
    Tenho o SSD como disco primário, com todo o software, e o HDD como disco de dados e backup.

  14. Apollo says:

    Acho uma solução muito caro, e a velocidade do ssd em escrita deixa um bocado a desejar.
    Pelo preço é preferível comprar um ssd da samsung evo 500gb

  15. Pedro Viana says:

    Mas na PPLWARE não conhecem o Seagate Momentus XT? é uma drive híbrida, SSD e HDD que tem mais de um ano no mercado e custa 3 vezes menos? é muito mais fácil de instalar e de utilizar (como um HDD/SSD normal) e é compatível com qualquer tipo de sistema… desde Windows, até Linux e OSX (no meu caso).

    • Hugo Cura says:

      Nós é que lamentamos que não saibas (ainda) distinguir as diferenças, ou pelo menos saber como funciona um disco híbrido como esse.

      Como mero exemplo prático, supõe que tens 20GB em aplicações. Abres uma aplicação qualquer e… onde está ela armazenada?
      Pois claro.

      De que te vale o suposto SSD que o faz ser híbrido? Valerá se a voltares a abrir, e isso a contar com que o hardware tenha sido inteligente para a colocar em cache… ou afinal ficou na memória do sistema e não na cache do disco?!

      Num disco rígido híbrido não tens qualquer controlo sobre as questões que acabei de levantar.

      Espero que te tenha elucidado de algo (não tudo) que os distingue em funcionalidade.

    • Hugo Cura says:

      Já agora, se achas que esse disco Momentus XT é rápido, então tens que experimentar um SSD 😉

    • Nunes says:

      Uma drive híbrida não é o mesmo que isto. Em termos de performance até deixa algo a desejar, pois só se vão ver vantagens em termos de leitura e apenas em certos momentos, face a um disco HDD! Se tens um Mac ficarias mais bem servido se conseguisses fazer um FusionDrive com dois discos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.