Quantcast
PplWare Mobile

A Samsung estará a trabalhar num tablet com ecrã tripartido

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Maria Inês Coelho


  1. ANDROID +1 says:

    A utilidade que aqui vejo é praticamente, se não mesmo NULA! Sou quase fanboy da samsung… mas isto…

    • Lumia 920 says:

      Só lançam lixo para o mercado.

      • Rochita says:

        Haha, não.

      • ACS says:

        Isto chama-se a pegar em ideias aleatórias muitas de calhar vindas de fóruns ou fans atirar á parede e ver se pega. e que tal criar uma equipa para fazer estudos a ver se as ideias tem pernas para andar? Poupariam muito mais dinheiro. Mas enfim acho que para eles lançar coisas aleatórias é melhor para não serem acusados e não serem inovadores.
        Aconteceu o mesmo com o relógio.

        • ricardo says:

          Curioso que toda a gente disse o mesmo do Galaxy Note!
          Hoje o mercado dos phablets é gigantesco com todas as marcas a desenvolverem terminais nessa categoria. Um conceito inovador criado pela Samsung.

          Nao digo que a Samsung seja perfeita ou que o seu R&D seja o melhor, não é. Mas tem o mérito de acreditar e arriscar em produtos que os outros fabricantes não priveligiam até verem que a Samsung fez deles um sucesso.

          Veja-se o caso dos tablets de 7″ ninguem apostou neles e a única marca que correu o risco na altura foi mesmo a Samsung. Depois quando o mercado recebeu bem este tipo de tablets foram todos a correr “inovar”!

          • ACS says:

            Tal como disse pega em ideias de foruns e users enviar par ao mercado e ver se alguma pega. É porque não existia muitos users por aí frustrados que o iphone e smartphones semelahntes eram pequenos de mais para eles.

    • darth says:

      quanto à utilidade, isso é o mercado que decide. ha muitas pessoas por ai com usos diferentes dos teus. achas mesmo que os usos que tu dás aos gadgets sao os mesmo que os outros?!

      • ACS says:

        essa é a diferença entre a apple e a samsung. A Apple quando lança po mercado diz ás pessoas qual a sua utilidade e cria um mercado á volta disso. Já a samsung em vez de fazer o mesmo simplesmente atira isso para o mercado. Lembram-se do ipad? 95% da apresentação era a ensina ros user scomo pode ser util no dia a dia.

  2. OMG says:

    Não me cheira…

  3. Freitas says:

    Se isto correr muito bem até pode dar que falar, quem é que não gostava de ter um ecrã de 10” num “corpo” de 5” por exemplo?

    Ah, e claro que não podiam faltar os típicos fanboys.

  4. Jaime says:

    A ideia ao início parace ser bastante estúpida, que acaba por ser, mas imaginem passar-mos de um smartphone para um tablet e vice-versa com apenas 3 dobragens. A ideia está lá, mas que absurda, pode tornar-se num bom ponto de partida para seguintes inovações.

    • Jaime says:

      *mesmo que absurda

      • Android +1 says:

        Mas os trÊs ecras juntos teriam uma espessura enorme, pelo que qnd tivesses em “modo” smartphone ias ter um bajolo de 2 centímetros de espessura na tua mao…

        • Jaime says:

          Ou até não. Poderiam optar por colocar todo o hardware num deles e fazerem os outros ecrans superfinos. Claro que com este tipo de idea vêm também outras, como por exemplo baterias flexiveis (?), ecras superfinos, etc

        • Rochita says:

          Não necessáriamente… a samsung já mostrou que consegue fazer ecrãs praticamente com a elastecidade / grossura de uma folha de papel, precisam é de um corpo para manter as peças sem ser ecrã. Imagina um telemovel normal com uma capa ou algo do género que funcionasse como ecrã.

    • Nelson says:

      Passar de um tablet para smartphone, não, porque falta em altura, e capacidade de bateria…

      Mas por exemplo, se for uma capa com um LCD extra, a espessura não precisa de ser assim tão grande face a capas (muitas ranhosas) que muita gente utiliza, e tens um LCD extra, desdobras, e podes usar a caneta para escrever num lado, e ler do outro…

      • Nelson says:

        PS: não precisa de ser fixo, se for para ir ao café, e ler as notícias, podia sair e ficar em casa, como muitos “hibridos” que por aí andam…

  5. Nelson says:

    Então, porque não?

    Podia até ser uma capa para o tablet… com 2 (ou mais) LCD’s extra…

    Para muitos usos profissionais, daria certamente jeito…

  6. irlm says:

    não é o mesmo género do Sony VAIO Flip 15, o vidro também dobra sobre a capa.

  7. Sérgio J says:

    Não olhem apenas para o estado da arte, mas para o conceito. Isto é um conceito para ser trabalhado e para ir evoluindo com os novos desenvolvimentos de hardware que irão surgindo. Não é uma ideia para amanhã.

  8. Iraque Unita says:

    Eu tenho um phablet the 5″. Não estou satisfeito porque queria um ecrã maior. Não estou satisfeito porque queria um smartphone mais pequeno. Este conseito da Samsung resolve um problema. Não me parece é que bem sucedido com um ecrã triPARTIDO, mas seria uma boa ideia usar um ecrã flexível, até porque como são mais finos, ao dobrar o tablet 3 vezes ou o smarphone 2 vezes, a espessura não ia aumentar tanto e dessa forma teríamos um ecrã inteiro.

    Eu estou à espera desta solução desde que se começou a falar de ecrãs flexíveis há uns anos atrás, mas como não podia adiar mais a compra de um telemóvel, lá me fiquei no meio caminho do NEM-NEM: nem o ecrã é grande como eu queria, nem o smartphone é pequeno e confortável como eu queria.

    Já agora, deixo um exemplo de um aparelho com um ecrã bi-partido que foi e é um sucesso: nintendo DS. A diferença é que agora a Samsung quer que ao desdobral, os dois bocados se tornem num só ecrã maior, portanto é uma evolução e a evolução é sempre boa, nem que seja para aprender com insucessos e mais tarde fazer melhor.

    • OMG says:

      O que tu querias era um tablet e um telemovel, não compraste nem um nem outro e ficaste insatisfeito, é normal.

      • Exactamente…
        Eu tenho um smartphone (dois na realidade) que são de tamanho “normal” (Nokia N9 e Jolla Jolla), e um tablet de 10”.
        Mts amigos e colegas dizem-me que acham o tablet demasiado grande… E o que eu comento é que depende da utilidade que cada um iria dar.
        Se os meus smartphones não fossem “smart” o suficiente para eu fazer o que quero ‘on the move’, então teria de ter um tablet de 7”, que é mais portátil… Mas como eu apenas uso o tablet quando tou “estacionado” nalgum lado, mas não quero sacar do portátil, ou tou parado mas momentaneamente…
        Já aproveitei mta vez para ver filmes/séries no comboio/metro… O portátil seria demasiado grande e inconveniente para usar no metro, e o telemóvel como é óbvio não dá uma experiencia mt agradável pq não são FHD nem ‘phablets’.

  9. full says:

    com cada ideia estupida lool

  10. Rafael says:

    Tem m uita gente aqui que vai morder a lingua….

  11. Gonçalo Domingues says:

    E Começa a era dos hologramas 🙂

  12. helcap06 says:

    Sera que vai dar para jogar balha naval assim frente a frente
    é uma nova tendencia tem de estudar as suas funcionalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.