Snowden: A nossa privacidade estará protegida?


Destaques PPLWARE

58 Respostas

  1. Clone do Snowden says:

    O filme pode ter proposta comercial, mas além de ganhar dinheiro, um filme bem feito e biográfico faz com que as pessoas busquem mais informações acerca do que o Snowden revelou e o quanto os bastidores governamentais são obscuros, intimidadores e surpreendentes.

  2. Str says:

    Condenada??? Acho que a privacidade há muito que morreu e enterrrada

  3. altamente says:

    Ate me assustei. Pareceu que a conversa tinha dido com o Micael carreira. Eles estão em todo o lado.

  4. badsector says:

    Se tiveres um iPhone estás seguro.

  5. Njss says:

    A era da privacidade acabou. É preciso legislar sobre como os dados que todos nós disponibilizamos podem ser usados, em que casos e por quem.
    Empresas como facebook, google, apple, microsoft, amazon etc. neste momento podem fazer “basicamente que lhes apetecer” pois quem tem esses serviços aceitou os termos das empresas.
    Mas isto está longe de ser um big brother(parece me que seja o estilo do filme)… é mais um big business.

    • Nitroglycérine says:

      E quem vai fazer algo em Portugal?! A comissão para a proteção de dados? Esquece, que está suficientemente entorpecida para ser considerada em estado de hibernação.
      Alguém fez algo contra o envio massivo de informação levado a cabo desde que o W10 ficou disponível há mais de um ano? E não estou a criticar a qualidade ou as capacidades deste sistema operativo, que é bastante bom. Refiro-me apenas ao facto de enviar para a Microsoft todo o tipo de informação acerca do utilizador e quem sabe, eventualmente até algo mais, como sons e imagens….
      Um autêntico Cavalo de Tróia, instalado bem no centro das nossas casas! E mais uma vez, tudo depende do que é feito com essa informação…
      Apenas os franceses acordaram e bateram o pé, estabelecendo um prazo para a Microsoft alterar o envio dessa informação relativamente aos utilizadores franceses. Bem hajam! Não é por acaso que a França é a pátria da Liberdade, Igualdade e Fraternidade…
      Será que vamos ter um SO especificamente alterado para o mercado francês?! Ia ser para rir!
      Entretanto, a Comissão Europeia continua em piloto automático! Não é também sua função proteger as liberdades dos cidadãos europeus? Ou vão deixar as coisas acontecerem até nos coserem em lumo brando, como sapos dentro de panelas?
      Sugiro a cada um que leia o livro “1984” que George Orwell escreveu em meados do século XX, para terem uma ideia do que nos pode acontecer e depois falamos…
      Quanto à filosofia de algibeira do “Quem não deve, não teme!” acho que os mentecaptos que a promovem nem merecem resposta; porque não iriam compreender.

    • Aguamenti says:

      É preciso legislar… Mais que isso, é preciso cumprir-se a Lei. Escrever no papel qualquer político faz. Cumprir é que é o tanas 😉

  6. edgar says:

    nao intressa o que usas, iphone, android,microsoft ou mac ios a privacidade online não existe, porque as proprias marcas ficam com os teus dados, isso ate acontece com as operdoras de tv por cabo, msm que assinales a confidencilidade de dados eles vao para uma base partilhada.

    por isso isso não existe

  7. edgar says:

    nao intressa o que usas, iphone, android,microsoft ou mac ios a privacidade online não existe, porque as proprias marcas ficam com os teus dados, isso ate acontece com as operdoras de tv por cabo, msm que assinales a confidencilidade de dados eles vao para uma base partilhada.

    por isso isso não existe

  8. Pedro says:

    O problema da privacidade é tão grande que todo este escândalo surgiu e ninguém mudou os seus hábitos ou revelou, de certa forma, preocupação com as práticas governamentais.
    Acho que estamos adormecidos tecnologicamente. Só nos mexemos quando somos, efetivamente, pisados. E mesmo assim, só dizemos “Aí!”

  9. NT says:

    Hoje em dia é extremamente difícil, caro e nada conveniente ter privacidade. Mas pronto é a velha história de dizerem que nada têm nada a esconder. Mais uma vez, que tal perder a liberdade de expressão por não terem nada a dizer. Ou liberdade de movimentos porque não têm onde ir?
    Mas pronto. Querem mais privacidade? Podem fazer algumas coisas, por exemplo trocarem de motor de busca (duckduckgo.com). Em vez de terem o mail no gmail ou hotmail ou outros serviços GRÁTIS nos quais o mail é analizado/catalogado, sempre podem criar o vosso (tem que se pagar um domínio e ter um servidor…). Vejam o que têm instalado no telemóvel o sistema em si já invade muito a privacidade quanto mais n de aplicações(tipo uma aplicação de lanterna pedir acesso a tudo, contactos, localização,etc). Desactivem a localização para aplicações como o facebook ou melhor mesmo “abandonar” o facebook.
    Pois nesta ultima lá vem o que é conveniente… deixar o facebook? estarei louco? então e os 20000 de amigos? Experimentem convidar para fazer uma caminhada, ou um estilo piquenique no meio do nada e sem ‘internetes’ com esses 20000 ‘amigos’ e vão ver que passam o dia sozinhos.

  10. Paulo Jorge says:

    Condenada não está, acho que basta querer e mudar alguns “maus” habitos adquiridos, para tudo o resto até o extremo serve, xauxau TIC’s olá “de”novo Mundo , se já existe suicidio assistido porque não existirá um virtual?

  11. Rui.M says:

    Só estou à espera para ver o comentário nestas situação: ” Quem não deve , não teme”.

    Para rir!

  12. Ricprazeres says:

    Quem não deve, não teme!!

  13. Hugo says:

    Há quem siga a máxima do “até prova de contrário estou protegido”.

    Eu então é ao contrário. Até ver estou desprotegido. Para mim só faz sentido pensar desta forma, caso contrário estão automaticamente vulneráveis (e sim, tenho noção que não estou mais protegido que ninguém 😀 )

  14. André Barbosa says:

    Meus caros. Como todos sabemos a nossa informação é interpretada por algoritmos e processada em computadores, não por seres humanos. Eu não me preocupo com a minha privacidade, as empresas nunca vão divulgar informação dos utilizadores deliberadamente. Não faço nada de ilegal nem de errado, não tenho nada a esconder, se eu quiser privacidade tenho quartos dentro de minha casa com 4 paredes e uma porta.

  15. Amilcar Alho says:

    “A troca … privacidade … Microsoft …,”
    Duas palavras opostas na mesma frase… 😀

  16. Fábio P. says:

    Estando presente no debate, o que mais me fez questionar a privacidade que possuimos no nosso país foi o historiador José Pacheco Pereira.

    O programa E-factura é um exemplo da falta da nossa privacidade. Informações sobre onde vão, onde comem, o que comem, o que compram (detalhadamente), possibilidade de saber a que velocidade média circulam num ponto x a ponto y numa auto estrada com Via Verde, entre outros.

    Toda esta informação em data centers, no qual não sabemos como ou quanto protegidas estão essas informações, nem quem tem acesso as mesmas.

    Uma visão sem dúvida diferente do resto dos participantes, mas uma realidade que levou que fosse o discurso mais aplaudido do debate.

  17. David says:

    Quem se associa a pessoas que voluntariamente cedem a sua privacidade achando elas uma pratica super natural, estão em certo grau vulneraveis, cada “amigo” desses é uma porta aberta para a vossa vida. Sejam amigos cá fora na realidade mas evitem brincadeiras de facebooks e outras redes sociais que só servem para espiar as pessoas e ainda por cima é financiado pelas mesmas sem que elas se apercebam, publicidade etc. O mais perturbador do big brother é ser financiado pelas proprias vitimas.

  18. Victor F. says:

    Quem não deve não teme. Se me espiam não quero saber, não tenho nada a esconder.

    • David says:

      Confias demasiado no bom senso e espirito democratico dos lideres mundiais, imagina que estavas na America do Trump já não podias ser tao ingénuo, bastava pensares diferente para seres automaticamente categorizado como ameaça.

    • gekko says:

      se nao tens nada a esconder entao publica as passwords e username de todas as tuas contas de email e redes sociais e cloud só para nos vermos aquilo que nao tens a esconder…

      • censo says:

        Obviamente que isso é estupidez. A questão do “quem não deve não teme” não se põe por aí, que diga-se, é ridiculo. Entendo que esta questão está relacionada com o teu bom senso, com a tua sensibilidade relativamente ao que partilhas. Se tens plena consciência de que o que partilhas é seguro ou inofensivo para ti, ou que é apenas uma infinitésima parte da tua vida, que não servirá para mais ninguém, então “quem não deve não teme”. Se te sentes mais seguro não estando ligado, opção tua. Agora diz-me lá sinceramente : tinhas algum interesse em ver as contas de email ou o que quer que fosse do Victor F. ? Achas que ele poderá refletir os teus vícios para assim os poderes justificar porque ele “também faz” ou “também tem” ? Tem juízo. Cresce. Vê menos filmes. Ninguem quer saber das contas do Vitor F., nem das tuas. São insignificantes. Mesmo que publiques os dados.

        • david says:

          Até que chega o dia que aparece algo significante para alguem, até nem pode ser significante para ti podes achar normal mas alguem acha que merece uma intervenção uma censura ou um barrar no aeroporto e conversas em salas essas sim privadas!

          • censo says:

            Vês demasiados filmes. Mas Pensa realmente no que partilhas. Põe de lado a vaidade. Aliás este é um dos Sete pecados…

          • Victor F. says:

            O @censo disse tudo!
            Quanto a este tipo de assunto, só vejo pessoas a falar em privacidade e eu pergunto-me sempre, que privacidade? É que ninguém especifica…

          • David says:

            Censo! censo! informa-te que estes casos acontecem e vão continuar a acontecer cada vez mais, qualquer dia vais ser barrado no aeroporto porque partilhastes uma foto no facebook onde apareces com uma enorme barba e um bronze algarvio semelhante ao bronze marroquino!

          • censo says:

            Portanto tu achas que mesmo que seja considerado suspeito não pode ser barrado no aeroporto e assim entrar livremente num avião, é isso ?

        • Gekko says:

          Censo o Vitor F. diz “Quem não deve não teme. Se me espiam não quero saber, não tenho nada a esconder.” Não especifica se é apenas o que partilha no Facebook e diz que não se importa de ser activiamente espiado. Claro que a interpretação que eu tive ia ser aquela que disse antes.
          E a questão da vigilancia é que se passou de um modelo de vigiar uma pessoa apenas quando é suspeita (respeitando a privacidade do global para se focar no individuo que faz mal) para um modelo de vigiar massivamente todos por defeito, num sistema no qual tu não tens nada a dizer sobre regras de uso.

          olha o caso do Passos Coelho e as listas VIP das finanças e o facto de o perfil dele nas finanças ter sido acedido por funcionário que só queriam ser cuscos, porque quase não havia regras nos controlos de acesso (e não não gosto do Passos nem pintado).

          E o problema de vigilancia massiva para apanhar os maus é que dependendo do país em que estás o conceito de mau da fita varia muito.

          Vigilancia sem haver controlo sem critérios de porque é que podes acerder a dados de uma pessoa.

          Isto não te incomoda minimamente???

          • censo says:

            Vigilancia massiva ? Mas tens noção do que falas ? Vigilancia massiva ? O que é isso afinal ? Eu respondi ao teu ridículo comentário sobre o que o Vitor F., a teu ver, não teria medo de partilhar, para satisfazer o teu desejo mórbido de vasculhar a vida alheia. Agora vigilância massiva ? Pensa bem no que isso é, ou o que é suposto ser, e pensa no que seria necessário para o realmente ser.

          • gekko says:

            Nāo eu nāo tenho o desejo de vasculhar vidas alheias, muito pelo contrario. Mas este argumento de quem nāo deve nāo teme é tonto e como tal merece uma provocaçāo. O pessoal gosta de dizer “quem nao deve nao teme, nao tenho nada a esconder” normalmente nunca vai ao ponto de divulgar mesmo os seus codigos de acesso e normalmente também tem cortinados nas janelas de casa…
            porque apesar de tudo há uma coisa que é a privacidade das nossas vidas, mesmo que nāo sejamos todos terroristas…
            E é esta privacidade das nossas vidas que tem estado em causa.
            E já agora continuando o “quem nao deve nao teme” quem é que decide o que é que se deve a quem? Acredita nao precisas de ser terrorista para ser um alvo. Uma das jornalistas que trabalhou com o snowden a laura poitras entre 2006 e 2010 foi parada 40 vezes em aeroportos americanos com computadores apreendidos e foi vigiada. E porque? Fez um documentário sobre a guerra do iraque que retratava a bida dos iraquianos sob a ocupaçao americana

        • NT says:

          Pois que privacidade? A privacidade nas buscas que faço no google por exemplo. Vamos a ver que estou a estudar história ou religião. Começo a pesquisar por religiões do médio oriente. Depois saltando de link em link acabo numa página do ISIS… É o suficiente para levar com a etiqueta de “terrorista”. E em países como os Estados Unidos pode ser o suficiente para te enfiarem num buraco ao abrigo do “Patriot Act” sem qualquer tipo de direito porque és/podes ser um terrorista. Agora a Europa gosta de copiar algumas coisas e se “para te proteger do terrorismo” ficas etiquetado como terrorista, és torturado para depois te libertarem e dizerem para estares de bico calado?
          Ou devido a essa etiqueta (sim é gerada por máquinas de forma automática) terem acesso e visualizarem o que se passa em frente à tua webcam(vá que até é um pc que está no quarto e depois alguém fica a ver porno caseiro), depois por onde andas através do teu smartphone entre tantas outras coisas.
          Mas quem não deve não teme… Então perder a liberdade de expressão porque nada têm a dizer(ou mesmo que tenha a dizer, é para evitar discursos terroristas), ou perder a liberdade de movimento porque não têm para onde ir(ou mesmo que tenhas para onde ir é para evitar ires para o “lado” dos terroristas)…
          Acho que já damos muitos dados em troca de pouca coisa (por exemplo gmail que vê/lê todos os emails). Abdicar de informação privada para agências de “segurança” para ser “protegido”… e quem vigia os vigilantes?

          • censo says:

            Xiii..vocês tem de desligar os canais por cabo. Isso faz-vos mal. Muito mal mesmo. A privacidade está em vocês. Não está nos supostos vigilantes. Vocês é que devem saber o que partilham e o que fazem nas redes. Vocês é que são os responsáveis pela vossa privacidade. Os pombos só comem o milho que lhes dão…

          • gekko says:

            o problema é que já nāo é uma questao de escolher o que partilhas publicamente. mas tudo o que fazes online incluîndo o que supostamente seria privado

      • Sujeito says:

        Estou com o Gekko. É desta privacidade que se fala Vitor F. Deixavas as ruas contas disponíveis aqui para qualquer um aceder?

        É dessa privacidade e muita mais que se trata.

        • censo says:

          Isso é absolutamente ridículo. A tua privacidade és tu que a controlas. Faz um pequeno teste e depois conta coisas : vai ao google e faz uma pesquisa pelo teu nome.

  19. joao says:

    Este debate foi gravado? Está disponivel em algum lugar?

  20. Yordanov says:

    Estive presente no evento. Foi interessante! Só não consegui ficar para o filme…

  21. Afonso says:

    A pergunta devia ser: Será que as pessoas querem privacidade?

    • NT says:

      Infelizmente ficamos com o que nos atiram para o colo. Acredito que muitas pessoas não iriam pensar muito em relação se queriam ou não.
      Agora a partir que tens montes de pessoal a morrer de ataques “terroristas” e depois dizem que tens que abdicar da privacidade para seres “protegido” a pessoas, no geral preferem a suposta segurança.
      Depois com tanta “publicidade” que somos todos os dias alimentados, deixamos de pensar e queremos o Samsung ou o IPhone e só um deles é que vai ser o imortal (there only can be one…) sem perceber que ambos são bons e que cabe a cada um decidir qual o sistema que prefere e qual responde às suas necessidades.
      Mas pronto deve estar a dar o jogo da bola, novela do noite e/ou o BigBrother 328479827 e é com isso que nos preocupamos. É mais ‘fácil’ viver o que os outros decidem.

  22. sakura says:

    está condenada?
    sim basta ver as noticias sober a rede TOR esta semana….. ou os servidoes do linux kernel a 1 ano, sim linux THE CORE já esta preso mas …….. é OpenS mas no mundo há 3 4 pessoas que sabem o que o selinux faz, é como ler chines……
    quem se tem safado é a MS.

  23. Mário Viegas says:

    O pior de tudo é que dizem que a violação de privacidade serve para proteger os cidadãos mas depois descobre-se que todos os terroristas já estavam referenciados pelas autoridades e mesmo assim deixaram- nos à solta pra fazerem das suas!

  24. K0izo says:

    O maior problema é que a maior parte da população mundial se está a c**** p isto. Mas deixem vir aí os novos regimes fachistas que se andam por aí a criar como cogumelos. Depois será tarde para ter liberdade de expressão sequer.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.