eCooltra Scootersharing chega a Lisboa

Por Célia Simões para Pplware.com

Destaques PPLWARE

54 Respostas

  1. Bispo on Road says:

    Já usei é muito prático! A mota tem 2 capacetes um na mala do banco e outra na top case. As motas têm uma zona de utilização, grande lisboa, onde têm de ser deixadas no final da viagem.

    No site têm um código para 20 minutos grátis mas se usarem o meu ganham 30 minutos grátis vocês, e 30 minutos eu.

    O meu código promocional é: xrbzt

    Vejam o meu vídeo no youtube a usar o serviço 🙂
    http://www.youtube.com/watch?v=LNnIpxn7HhA

  2. MLopes says:

    preço do serviço?

  3. Miguel Nóbrega says:

    A tecnologia da scooter é Portuguesa ou a App?
    A scooter a ser eléctrica é das mais normais que se encontra por aí, até parece interessante… gostava de saber mais caracteristicas delas

  4. Azulnauta says:

    Eu queria era comprar uma scooter destas, já despachei a minha a gasolina e ando a sondar o mercado das elétricas 🙂

    • BM says:

      O problema continua a ser o preço..também há uns tempos fiz uma pesquisa e são muito caras!

    • Bispo on Road says:

      O problema é a velocidade de ponta vs autonomia. Estas estão limitadas a 30kmh e a bateria dura para 40kms.

      Se quiseres experimentar pordes usar o meu código (xrbzt) e ganhas 30 minutos grátis.

    • Leandro says:

      Boa tarde Azulnauta. Também tenho andado a sondar o mercado. Um amigo que foi à Norauto ver uma que eles tinham mas já não há. Era um modelo com 4 anos. Mas disseram-lhe que vai ser a meio do verão (não sabem datas!) uma nova elétrica (equivalente 50cc) com bateria de litio de uma marca deles. Se calhar vou esperar. Acho que são caras as eléctricas 2.000-3.000€ apesar da poupança ser grande.

  5. APereira says:

    Gostava de ver isso aqui no centro de Edimburgo, principalmente naqueles dias em que está a chover (80% dos dias) e naqueles em que há gelo na rua… (90% do inverno, que corresponde a 10/11meses por ano).

    • Bispo on Road says:

      Por alguma razão eles só estão em certas cidades. Têm de ver onde será viável o conceito, é claro que aí nunca iria funcionar.

      No entanto se estiveres por Lisboa e quiseres experimentar pordes usar o meu código (xrbzt) e ganhas 30 minutos grátis.

    • milkshaker says:

      Como diz logo de início :
      “Depois do êxito que foi em Barcelona, cidade pioneira do ecooltra Scootersharing, a rede de scooters elétricas por minuto chega a Lisboa e chegará também a Roma e a Madrid.”

      Sol, boas temperaturas, 0% de neve e gelo. Não me parece que o serviço tenha algo a ver com Edimburgo.

      Muito bom. Pode ser que desse modo se comece a produção de veículos eletricos em massa. As pessoas experimentam, e depois ficam convencidas e acabam por adquirir .

  6. Daniel Almeida says:

    Estas scooters são desta marca: http://www.scooters-eletricas.com/catalogo/marcas-scooters-eletricas/govecs/
    Já usei este serviço variadas vezes e gostei bastante mas a scooter é fraquita (principalmente para que vem de gasolina, Azulnauta). Peso 100kg (:p) e ela dá no máximo 45km/h e o arranque é um pouco lento. Como serviço para usar de vez em quando para uma deslocação rápida na cidade é excelente, mas não comprava esta em especifico.

  7. MShaitan says:

    Excelente..! Haja mais ideias como esta..! Parabéns aos desenvolvedores…!

  8. Rocha says:

    Caríssimo. 10x mais caro que o aluguer de uma scooter “normal”. É por isso que os “sustentáveis” não avançam.

    • Bispo on Road says:

      A cobertura, suporte e comodidade também contam. Basta teres a aplicação para desbloquear a scooter, tirares o capacete da mota e seguires viagem. Eu achei super prático e prefiro do que usar um taxi.
      Se quiseres experimentar pordes usar o meu código (xrbzt) e ganhas 30 minutos grátis.

    • José Maria Machado says:

      O conceito, ou pelo menos a minha visão do conceito e como as tenho usado é: antes de sair de casa e apanhar um Uber/táxi por exemplo, vejo se há alguma nas proximidades (o que é muito provável onde vivo). Num trajecto normal de 10 minutos, o que de mota no meio do trânsito dá para percorrer uma distância considerável e gastas 2,5€ cerca de metade dos outros​ que referi. Também acaba por ser mais barato muitas vezes do que ir a um sítio e pagar algumas horas de parquímetro.

    • Miguel says:

      Podes alugar uma scooter “normal” ao minuto e estacionares onde quiseres??!!

  9. naotedeou says:

    em caso de acidente como funciona?

    • Bispo on Road says:

      Se a culpa for tua, só pagas no máximo 500€. Eles têm seguro próprio que trata de tudo.

      Se quiseres experimentar pordes usar o meu código (xrbzt) e ganhas 30 minutos grátis.

      • Fernando says:

        Faltou dizer que se a culpa for do condutor da scooter e este tiver de ir para o hospital ou deixar de poder trabalhar, o seguro não cobre esses custos.

        O seguro exclui os danos próprios:

        Anexo 3.3: Condiciones particulares Lisboa
        “el seguro no tiene cobertura para los danos personales del condutor”

        • lmx says:

          Ora ai é que estão os senãos…
          Estes artistas poferecem productos que depois são um perigo para o utilizador, sem cubertures, etc…

          500€ em caso de acidente, disse o colega acima?what?
          pra isso compro uma scooter daahhh.

  10. DC says:

    Quando reservamos uma scooter conseguimos saber qual a autonomia que a mesma tem no momento da reserva?
    Depois de terminar a viagem podemos deixar a scooter em qualquer local ?

  11. Jorge Silva says:

    Curioso que as condições gerais que por lei deveriam estar em portuyguês estejam em castelhano ainda que o documento tenha o nome TERMS_CONDITIONS_PT.pdf ver em https://www.ecooltra.com/terms/TERMS_CONDITIONS_PT.pdf
    A zona destinada a estacionamento parece-me bastante limitada, nem sequer cobre a zona da Expo

    • Jorge Silva says:

      Calculando que da Baixa ao Lumiar (extremos verticais do mapa de estacionamento para pegar/largar as scooters) são aproximadamente 7.9 km e que à velocidade máxima da scooter e sem semáforos demorarias cerca de 8 minutos o que custará no mínimo 1.92 euros, o problema é que nunca sabes quanto tempo vais parar por causa dos semáforos, parece-me que a melhor opção seria cobrar ao km, uma vez que as scooters até são controladas por satélite

    • lmx says:

      Porque o Produto não tem nada de Português…
      Havia o Português da China…agora ha o de Espanha…

      Ora se o site e a tecnologia de tracking , etc..ou seja do negocio fosse Portuguesa…
      nunca jamais , seria possível haver informação em Espanhol no site…digo eu..

      Obviamente que isto faz parte de mais uma Empresa Espanhola a trabalhar em Portugal!
      Já não basta a comida que comemos, a bebida, os Centros Comerciais, a roupa, etc agora é também os serviços considerados públicos…
      Meus caros…só os salários é que não teem nada a ver, de resto…

      Bien Benidos a España!

  12. MG says:

    €0.24 p/min = €2.40 p/10m = €24 p/100m ?
    O conceito é porreiro, mas o preço é ótimo para turistas.

    • JJ says:

      Só vais demorar 100min. do ponto A ao ponto B, se apanhares muito… muito transito, dentro da cidade.
      Isto é para deslocações dentro da cidade de Lisboa, que salvo as horas de ponta nas principais artérias, as deslocações não deverão demorar muito mais de 30 minutos.

    • JJ says:

      Alias, olhando para as áreas abrangidas, na cidade de Lisboa, se demorares uns 15 minutos de um ponto ao outro, será muito.

  13. Greenshines says:

    Tuk-Tuk 50paus 1hora 😛

  14. José Fontinha says:

    Quem usa são os turistas, que pagam caríssimo o serviço, já que eles usam várias horas ou dias, logo uma scooters normal é bem mais barata, com capacetes incluídos, aqui só tens 1…
    E já há empresas que entregam e recolhem onde em Lisboa sem custos, caso da Scooters Cool, http://www.scooterscool.com

    • Bispo on Road says:

      O problema é que são 4 horas mínimo. Eu se quiser ir daqui ao metro +- 2kms são 15km a andar. De scooter são 3 mins 60cents. O foco são as curtas viagens.

      • lmx says:

        2km a andar é igual a 2 kilometros de aviao ou de mota.
        Eu acho que querias dizer 15 minutos..

        Neste caso terias que alugar a moto e deixar de andar de metro 😀

  15. Gonçalo says:

    Para quem quiser, fica o meu código: mpchr

  16. Francisco says:

    CÓDIGO​ 30 MIN GRÁTIS para andar: xvmkp

  17. joao says:

    usem o código jgdsc para 1 hora grátis!

  18. Zé Único says:

    Acho o serviço uma no ideia a que aderia concerteza se não estivessem a pedir fotografias dos documentos de identificação e carta de condução (frente e verso).
    Entendo que é demasiado perigoso passar essas imagens para uma empresa na internet. Se existir uma forma de aderir se, entregar cópia dos meus documentos, sim adiro.

  19. JF says:

    Pois meu caro Zé Único a lei assim os obriga, não os obriga é gamar tanto os clientes! 0,24€/min = 24€ 100minutos! Dasse! Pode dizer-se “vão roubar prá estrada!”
    E é fácil fazer-se 20 ou 30 minutos numa viagem que julgamos curta e rápida. “É fácil é só fazer as contas.” Já dizia o Guta da ONU!
    Se queres alugar uma scooter e divertirem-se sem pensarem em contra-relógio façam-no nas várias rent a scooters portuguesas.
    http://www.scooterscool.com , http://www.lxrent.com , http://www.ridealegria , etc.

  20. Joana Brandao says:

    Podem usar este código para ganharem 30 min: dtczp

  21. Joao Silva says:

    Código actualizado 27/ de junho de 2017 kxgjd

  22. Filipe Batista says:

    Hey pessoal, novo código na zona: cfzsn

  23. António Carlos Antunes dos Santos says:

    tmpbh… Fica aqui o meu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.