CES2014 – Intel apresentou o mini PC Edison


Destaques PPLWARE

43 Respostas

  1. Valter says:

    Impressiona pelo tamanho…e depois?
    Conclusão: Raspberry Pi

  2. antonio says:

    Corre Linux, esta no bom caminho.

  3. Krasy says:

    e espetar isto num monitor preparado para o feito e ligar-lhe um teclado e ver a malta a surfar na net 😛

  4. Redin says:

    O futuro corre um pouco por todo o lado com dispositivos deste tipo. a flexibilidade no hardware está para estas maquinas, assim como um Sistema Operativo Embeded está para o software.

  5. Gooden says:

    Acho que isto é um óptimo avanço. Poderá ser muito bom principalmente para a medicina onde se poderá fazer como os pacemaker mas para doenças de outro género.

    Imaginem uma pessoa estar na sua intimidade com a mulher (Dispositivo Ligado a Wireless) e o médico a ligar: “O Sr. José está com um problema. Seu Coração está muito acelerado…” Pois poderá… xP

  6. Unknown says:

    Como é que se liga um ecrã e um teclado/rato?
    Vai se vender com uma doca especial tipo leitor de cartões com a saída usb/hdmi?

  7. PB says:

    Para além da miniaturização, nada de novo… Parece-me um esforço da Intel para entrar na fatia dos mini do tipo PI, e para ser “diferente” tornou-o pequeno, e com isso, menos potente (um pentium meus senhores…).
    Quanto á ideia de medicina, a miniaturização de outros conceitos (uP dedicados, etc) funciona na mesma, não vendo eu, pessoalmente, futuro neste conceito apresentado pela Intel.

    • Carlos says:

      Classe Pentium não é o mesmo que “só” Pentium.

      Basicamente todos os CPUs da Intel são “classe pentium”, desde o Edison (o mais pequeno de todos), passando pelo Galileo (esse sim, do género do arduino), até ao Xeon topo de gama.

      Classe Pentium apenas quer dizer que usa o mesmo conjunto de instruções base do Pentium original.

      • Nunes says:

        Os Pentium actuais “nada” têm a ver com o Pentium original!
        Os Pentium originais só tinham suporte para 32bits, enquanto que os actuais têm suporte para 64bits, em virtude de usarem o mesmo tipo de núcleo que as classes de processadores mais potentes da Intel (embora com uma geração atrasada): Xeon, Core i3, i5, i7
        O nome Pentium foi simplesmente reciclado para uma classe de processadores menos potentes

    • Nelson says:

      Não vês tu, mas vejo eu…

    • Carlos says:

      Já agora, para ser o mais correto possível (porque a Intel na verdade disse pouco sobre o Edison), o Edison e o Galileo são computadores completos. O Edison é este, do tamanho dum cartão SD, o Galileo é maior, do tamanho duma placa arduino normal. Ambos usam SoCs Quark, o Edison não se sabe qual exatamente (a Intel não disse), o Galileo usa um SoC Quark X1000.

  8. Nuno Sousa says:

    O problema vai residir sempre na autonomia / alimentação.

  9. Ivo Guerreiro says:

    Excelente tamanho para nos talvez surpreenderem com novos avanços da computação ubíqua, ou seja lá teremos nós de comprar coisas que não necessitamos porque se ligam a net e estão sempre sincronizadas com as nossas contas de Internet.

    Com esta “crítica” claro que só estou a pensar nos bens de consumo para o público em geral. Claro que para outras áreas será um grande avanço!!

  10. Daniel Senna Fernandes says:

    Existem tantas aplicações para um aparelho como este e que não se reduzem apenas à medicina.
    É certo que avanços na medicina são muito bem vindos, mas mais rapidamente vejo este mini pc a ser utilizado em coisas do dia-a-dia do que em qualquer coisa relacionada com a medicina. É verdade que já existem TV’s, frigoríficos, fogões e fornos inteligentes e capazes de enviar “mensagens” aos seus “donos”, mas um avanço como este poderá significar uma “inteligência aumentada”. Já para não dizer que até poderá significar uma redução nos custos.

  11. Ruaben says:

    Eu não estou a ver isto a ser aplicado em 1 ou 2 anos…

  12. Avenzel says:

    Penso que o Quark tenha o core dos antigos 486DX ligeiramente modificado de forma a baixar o consumo energético e ao qual foram adicionadas algumas instruções Pentium.

  13. Já há um equipamento com o formato de um cartão SD dedicado à Internet das coisas, o Electric Imp, também com comunicação sem fios. Julgo que este equipamento da Intel tenha a mesma abordagem.

  14. Bruno says:

    Imaginem o futuro.. Chegamos a qualquer lado e temos um monitor, um teclado e um rato sem fios.. Inserimos o nosso cartão no monitor et voilá.. Temos o nosso PC de casa em qualquer local. Eu gosto.

  15. darth says:

    tambem devera trazer as habituais backdoors a pedido da NSA

  16. mario says:

    Para a robótica de ser porreiro.

  17. O Silva says:

    O electric imp, não lhe fica a atrás. Cá em casa, monitoriza a temperatura, com log para o Cosm (agora xively).

    Se este Edison, for tão fantástico como o Galileo…então a Intel entra na “guerra” com duas fantásticas vantagens.

    Como ja estou a testar e a desenvolver em Intel Galileo, só tenho um reparo.. consumo de energia! A baterias…acaba-se num instantinho. Espero que o Edison seja bem mais modesto.

  18. Dicionário says:

    O pplware devia fazer um artigo a ensinar as pessoas a activarem o dicionário de Português para a maioria dos utilizadores.

    Alguns erros que aparecem nos comentários são básicos e podem ser evitados com o verificador ortográfico de forma automática.

  19. Gerardo says:

    Este nome quando começar a ser “googlado” vai ser óptimo para a BQ 😀

  20. Ricardo Martinho says:

    O seu tamanho e formato impressiona! Estou curioso para saber como ligar um cartão micro sd, uma saída hdmi, entre outros aspectos.

  21. MC says:

    Isto em termos de consumos energéticos e produção de calor deve ser fantástico.
    Mil e uma aplicações para isto.

  22. Luis says:

    Acho que a micro computação já tem o tamanho desejável como uma pen com android para ligar na tv etc. não sinto necessidade de andar com um cartão sd-pc no bolso. com que finalidade dentro da nossa esperança de vida a veremos em prática usual?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.