PplWare Mobile

Aproxima-se a Maior Feira de Jogos do Planeta, a E3


Paulo Silva

Just another gamer ...
Por Alexandre Carlos para Pplware.com

Destaques PPLWARE

13 Respostas

  1. JJ says:

    Mais uma E3 igual a tantas outras, onde só vão ser valados de jogos de guerra e afins. A EA lá mete no meio o FIFA ou o NFS, mas mesmo assim o foco é sempre o mesmo… guerra…

    Enfim… mais um ano sem grande interesse, para quem não gosta desse tipo de jogos.

    • brunn08 says:

      Não é verdade esse comentario. Primeiro a nintendo não vai levar um unico jogo de guerra.
      A sony vai levar grand turismo 5 e last of us.
      Tambem terás Madden 18, God of War (É um rpg não é de tiros) Assassin’s Creed, Far Cry 5 e Playstation VR, novo Need For Speed, Evil Within 2 (terror) entre muitos outros de empresas como capcom e até facebook.
      A microsoft tbm vai apresentar o Project Scorpio
      Só jogos de guerra? Queres acreditar nisso? XDDD

      • Carlos Andrade says:

        ainda deve aparecer pelo meio fifa e pes 2018

      • Sambalaia says:

        Bem dito Bruno, lá por alguém acreditar nisso, não faz disso verdade. tens imensos jogos de outros géneros e revelações topo!

        • JJ says:

          Diz-me uma revelação de topo que não tenha qualquer tipo de característica violenta!

          FIFA ou qualquer outro tipo de jogo de desporto, não conta porque isso não é nenhuma revelação de topo. São jogos que saem todos os anos, e estranho seria não saírem ou não apresentarem melhorias gráficas e de jogabilidade entre outras características.

          Podes mencionar o NFS ou GT… concordo que são boas revelações… mas resume-se a dois títulos e mesmo assim tem uma vertente desportiva automobilística.

      • Belmiro says:

        Eu concordo, hoje em dia a esmagadora maioria dos jogos são guerra (nazis, Zombies, Alien) e os desportos de sempre, inovação zero.

        Salvo alterações de pormenor nos gráficos e IA, carros/ jogadores actualizados, os jogos trazem algo de novo? Raro, muito raro.

        Quando eu era jovem inventaram o Manic Miner, bomberman, jogos de infiltração e ninja, broken sword, myst, larry suit leisure, e todos os espectáculos que saíram para Scummvm, Amiga, etc.

        Agora a imaginação é zero e os jogos são pancadaria e armas ou desporto batido. No Fun.

        • AncientGameplays says:

          Belimro, ainda há imaginação. Dou-lhe um exemplo de jogos que estão por sair ora:
          Scalebound (retornou a produção)
          Vampyr (jogo excepcional, historia mt boa, parece promissor)
          Need For Speed (história melhorada, gameplays melhorado, ciclo de dia/noite, mais carros e mais customização).

          E temos muitos mais jogos, só que como sempre, ninguém sabe tudo. Mas concordo na parte em que diz que antigamente havi inovação, hoje também há, mas menos 🙂

          • JJ says:

            Voltamos ao mesmo…
            Faltas em 3 títulos… dos três, apenas 1 não é violento!

            Depois dizes que ainda há imaginação.
            Um é uma retomar do que havia ou tinha sido projectado, outro é a continuação de uma saga que sai quase um novo de 2 em 2 anos.

            Claro que existe muitos mais jogos, mas as grandes produtoras simplesmente deram cabo de um mercado diversificado que havia. Felizmente temos a Steam e outras plataformas onde temos acesso a outros jogos, que na maioria dos casos não são falados nestas feiras.

      • JJ says:

        Jovem… eu disse que nomeio havia alguns títulos que não tem a temática guerra. Mas cada produtora apresentar 10 títulos e 2 não serem na temática guerra/combate e afins, isso indica que o foco continua a ser guerra!

        Madden 18… isso é desporto, ao mencionar FIFA logicamente incluía os outros de desportos. Mas esses jogos saem todos os anos, a FIFA ou outros do género nem precisam de os anunciar, toda a gente sabe que vai sair este ano, estranho seria não sair.

        God of War, Assassin’s Creed, Far Cry 5, Evil Within 2… lá por serem RPG ou não terem tiros, não deixa de ser de guerra/violência/acção. Quando falo em guerra incluo todo o tipo de jogos violentos.

        Playstation VR, Project Scorpio… que eu saiba isto não são jogos. São produtos ou plataformas para jogar.

        Por isso, continuo afirmar actualmente a esmagadora maioria dos jogos anunciados são com uma temática violenta.

    • Rafael says:

      Deve ser esquerdopata.

  2. Sambalaia says:

    Boas gente, só por acaso quem gostar de jogos se quiser dar uma olhada no meu canal de Youtube “Ancient Gameplays”, é um canal recente e ainda tem muito que melhorar, mas, estou a trabalhar para isso. Obrigado

  3. Walls says:

    Dishonored*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.