PplWare Mobile

Elon Musk recuou e pediu desculpa ao mergulhador a quem chamou pedófilo


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Heldr says:

    Tarde demais.

  2. JC says:

    Pode ter muito dinheiro, mas foge-lhe o pé para a chinela facilmente.

    • MegaDrive says:

      Ele tem muito dinheiro mas é com o dinheiro dos outros…

      • Tiago says:

        Não deixa de o ter, e ter as empresas que tem…
        Já tu, estás numa secção de comentários a desmerecer o trabalho dele.

        • Duarte says:

          Qual trabalho? A brincar monopoly com o dinheiro dos outrose armar birras? Ganda trabalho loool

          • Tiago Martinho says:

            Chama-lhe o que quiseres.
            A Tesla e a SpaceX são duas empresas que vão definir o teu futuro nos próximos 50 anos. É-me indiferente se o dinheiro é do banco, da prima ou dele. Eu quero é resultados, e eles estão à vista.

            Consegues que te emprestem 0,1% do que ele tem? Não? Então ele se calhar tem mais mérito que eu ou tu de qq das maneiras.

          • Sujeito says:

            Só falta lamberes-lhe os pés Tiago. Estica-lhe a passadeira vermelha enquanto denigres os colegas aqui que nem sabes quem são nem os seus méritos pessoais.

          • Tiago Martinho says:

            Estico sim! E tenho imensa pena da Giga-Fábrica não vir para Portugal.
            Cá temos muitos Musks, mas é os cagam postas de pescada como ele mandou no Twitter. Não é mentes brilhantes como a dele certamente.
            Há que dar mérito a quem o merece, e depois há quem se rebole de inveja do sucesso dos outros.

      • Hugo Nobre says:

        Inveja.
        Tenta ser tão bem sucedido como ele ent.
        Isso é óbvio a única forma de fazer dinheiro é com o dinheiro dos outros.

    • AqueleGajo says:

      Há aqui um double standart, um “Zé ninguém” é ofensivo e mal-educado para outro e ninguém diz nada. Outro que é bastante conhecido responde na mesma moeda é logo condenado pela massas. Uns merecem ser responsabilizados pelas coisas que dizem e outros não.. oh society…

      • Tiago says:

        Tal e qual. A atitude do Musk foi infantil e estúpida, e um CEO de empresas tão importantes e que dependem de decisões coerentes e bem tomadas não pode simplesmente reagir de cabeça quente a uma provocação dum pato qualquer. Por outro lado, o mergulhor perdeu imenso mérito e mostrou valer menos que um tostão. Protagonismo ou não, o Musk fez mais que toda a gente que tem dinheiro e recursos, e por muito merdoso que o projecto fosse, só tinham que agradecer a boa vontade, ficavam todos bem vistos e amigos. Resumidamente, estão ambos mal. O Musk foi desnecessário, o mergulhador foi parvo, arrogante e estúpido e quer os lucros de herói todos para ele. Dois cachopos.

      • JC says:

        Sim há um “double standard”. Um estava no local e arriscou o coiro para salvar os rapazes, o outro montou uma operação de marketing, criando um submersível rígido que nunca poderia contornar os obstáculos, como evidencia o diagrama da gruta. Um foi grosseiro (o que é reprovável), o outro foi calunioso (o que constitui um crime). Oh santos comentadores “single standard”…

  3. J.A. says:

    Quem seguiu esta estória, ou folhetim, necessáriamente percebeu que o senhor da Tesla foi ofendido e respondeu. Todavia, parece que o lobby dos indiferenciados arranjou logo motivos para aparecerem como vitimas. O pessoal, atento, lá voltou a fazer de conta que a verdade estava do lado de quem disse que ‘podia enfiar…’ e o pobre do senhor da Tesla, que teve coragem para responder à letra, agachou-se. Maldito mundo cobarde.

    • pedro says:

      Quem vê os filmes americanos está muito familarizado com o frase do “mete-o pelo r—- acima”.
      Mas nestes filmes nunca vi que era comum chamar os outros de pedo…
      Mais uma musckice, clao que para os seguidores d seita do Padre Musk da Abençoada e Verde Igreja Tesla, tudo podia pregar.
      Como está o mundo hoje… As pessoas agarram-se às fraldas de qualquer um e se for preciso trocam-lhas. Acordem para a vida.

      • Hugo says:

        Vês muitos filmes.
        A outra no Big Brother também chamou filho da p”#@, que era muito comum na zona dela, e levou com um “this is Sparta”.
        Ambos estiveram mal, independentemente da gravidade das ofensas.
        Concordo que o Musk se excedeu…e pedir desculpas é sem dúvida a opção mais sensata.

        • Louro says:

          Para além de me fazeres rir com a parte do

          “A outra no Big Brother também chamou filho da p”#@, que era muito comum na zona dela, e levou com um “this is Sparta”.”

          Depois de me rir por uns segundos, comecei a sentir velho porque isso já aconteceu há 18 anos se nao me engano.

          • Hugo says:

            Mesmo, olha… haja saúde 🙂
            Agora pensando bem o que ela disse até foi: “vai pra p!”@ que te pariu”.
            Ainda me lembro de estar a sair de uma aula de educação física e o assunto do momento ser “Marco foi expulso por ter dado pontapé na Sónia”
            Um bom exemplo de como uma frase inofensiva originou uma acção 10x pior.

          • mlopes says:

            é uma possibilidade se do outro lado estiver um “troglodita”.
            mas vamos aprofundar um pouco, a agressão fica justificada pela frase pronunciada pela outra pessoa?

          • Hugo says:

            Claro que não mlopes.
            É por isso mesmo que nos auto censuramos e não dizemos tudo o que nos vem à cabeça.
            Tal como aquela malta tipo “rambo” na noite….e depois há um dia que levam uma facada e tiveram azar, coitadinhos. Claro que não está certo esfaquear quem quer que seja, mas há pessoas que têm um sexto sentido para certo tipo de situações.
            O Musk podia era ter tirado a faca e mandado de volta em vez de lhe ter passado com o tanque por cima 😀

          • Tiago Martinho says:

            Isto não foi o famoso “pontapé do Marco”?
            Jesus… eu ainda mijava na cama nessa altura xD

          • mlopes says:

            @Hugo nunca tive dúvidas que pensarias que não havia justificação.
            mas então experimenta ver o tal “episódio” por este prisma:
            de um lado tens um tipo acossado pelos media, com 30 anos de experiência em mergulho subterrâneo e talvez quase tantos em resgates e recuperações, dedicou anos à exploração daquela cavidade em particular, dá o couro e corre riscos de vida, está em plena recuperação física a psicológica, a “malta” continua a chatear com uma engenhoca que já havia sido dito, por quem sabe, que não iria funcionar naquele caso em especial mas que o trabalho deveria ser continuado porque poderia vir a ser útil de futuro e em outras circunstâncias.
            do outro tens um tipo que, embora muito mais voluntarioso do que a maioria, não percebe rigorosamente nada do assunto, bem como os engenheiros que ele chefia (se percebessem estavam lá a ajudar nos mergulhos), no conforto dos seus escritórios ou das reuniões com as entidades oficiais (que ficou demonstrado que estavam completamente fora da sua liga no que tocava ao mergulho), a pressionar, a insistir e a fazer alarido nos media mesmo depois de, quem sabe, lhe ter dito que não.
            nestas circunstâncias achas estranho que o primeiro tipo faça um desabafo e mande o outro fazer o que lhe der mais jeito com o submarino? mesmo que tenha sido rude e desnecessário, que foi.
            e será que, embora proferido nas circunstâncias que descrevi, isso justifica que receba um pontapé de volta?
            não me parece nada, nada mesmo

          • Hugo says:

            Eu percebo, mas quando levamos uma chapada nunca queremos dar de volta outra igual ou com menos força.
            No fundo o que eu acho desta novela toda é que nem o mergulhador ficou realmente ofendido.
            É apenas assunto para os media e os haters e fanboys se esfolarem 🙂

          • mlopes says:

            bom, então talvez o problema seja pensarmos sempre em dar a chapada de volta.
            num mundo em que tudo olho por olho e dente por dente todos acabam cegos e comer por uma palhinha 😉

      • asd says:

        O Elon Musk não é americano, é sul africano. Desconheço o “nível” de insultos na africa do sul mas como todos sabemos chamar uma coisa num país não é a mesma que chamar noutro.
        Ainda assim sendo foi um erro muito grave do Ironman.

      • J.A. says:

        Não tenho como modo de vida ver filmes, e muito menos ficar extasiado com aquilo que lá dizem ou fazem. São filmes! Agora, se eu o mandar meter, seja o que for, no sitio que mais lhe doer, por certo qye não estou a ser, nem simpático, nem civilizado, nem sensato, daí que se a resposta ofendeu, o que ocasionou a resposta, foi muito mais grave. Ou será que é ‘pecado’ dizer que um individuo é pedófilo? É assim tão ofensivo e malcriado? Ou será que… andam mesmo a ver muitos americanos em Portugal?

  4. censo says:

    Pois, agora vai ter de arranjar ainda mais uns trocos…quem tem disponibilidade??

  5. Sergio says:

    Acho que já todos previam este desfecho..

  6. mlopes says:

    para quem quiser ter uma vaga ideia das circunstâncias que se enfrentam num mergulho em gruta podem, por exemplo, pesquisar e comprar os dvd: “wookey exposed” e “diving into the unknown”

  7. Luis Maia says:

    Os blablabla que eles trocam a mim pouco me importa, o que importa é onde é que os “super minded guys from tesla” tinham a cabeça quando fazem um submarino grande à brava para salvar as crianças num local onde em certos locais a largura era inferior a 50 cm … Isto foi tudo show of e publicidade gratuita 🙂

  8. Aníbal Laborde says:

    Duvido que alguém como Elon Musk que até um Tesla Roadster tem a vogar no espaço para além de outros feitos tecnológicos que já conseguiu, esteja assim tão necessitado de publicidade, a ponto de de se aproveitar de uma situação como esta.
    Por outro lado não entendi muito bem a atitude do mergulhador em questão ao mandar enfiar o “submarino” no dito!…

    • Joao says:

      O povo gosta de se revoltar contra quem se defende. Apesar da reação ter sido exagerada, pelos vistos ninguém mais neste blog teria ficado ofendido se tentasse ajudar e fosse retribuido com uma sugestão de enfiar uma panela pelo traseiro. Isso ou a inveja do sucesso faz muita comichão 🙂

  9. dajosova says:

    o mais caricato disto tudo é o comportamento já habitual dos mercados. LOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.