Quantcast
PplWare Mobile

Use o seu Mac como Hotspot – Partilhe a ligação à Internet

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. André da Silva Pato says:

    Para partilhar de mac para windows, com palavra pass, existem uns parâmetros a cumprir na password que escolhemos para a partilha de internet. Sugiro que adicionem ao post essa informação.
    É claro que se a partilha nao tiver password qualquer computador pode aceder independentemente do SO.

  2. São estas “pequenas” coisas que u gosto no Mac OS X.
    Servir o utilizador da forma mais simples e sem ter que andar a perder tempo.
    Boa dica para quem não conhecia! 😉

  3. darth says:

    ha uns tempos fazia isso, mas depois deixou de dar de um momento para o outro… nunca percebi porque. vou ler melhor este artigo… mas essa função esta seriamente “bugged”

  4. João Duarte says:

    Mas se eu estiver a receber a Internet por Wifi, não vou conseguir partilhar a net, pelo que eu percebi ao ler o artigo. Já no Windows, não interessa de onde esteja a receber a net. Posso sempre partilha-la.

    Eu neste momento estou a usar o software “Intel My Wifi Technology”, e aí (ao contrario do Connectify) não tenho de escolher de onde provem a internet. Não interessa se é por wifi, se é por ethernet. Consigo partilhar sempre.

  5. Espina says:

    O windows tambem traz essa fuunção por default basta criar uma rede ad-oc e partilhar a net a que esta ligado.

    • Fegol says:

      Espina, é verdade que essa função já vem por default no windows tal como vem no mac. O que está aqui a ser explicado é uma outra função. Já agora, no mac é ainda mais simples criar uma rede ad-hoc em comparação com o windows.

      • RCS says:

        “É mais simples que numa máquina com o Windows, porque a Apple inclui esta função de forma nativa no seu sistema operativo. ”

        Uma correcção era bem vinda. Mas infelizmente ainda está para vir o dia..

        • Fegol says:

          Tens toda a razão.

          “Uma correcção era bem vinda, mas infelizmente ainda está por vir o dia…” além disso a frase que redigiste, em tentativa de “correcção à minha”, também não está “como tu desejavas”, “em bom português”…

          • RCS says:

            Não estava a tentar corrigir o português de ninguém. O artigo precisa de uns toques no conteúdo. Isso para mim é que é importante.

          • Vítor M. says:

            RCS o artigo precisa do quê exactamente?

            Não percebo o que queres dizer em concreto.

          • RCS says:

            No windows basta pôr a ligação wireless como ad-hoc, e de seguida partilhar uma outra ligação qq. Ethernet ou o que for. Não é assim?
            Exactamente da mesma forma que se partilha uma ligação wireless por ethernet. O processo é igual mas inverso.

            Aliás, como o comentário do Espina diz.

            Por isso quando o artigo diz que no mac é mais fácil porque faz isso de origem…

            Só fiz questão de comentar isto porque já vi isto acontecer noutras notícias. Há sempre uma resistência grande em editá-los. Não percebo muito bem porquê.
            O vosso trabalho é muito útil tanto hoje como no futuro. Há muitas procuras no google que vêem cá parar, por isso era interessante os artigos poderem ser actualizados.

          • Vítor M. says:

            RCS estás enganado. Em muitas máquinas não consegues propagar sinal pela placa de rede e nas que consegues tens que utilizar aplicações de terceiros para ter todas as funcionalidades.

            Mas ainda não percebi qual é a tua dúvida francamente.

            Eu não percebo porque complicam o que está simples.

          • RCS says:

            Porque no artigo dizes que no mac é mais simples porque a apple inclui isso de origem. Por implicação directa, o windows não inclui.
            Isto é falso. Se com algumas placas não funciona, isso é problema de drivers. Não significa que não vem de origem com o windows.
            Isto é complicar?

          • Vítor M. says:

            RCS é complicar sim. Não funciona porque a fragmentação ainda existe no Windows, como é natural, e o processo é muito mais simples no Mac do que no Windows… isso está de caras e foi isso que eu fiz questão de referir.

            Mas é muito mais simples.

          • RCS says:

            O que referiste foi que o mac faz de origem o que o windows não faz.

            Enfim, preferes ficar com uma frase que não está correcta, do que alterares para uma com mais rigor.
            Sinceramente não percebo esta resistência. É apenas para tentar mostrar que têm razão? É o sistema de edição que não é bom? É o defender a camisola? Se cederes 1 vez depois vais ter mais chatices no futuro?

            Sei que dá trabalho manter este excelente blog por isso também não quero chatear mais. Não quero tirar nenhum mérito nem causar mais desagrado. Fica registada a minha opinião de que umas edições nos artigos de x em quando não ficava nada mal.

          • Jorge Leão says:

            Acho que se deviam deixar de fazer comparações entre windows/mac nos artigos, os adeptos do windows vêm sempre contestar as opiniões e gera-se um mar de comentários que não levam a lado nenhum.

          • RCS says:

            @Jorge Leão
            Eu acho muito útil as comparações entre SO diferentes. Sejam eles quais forem. Seria uma grande perda se deixassem de existir.

          • Jorge Leão says:

            @RCS
            Fui utilizador de windows por muitos anos, depois de ter experimentado linux e mac, conclui que mac é o SO que melhor me serve, pode não ser para outros utilizadores e respeito isso.

            No entanto estou farto das discussões que se geram, quando um utilizador mac diz que o sistema é simples e fácil de utilizar, e logo de seguida é atacado por não sei quantos utilizadores de windows que dizem que não. E a discussão vai por aí em diante sem conclusão…

  6. gustavQ says:

    Eu não estou a conseguir. Segui todos os passos mas o ícone do airport não se altera.
    Ninguém sabe o que poderá ser?

  7. K says:

    Excelente. Agora falta uma matéria sobre como fazer isso no Ubuntu.

    • zee says:

      ligar internet (por cabo ou com pen 3g), criar uma ad-hoc et voilá … 😀

      • K says:

        Sim,sim, eu já sabia como se faz. O que queria era uma matéria explicando detalhadamente, com imagens, para os usuários que ainda não sabem como fazê-lo. É justo que seja concedido um espaço sobre esse tema ao GNU/Linux, depois de mostrá-lo no Mac OS X e da aplicação que causa “furor” no Windows.

  8. Jorge Leão says:

    Eu tenho ligação exactamente por pen USB e em tempos pesquisei por um tutorial como este para partilhar rede para o meu ipod touch ou para visitas que tivesse em casa.

    O que aconteceu é que rapidamente desisti porque a partilha de rede que o computador faz, é com uma largura de banda limitada, com o acréscimo de que a minha largura de banda já é limitada.

    Ficava então com uma ligação lentíssima…

  9. Vítor M. says:

    Bom mas isso tem a ver também com a largura de banda que chega à máquina. Obviamente é sempre mais lento, mas se a largura de banda for razoável, também a navegação o será, como pude constatar no teste que fiz.

    • Jorge Leão says:

      Acredito plenamente que sim. tenho pena de não se poder definir a máquina para partilhar toda a largura de banda que recebe, porque no fundo até consigo uma velocidade razoável para a máquina que partilha.

      Afinal de contas, a capacidade de partilha, é bastante superior à largura de banda que a máquina está a receber.

    • Paulo says:

      boa tarde, e para quem nao tem a estaçao airport, pode partilhar po wireless certo?
      partilhei, mas fico com net no ipad mas sem net no pc :/

  10. daniel says:

    tenho um mac e nao consigo fazer conectar o computador windows a internet partilhada pelo meu mac!!!!alguem me pode ajudar
    ??

    • rafael lessa says:

      Você precisa criar uma conexão manualmente,
      o SSID colocar manualmente, inserir a senha, depois avança, e altera o tipo de conexão, e muda de ABERTA pra COMPARTILHADA, reinsira a senha e pronto 🙂

  11. elsa says:

    faço os passos todos certinhos no imac para enviar por wireless… encontro no iphone, ligo e tem a rede completa… mas qdo tento aceder aos sites fica apenas pelo loading… 🙁

  12. Pedro Maia says:

    eu nao preciso de passe pq nao tenho vizinhos, e o Iphone nao se consegue conectar, fica tipo sempre a processar alguem sabe o porque ?

    cumprimentos

  13. Ricardo Laurêncio says:

    Estou a ter um problema com a partilha do hotspot atraves do MACBOOK PRO. executei a partilha tal como explicado e tudo parece funcionar perfeitamente, quando me conecto a rede com o IPAD ele reconhece e conecta-se simplesmente não consigo aceder à internet.
    O IP que me aparece no IPAD é distinto do que tenho actualmente no MACBOOK.
    Alguem me pode ajudar?

  14. Patricia says:

    resultou na perfeição!!! Obrigada

  15. Simão says:

    Boas,
    faço os passos todos direitos como esta explicado e este não compartilha nada. nem sequer aparece a seta no simbolo do wireless.
    alguém me sabe responder a isto?

  16. Paulo says:

    boa tarde, e para quem nao tem a estaçao airport, pode partilhar po wireless certo?
    partilhei, mas fico com net no ipad mas sem net no pc :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.