PplWare Mobile

Porta USB-C do iPhone 15 precisará de cabos especiais para ter todas as funcionalidades

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Rui says:

    Apple a ser apple já deixei essa marca hj em dia só compra quem quer há muitas opções e melhores

    • Oh says:

      “Na verdade, não parece ser um exclusivo da Apple, já que alguns fabricantes Android fazem o mesmo, mas a outro nível. Apenas alguns cabos certificados conseguem oferecer as velocidades de carregamento mais elevadas como temos visto.”

      Nem sou fã da marca, mas isto parece-me uma situação normal no mundo tech.

    • PTO says:

      Hoje em dia só compra quem quer? Que raio de conclusão é essa?

      Que eu saiba sempre foi assim, com Apple ou qualquer outra marca só compra quem quer.

  2. Carlos Santos says:

    Esta é uma prática incrivelmente obscura, anticompetitiva e anti-consumidor por parte da Apple, estou surpreendido por não terem sido censurados por isso antes. Se a Samsung impusesse restrições nas suas TVs para que só pudesse usar cabos HDMI Samsung caros fabricados nas TVs Samsung e todos os outros cabos HDMI não funcionassem ou apenas permitissem uma imagem SD de 480p, a menos que os fabricantes de cabos pagassem royalties à Samsung para os fabricar, estaríamos indignados. Tudo isto de “garantir um elevado padrão de qualidade e assegurar que não haja danos aos seus dispositivos” é conversa de marketing para encobrir a ganância corporativa. Esta prática precisa de parar.

    • Luis Henrique Silva says:

      +1
      Bem verdade

    • pedro says:

      +1
      parece que os apple boys gostam de ser enganados, e quanto mais enganados, mais gostam da marca !!!!

    • PTO says:

      Não percebeste nada do artigo. A Apple não obriga ninguém a usar SÓ os cabos Apple, tu podes usar cabos sem ser da Apple, o telemóvel carrega na mesma. Não o faz é de forma optimizada.

      O problema está nos cabos comuns que não conseguem tirar rendimento total do equipamento da Apple, mas isso não é culpa da Apple, não é ela que fabrica esses cabos.

    • Nuno says:

      Uma prática obscura, anti-competitiva e anti-consumidor?
      Mas é impressão minha ou isto é cada vez mais a definição da Apple?
      Quando os componentes dos telefones são bloqueados ao mesmo para te impedir de o arranjar sem pagar 300€ à Apple por uma peça de 50€…
      Quando há componentes que a Apple proíbe a venda no mercado…
      Quando há funcionalidades que são retiradas dos aparelhos a não ser que compres um produto que pague taxa de licenciamento à Apple…
      Qual o espanto mesmo?

  3. Luis says:

    Espero que a União Europeia não deixe esta chico espertice avançar….
    E é já, não é esperar para ver….
    É que a acontecer vai completamente contra o espírito da lei… e paradoxalmente ainda faria com que a apple fizesse ainda mais dinheiro.

    • RicM says:

      “É que a acontecer vai completamente contra o espírito da lei…”
      Isto é o aproveitar das omissões na lei, ou como se diz em terras do tio SAM ‘loopholes’.

      “… ainda faria com que a apple fizesse ainda mais dinheiro”
      Exato, na Apple não andam a dormir. Ou tens um cabo que foi beijado pelo Cook ou chuchas no dedo. Não é à toa que é uma empresa que vale biliões.

    • Repara says:

      Suponho que – para usar em smartphones Android – haverá quem compre o cabo USB-C, de terceiros, com certificação MFI (made for iPhone/iPad), por ter garantia de qualidade.
      E sim, a Apple cobra pela certificação MFI (como cobra pela certificação dos atuais cabos Lightning de terceiros).
      Por isso pode até ganhar mais dinheiro.
      Haja umas empresa a certificar cabos para smartphones Android. O que mais há por aí são cabos “rasca”.

    • PTO says:

      Não percebo essa argumentação. Tu podes usar qualquer cabo, até um cabo dos chineses de 2 euros.

      Não vais é ter um carregamento tão rápido e otimizado mas isso não é culpa da Apple, não foi ela que fabricou o cabo que compraste ao chinês.

      Eu prefiro comprar um cabo com certificação MFI (que nem tem de ser da marca Apple) do que andar a gastar dinheiro em cabos de m**da, por pouco que custem.

      • Nuno says:

        O problema é que se o cabo do chinês for melhor do que o da Apple, não carrega na mesma porque a Apple bloqueia. É bem fácil de fazer a experiência e com um cabo Apple consegues converter todos os outros em MFI e fazer com que trabalhem sem problemas… E MFI não é uma certificação, é apenas uma taxa de validação. Nada mais…
        Muita mania de ricos têm vocês que tanto criticam os cabos de m**da do chinês sem perceber que os mesmos cabos de m**da do chinês se pagaram à apple passam a ser os melhores do mundo…
        Tens por aí marcas chinesas com cabos excelentes, com menos de metade da resistência dos da Apple, e não permitem cargas rápidas porque não pagam taxa à apple… Mas metes o adaptador e já permitem… Enfim…

        • PTO says:

          O cabo do chinês não carrega pq a Apple bloqueia? Como?
          Todos os cabos não apple que usei até hoje, e tenho muitos, mesmo chineses, todos carregam sem problema.

          Ricos? Porquê?

          • Nuno says:

            Bloqueia o carregamento rápido. Como? A sério que não sabes como? Como será que o fabricante do telemóvel impede um cabo que não lhes pague royalties de tirar partido de algumas características… Como será…

  4. Hélder Lemos says:

    No que toca ao carregamento, esta prática vai contra o regulamento que a EU está a finalizar, uma vez que esta também vai regular o protocolo de carregamento que terá que ser PD. Quanto a dados, a Apple poderá fazer o que quiser.

    • swiss says:

      ^^ isto

      Porém não proibide a Apple a vender cabos “Apple Certified” e a omitor garantias. Com a Apple nunca se sabe e o sistema jurídico american tem igualmente um label Apple

    • PTO says:

      Errado!

      O protocolo de carregamento dos produtos da Apple já é PD há muitos anos. E os cabos da Apple cumprem esse requisito a 100%.

      Os cabos que vocês compram noutro lado por serem mais baratinhos, enfim… não foi a Apple que os fabricou, por isso… queixem-se ao Totta.

      • Nuno says:

        Portanto, um cabo que permite carregar um portátil de uma marca de topo a 100w não consegue carregar um telemóvel a mais de 5w porque não tem qualidade, é isso?
        Ou é só a Apple que limita as funcionalidades para receber o dinheiro em taxas?
        É uma pergunta retórica. A própria Apple assume que a qualidade dos cabos usados lhes é desconhecida e apenas limitam os cabos não MFI (ou seja que não lhes pagam royalties) por prevenção e precaução… Sempre a segurança dos utilizadores em primeiro lugar. Mas se lhes pagarem já qualquer m**da serve…
        Tenho cabos da ugreen que aguentam 8A reais a 5V, trabalham horas a fio a entregar 40wn mas para carregar iPhones só 5w que a Apple não deixa mais…
        O mesmo cabo com MFI é mais caro e já trabalha em pleno… Estranho…

        • PTO says:

          Respondeste a ti mesmo:

          “A própria Apple assume que a qualidade dos cabos usados lhes é desconhecida e apenas limitam os cabos não MFI (ou seja que não lhes pagam royalties) por prevenção e precaução… Sempre a segurança dos utilizadores em primeiro lugar. ”

          É exatamente isto. Muito bem!

          • Nuno says:

            Concordas, portanto, que um cabo de qualidade inferior possa ser usado por pagarem à Apple enquanto um cabo de qualidade superior não poder ser usado por não pagar à Apple. Ok. Estás no teu direito assim como eu estou no direito de achar que isso é fanatismo puro e doentio… Faz-me lembrar a malta que não compra nada em promoção porque não quer dar uma de pobre…

  5. Art says:

    Não é novidade nenhuma ….tive um Nokia Lumia que cada vez que usava um cabo que não era da marca avisava que com cabos não originais demorava mais tempo a carregar …Portanto , há muito que se faz isso , mas o pessoal nem da por nada

    • Yamahia says:

      Isso tem mais a ver com o carregador do que propriamente com o cabo.

    • Rui says:

      isso provavelmente seria uma limitação de hadware a nao de software, um coisa é meteres um motor de 500cv no teu carro e ele nao dar mais de 50 porque o software do carro nao conhece aquele motor outra coisa é meter um motor de 50cv e nao dar mais de 50cv

  6. Ric says:

    O maior problema é a certificação ser especificamente da Apple. Poderia ser uma certificação emitida por uma entidade independente.

    Mas a certificação é a única forma de garantir que, por exemplo, num carregamento rápido o cabo não arde ao meio da noite quando o telefone fica a carregar em cima do sofá.

    Esse é o custo que ninguém se lembra quando poupa alguns euros na compra de um cabo ou de um carregador. Há cabos e carregadores muito maus no mercado, de fabricantes que poupam em diversos tipos de materiais, como plásticos, colas, isolantes e usam electrónica barata, sem as protecções necessárias para suportar variações de temperatura, utilizações prolongadas ou picos de corrente/tensão eléctrica.

    É isso que acaba por encarecer estes artigos, que pelo aspecto e características, são aparentemente iguais: só que não.

    Um cabo/carregador é usado todos os dias durante anos. Para mim não vale a pena poupar alguns euros quando o risco de incêndio ou de danificar um bom equipamento, embora raro, é real.

    • Nuno says:

      Tens cabos com mais qualidade do que os da apple a custar bem menos. E não sei de que é feito o teu sofá para ponderares o facto de pegar fogo pelo aquecimento do cabo. Mas é um cabo ou uma resistência?
      Independentemente disso, é muito fácil um telemóvel saber a potência dissipada pelo cabo que está a usar e regular a velocidade de carregamento com base nisso.
      Por exemplo, o meu Android tem 3 tipos de carga e com o mesmo carregador de 6A ele escolhe a que mais se adapta ao cabo. Se o quiser carregar depressa uso o melhor cabo, se o quiser carregar lentamente durante a noite uso o cabo mais fino e o próprio telemóvel regula a velocidade para a mais lenta. Não é preciso obrigarem-me a comprar cabos de uma marca que pague royalties à marca do telemóvel para me servir do telemóvel em pleno.

  7. Pinheirinho Verde says:

    Ou seja, algo que desde os meus terminais Samsung, tablet, surface pro, bateria portátil, etc já fazem um ajuste dinâmico segundo o cabo e fonte para determinarem a potencia de carga / PD e de velocidade de transmissão, os aparelhos Apple parece que necessitam um cuidado ($$$) especial para “garantir a qualidade e segurança”.

    Até agora os meus aparelhos todos carregam à máxima velocidade se o cabo USB-C é bom e uso um carregador PD bom (da Samsung por exemplo). O Surface Pro por exemplo, se lhe meto um cabo USB “rasca” e um carregador normal, o SP reconhece que não é bom e não carrega; se lhe meto um cabo do S22 (ou da Amazon dos que aceitam até 60 ou 100W) e o carregador da Samsung, o SP carrega bem e sem reclamar.

    Já vejo que os chips do iPhone serão muito sensíveis e não sabem fazer esta selecção… ($$$)

    • Repara says:

      No caso do IPhone e dos cabos USB-C, para saber se não se está a comprar um cabo “rasca”, o melhor é vir com a indicação MFI (made for iPhone/iPad). Poupa dinheiro aos utilizadores.

      • Toni da Adega says:

        Certificação é diferente de qualidade ou rasca.
        Existem muitos cabos de qualidade bastante superior a qualquer cabo Apple e mesmo assim podem não funcionar

  8. Mário Lemos says:

    Acerca dos cabos USB (proprietários das marcas), quero apenas deixar um facto que acontece comigo e que não sei se também acontece com outras pessoas. Tenho um cabo original da ONEPLUS que carrega a 30w que funciona sem qualquer problema no Oneplus 7T Pro. Contudo, o mesmo não consegue carregar rapidamente o Galaxy S21 Ultra (apenas carrega normalmente), mesmo tendo o carregamento super-rápido do S21 Ultra ativado. Já se utilizar o cabo e carregador original do Samsung o S21 Ultra carrega na modalidade de carregamento super-rápida.

    • Yamahia says:

      Aqui o meu Tablet s7 que veio com um de 15W, até carrega e sensivelmente à mesma velocidade, com o carregador/cabo que vinha no windowsPhone de 2015. No stress…

    • Miguel says:

      Nesse caso é porque a Oneplus e suas derivadas (Oppo e Realme) utilizam um protocolo de carregamento rápido proprietário (geralmente chamado de Vooc). Também tenho um telemóvel dessas marcas com um cabo avariado e não tenho grande remédio a não ser gastar 30€ num cabo novo se quiser utilizar o carregamento rápido

  9. deepturtle says:

    Só compra quem quer.

  10. Pedro says:

    Não vejo qual é o problema, quem compra um iPhone tem um cabo que é igualmente compatível com outros dispositivos e carregadores. Por outro lado os cabos das outras marcas também possibilitam o carregamento do dispositivo, mas com limitações de transferências de dados.

    • PTO says:

      Não há problema nenhum, este pessoal é que só usa o cérebro para ver novelas.

      Se parassem para pensar um bocadinho perceberiam que podem usar o cabo que lhes apetecer, sendo que os cabos da Apple são os que estão mais otimizados para um carregamento mais eficaz e rápido.

      enfim…

      • Nuno says:

        Cabos mais otimizados?
        Mas não estamos a falar de fio elétrico? O cobre dos cabos da Apple é melhor que o cobre dos outros?
        Nada como deixar transparecer o desconhecimento e o fanatismo…

        • Magnifico says:

          Exactamente. “Nada como deixar transparecer o desconhecimento e o fanatismo”. Então acha você que todos os fios eléctrico são iguais? Só demonstra efectivamente a sua ignorância. Aprenda antes de escrever tamanhos disparates.

          • Nuno says:

            Claro que não são todos iguais. Mas a Apple quer receber dinheiro e não garantir a qualidade dos cabos.
            Qualquer telemóvel de 100€ consegue detetar a queda de tensão do cabo e ajustar o consumo à qualidade do cabo.
            A Apple seguiu o caminho que ignora a qualidade do cabo em prol do recebimento das royalties…

          • Magnifico says:

            Mais uma vez demonstra a ignorância. A tensão não cai. O que não “passa” é corrente suficiente.

          • Nuno says:

            Então o “Magnífico” não sabe que a corrente não passa por haver uma elevada resistência do condutor o que provoca uma queda de tensão?
            Abençoado sejas tu, e outros “inteligente” da tua categoria para as minhas ações continuarem a subir…

          • Magnifico says:

            ROTFLOL.

            R=UI

            E para quem diz que os fios eléctricos são todos iguais……

          • Nuno says:

            Nem na fórmula acertas… Seria R=U/I que querias dizer?
            Percebes mesmo do assunto… e U=RI, logo, se a resistência do cabo aumenta, a queda de tensão U ao longo do cabo aumenta também!

          • Magnifico says:

            Sim R= U/I (my bad).

            Mas a resistência não aumenta. Ela é fixa (inerente ao fio) não variável. Logo a tensão sendo a mesma (que é a que é fornecida pelo carregador) vai implicar uma descida na corrente. O que vai levar mais tempo a carregar o equipamento. Não permitindo carregamentos “rápidos”. Consegue perceber?
            É que queda de tensão não é U mas sim ðU (deltaU). Que acontece pelo aquecimento do cabo.

          • Nuno says:

            Meu caro, não sabes o que dizes. A queda de tensão no cabo entre o carregador e o telemóvel é RI.
            Quando mais corrente o telemóvel puxa para carregar rapidamente maior a queda de tensão no cabo.
            Ou seja, o cabo aquece por causa disso. Porque faz de resistência!
            O telefone sabe a tensão que tem quando não consome corrente e quando consome e a diferença é perdida no cabo.
            Qual é a parte que não percebes? Que mania de ter que ter razão quando nem sabem do que falam…

          • Magnifico says:

            “A queda de tensão no cabo entre o carregador e o telemóvel é RI.” Não, não é. Tensão e queda de tensão não são o mesmo.
            “Quando mais corrente o telemóvel puxa para carregar rapidamente maior a queda de tensão no cabo.” Não. Maior é o aquecimento (dissipação de energia pelo calor).
            “Ou seja, o cabo aquece por causa disso. Porque faz de resistência!” Não, errado. A resistência não se “faz”. Ela é inerente e fixa do cabo. Dependente do seu comprimento e secção (entre outros factores, como a qualidade do cobre, etc.).
            É cada tiro cada melro.

            “Que mania de ter que ter razão quando nem sabem do que falam…” Pelo demonstrado isso é-lhe a si aplicável.

          • Nuno says:

            Começando pelo teu primeiro ponto, que para dar conta de tantos erros ao mesmo tempo é difícil, como calculas então a queda de tensão causada pela resistência fixa que, como indicas, é o cabo?

          • Magnifico says:

            A primeira lei da termodinâmica diz-lhe alguma coisa?

          • Nuno says:

            Lei da termodinâmica para calcular quedas de tensão em cabos? Não digas mais nada…

        • PTO says:

          Sim, é verdade. Os cabos não são todos iguais, independentemente de terem todos cobre. Afinal o desconhecimento não é deste lado que está.

          Fanatismo porquê? Estou por acaso a obrigar alguém a comprara produtos da Apple ou a dizer que só a Apple é que faz as coisas bem? Não gosta não compre. Ou só critica porque é Apple? Isso é que é fanatismo.

        • Magnifico says:

          É melhor mesmo. Pois está mais que visto que de física você não pesca nada, pois a energia é “perdida” em calor. Logo…… I rest my case.

          • Nuno says:

            A energia perdida em calor pode ser calculada em watts com a lei de ohm.
            U=RI. A resistência do cabo é fixa e o que influencia o aquecimento é a corrente. Podes “rest” o “case” que quiseres que ficou bem explícito o que percebes de eletronica ao meter a termodinâmica ao barulho…

          • Magnifico says:

            Afirma você que a electrónica não se rege pelas leis da física. Nem vou perder mais o meu tempo com tanta idiotice.

          • Nuno says:

            Idiotice é meter palavras na boca dos outros para disfarçar as asneiras que se têm dito.
            E energia dissipada por um cabo elétrico é dado pela lei de ohm. Nada mais. Continuar a afirmar o contrário é simplesmente ridículo…

  11. Marko says:

    Espero que quem tem autoridade para tal meta mão nessa ideia disparatada e ganânciosa (mais uma) da Apple, até fico admirado não existir já quem defenda e concorde com esta medida, dado que tudo é desculpável, aceitável e justificável vindo da Apple…
    Eu Apple nem de borla se a coisa que detesto é o desrespeito em tudo na vida e neste caso em concreto ao consumidor, praticam preços absurdos, tiram carregadores (a estes 2 tópicos incluo a Samsung também e todas as marcas que praticam esta ideologia), agora esta ideia dos cabos enfim… Na volta vão ser comprados a parte, uma espécie de prisão limitada para quem paga milhares de euros por equipamentos sobrevalorizados, e no fundo não tem opção se não seguir as diretrizes da marca… Não obrigado!
    Enquanto houver marcas quem têm respeito pelo valor dos seus equioamentos, e pelo consumidor serei sempre assíduo comprador, carregador não é acessório é parte do equipamento e essencial para o seu funcionamento, querem proteger o ambiente como apregoam no ato da compra era opcional e cabia ao consumidor ter o bom senso se precisa ou não do carregador e levaria grátis ou recusava. Incrivelmente a marcas que enviam carregador, capa e pelicula no ecrã com produtos que custam 1/10 dos valores praticados por essas marcas nos equipamentos… E depois existe a diferença entre obter lucros, e roubo! Felizmente compra quem quer portanto… Da minha parte nem 1 cêntimo!

    • PTO says:

      Ó génio, lê lá o artigo novamente e vais perceber que ninguém é forçado a usar os cabos da Apple, podes usar qualquer cabo USB-C. Não tens é um carregamento tão rápido e otimizado mas isso não é culpa da Apple, não é ela que fabrica os cabos de terceiros.

      • Nuno says:

        É óbvio que é culpa da Apple. O problema não são os cabos mas o facto de a Apple limitar intencionalmente as funcionalidades dos cabos das marcas que não lhes pagam royalties!

  12. Repara says:

    Só porque porque os terminais são USB-C um cabo USB-C pode não ser de confiança. E que USB-C é um standard – com variantes. Isto é básico.
    O mesmo se passa com os cabos Lightning de terceiros para as atuais portas do iPhone. Por isso a Apple criou a certificação MFI (made for iPhone/iPAD) para cabos e adaptadores Lightning. Quem compra tem isso em atenção.
    Não vejo qual é o escândalo em a Apple criar a certificação MFI para cabos USB-C de terceiros. E que só os cabos certificados atinjam a maior velocidade de carregamento e de transferência de dados. Há fabricantes Android que fazem pior, exigem a utilização dos seus próprios cabos.

    • swiss says:

      Porque “Made for iPhone” não passa de um label. Um cabo com maior qualidade e certificações standardizadas pode não ser um “MFi” e por não o ser, o iPhone limita o.

      Agora o escândalo é que o fabricante de cabo de qualidade de uma standard aberta tem que pagar royalities à Apple para pôr o “MFi” lá…

      Concluído, é um escândalo porque é anti-consumidor e ganancia da Apple pois a desculpa vai ser “é para proteger a segurança do utilizador”…

      • Marko says:

        Exatamente, como os filtros dos carros… não são as marcas que os fabricam, colocam é o autocolante, o mesmo filtro com autocolante custa 100€ porque é original (devido ao autocolante), o mesmo sem autocolante custa 30€ porque não é original, não tem o autocolante… Mas ambos são de determinada marca, e a mesma referência!

      • Repara says:

        Quando alguém leva um carro à inspeção não paga?
        Para pôr o MFI “lá”, a Apple faz a inspeção e vai cobrar cobrar por isso, como faz com os cabos Lightning.

        A tua arenga parece ser – o USB-C é um standard aberto e por isso um fabricante não tem que pagar à Apple para obter a certificação MFI. Se a certificação é dada pela Apple, deve pagar, ou pague à Samsung ou outra empresa que queira certificar cabos.
        O problema é que, apesar do standard, cabos USB-C “rasca” é o que mais há. Os consumidores podem comprar cabos a uma empresa conhecida, a Samsung ou outra, comprar cabos “rasca” ou cabos com certificação MFI, para usar no iPhone ou no Android. O que te posso dizer é que há anos que compro cabos Lightning MFI de terceiros (os da Apple são pouco resistentes e não têm os comprimentos que quero).
        Como uso iPhone, passando a porta para USB-C, quando comprar um iPhone com porta USB-C, continuarei a comprar cabos MFI. E comprarei mais alguns para oferecer a famíliaiares que usam Android.
        O teu erro, e de muita gente, é acreditar que por o USB-C ser um standard, todos os cabos (e carregadores) são bons. Isto para não falar em carregamento rápido, ultra-rápido e velocidade de transferência de dados.

        • Marko says:

          Lógico que pago, mas quando compro um carro compro o todo, ou seja não compro peças para passar na inspecção… isso já faz parte do valor pago, depois se quiser por peças de boa ou melhor qualidade que as originais posso por a vontade que o carro não vai aceitar só peças OEM, nem vou chumbar porque não tenho peças OEM, estando o carro em perfeitas condições passa!
          Estás a baralhar um serviço que é pago como uma reparação de um equipamento na GMS ou outra loja qualquer com uma limitação colocada propositadamente pela marca para lucrar com essa mesma limitação, acho que o teu erro é achar que só a Apple faz produtos de qualidade incluindo os cabos, quando há marcas que fazem com tanta ou mais qualidade…
          Mas são opiniões!

          • Repara says:

            Convém não misturar alhos com bugalhos. Está-se a falar de cabos. Não disse que os cabos da Apple eram bons. Disse que “há anos que compro cabos Lightning MFI de terceiros (os da Apple são pouco resistentes e não têm os comprimentos que quero)”.
            Podia comprar cabos Lightning (ou, ao que tudo indica, USB-C) sem ser MFI? Podia, mas não quero, nem me parece que haja uma diferença de preço significativa. Vão proibir a venda de cabos USB-C MFI? Porquê? Por certo podem ser usados noutros equipamentos compatíveis.

          • Marko says:

            “Quando alguém leva um carro à inspeção não paga?”
            Eu não estou a misturar nada só dei um exemplo da comparação que foste buscar…

            Não disseste isso, mas disseste o seguinte:

            “O teu erro, e de muita gente, é acreditar que por o USB-C ser um standard, todos os cabos (e carregadores) são bons.”

            Penso que vai dar ao mesmo, dado que só compras MFI é porque deves considerar melhor, presumo eu…

            Ao qual respondi:

            “que o teu erro é achar que só a Apple faz produtos de qualidade incluindo os cabos, quando há marcas que fazem com tanta ou mais qualidade…”

            O preço do material Apple é sempre mais elevado do que material de qualidade igual ou superior isso é sabido, e como a Apple certifica um cabo? Abre os cabos para ver se os materiais usados são realmente bons? Ou pela qualidade de carga? Se um cabo carregar igual ao da Apple leva a certificação, e já custa mais 10€ que um cabo pelo mesmo composto mas sem certificado? Enfim… Respeito que compres o que te der mais segurança, mas que não faz sentido não!

    • Rui says:

      1º porque a certificação é uma falacia basta pagares e tens a certificação
      2º criem as certificações que quiserem e as pessoas compram os certificados se quiserem nao limitem as funcionalidade so por o cabo nao ter 3 letras
      3º existem cabos muitos melhores que nao sao certificados e há muitos certificados que nao valem a ponta de um chavo

      • PTO says:

        Podes usar o cabo da marca que quiseres nos equipamentos da Apple.

        Toda esta conversa é apenas aversão à Apple, porque problema não existe nenhum, zero.

        • Nuno says:

          Claro que podes. Não podiam bloquear um cabo Universal numa norma Universal. O que é lamentável é que limitem funcionalidades a quem não lhes pague as taxas…
          Diria que toda esta conversa é apenas fanatismo doentio…

          • PTO says:

            Nisso tens razão. É seguramente fanatismo doentio anti-Apple, mas também a verdade é que isso já é costume, vindo de “vocês os pobres”.

  13. iDespairing says:

    Bring it on and stop moaning.

  14. Nuno says:

    Não consigo acreditar nisto!
    Estão mesmo a querer convencer as pessoas que a Apple vai usar uma porta universal mas que os utilizadores vão ter de pagar à Apple para usar essa mesma porta? Não acredito! Nunca a Apple faria tal coisa! Só podem ser calúnias de invejosos pobres que não têm dinheiro para comprar um iPhone!

    • PTO says:

      Não diz absolutamente nada disso no artigo, tens uma capacidade de interpretação muito deficiente.

      Podes usar qualquer cabo, da marca que quiseres, (ou mesmo chinês do Ali Express) em qualquer equipamento da Apple.

      Deixa de ser drama queen.

      • Nuno says:

        Quem é deficiente a interpretar és tu. Fui irónico até dizer chega. Nada de mais para a Apple. Sempre o fizeram e sempre o vão fazer porque têm fanáticos que não percebem um boi do assunto a baixar as calças voluntariamente.
        Compra um cabo ugreen e um apple e pede a alguém da tua confiança que perceba do assunto para avaliar a qualidade dos cabos e depois falamos…

        • PTO says:

          Eu tenho cabos ugreen, tanto para o iPad como para usar o iPhone no carro.

          Tens mais sugestões geniais dessas?

          Ou preferes continuar a enterrar-te até ao pescoço na tua intifada infantil anti-Apple. Por mim estás à vontade, não deixa de ser divertido ver-te a espernear a cada post que aqui meto. ;D

  15. iDespairing says:

    Tanta heresia. Nem me lembro quando usei um cabo pela última vez. Tomem calmantes e comprem um wireless charger.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.