PplWare Mobile

Já são conhecidos os preços dos novos iPhone


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

231 Respostas

  1. ultraLord says:

    16gb já começa a ser curto… e mesmo assim ainda há para venda telemóveis com 8gb. Estes sim deveriam de ser proibidos vender, visto que só o SO ocupa quase metade.

    • Concept says:

      8gb num telemovel ate no máximo 250€ que tenha entrada micro sd é suficiente, o problema é ter 16gb num telemóvel deste preço.

      • FG says:

        É?

        É o cartão sd é de borla?

        E a velocidade de transferência? No iPhone passa dos 500MB/S, onde é que arranjas um cartão com essa performance?

        • RenatoNismo says:

          stop the myth about sd card.

          no mínimo cartão classe 10 ou UHS é MAIS QUE SUFICIENTE para lá caber fotos e vídeos e reproduzi-los todos, eu tenho sd da Samsung PRO de 32gb e abrir a galeria é tão rápido quanto como se estivesse na memória interna do telemóvel e eu próprio experimentei abrir com mais de 200 itens na galeria. 10 euros de sandisk ultra de 32gb ou 20 euros de samsung pro de 32 gb que eu comprei. quando se fala de 500MB/s, até parece que a ideia de ter um cartão SD é passar as apps para lá lulz só para ficar tudo mess e quando tiver que se tirar o cartão, perdemos os dados das apps.. a minha maneira é.. apps na memória interna, dezenas de gb de multimédia no cartão sd. existe aqueles casos em que a avaria dos iphones teimam em não passar do logótipo apple no boot, os teus dados já eram.

          • Baptista Batos says:

            Não é rápido o suficiente para Apps e jogos, é isso que é o problema.

            Para meter fotos e vídeos, metes na iCloud ou no Google Photos, e não ocupa memória no telemóvel, e cabe lá bem mais que o teu não sei quad e 32GB.

            Não é mito, é realidade, e é o que os fanboys do Android não gostam de ouvir.

            “. existe aqueles casos em que a avaria dos iphones teimam em não passar do logótipo apple no boot, os teus dados já eram.”

            Isso acontece nem 1 num milhão, e para isso é que existe o iCloud backup, que não gasta tempo nenhum, e um telemóvel novo pode ficar logo com todos os teus dados, fotos, apps, configurações, etc…

            Existe muito é cartões SD a avariar, é considerado normal até…

    • FG says:

      O iOS 9 ocupa cerca de 735MB…

      Onde é que isso é “quase metade”?

      Isso seria nesses vosso Andeoid, que é mais bloatware que outra coisa!

    • Henrique says:

      8 gb mas com slot para cartão sd

    • ACS says:

      A apple vai solucionar em parte algum desse problema. A apps vão passar a ficar bem mais pequenas e apenas fazem download do que precisas. Ou seja só em apps o pessoal vai recuperar resmas de gigas. Agora quem faz uso abusivo de music, video e fotos offline aí sim, 16 é pouco mas também que faz uso abusivo disso não quer 16 ou 32 vai logo para 64 ou 128.

      • Baptista Batos says:

        Mesmo… falam como se 16 ou 32 fizesse muita diferença…

        Para quem não usa cloud, 64GB no mínimo…

        Para quem usa, 16 ou 32 servem igual…

  2. Ragnar says:

    Não se compreende insistir nos 16GB. A estes preços o consumidos já merecia comprar o de 32Gb como entrada de gama. Começa a ser ridículo.

    • Diogo Pereira says:

      Ragnar, entendo o que queres dizer, mas com as ferramentas que dispomos neste momento e algum controlo, não tens necessidades de armazenamento de músicas, fotografias e ficheiros (que normalmente são o peso pesado) e consegues-lhe facilmente o acesso.

      • eleck says:

        aqui se calhar não interessa se os 16gb chegam ou não, quando se pagam 699€ é precisamente para não ter de se preocupar com coisas como essas

      • Ragnar says:

        Para aparelhos entrada de gama, entendo que para poupar, ainda utilizem 8 gb e 16gb. Mas sinceramente, com câmaras destas, para mim 16gb é pouco. Filmagens, Fotos, Musica, Apps. Entendo o que queres dizer com o acesso a nuvens, mas eu por exemplo viajo muito e em muitas regiões de Portugal não tenho sequer acesso a 3g, quanto mais a 4g, para não falar no estrangeiro. O tráfego de dados também tem o seu preço, e a icloud grátis não é propriamente um bom exemplo. Podes dizer:” então gasta mais 100 Euros e compra o de 32GB”, mas o problema é que nos dias de hoje a memória já é relativamente barata e 16 gb não custam 100 Euros e acho que os 699 Euros pagam bem os 32Gb de base. A concorrência já está a usar os 32 Gb como base quando não existe a possibilidade de expansão. Tens ainda o problema da segurança das nuvens. E por último, se eu compro um telefone, quero escolher onde guardar os meus dados. Estava à espera dos 32 Gb de base e no futuro um 6C com 16 Gb mais barato.

        • Diogo Pereira says:

          Sim, nisso tens toda a razão, não discordo do teu ponto de vista sobre a entrada de gama nos 32 GB.
          De qualquer maneira, não é propriamente a questão de “escolher onde guardar a informação”. O facto de a ter na cloud, facilita-nos os acessos nos variados devices, uma gestão mais fácil (sem a necessidade do iTunes e afins) e, principalmente, o aproveitamento da memória. No meu caso, não uso tanto como uma opção para poupar memória, mas pela facilidade que me oferece nos diversos fatores.

      • david.pt says:

        No meu OnePlus tenho 64GB e paguei 300€………

        • jorge rodrigues says:

          pois mas depois falta te o resto das specs de hardware e a qualidade dos materiais e software e por ai fora.

          • SXAC says:

            Porque dizes isso? Tens um OPO?
            Tenho um iP5s e um One+1 e se quiseres posso falar-te das “diferenças” que referes…, mas tens que me dar tempo para as descobrir, ok?

          • FG says:

            Toda a gente conhece a desvantagem do OPO, é porque é que são tão “baratos”, não vale a pena…

            Quem compra um iPhone, também podia ter comprado um OPO.

            Parabéns pela tua compra, era isso que querias?

    • Diogo says:

      Por acaso é bastante compreensível, trata-se de marketing. Se eles metessem o iPhone base de 32gb menos gente iria comprar o de 64gb, desta maneira mais gente vai fazer aquele “esforço” de dar mais 100€ e comprar o de 64gb.

      • Sonia says:

        Exacto, mas o pessoal não percebe nada de mkt.
        Foi a mesma coisa com o 5c, a ideia não era vender milhôes de iphones a baixo custo, mas sim incentivar as pessoas a pagarem um pouco mais para terem o modelo superior.

        • Ragnar says:

          E tu percebes? Se percebesses entendias que a maioria dos iPhones que se vendem são os de 16Gb e que pouca gente faz esse “esforço”. A ideia do lançamento do 5C foi incentivar as pessoas a comprar o 6? LOL

          • JBM says:

            A maioria até pode comprar o iPhone de 16GB, mas não deixa de ser verdade que com o iPhone 6 essa percentagem desceu, sendo uma das explicações para a subida considerável no preço médio de compra registada pela Apple.

          • sómaisum says:

            A maior parte compra o de 16gb porque quer um iPhone e não um dispositivo com capacidade.

            Dito isto, sim, é marketing: 16gb, pfft, miseros 8 gb livres ou 9, isso ocupa-se com uma facilidade doida (no 6 pelo menos)

            32gb não são necessários, porque mesmo isso não chega…
            Há planos de net boa? Há sim senhora! São baratos? Não em portugal.. tenho 20gb de música no meu 64gb, cambada de videos, a maior parte estupidos sem dúvida.. e então aqueles teste slow motion idem aspas, em que 20 segundos ocupam 1 ou 2gb.

            Os 16gb do iphone 6 servem apenas para dizer, temos aqui o mais barato, épa, não comprem e comprem o de 64 gb 🙂

          • JBM says:

            o modelo de 16 GB tem cerca de 12GB livres, não 8 ou9!
            Nem toda a gente passa a vida a encher o disco e a sincronização com o iTunes permite ir gerindo o espaço disponível, para quem não quer usar iCloud ou afins.

        • Invision says:

          lol!Obrigado, deu para rir um bocado o comentário!

    • Mikes says:

      Nada que um cartão SD não resolvesse, mas a Apple acha que isso é desnecessário!!
      Azares…

  3. Ragnar says:

    “consumidor”

  4. Kitgard says:

    Uma palava basta: CHULOS

    • Sérgio S. says:

      Chulos porquê? Aquilo não é nenhum bem de primeira necessidade. Chulice para mim são os preços da energia, água, combustíveis, etc… Agora, smartphones, para mim até podem custar 5.000€ que de mim não vêem um cêntimo.
      Eles cobram estes preços porque vendem como pãezinhos quentes, mesmo assim.

    • Diogo says:

      O pobre não tem dinheiro para comprar iPhone e começa a insultar a marca, hilariante

      • Ragnar says:

        Rapaz, para tua informação o pobre é aliciado a comprar a prestações e compra,podes querer que não é por aí. Vês muita gente de classe baixa com iphones. O problema está em ser racional e ponderar o custo/beneficio. Tenho a sorte de ainda ter um rendimento que me dá para viver uma vida confortável e não pretendo comprar este novo iPhone, não por falta de recursos, mas por achar que pelo preço praticado e pela evolução do mercado o consumidor merecia melhor e não pago mais 100 Euros por mais 16gb de memória, apesar de achar que o meu, de 16gb, já está a ficar bastante limitado ao meu uso. Para finalizar o teu comentário, já que te achas rico, as pessoas de baixa renda também são seres humanos igual a ti e têm o direito de usufruir ou criticar aquilo que acham por bem o fazer.

        • RaCcOn says:

          Espera, sao aliciados para comprar mas ninguem lhes aponta uma arma a cabeca para recorrerem a financiamentos para comprar coisas destas…Logo quer tenha ou nao dinheiro, e sempre uma escolha da pessoa comprar ou nao, neste caso assim como em varios outros, e uma questao de prioridades.

          E disso, nem a Apple nem marca nenhuma é culpada, nem a financeira que te impinge um credito a 1500vezes para pagar o iPhone, Galaxy ou as ferias em Bora bora.

          • Ragnar says:

            A mim não me impingem nada! São aliciados e há já legislação que previne certo tipo marketing agressivo, não é preciso colocar armas na cabeça, deixa de usar termos do senso comum. Mas para, e deve haver alguma confusão na tua interpretação, eu não critiquei quem compra a prestações ou não, pelo contrário. Lê bem as coisas do principio ao fim e depois comenta.

        • Bob says:

          Muito bem respondido 🙂

        • José Alves says:

          E tu sabes a diferença entre querer e crer?

          • Ragnar says:

            ?????? Acho que estás um pouco confuso! Querer e crer o quê? lol

          • José Alves says:

            Já me aconteceu querer estar certo e crer que o estava, quando na verdade não estava. Mas não é o caso aqui.
            Creio, aliás, tenho a certeza que estou certo, lolol para ti também.

          • Ragnar says:

            Pronto tinha de aparecer o professor primário para corrigir os erros de português. O senhor professor do ensino básico nunca deve ter escrito comentários num iPhone, pois se o tivesse feito saberia que o dicionário do mesmo altera constantemente o que escrevemos. Mas está desculpado porque os ordenados dos professores básicos no nosso país são baixos e não permitem que se compre iPhone.

          • Ragnar says:

            Pronto tinha de aparecer o professor primário para corrigir os erros de português. O senhor professor do ensino básico nunca deve ter escrito comentários num iPhone, pois se o tivesse feito saberia que o dicionário do mesmo altera constantemente o que escrevemos. Mas está desculpado porque os ordenados dos professores básicos no nosso país são baixos e não permitem que se compre iPhone.

          • José Alves says:

            Por acaso o professor primário já escreveu em iphones e escreve atualmente em ipad, só que não é professor primário, uma vez que até só tem o 12º ano, nem usa o dicionário, mas já o experimentou, e nunca o viu sugerir ou escrever uma palavra que começa por c , a começar por q.

          • Ragnar says:

            Se não viu , então o problema deve ser provavelmente do meu iPhone que não é “especial de corrida”. Mas isso para mim é igual ao litro nem tão pouco me interessa recalques de alguém que em vez de se preocupar em escrever comentários construtivos, se preocupa mais em andar a procurar supostos erros ortográficos. Vai ter muito trabalho então, porque muita gente utiliza dispositivos móveis para escrever. Outra coisa, falei que era professor primário num tom de ironia, mas parece que o entendimento é curto. Não me interessa que estudos tem ou deixa de ter, nem tão pouco se tem algum tipo de complexo quanto ao facto de ter pouca instrução escolar. Respeito tanto quem é iletrado como quem é doutorado.

        • sómaisum says:

          Pagarias mais 100 euros por mais 48gb de memória, não 16gb…

          É espetacular o quão a (des)informação viaja rápido.

      • Sérgio Cardoso says:

        O pobre é, sem dúvida, o teu comentário. Enfim…

      • miguel says:

        @diogo, és o rico e não insultas, mas na volta vais ter q fazer um credito para comprar o mais recente iphodete só para estar na moda….
        Tristeza de putos, de uma sociedade consumista e decadente a caminhar para o abismo que preferem a porcaria de um telemóvel topo de gama q custa uma pipa de massa do que realmente investir em coisas q realmente valham a pena……..

      • Hilariante says:

        Hilariante e tu chamares pobre ao rapaz só porque ele não está de acordo com os preços.

        Hilariante é haver gente com preconceitos como tu que se acham superiores por possuir um telemóvel com um preço elevado.

        Hilariante é esse tipo de comentário triste que cada vez mais espelha a sociedade em que vivemos.

        Hilariante é a tua futilidade.

        Hilariante.

        ps: Não sou “pobre” e nao uso iPhone.

        • Vítor M. says:

          Pode ser pobre de espírito, pobre em idiotice, pobre em stress, pobre em dinheiro… qual é as que tu te estás a prender? Cuidado, cada um faz a análise que consegue, temos muitas vezes de ler nas entrelinhas, há pessoas que tentam passar uma ideia errada para se defender… outras é para atacar. Fica atento.

          • Ragnar says:

            “O pobre não tem dinheiro para comprar iPhone e começa a insultar a marca, hilariante”, neste caso não existem entrelinhas, o Daniel foi bem explicito e algo infeliz no comentário!

          • Vítor M. says:

            Não vejo isso como um insulto, a mim não me diz nada o comentário dele. O que ele disse é para consumo dele, quero eu lá saber do que outros dizem (sem insultos claro) se não me cabe o barrete? Porque te sentes insultado? Chuta para canto, se não enfiaste o barrete.

      • Bob says:

        Não te conheço, mas, se calhar, posso passar na loja da Apple, passo o cartão, e posso comprar uns 30 a pronto……. e ainda sobra dinheiro para comprar um, e dar-lhe com um martelo na entrada da loja 🙂

        Escolher não ter um, não quer dizer que não se possa comprar um……. ou 30.

        E o teu comentário, é a infeliz realidade em Portugal…… ter um Iphone (ou algo considerado como o melhor), mostra o teu status na sociedade. Se és assim tão superficial, que o Iphone te faça feliz.

        Pelo preço de um, alimentas umas quantas crianças que estão a morrer à fome, mas consegues tirar umas selfies e por no Facebook, Instagram ou lá o que esteja na moda.

      • RenatoNismo says:

        eu tenho dinheiro para comprar iphone, mas só compro para usufruir o que é realmente melhor, e não é o iphone.

      • Diogo Pereira says:

        Mas a Apple também te paga para os defender?!
        Entendo que discordes dele, mas ao insultar como insultas perdes a tua razão.
        Toda a gente sabe a inflação nos preços que a Apple pratica. Cabe a cada qual decidir se acha que deve pagar o que eles pedem, ou não.
        Eles não obrigam ninguém a comprar os produtos deles. Chulos são, isso sim, a EDP, MEO, ZON e outros tantos monopólios que aí andam…

        • JS says:

          A Apple inflaciona? Até há bem pouco tempo o Galaxy s6 Edge estava a 850 eur!!!
          O Huawei Mate S vai custar 700, o relógio novo da Motorola vai poder ser comprado acima dos 400 eur… Tens a certeza que é só a Apple que inflaciona?

  5. JBM says:

    Muitas dúvidas sobre a veracidade destes preços! O Euro sofreu uma grande desvalorização desde o ano passado e este preço implica que a Apple não fará qualquer correcção no preço na Europa por causa disso, sendo normal fazer!
    De qualquer das formas não serão estes os preços a praticar em Portugal. Falta somar as taxas da cópia privada!

    • Vanessa says:

      Desvalorizacão onde? Os iphones são vendidos na europa logo o preco chegue os precos praticados no passado. Náo se vai mudar o preco porque o USD valorizou porque isso não tem nada a ver.

      Os precos tambem não subiram quando o EUR valorizou face ao USD.

      Tens o caso da Suica onde o CHF valorizou 20% de um dia para o outro, mas os iphones mantiveram o mesmo preco, claro que com o tempo os 20% reduziram para 12% e mesmo assim o preco fica na mesma.

      • JBM says:

        Desvalorização face ao dólar que é a moeda base da Apple.
        Os preços em dólares são os reais preços de referência da Apple, é também em dolares que a Apple paga muitos dos custos associados aos aparelhos. Os preços nas outras moedas vão sendo ajustados caso haja mudanças significativas nos câmbios face ao dólar. Isso já aconteceu por diversas vezes.
        Por exemplo, o preço dos iPhones na Europa (euro) já esteve bastante mais baixo do que agora quando o câmbio rondava 1,4 dol/eur. Mesmo no ano passado o preço passou de 679 euros para 699 euros, outra vez por causa do câmbio. Ainda este ano os preços na Russia sofreram um forte subida por causa da forte desvalorização do rublo. E ainda este ano a Apple subiu os preços de MacBooks Pro e Air na Europa quando actualizou o seu hardware, outra vez por causa do câmbio, etc, etc.
        E também já aconteceu o inverso, os preços na Europa baixarem quando o dólar desvalorizou face ao Euro.

    • Rui says:

      Essa desculpa não cola. E sabe porquê? E quanto é que desceu o Yuan Chinês, país onde é fabricado o iphone na sua maioria? E as matérias-primas quanto caíram?

      • JBM says:

        talvez devesses verificar os câmbios antes de vir com essas teorias.
        O Yuan Chinês caiu menos de 4% face ao dólar desde o ano passado, até hoje. O euro caiu 15-17% face ao dólar desde o ano passado. Em segundo lugar muitos dos componentes vêm de fora da China. E por último muitos dos contratos da Apple com fornecedores são em dólares, por isso os custos para a Apple tendem a não ser muito afectados pelas flutuações no câmbio.

        • Rui says:

          Já parece os políticos, só coloca informação que convém. O Yuan desvalorizou 8% desde Novembro. As matérias-primas que se esqueceu de referir, estão a desvalorizar a cada dia que passa (devido ao enorme abrandamento da economia Chinesa), só a título de exemplo, dei-me ao trabalho de ver as matérias primas do iphone:
          Ouro = Gold = desvalorizou cerca de 10% desde Novembro;
          Tãntalo = Tantalum = caíu 5,6%;
          Cobre = copper = caíu 23%!!!!!!;
          Lítio, Índio e Neodímio caíram também a sua cotação.
          E atenção que estas quebras das matérias primas são medidas em dólares, a moeda mundial de referência para quase todas as matérias-primas (porque se os americanos tivessem de pagar as matérias-primas noutra moeda, o país falia logo no dia a seguir………….)

          • JBM says:

            por favor, atenção com o que dizes! Cotação do Yuan em Setembro de 2014 andou em média abaixo de 0,163 CNY/USD, neste momento anda na casa dos 0,157. 0,157/0,163 = 0,963 ou seja -3,7% de desvalorização.

            A Apple compra componentes não compra a matéria prima a que te estás a referir. E matéria prima é apenas uma pequena parte do custo/preço no fabrico dos componentes, o efeito é nos fabricantes, não na Apple que assina contratos de longa duração com preços balizados para os componentes.
            Em segundo lugar continua a ser o preço de venda em dólares do iPhone que a Apple usa para ir definindo os preços nas outras moedas mediante mudanças no câmbio. Só para teres noção se a Apple mantiver o preço a 699 euros com impostos isso equivale a receber menos cerca de 108 dólares face ao ano passado.

      • FG says:

        É depois? A a Apple é uma empresa americana, paga em dólares, e recebe e, dólares.

        Neste momento o euro não se valoriza, logo, não querem saber de Portugal é dos pobres tugas, daí, estarem agora a investir na Índia e médio oriente, Japão, etc…

  6. TR says:

    Mais uns quantos que vão pedir crédito para os comprar. Porque sim.

    • Sérgio C. says:

      Falo com conhecimento de causa. No natal, a gms-store tinha listas de espera enormes e havia pessoas que iam comprar o modelo X, mas na ausência desse modelo, rápidamente optavam pelo modelo Y ou Z, mesmo não sendo a cor desejada, etc. Consumismo puro e cego pela marca da maça.

      • DSpinola says:

        @ Sérgio C., quem nos dera a nos fazer esse tal milagre de seduzir clientes para que estes se torem “cegos” por algo. Chamo-lhe magia. De génio mesmo… e nao estou a ser irónico.

  7. Miguel says:

    Os preços iram ficar como os que estão agora. 700€ de entrada. O normal e espectável. Porém, nos modelos antigos, ai sim, a diferença pode não ser grande. Recordo-me que por exemplo nas operadoras, ainda hoje, encontra-se Iphone 5c de 8gb a preços iguais ao mesmo moldelo livre. Refiro-me claro à minha operadora. Contudo é o espectável, por mais que o euro esteja desvalorizado referente ao dolar. Os preços em si já são bastante altos, e não faria muito sentido aumentar muito mais. A esses preços pode-se acrescentar por volta de 3 a 13 euros referentes à copia privada. Os preços dentro da copia privada alternam consoante a capacidade do dispositivo.

    • JBM says:

      Se o preço em euros duma gama for ajustado então todos são ajustados em dimensão semelhante – historicamente os preços da Apple funcionam em conjunto com patamares bem definidos e espaçados!

    • MAC says:

      Miguel, gostas muito da palavra expectável, que escreves espectável. Já que a usas tanto, escreve-a como deve ser. Lembra-te que vem de “expectativa”.

  8. Jorge Ribeiro says:

    e as especificações destes novos iphones?

    • Mark says:

      Mas desde quando é que o pessoal está preocupado com isso? Compram por ser Apple não pelas especificações.

      • DSpinola says:

        Pois nao. Compramos pelo que a marca sempre nos proporcionou. Já vcs “Fandroid” teem que comparar isto e aquilo, para depois poder dizer que teem 50mp de camara ou 8 cores de CPU :X

        • Mark says:

          iPhone experimentei mas não gostei agora está perdido na gaveta. E sinceramente gastar dinheiro em topos de gama só porque sim não faz sentido.
          Maioria do pessoal compra para mostrar amigos porque pensam que proporciona algum status.

          Por agora ando numa de WP. Felizmente tenho capacidade para escolher o que gosto

          • ACS says:

            Perdido na gaveta? Desperdício de dinheiro. sabias que o iphones são dos telemóveis que menos desvalorizam com o tempo? Não sei que iphone tens mas acredito que ainda consegues vender pelo preço de um android media gama.

          • Brasão SS says:

            Quanto queres por ele? Qual o modelo? Posso te comprar o iphone.

        • test.subject. says:

          Gostei desta opinião. Toma lá um like, senhor anónimo.

  9. JoMa says:

    Só compra quem quer. Eu estou a pensar adquirir um de cada. Estou “em pulgas” e a ansiedade já nem me deixa dormir 🙂

  10. RF says:

    É o que é.. e só compra quem quer/pode.. (as vezes não podem mas isso já é outra conversa)!
    Agora venha de lá é a apresentação formal dos novos iPhones, e o habitual espectáculo de comédia ao seu lançamento..

    • SJS says:

      Alternativas à sucata da Apple:

      Mais rápido: Samsung Galaxy S6
      Mais barato: Asus Zenfone 2
      Preço/hardware: OnePlus 2
      Mais Android puro: Moto X

      Além disso devo lembrar coisas que existem nos androids à muuuuuito tempo e os Iphones não possuem nem com estes novos modelos lançados:
      Processadores Octa e até Deca-Core com memórias até 4Gb
      Carregamento completo de bateria sem fios em 1 hora e meia
      Baterias de alto desempenho e grande capacidade
      Camera fotografica com mais resolução (em certos casos superior na frontal por causa do fenómeno ‘Selfie’)
      Interface USB 3.0, 5 vezes mais rápido que o iPhone
      Ecrã com maior resolução ultrapassando 2K
      Marcas chinesas com produtos de alta qualidade a metade do preço (OnePlus, Huawei, Xiaomi)

      ANDROID ALL THE WAY 😉

      • sheldon says:

        Eu prefiro a sucata da Apple, rodando o iOS.

      • Daniel says:

        Vamos lá dissecar o teu post:

        “Processadores Octa e até Deca-Core com memórias até 4Gb” – o número de núcleos e a memória não tem uma relação directa com o desempenho do aparelho. Os dual-cores da apple com 1GB de memória têm atingido consistentemente níveis de desempenho iguais e muitas vezes superiores a esses chips como pode ser visto por vários testes de benchmark como o Geekbench.
        “Carregamento completo de bateria sem feios em 1 hora e meia” – tenho duas coisas a dizer quanto a isto. Em primeiro lugar, sem fios… Eu prefiro ter a comodidade do fio, que levo para todo o lado, ao contrário da base de wireless (que tem de estar ligada à corrente com um fio) e também porque posso usar o aparelho enquanto está a carregar (por exemplo, quando estou na cama ou sentado numa cadeira). Quanto ao hora e meia: sim, carrego o iPhone nesse tempo, basta usar o carregador do iPad. Esses carregamentos rápidos não tem nada a ver com a capacidade de recarga da bateria mas da voltagem convertida do carregador.
        “Baterias de alto desempenho e grande capacidade” – as baterias dos iPhones são como de quaisquer outros smartphones, são para serem carregadas diariamente caso se dê uma utilização intensiva ao telemóvel. O iPhone 6 plus têm uma autonomia que dura dois dias, nestas condições.
        “Câmera fotográfica com mais resolução” – é certo que a câmara do galaxy s6 é muito boa, mas as câmaras do iPhone continuam a ser das melhores que há no mercado de smartphones (excluindo alguns modelos do Windows Phone). A razão para isso é que megapixeis, a partir de 5/8 mpixeis não são muito importantes para a melhoria das fotografias. Prova disso são as câmaras DSLR, em que muitos modelos continuam a utilizar 5/8 mega pixeis. Nesta altura, as principais melhorias que se pode fazer nas câmaras dos smartphones são os tamanhos dos sensores, tamanho dos pixeis e processamento da imagem.
        “Interface USB 3.0, 5 vezes mais rápido que o iPhone” – prefiro USB 3.1, o novo padrão do mercado 🙂
        “Ecrã com maior resolução ultrapassando 2K” – tal como a câmara, a resolução, desde de que se atingiu retina ou o equivalente funcional no android / windows phone, deixou de ser o parâmetro para designar quem tem o melhor ecrã. O tipo de ecrã, a precisão da cor, ângulo de visão, etc., tornaram-se factores muito mais importantes. Eu gosto dos iPhones por terem uma boa precisão de cor no ecrã. Há pessoas que gostam mais da linha galaxy por terem as cores mais saturadas (mas menos reais). Entramos numa questão de preferência. Eu pessoalmente não gosto dos galaxy por revelarem um ecrã demasiado azulado, mas há quem goste.

        Concluindo, o que eu vejo neste comentário é o produto (bem sucedido) do marketing das empresas que utilizam android, que são obrigadas a diferenciar os seus produtos com características num papel, que não expressam a qualidade real do aparelho na utilização diária.

        Eu não quero o processador com mais núcleos, eu quero o processador mais rápido.
        Eu não quero a bateria com mais mAh’s. Eu quero a bateria que me dure mais.
        Eu não quero a câmara com mais mpx’s. Eu quero a melhor câmara.
        Eu não quero o ecrã com mais pixeis. Eu quero o melhor ecrã.

        • SJS says:

          Obviamente nao percebeste nada do que eu mencionei, para quem ia dissecar estas muito aquem.
          Eu não quero o processador com mais núcleos, eu quero o processador mais rápido. – em relacao a isto devo te dizer, a Apple esta a anos de luz da concorrencia. Processo de fabrico com os transistores mais pequenos…14nm. Significa mais eficiencia energetica, coisa que so por si um IOS nao faz sozinho. Para alem disso a Snapdragon e tipo a Intel dos processadores para equipamentos moveis. Onde tens isto tudo no android.
          Queres mais bateria…explica onde o tens quando o iphone tem apenas a mesma misera bateria de 1500mha.
          Disseste bem a camera do Galaxy e boa mas nem compares com a do iphone, ridiculo. Junta lhe a dos Sony e LG tambem superiores.
          Tu queres o melhor ecra…mas nao queres mais pixeis…quando vais comprar uma TV hades me explicar como um com menos pixeis por polegada seja melhor, enfim!
          Quanto ao carregamento sem fios tu tambem dispensas, isto quando a Apple decidir copiar novamente a Samsung e dizer que fica melhor voces os iSheeps mudam de ideias, costume.
          O teu comentario mais ridiculo foi… prefiro o interface USB 3.1 o mais rapido do mercado…
          – Explica me como tens essa velocidade no iphone que utiliza USB 2.0, que eu saiba nao vale de nada ligar um macbook USB 3.1 pq a velocidade sera sempre a do interface do iphone…ou seja a mais lenta do mercado.
          O PC tem USB 3.0 e 3.1. Existem Androids como o One Plus 2 que tem USB 3.0, para leigos como tu, existem androids com taxa de transferencia de 5 Gbps entre smartphone e PC. A do Iphone ou Ipad ligas a uma porta USB 3.1 e teras a velocidade de 480 Mbps. Compreendes ou queres que te faÇa um desenho!

          • JBM says:

            Explica onde é que a concorrência está a anos luz à frente da Apple? Até há 4-5 meses atrás o iPhone 6 (que está a fazer 1 ano) era o topo de performance em boa parte das benchmarks!
            Com o avançar da tecnologia é óbvio que mais cedo ou mais tarde aparecem outros que podem ser melhores, e é óbvio que só saindo um novo é que se pode responder à nova concorrência!
            14 nm até agora é só com processadores em aparelhos da Samsung, mas dentro de dias verás também nos processadores da Apple. Snapdragon/Qualcomm sofre a este nível do mesmo problema que a Apple e muitas outras.

            O iPhone há anos que não tem uma bateria de 1500mha, nem isso é suficiente para definir quanto tempo dura.
            Câmera idem como o processador. das melhores que se arranja, e não a LG não tem melhor câmera, mesmo a Sony que tem óptimos sensores não tem ficado à frente em termos de qualidade de imagem.
            Não é maior densidade de pixeis que é necessária para melhorar a qualidade de ecrã! Há limites a partir do qual não notas diferença nenhuma. Há parâmetros bem mais importantes para melhorar a imagem.

          • SJS says:

            Olha uma coisa. Eu nem vou discutir ctg. Só te digo isto.
            Melhor ecrã, Galaxy S6 ponto! É que não existe ponta por onde lhe pegue. Nem o iphone plus. Outra a qualidade do som. E a última a qualidade da camera. E para te dar um exemplo de que não sou só eu que tenho razão no que digo deixo te aqui um post dum jornalista comceituado que trocou o seu S6 pelo iphone 6,para voltar atrás e reaver novamente o seu Galaxy. Isto porque a qualidade do ecrã, o modo como ouve chamadas e música e a qualidade das fotos e vídeos é tão superior a qualquer iphone que tu prezas.
            http:// http://www.businessinsider.com/galaxy-s6-better-than-iphone-6-2015-7

          • JBM says:

            SJS,
            não viste a mencionar o S6 como inferior ao iPhone nesses aspectos, pois não? E mal seria se a Samsung não conseguisse passados 7-8 meses lançar um aparelho com algumas melhores características que o iPhone 6/Plus. E a melhor qualidade de ecrã do Galaxy vem quase que totalmente doutras coisas que não a densidade de pixeis.

      • miguelao says:

        Tu és o claro exemplo daqueles seres que são usados e abusados pelo marketing empresarial. Olhas para o papel e só queres specs, quando na realidade nao funciona assim. Acorda para vida rapaz

      • FG says:

        Depois o GPS não funciona, o LTE não apanha, o os sensores não são exactos, é preciso reboot, e já foi mostrado que o velhinho iPhone 6 é mais rápido que o último note, e é claro, bugs corrigidos? Nunca!

  11. Miguel says:

    Pena é que dia 18, ainda não deve estar por Portugal…

  12. Miguel says:

    Não se pode criticar a maça que eliminam os posts?

    • Miguel says:

      Censura no seu melhor… Vou ter que começar a falar bem da maça para os meus posts serem aprovados!

      • Diogo says:

        Já fui censurado por criticar o próprio site da pplware, mas por criticar esta ou outra marca nunca aconteceu, deve ser pela linguagem que utilizaste.

      • Vítor M. says:

        Miguel, não vejo nenhum comentário teu na moderação, vê com atenção sff.

        • Miguel says:

          Obrigado pela atenção. O problema de muitos blogues/sites como este é que, pessoas como eu – leigas na matéria – muitas vezes vêm aqui partilhar dúvidas e acabam por se ver “metidas” em guerras entre marcas. Coisas sem sentido. Cada um compra o que quer, da forma que quer.
          Aliás, julgava eu que uma das conquistas de Abril fosse a liberdade de escolha. Mas vejo que há pessoas que não entendem isso… infelizmente.

          • Vítor M. says:

            A tecnologia, toda ela, é fantástica quando bem utilizada claro. Há pessoas que são clubistas em tudo, no futebol, na política, na religião, na tecnologia, nas mulheres, nas cores, nas marcas de roupa, nas marcas de carros… vivem com clichés, mas é hoje um sintoma de uma falta de identidade das população moderna. Só temos de nos desmarcar, como se consegue isso? Fácil, seguir as nossas ideias e ter uma opinião crítica das ideias dos outros, das ideias e não das pessoas em si que desconhecemos… atenção. Criticar é saber avaliar e não o bota abaixo porque é diferente do que nós pensamos ou gostamos. Caracter forte e vincado, coisa que muita gente está à procura na vida. A nossa missão também é educar…

        • Rui says:

          Recentemente num artigo “cor de rosa” da Marisa, dois comentários meus foram eliminados. Será que foram bota abaixo?

          • night says:

            @rui é assim o pplware

          • Vítor M. says:

            Falta de educação, muito provavelmente. Como diz o @night, aqui é assim, o respeito acima de tudo e a educação é primordial. Podem debater-se ideia mas não pessoas, até porque não conhecemos as pessoas, que direito tens em criticar a pessoa?

            Respeito, até porque a tua liberdade termina quando começa a de outro, é assim a vida (civilizada).

            Quem assim não entender, aqui, como na sociedade em si, será “moderado” pelo regulador. É assim o pplware até porque aqui não é o site de futebol, política ou os sites cor de rosa, porque pelos vistos estás enganado no sítio, nós não escrevemos notícias cor de rosa, por isso deves ter sido mal educado e foste moderado, deste essa pista e disseste tudo.

          • Rui says:

            Vitor, antes de mais importa recordar o historial dos comentários que estão associados ao email que uso. Não me parece que seja mal educado, sendo que na maioria dos casos defendo efectivamente a cordialidade e o respeito, apontando para comentários construtivos e nunca o tal “bota a baixo” como referes. Ou estarei enganado? Se estou a escrever algo de errado então sff envia-me um email com dados concretos para eu ficar elucidado. O meu email já o tens, os meus comentários idem, será fácil usares uma simples querie para provares que estou errado.

            Quanto aos post’s que refiro são relativos ao que eu considero um artigo “cor de rosa” sobre os quem seria mais saudável, os utilizadores de iOS ou Android, artigo esse baseado numa análise de mercado feita por uma empresa de venda de comida online. Tal como referi nos meus comentários que foram eliminados, o artigo vale o que vale pois existem N lacunas no mesmo que qualquer pessoa minimamente entendida em estatística consegue identificar à primeira vista. Apesar de ter referido que a minha critica deveria ser entendida como uma critica construtiva, aparentemente não foi o suficiente.

            Respeito e educação estavam lá, estava a debater uma ideia, nomeadamente em ter artigos mais técnicos, mais ditos “informáticos”, não tenho então o direito de criticar?

            “por isso deves ter sido mal educado e foste moderado, deste essa pista e disseste tudo.” Como não sabes o que escrevi estás a soltar a resposta mais fácil, que aliás, só fica mal. Volto a afirmar, respeito e educação estavam lá. A autora por ventura não gostou que eu apelidasse o artigo de um artigo cor de rosa. Se não o é, então é o quê?

            Se não gostam de criticas construtivas então se calhar o melhor mesmo é remover o PPLWARE dos favoritos e adicionar outros que publiquem artigos interessantes, porque artigos como este:

            https://pplware.sapo.pt/smartphones-tablets/utilizadores-de-iphone-sao-mais-saudaveis-que-os-que-tem-android/

            Já sei, se calhar deveria ter dito, sou utilizador de iOS, tenho iPhone e iPad, mas gosto de batatas fritas. Assim a moderadora já deixaria passar, é isso?

          • Vítor M. says:

            Como sabes o mundo da informática está assente em 3 pilares principais: o hardware, o software e o peopleware. Assim, é legítimo escrevermos de forma completa, ok, mais ninguém o faz, certo, mas por isso temos todos vós a seguir-nos. Assim, além de escrevermos sobre hardware e software, também é importante enquadrar as áreas que o peopleware influencia e oq ue influencia o peopleware, isto é, o utilizador informático (hoje já mais abrangente). Cor de rosa, desculpa Rui, mas é um critério limitado. Acredito que faltou-te ali alguma lucidez para verificares esse ponto, que normalmente vejo que tens. A autora, óbviamente, porque se dedica e não anda a brincar e a viver não custa, custa é saber viver e quem não se sente, não é filho de boa gente, sentiu-se ofendida e provavelmente não reconheceu que tenhas tido uma atitude correcta, ataques pessoais não fazem parte, aposto que também não gostas de atitudes dessas.

            Fora isso, critiquem à vontade, atenção, nunca as pessoas, pois não as conheces o suficiente para tal.

            Qualquer coisa… têm o meu mail e digam de vossa justiça.

          • Rui says:

            Vitor, o sentido do tal artigo cor de rosa para mim significa que não acrescenta valor para aquilo que o pplware para mim representa. Se puderes elucidar no que é que um estudo feito por essa empresa de comida contribui ou tem de fidedigno agradecia. Se um restaurante qualquer dos nossos centros comerciais agora vier que um estudo a dizer que os utilizadores de WP são mais saudáveis que os outros porque comem mais vegetais, isso significa o que? Qual é a veracidade disso?

            Não posso mostrar o meu desagrado por este tipo de artigos? Não posso dizer que prefiro mais artigos do tipo A do que do tipo B? Nunca pensei que a autora ficasse tão ofendida por ter apelidado o artigo de cor de rosa, mas se assim foi, vou passar a saltar esse tipo de artigos, e seleccionar aqueles que realmente interessam e omitir a minha opinião para não ofender ninguém. Se preferem ter guerrinhas e menos comentários construtivos, assim seja.

          • Vítor M. says:

            Mostrar desagrado? Podes, vê o artigo a seguir, pois cada artigo tem um determinado target, porque vais mostrar desagrado à autora? Ela escreveu só para ti? Não, ela escreveu um artigo que traz um novo lado, uma visão diferente, mais ou menos criteriosa, isso não sabes, foste tu quem fez o estudo? Não, verdade?

            Agora, podes sim contribuir e como já tens feito para melhorar a informação. Eu já referi muitas vezes que o pplware não é nosso (dos admins) é de todos quanto cá vêm, e cresce com a partilha que cada um permite que seja feita. Há quem partilhe muito boa informação, ok há outros que só consomem e outros ainda que estão num processo de educação cívica, mas tem havido espaço para partilha. Eu penso que percebes o que eu digo, aliás já não é de agora que nos segues.

            Não te vou fazer perder mais tempo e percebendo o teu lado, solicito que entendas o nosso.

            Forte abraço.

    • night says:

      diz mal do android. é assim que o pplware aprova os comentários

  13. Ricardo Rodrigues says:

    Não consigo compreender quem é que ainda compra disto a estes preços exorbitantes. As pessoas têm que percebem que ter um iPhone hoje em dia não é “status”, é o inverso, pois demonstra total desconhecimento do mercado.

    • Helena says:

      Redondamente enganado, tu desconheces o mercado por completo.

      Quem compra um iphone consegue vender por valores muito elevados mesmo um ano ou dois depois, logo consegue gastar menos dinheiro do que um xico esperto como tu que achas que dar 800 por algo que se vende por 600 é pior do que pagar 500 por algo que tem sorte se vender por 200…

      E isto é apenas uma vantagem, porque é sabido que o IOS é melhor que o android e mais seguro, mas isso para ti não vale a pena…

      • Ragnar says:

        Quanto ao valor comercial eu concordo. Quanto ao iOS ser melhor que o Android ou WP, discordo. Cada um tem virtudes e defeitos e cada qual encaixa-se melhor em determinado perfil de utilizador. Nem tão pouco o iOS é o mais seguro do mercado, todos os 3 são vulneráveis, esqueça esse requisito. Você prefere o iOS com toda a legitimidade, já eu como gosto de tecnologia gosto de usar os 3 SO e não me ponho para aqui armado em fanboy com argumentos da treta a falar que tal é melhor porque é meu e que daqui a uns anos vendo e tal. As pessoas devem comprar porque se adequa com o seu estilo e as funções estão mais próximas das suas necessidades, o resto é secundário.

        • Bob says:

          E mais uma excelente resposta muito bem argumentada 🙂

        • Helena says:

          O IOS ser melhor é discutivel, ser o mais seguro não é.
          Quem tem as palas nos olhos podem continuar a opiniar o que quiser mas basta ver que muitas empresas apenas autorizam o IOS.

          Nunca disse que era infalivel, apenas disse ser O MAIS seguro, o que ainda não foi demonstrado nao ser o caso.

      • Bob says:

        Não discordo do valor comercial do Iphone.
        Eu comprei o meu “smartphone” por 120€ usado, e hoje, mais de 2 anos depois, ainda o vendo por 70 a 80€, com facilidade 🙂
        E já tem o Android 5.0 em testes beta, ainda 2 anos depois de ser lançado….. chamo a isto uma excelente compra.
        E não o vou vender, apesar de ouvir comentários de que “isso não é marca……. nem vês isso na Televisão.”

    • RaCcOn says:

      Ora antigamente ter um iPhone era sinal de Status…Hoje ja nao o é.
      Hoje ter um iPhone é sinal de desconhecimento do mercado…Amanha vai ser o que?

      Gosto da forma como se rotulam as pessoas hoje em dia devido a marca do seu telemovel ou ate mesmo de outro qualquer bem que tenham em sua poder.

  14. Miguel Taveira says:

    Esse Miguel que critica a maça – palavras dele – não sou eu, e como tal a partir de agora irei escrever Miguel Taveira. O meu comentário feito foi ” Pena é que dia 18, ainda não devem estar em Portugal”.

  15. GoNel says:

    “No modelo base do iPhone 6S, de 16GB, o preço será de 699 euros, subindo depois 100 euros à medida que aumenta a sua capacidade de memória, indo até aos 899 euros, no modelo de 64GB.” ….
    Julgo que tenha sido lapso… pois pela tabela abaixo seria 128GB = 899€, portanto o texto deveria ser “… indo até aos 899 euros, no modelo de 128GB.”
    Caso entendam, corrijam para continuam o bom trabalho!

    Relativamente às versões 16GB, pode ser também uma estratégia de vendas pois é o modelo mais barato e que grande parte adquire apenas por esse motivo, mas acima de tudo “exibe” o seu novo Iphone! 😉
    A apple continua a ter aquele toque especial que todos desejam mas nem todos podem comprar.
    Dessa forma, nos últimos anos se tem visto um boom de iphones na rua (e uma grande parte versões base).

  16. Zaark says:

    “o preço será de 699 euros, (…) indo até aos 899 euros, no modelo de 64GB.”
    Correcção: 899€ nos 128GB segundo a tabela disponibilizada 😉

    Nada de novo, são os mesmos preços de sempre. Quase nem é “notícia” no sentido literal da palavra – é o confirmar de uma tradição 😛

  17. José Santo says:

    Realmente esperava que a apple “acabasse” com os 16gb, mas pelos vistos está para durar. Desta vez não vou fazer a “actualização” ficará para o próximo ano, não me parece que o que trás de novo justifique desembolsar os valores apresentados.

  18. Rafa says:

    Bom dia, eu não costumo comentar nestes artigo. mas hoje não consigo não partilhar a minha opinião, isto anda a afectar-me.
    Como é possível tantas pessoas darem mais do que 500 euros num telefone em portugal!? Épa se falar da classe alta, por mim ok tá certo eles lá sabem. Mas não é isso que se passa. Tantas pessoas que alegam ter dificuldades e depois compram um telefone a cima de 500 euros ou acima 300 euros. Isto anda tudo maluco, com 300 euros pagas um mês de supermercado. É que nem vou falar de que telefone é melhor ou pior. mas a realidade é que para 80% das pessoas ninguém precisa de um topo de gama, portanto torna-se irrelevante ser um iphone ou um nokia 3310. Mas pronto, cada um sabe de si…

    • MokaS says:

      Parece que finalmente as pessoas começaram a acordar para a vida! Concordo a 100%, faço das tuas palavras minhas.

    • Lógico says:

      Lol 300€ de super mercado tu deves ter uma super família de 5 pessoas ou comes camarão 🙂

      • Ragnar says:

        Eu gasto mais de 300€ em supermercados por mês e sou só eu e a minha mulher. Não vejo nenhum luxo em comer bem, vejo sim em gastar sem ter num iPhone.

    • Diogo says:

      Quem compra é porque pode comprar, não te cabe a ti nem a mim julgar essas pessoas.

      • Sérgio C. says:

        Eu acho que o Rafa não quer disser isso. Quem compra NÃO é porque pode!! É pelo status que dá mostrar aos outros que têm um iPhone.
        Infelizmente, ainda existem muitas pessoas que compram pelo status, sendo a Apple a marca onde se mais vê isso.

        • Rui says:

          E quem és tu para julgar essas pessoas que compram? É o teu dinheiro? Sabes se podem pagar a pronto e compram a crédito porque querem? E como é que sabes se é para status ou porque são informados? E mesmo que seja tudo isso, a 1ª pergunta prevalece sobre todas as outras, quem és tu para julgar as decisões dos outros?

          Português é mesmo metido na vida dos outros! Noutros países as pessoas estão-se pouco ca….. para o que os outros compram ou deixam de comprar!

          Criticar quem fuma ou bebe é que está quieto! Quem fuma um maço por dia a 5€ dá 1825€/Ano! Dá só para 2 iphones por ano e ainda sobra dinheiro para 1 iPad!

          • sómaisum says:

            Melhor análise dos últimos tempos..
            Eu como não fumo, e raramente bebo, deve chegar para um iphone e 1 ipad ano, olha a sorte que eu tenho.

          • Prim says:

            “Português é mesmo metido na vida dos outros! Noutros países as pessoas estão-se pouco ca….. para o que os outros compram ou deixam de comprar!”

            É por isso que cá há tanta gente a comprar “pelo status”, para mostrar aos outros… é verdade que noutros países a mentalidade é diferente e as pessoas se estão a cag… para o telemóvel que o outro tem, ou o carro, a roupa ou o que seja.

          • raz0r24 says:

            “Português é mesmo metido na vida dos outros! Noutros países as pessoas estão-se pouco ca….. para o que os outros compram ou deixam de comprar!

            Criticar quem fuma ou bebe é que está quieto! Quem fuma um maço por dia a 5€ dá 1825€/Ano! Dá só para 2 iphones por ano e ainda sobra dinheiro para 1 iPad!”

            Criticas uma pessoa que está a julgar quem compra iPhones e de seguida julgas as pessoas que fumam e bebem. És mesmo Português 🙂

          • Rui says:

            raz0r24, Eu não critiquei quem fuma, apenas comparei os gastos de cada um como exemplo, porque fumar não me parece que seja um bem de primeira necessidade e porque é algo muito comum nas sociedades. Tal como fumar, comprar um iPhone ou um Samsung, são opções individuais.

      • miguel_aaa says:

        ó diogo, vai la fazer o teu credito pra comprares o bicho, mas aproveita e vai a uma cadeia de retail(worten,fnac,rp,etc…) e pagas aos bocados, mas não te esqueças de fazer o seguro, e daqui a 11meses e 20dias “deixares cair” o tijolo de um quinto andar para ires buscar o iphone7 com o $$$ do seguro….. e aproveitas continuas a pagar o credito deste por mais 9anos, mais o credito do novo seguro…..
        Eu só nao consigo perceber, como é que raio, o pessoal anda tao tapadinho das vistas que, apesar de haver tt informação disponível , se predispõem a abdicar de tt coisa só para terem o mas recente produto de uma marca, que ainda por cima pratica preços assustadores, e com isto não me refiro só à maça, mas tb samsung, lg, e afins…..
        E antes que digam q sou hater ou isto ou aquilo, eu tenho produtos apple(não é o iphone se é q interessa)…. Só não sigo as tendências consumistas porque ha outras opções de mercado a preços bem mais justos….. E que realmente até justificam o valor dado, ao contrario destes.

      • joao says:

        completamente errado.
        Há pessoas que pedem crédito para isso.

        • Diogo says:

          E que tem? Se pede crédito é porque vai pagar de uma maneira ou outra, vocês parecem que estão com dor de cotovelo dessas pessoas. Volto a repetir, cada um faz o que quiser com a sua vida e o seu dinheiro, não arranjam onde criticar os produtos criticam os consumidores, agora tudo é algo de critica.

          • Just Saying says:

            Tendo em conta que o nosso país há 4 anos passou por uma crise enorme da divida e ainda estamos a pagar por isso e iremos continuar a pagar durante muito mais tempo, Se calhar seria prudente não pedir empréstimos para um telemóvel, porque apesar de ser outra pessoa a “comprar” esse empréstimo, o banco/estado pode acabar por vir ao meu bolso para pagar esses créditos mal parados.

            Nota: a crise da divida não se deveu apenas à divida estatal, mas também à divida de particulares que deixaram de poder pagar os créditos e os bancos ficaram “sem dinheiro”.

          • sómaisum says:

            A crise não foi a 4 anos… A crise já existe a uns 10 ou bem mais. Só foi mostrada ao resto de Portugal nessa altura, de resto andava “tudo” com barriga de Lord, a viver do que não tinha.

      • Mikes says:

        A partir do momento que a pessoa que pagou 600€ por um iPhone vier reclamar que ganha pouco ou tem de contar os trocos para chegar ao fim do mês, sim, já me cabe a mim julgá-la.

        • Gustavo says:

          Perfeito. Acrescento ainda que essas pessoas contribuem diretamente para o aumento dos preços dos smartphones a cada ano. A Apple e demais empresas do ramo pensam: “Se há gente que pague o preço que pedimos, por que vamos baixar?”.

        • RaCcOn says:

          E se comprar um Samsung Galaxy S6 por 699€ ja nao te cabe a ti julgar?

          Cada um faz o que quer com o que tem…a maioria dos que se queixam sao os que tem uma vida melhor que aqueles que nao se queixam.

          • Mikes says:

            É igual, seja iPhone, Galaxy, Sony, Lumia, etc.
            Dar 600€ por um tlm e depois reclamar com o sistema, que não tem guito para comer, etc…. é parvo.

          • RaCcOn says:

            Em parte concordo contigo, quem compra um telefone de 600€ nao e alguem que passe fome certamente ou pelo menos nao deveria de ser.

            Mas sabes como é, o pessoal tem as voltas(leia-se prioridades) todas trocadas…

        • raz0r24 says:

          “Quando eu comia, bebia, fumava e f***a, dinheiro no bolso trazia. Agora não como, não bebo, não fumo e não f**o, gasto o dinheiro todo. Por isso, vou voltar a comer, beber, fumar e f***r porque, quem fuma, bebe, fuma e f**e é porque pode.” Basicamente, duma forma ou de outra o pessoal gasta. É a era do consumismo. xD

    • José Santo says:

      Rafael, pela mesma razão que as pessoas podiam comprar um Fiat e compram Audi, Mercedes e BMW.

    • Gustavo says:

      Rafa, no Brasil é igual. Ter um iPhone ou qualquer produto da Apple é questão de ostentação, mesmo que essas pessoas que comprem não tenham condições financeiras. Aqui, os produtos da Apple têm os maiores preços de todo o mundo e são vendidos em até 24 prestações! E o salário mínimo brasileiro é apenas R$ 788,00!

      Veja os valores do site oficial da empresa: http://www.apple.com/br/shop/buy-iphone/iphone6

      – iPhone 6: a partir de R$ 3.499,00 (840,22 Euros)
      – iPhone 6 Plus: a partir de R$ 3.899,00 (936,28 Euros)

    • Sérgio S. says:

      É bem verdade. Conheço algumas pessoas com topos de gama – iPhones e Androids – que se limitam a fazer o que qualquer smartphone faz; chamadas, sms e redes sociais basicamente. Não fazem puto das características dos equipamentos – sabem lá o que é NFC, carregamentos wireless e o diabo a sete.
      Isto é verídico: Tenho uma meia dúzia de clientes que têm sempre os últimos iphones (por causa de contratos empresariais) e não sabem (literalmente) descarregar uma app da appstore. Aquilo só serve para chamadas e sms. No entanto, ostentam aquilo meramente como objecto de estatuto e de estrato social. Como fazem muitas chamadas, à hora do almoço já andam a carregar os seus iPhones 6 e 6 Plus…

      É como diz o Rafa, para aquilo que muitos fazem, ter um topo de gama ou um 3310 é igual.

    • Vanda says:

      Se te faz tanta confusão é melhor nem pensares nisso.
      Cada um sabe de si, e se tu achas que gastar dinheiro em tabaco, alcool e drogas é satisfatorio se calhar para a maioria das pessoas náo é.
      Se uma pessoa comprar um BMW e o usar durante 10 anos se calhar fica mais economico que comprar um opel a cada dois… mas tu andas tão afectado com a vida dos outros que não deves perceber isso.

      • Ragnar says:

        Acho que escolheste mal as marcas de carros para comparares. Opel é uma marca alemã de grande fiabilidade. BMW já não é o que era. Mas indo ao que interessa, as pessoas, e eu me incluo, compram aquilo que gostam, gastam o que querem, e sabem qual o melhor SO para a sua utilização. Todos têm virtudes e defeitos e nem o iPhone é um BMW nem tão pouco um Galaxy. Para finalizar, podes crer que se alguém não precisar das funcionalidades de um smart, que um Nokia 3310 sai bem mais económico e durável.

        • Rui says:

          “Mas indo ao que interessa, as pessoas, e eu me incluo, compram aquilo que gostam, gastam o que querem,”

          Isso significa então que não tens nada a ver com as escolhas que os outros fazem, certo?

          • Ragnar says:

            Essa não entendi…….. Em que parte leste que eu quero saber onde as pessoas gastam o dinheiro? Acho que leste que comprar um iPhone ou qualquer telefone é um luxo, sim, e também gosto dos meus luxos. Se foi esse o teu entendimento, então tens de rever o significado da palavra “luxo”.

          • Ragnar says:

            Em todos os meus comentários, caso os tenhas lido. Defendo que cada um compra o que quer e gosta.

          • Rui says:

            Não percebi então a critica à Vanda. Escolher Opel como uma marca inferior pode não ser a escolha mais feliz, mas para o que ela quis dizer está correcto. A BMW sempre foi reconhecida como tendo mais qualidade do que um Opel, daí a comparação.

          • Ragnar says:

            Não entendi ainda a analogia. O que é que isso tem a ver com “cada um compra o que quer”? Apenas lhe quis dizer que não podemos comprar telemóveis com carros. Não considero o iPhone melhor que este ou aquele telemóvel. Cada um escolhe o que gosta, logo a Vanda está mais próxima do teu comentário, pois no comentário dela está evidente que comprar um iPhone é mais vantajoso que comprar outro qualquer telemóvel. Mantenho-me neutro, tenho a minha opinião que exponho mas não vou ao extremo de dizer que é melhor ou pior só porque sim, posso referir algumas vantagens nuns ou noutros assim como desvantagens para o meu uso pessoal, e não generalizo.

          • Vanda says:

            Se ainda não percebeste a BMW é uma das melhores marcas de carros. Claramente nunca andaste num porque essa do “já não é o que era” nâo tem qql reflexo das vendas da marca.
            E sim, comprar um BMW tem mais valor porque são carros que se podem vender mais caros do que um carro mais barato.

            Se algum dia conheceres alguem com um BMW pergunta-lhe e logo verás. Mesmo em segunda mão são valiosos, um Opel nem por isso, há muitos e a desvalorizacao é muito maior.

        • Ragnar says:

          Em todo o caso, tenho um iPhone 6, um Galaxy S4 e um Ativ S. Nunca que poderia criticar alguma escolha.

          • Ragnar says:

            Vanda és uma graça. Nunca andei num BMW? É uma das melhores marcas? Sabes porque não te respondo? Não te respondo, porque não tenho nada que te dizer que marca ando, nem tão pouco vir para aqui exibir-me com assuntos que nada têm a ver com o caso. Mas por acaso o meu carro até é Alemão, e pode-se dizer que tem bem mais prestigio que a BMW, apesar da BMW, que tanto gostas de encher a boca, ser um carro, à excepção dos topo de gama, uma marca que vive das gamas media/alta. Antes de mandares postas de pescada para o alto sem conheceres as pessoas que falas, tem um pouco mais de cautela, porque não é o carro que nos define como pessoas, mas sim o que somos despidos de bens materiais e às vezes queremos-nos fazer mais que somos e aparece sempre alguém mais que nós em alguma coisa.

          • Ragnar says:

            Outra coisa Vanda, quantos BMW importados queres ao preço da “chuva”? Se me falares de um Aston Martin clássico, um Bentley, um Ferrari de edição limitada, alguns Mercedes clássicos ou de um Rolls por exemplo, tenho de concordar contigo que muitas vezes em vez de desvalorizarem, valorizam. Esses sim, são algumas das melhores marcas do mundo e de gama verdadeiramente alta. Por amor de Deus, perguntar a alguém se já andou de BMW? Se me perguntasses se já andei num Bentley, respondia, por acaso nunca nem conheço ninguém pessoalmente que tenha um.

    • flavio says:

      compreendo a tua indignaçao mas cada um faz o que quer com o dinheiro, desde que nao roube

  19. Miguel Taveira says:

    Quando deve chegar às lojas em Portugal?

  20. Miguel says:

    Agora tenho um Xiaomi Mi4 por metade do preço do Iphone 6 e com melhores características/equipamentos. Processador Snapdragon 801, 3GB Ram e Câmaras Sony a filmar a 4K, são mais que argumentos para a compra em detrimento dos Iphones.

    • Diogo says:

      Cada um compra o que quer, mas a câmara do iPhone continua a ser uma das melhores do mercado, e mesmo com o specs teoricamente inferiores tem grandes benchmarks no Geektool, que rivalizam a maior parte dos smartphones, e caraterísticas não encontras muito melhores nesse Xiaomi ou noutros, design excelente, Touch ID, e muitos mais que estão ligados ao iOS por isso nem vou comparar. O que tens que perceber é lá porque esse telemóvel é melhor para ti não significa que seja melhor para toda a gente. É uma questão de preferências, eu trocava qualquer dia esse Xiaomi ou qualquer outro Android pelo iPhone mais recente, mesmo que me custasse mais, é uma questão de preferências.

    • Luís says:

      Pessoas que que dão mais importância aos specs do que à otimização do equipamento. Octa-Core e 4 gb de ram? Omg, tenho que comprar é o melhor que existe!

    • Rui says:

      Miguel, não gosto de Android, não gosto do interface Windows Phone, e não estou interessado num BB. Como quero um smartphone, qual recomendas?

      • Ragnar says:

        Symbian? Firefox? Linux? Ou iOS, claro. Compras o que gostas e se adequa com o teu perfil. Se não gostas de nenhum dos que mencionaste, é porque os conheces, se os conheces não precisas da opinião do Miguel. Certo?

        • Rui says:

          Aparentemente é necessário ouvir a opinião de certos mestres em smartphones, visto que quem compra um iPhone parece que está a fazer a maior asneira da vida. É assim tão complicado aceitar as escolhas dos outros? A mim não me afecta nada quem compra Android por exemplo…

          ” são mais que argumentos para a compra em detrimento dos Iphones.”

          Já reparaste que antes de sugerires iOS ainda arranjaste 3 SO’s que nem na categoria de SO’s para smartphone deviam ser considerados?

          • Ragnar says:

            Leste a pontuação? : “Symbian? Firefox? Linux? Ou iOS, claro.”.
            Primeiro se é um Sistema Operativo e se corre num smart, então não deveria ser considerado? Não entendi. Segundo, eu tenho um ecossistema Apple, e estou satisfeito, mas reconheço que não é perfeito e vejo virtudes noutros SO. Continuo a usar Windows e Android porque considero que também são bons apesar de terem também muitas lacunas. Se me perguntares se te aconselho iOS, a minha resposta é que é bom, mas só tu podes saber se vai de encontro às tuas necessidades. Acredito que há muita gente com muito dinheiro que ainda não deixou o velhinho Nokia 3310 porque não considera necessário para a sua vida e no entanto podem andar de Porche. Na minha opinião, todos os SO estão bons e gosto muito da simplicidade e optimização, tanto do iOS como das suas apps, se valorizas isso, então para ti é excelente ter um iPhone. Quanto aos argumentos do Android em relação ao iOS e vice versa, isso é tema para uma discussão sem fim e há sempre quem defenda um e outro.

          • Rui says:

            Ragnar, para não andar a dissertar em dois sítios, relativamente ao teu comentário sobre a Vanda e o meu, eu não disse que comprar iPhone é melhor opção que A, B ou C, no entanto acho que concordas que um iPhone tem qualidade acima da média, além de que quem quer comprar sem arriscar, comprar um iPhone é das melhores opções, tal como a compra de um BMW, que pela história da marca, é reconhecida como uma das melhores opções.

            Sobre esses 3 sistemas operativos, sim, são considerados sistemas operativos para smartphones, no entanto, para ser realmente “smart”, e isto é apenas a minha opinião, ter algumas apps, ambiente gráfico, não o torna um SO válido para smartphone. Como referi, é a minha opinião. Já Android, iOS, WP, BB, esses são sim SO’s para smartphones dado tudo aquilo que proporcionam.

            O comentário para o Miguel foi carregado de ironia caso não o tenhas entendido. Eu defendo que cada um deve comprar o que lhe convém, seja por preferência, por loucura, por escolha acertada, por limitações financeiras. Eu próprio tenho um Android, já tive outros smartphones Android, e… não gosto, e por isso tenho e uso iPhone. Mas acho interessante ver e ler estas guerras de aquele compra só pelo status, etc,. Acho que podíamos estar mais focados em partilhar experiências e opiniões do que propriamente certas guerras, mas isso já é outra história 😉

  21. censo says:

    Preços ridículos para um equipamento que…bem é só mais um smartphone. Há muito tempo que os iphones deixaram de ser o que eram. São só mais uma gama de equipamentos, dos caros, muito caros para o que oferecem.

  22. Xamane says:

    Bom dia, se forem tao bons como o 5 sao bons é para deitar ao lixo…. Problemas de bateria, desligar de repente, etc…… Defeito no circuito de alimentação :(((

  23. ... says:

    Prefiro dar 500 euros num S6 Edge!

  24. MAC says:

    Eu quase aposto que não vai haver a versão de 16 GB, e não ficaria admirado se a versão de 64 GB fosse a mais baixa.

  25. Apple FanBOY says:

    16GB? Really? -_-

  26. José says:

    preços bem acessíveis. alguém sabe onde posso encomendar às prestações ?

  27. Luís says:

    O dinheiro já está à espera de ser gasto, só faltam os ditos cujos saírem em PT para adquirir o meu.

  28. Mario Junior says:

    Pagar 699/799 euros respectivamente para um aparelho de 16GB, só os applefags mesmo. lel

  29. João says:

    Quando será disponibilizado o IOS 9 final? No dia do anuncio dos novos iPhones ou no dia em que chegam às lojas por volta de dia 18/19? Estou me a referir às lojas dos primeiros Países a comercializar.

    • Vítor M. says:

      Sempre na apresentação do novo iPhone é lançada (oficialmente) a versão final do iOS em desenvolvimento. Neste caso é o iOS 9 que será apresentado dia 9. Esta semana sai o iOS 9 GM

      • João says:

        Mas isso significa o que, concretamente? Recordo-me que no ano passado o IOS 8 foi lançado para o consumidor final um dia antes dos iPhones serem colocados nas lojas, ou seja, no dia 17.Uma semana depois das apresentações do iPhones.

        • Vítor M. says:

          Ano passado, na keynote do dia 9 de setembro, a Apple apresentou oficialmente o iOS 8, nessa altura já estava nas mãos dos developers (salvo erro) a versão GM. Anunciou nesse evento que a versão para o mundo estará disponível dia 17, como aconteceu.

          Este ano não deve ser muito diferente. Esta semana provavelmente sai a versão GM do iOS 9, dia 9 é anunciado oficialmente o iOS 9 e ou no mesmo dia ou nos dias seguintes, para o mundo, a Apple lança a actualização do iOS para o iOS 9. Penso eu de que…

          • João says:

            Já entendi, obrigado. Pela tua experiência, achas que lá para dia 18/19 o telemóvel, i6s, já estará nas lojas Portuguesas?

  30. tu says:

    Os meus colegas todos eles têm iPhones e depois andam-me sempre a cravar cigarros, agora já percebi !

  31. Benchmark do iPhone 6 says:

    Dos comentários todos, tirando os renhó-nhós do costume, põe-se a questão de saber se a Apple vai reflectir no preço do iPhone a desvalorização do euro.

    Basicamente sempre foi assim:

    – Havia um preço EUA (anunciado sem impostos)
    – E um “preço Europa” (PVP com impostos) igual para todos os países independentemente da respectiva taxa de IVA, variando ligeiramente em alguns países, como a França e penso que agora Portugal, que lhe metem mais a taxa do audiovisual.
    – Sai o novo modelo – “herda” o preço em euros/dólares do modelo de há um ano atrás [a menos que seja um salto muito grande em termos de hardware] e os que já existem baixam 100 euros/dólares.

    A Apple fez isto durante anos e anos, mantendo um câmbio fixo euro/dólar, independentemente das flutuações, muitas vezes grandes, que se efectivamente se verificavam no mercado.

    Tenho a impressão que vai ser assim – ou seja, o novo modelo (6s) herda o preço do anterior (6), tal como sugere o post. Argumentos contra: a Apple fez uma actualização do seu câmbio euro/dólar para as apps e para os Mac, pode muito bem vir a fazer para o iPhone (e eventualmente o iPad, que ficariam mais caros em euros. Mas não me parece.

    • JBM says:

      A Apple já fez vários ajustes nos preços em euros por causa do câmbio, não tem mantido um câmbio “fixo”. Há 2 anos custava 679 euros, já esteve mais barato do que isso em anos anteriores, e já chegou a descer o valor dum ano para o outro.

      • Benchmark do iPhone. 6 says:

        O que te posso dizer é que em 2009 comprei um 3GS de 16 GB por €699. Durante anos a fio o novo modelo de 16GB custava rigorosamente o mesmo.

        Vai lá ver no post para que preço aponta o 6s de 16 GB – os mesmos €699. Por regra o novo modelo herda o preço do anterior, quer o preço EUA, quer o preço Europa, independentemente da variação de câmbio.

        • JBM says:

          o preço do iPhone 3GS 16GB em 2009 era 619 euros
          iPhone 6 – 699
          iPhone 5s – 699
          iPhone 5 – 679
          iPhone 4s – 629 (mesmo subindo o IVA, o preço desceu)
          iPhone 4 – 679
          como vês o preço têm variado ao longo dos anos cá em Portugal, e os preços mais baixos coincidem com a altura em que o Euro estava mais forte, acima de 1,4 DOL/EUR!

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Foste buscar essa tabela aonde?

          • JBM says:

            a diferentes sítios, principalmente aqui nas notícias do pplware de cada lançamento do iPhone.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Do “preço Europa” não encontrei nada. Mas dos EUA encontrei a partir do iPhone 4 – é claro que o modelo novo herda o preço do anterior (“unlocked GSM”, para ser comparável), modelo de 16GB:

            – iPhone 4, 14/1/2011: $649
            – iPhone 4s, 1/11/2011: $649
            – iPhone 5, 1/12/2012: $649
            – iPhone 5s, 20/09/2013: $649
            – iPhone 6, actual: $649

            No “preço Europa” estou convencido que aconteceu a mesma coisa. Em todo o caso, apontas uma baixa do preço do 4s “apesar da subida do IVA”, suponho que em Portugal. O “preço Europa” (PVP) não se altera de país para país, apesar das diferentes taxas de IVA.

            http://aaplinvestors.net/stats/iphone/pricing/

          • JBM says:

            Não percebo como é que teimas! Pesquisa aqui no Pplware pelos preços anunciados a cada ano, ou pesquisa na net de forma alargada!

            https://pplware.sapo.pt/informacao/iphone-4s-ja-tem-precos-para-portugal/

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Ó Nunes, quanto preços diferentes de IPhones existem (com contrato de permanência) e quantas vezes é que o pplware pega nos dólares e converte para euros esquecendo o IVA?

            Já sei que não vale a pela discutir contigo. Espera pelo anúncio do 6s, que é o que interessa e vê se o “preço Europa” do de 16 GB (se houver) não são os €699 (mais a taxa de audiovisual quem o tiver).

            P.S: Vê lá se arranjas uma tabela do “preço Europa” idêntica ou que arranjei para os EUA, para acabar com as dúvidas.

          • JBM says:

            Não sei qual é a tua mania com o Nunes!
            Os sites que te dei dão preços oficiais da loja da Apple livres de operador, relê. Não entres em modo de negação só porque te diz algo diferente do que desejas. A notícia do PPlware até mostra uma imagem com os preços retirada da loja Portuguesa. E essa de converter o preço esquecendo do IVA é cómica, como se nessa altura fosse sequer possível que numa conversão dessas o numerário em Euros chegasse a 629. Mesmo com o câmbio actual, dos mais baixos dos últimos 10 anos, 649$ dá 579€.

          • JBM says:

            benchmark,
            dizias que o preço não mudava
            novo preço de 749€ na França
            e o iPhone 6 em vez de passar para 600 euros ficou a 639 euros na França, e cá em Portugal ficou a 649€

  32. UiUi says:

    Agora sim, tenho a certeza que o fim do mundo esta perto. Como e possivel atirar tanto dinheiro para o lixo.

  33. PGR says:

    Será possível tanta gente a querer gastar quase 1000€ num telefone…
    (seja ele de que marca for, ou que specs tenha).
    Será que há por aí algum local com “árvore das patacas”, aberta às massas???
    Ou tá tudo louco?!, como o outro na Worten a comprar um S6 p/ a filha… de 5 anos !!!
    keep calm

    • UiUi says:

      Onde fica essa arvore. E que eu também quero.
      Ah e tal é o mais caro e melhor e todos teem, também tenho de ter. Podem não pagar as contas ao fim do mês mas teem um iphone.

  34. Miguel Taveira says:

    Quem trabalha, tem o direito de gastar o seu dinheiro da forma que mais lhe convém e quer. É simples. Tenho amigos meus que quando saem para a noitada fartam-se de gastar dinheiro em bebidas. E, pergunto-me eu, quem sou eu para os criticar se andam a semana toda a trabalhar para tal? A sério. Volto a frisar e a repetir:
    – Pessoas como eu, leigas em termos de tecnologias, frequentam estes blogues/sites para tentarem resolver as suas dúvidas. Não para andarem a ler 50 e tal comentários de pessoas que simplesmente criticam tudo e todos.

  35. Lima says:

    Preços elevados para o que trazem…. comprando os componentes e montando fica em menos de metade do preço…..
    O meu cunhado fez isso e tem um iPhone 6 por 200€

  36. Prim says:

    Tanto indignado com os preços previstos quando estes até se mantiveram.
    Se alguém quer gastar 1000 euros num telemóvel e passar o resto do mês a pão e água, o que tenho eu ver com isso? Logo que não me venham pedir/roubar dinheiro a mim…

  37. mike says:

    Estão todos errados com a nova actualização de preços com a taxa de armazenamento o mais barato vai custar 701€

    http://www.apple.com/pt/shop/buy-iphone/iphone6

  38. Tipsy says:

    É tudo muito relativo falar em quem compra por esta razão ou aquela.

    Conheço pessoas com possibilidades e que tem telemóveis de gama baixa, média e alta, e da mesma forma conheço pessoas com menos possibilidades e têm dos 3 também.
    Conheço quem os tem por status, porque é moda, apenas pela câmara, porque têm dinheiro e porque sim, e porque usam o seu potencial todo.
    Conheço gente que só vê IOS à frente, outros só Android e alguns só WP.
    E digo mais, cada um faz o que quer e bem entende com o seu dinheiro e a mim pouco aquece ou arrefece.

    Já me pediram opiniões, e até muitos em que as possibilidades e prioridades não eram um togo de gama, mas dou a opinião sobre o equipamento e fico-me por aí.
    Por muito que espante às pessoas estarmos em crise e haver quem gaste acima das suas possibilidades e de forma totalmente desenquadrada às suas necessidades, a verdade é que cada um faz o que quer com o seu dinheiro e ponto.

    Eu tenho poucas possibilidades, tenho as minhas prioridades e sei no que devo pensar primeiro e no que importa mais para o meu futuro, e chega. Não é ser egoísta e sim, penso muito nos outros, mas no passado as muitas vezes que me pediam opiniões e falavam em preços e eu expunha hipóteses mais baratas e adequadas ao que conhecia dessas pessoas e sabendo que dava para o que queriam, acabavam sempre por comprar o mais caro possível por causa de X, Y, Z e muitas vezes todo o abecedário.

    Se me perguntarem se gostava de ter um? Sim, adorava, mas só se pudesse me dar ao luxo. Paguei 140€ mais pontos pelo meu de gama média mesmo com o objectivo de durar alguns anos e capaz de tudo o que quero e preciso. Se tivesse possibilidades claro que gostava de ter, não vou mentir, mas acho que as pessoas preocupam-se mais em apontar o dedo à crise e a aqueles que compram e esquecem-se que (não digo todos) quase todos nós se pudéssemos comprávamos e ponto.
    Agora se uns querem gastar mais do que podem ou compram por isto ou aquilo, isso é com cada, quero lá saber do que os outros fazem…

    Falando do equipamento, tenho um Android, sou fã, mas se pudesse ter um IOS destes tinha e pronto. Não vou ser cínico e dizer que por ser fã de Android se tivesse um IOS era logo vendido porque é lixo, cada SO tem os seus altos e baixos, e não me preocupo com os comentários de uns a defenderem um SO ou outro, compro o que posso e melhor se adapta ao que preciso. Gosto muito de Android, mas mexo constantemente em IOS e também gosto, por isso nem me chateio a apontar isto ou aquilo. Também gostaria de argumentar, mas sei que os fãs cerrados dos SO’s defendem cada um o seu e era uma guerra perdida, fico-me por ver.

    Venham é mais dispositivos destes e com cada vez mais marcas como a Xiaomi, One Plus e Huawei que estão em peso no mercado, pelo regresso da Motorola e pela expansão da oferta no mercado, não só 2 ou 3 marcas no topo, isso sim é interessante.

    Quanto ao resto já dizia o Zeca Pagodinho, “Deixa a vi me levar, vida leva euuuu…”

  39. jaxwins says:

    A apple tem uma estratégia em forçar o cliente a comprar um iphone com mais capacidade!! Telemóveis top de Gama com capacidade reduzida (16GB) estão limitados para toda a vida. Não se justifica nos tempos de hoje, as pessoas querem usufruir o equipamento como tirar fotos, filmar, instalar aplicações / jogos, ouvir musica, etc.

    Aposta para quem tem pouco espaço não pode ser só a “Cloud” ate porque nem todos têm ou podem ter um pacote de dados que lhes permita tal flexibilidade. Ou não têm sempre o Wi-Fi por perto.
    Nota: Muitas aplicações de streaming têm que alojar o “cache” em algum lado!
    Por outro lado os sistemas operativos, e as aplicações / jogos têm a tendência para serem mais “pesados”.
    É vergonhoso uma empresa com a Apple estar ainda a lançar telemóveis com este tipo de capacidade.
    Até porque no passado recente, houve muito utilizadores com dificuldades em actualizar o iOS porque não tinha espaço disponível no telemóvel!
    Com a diferença de 100 euros, compro muito mais Storage do que a Apple oferece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.