PplWare Mobile

O poder secreto da acessibilidade no iPhone e iPad


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Texto excelente. Acrescento que a Apple continua empenhada em melhorar o acesso universal aos seus produtos. Um exemplo disso são as melhorias introduzidas no iOS7, com destaque para a escrita manual e o controlo do dispositivo com a cabeça.

  2. miguel says:

    de facto só com o iOS 7 beta comecei a usar as opções de acessibilidade por querer experimentar o controlo de manípulos e tenho a dizer que é absolutamente espectacular, não só para pessoas com dificuldades, mas também para todos os outros, há muitas opções úteis para cada um de nós e muito pouca gente sabe do potencial disto!

  3. Manuel Costa says:

    Tenho paralisia cerebral e estou contentíssimo com estas novidades. Recentemente, troquei o meu iPhone 5 por um Galaxy S4 e estou sobejamente arrependido. Quem me dera recuar no tempo.

  4. Diogo R. says:

    OFFtopic: alguem esta com problemas a iniciar o windows 8? aparece a imagem de boot, e quando chega ao suporto logonUI o ecrã fica todo preto e liga-desliga intermitentemente a iluminação do lcd, sendo possivel encerrar o pc normalmente quando se carrega no botao de energia (quem tenha config. para encerrar).
    Em modo de segurança acontece o mesmo, so fazendo o restauro (mesmo que este falhe) é que se consegue iniciar o windows. O pc ficou assim do nada. Será que foi da patch tuesday?

  5. Benchmark do iPhone 5 says:

    Fiquei com a ideia que as funções que estão em Acessibilidades são para quem precisa delas, de facto, e aprende a lidar com elas. Não são para mexericar para ver o que acontece. Algumas, depois de activadas, são difíceis de desactivar para quem não saiba como isso se faz. Por exemplo o voice over, em que a única forma simples de o desativar é através do iTunes. Como os comandos do iOS ficam alterados não se consegue voltar ao ecrã onde se activou (on) para passar para off.

    O controlo de manípulos, que aparece com iOS 7, vai permitir joysticks e, em princípio, transformar o iPhone numa consola de jogos portátil (se a Nintendo estivesse virada para fazer uma dock era capaz de ser interessante).

  6. Gilberto Pereira says:

    Algumas desconhecia. O VoiceOver desliga-se fácil, antes de activar verifica-se se o atalho dos 3 toques no home está activo. Desta forma desliga-se e liga-se facilmente.

    Excelente post… aliás como de costume.

  7. Ricardo says:

    “Conhece ou já teve contacto com estas funcionalidades de Acessibilidade no iOS?

    Sim.
    Porque o user normal usa iOS7 não é?
    Podiam ter feito isto com iOS6, visto ser a única versão oficial disponível ao publico.

    A menos que não existam diferenças

  8. Nunes says:

    Tenho que dizer que estou admirado como é que ainda não apareceram bots a dizer que a Apple copiou alguma coisa!

  9. João Silva says:

    Óptimo artigo! Adorei a perspectiva da universalidade das funcionalidades de acessibilidade. Já agora, o VoiceOver também pode servir, por exemplo, para “tornar” livros em audiolivros. P.S. O VoiceOver é fácil de usar, a partir do momento que se saibam 2 ou 3 comandos e se conheça a sua lógica.

  10. Sara says:

    Olá

    Uso o VoiceOver no iPhone e é realmente fantástico. No que diz respeito a acessibilidade a Apple está de parabéns 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.