Quantcast
PplWare Mobile

O meu sistema operativo é de 32 bits ou 64 bits?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Gustavo Santos says:

    32 Bit here

  2. dc says:

    Por aqui é 64Bits!

    E tento ao máximo instalar as versões de 64Bits nos portáteis dos meus clientes, sempre que estes o permitirem.

    Não vale a pena continuar no passado, e quem ganha é o utilizador.

    Ainda para mais o Windows 7 a 64Bits vale mesmo a pena, não dá problemas “quase” nenhuns, comparando com o Windows Vista!

    Faltam é aplicações a 64Bits, eu já reuni uma serie delas, mas falta concentrar ou disponibilizar uma opção para descarregar as aplicações em 32 ou 64Bits, por vezes tenho que “escavar” bastante na Internet para encontrar aplicações em 64Bits, desde Video Players a Aplicações de manipulação de audio ou video.

  3. Hawk says:

    No Mac é bem complicado hein. No linux acho que é a forma mais simples. Tenho o Win7-64, mas nunca o instalei, até hoje, só usei versões 32. Tenho receio de algum programa ser incompatível.

    • Pedro Pinto says:

      @Hawk, Há sempre retrocompatibilidade de 64 bits para 32 bits. Normalmente não há problema.

      • André says:

        Pedro Pinto, nem sempre é assim, por exemplo, a RocketDock:
        http://rocketdock.com/download

        São excepções, mas por exemplo, essa dock já não passo sem ela!

        Eu também opto pelas distribuições de 32 bits por causa desse aspecto, apesar dos limites, mais notável, da memória.

        • Nuno J. says:

          Que tem a RocketDock? Tenho-a no meu Se7en 64Bits…

        • Guilherme de Sousa says:

          As distribuiçoes linux é q nao ha memso problema nenhum, pois o software é sempre compilado pelas mesmas atraves da source.
          Logo se uma determinada distro suporta arquitectura 64bits teras todo o software disponivel nos repos em 64 bits tmb.
          Isto so nao se aplica em software proprietario, já que este so é fornecido ja compilado, e ai por vezes pode nao haver uma versao para a tua arquitectura.. mas tambem sao rarissimas as pessoas q utilizam software proprietario em linux.

          cumps

          • kekes says:

            Eu as drives da minha placa Wireless em linux x64 nao consigo instalar apenas no 32 bits portanto as vezes não tenho mesmo outra solução…

      • hf says:

        Nem sempre é verdade isso. Nao é totalmente compativel
        Para quem trabalha diariamente com clientes, por vezes aparecem erros

    • a Friend® says:

      No Mac é complicado? É a coisa mais fácil… é um sistema hibrido.. não tem versões especificas.. e penso que é unico nesse feito, logo aí.. descomplica tudo! 😀

      Quando ao Windows, uso o de 64-bit já à largos anos, e desde o Vista que aumentou significamente o suporte. Aconselho vivamente toda a gente a usar, já que quanto mais banal for.. mais suporte terá. Windows 7 64-bit rola no meu Desktop, e está sempre impecável.

  4. Bovidino says:

    Que o meu sistema é 32bit eu já sabia.
    Eu quero saber é se a minha máquina suporta um sistema 64bit.

  5. Sergio says:

    existe uma coisa chamada compatibilidade. Tenho muitos clientes que agora instalam a versãoo de 64 bits e agora é uma confusão para colocar tudo a funcionar direitinho. Há muitas coisas mais antigas que simplesmente não funcionam

  6. Pela tabela seguinte, podemos verificar que pelo screen anterior estamos perante um processador que suporta apenas 32 bits.

    Um core i7 que só suporta 32 bits?

    http://www.intel.com/products/processor/corei7/specifications.htm

    Não devo ter percebido bem!

    • a Friend® says:

      Aí nessa lista são todos 64-bit (Intel® 64)

      O que estás provavelmente a confundir é os 32nm que se referem a 32 nanometros! (dimensões dos transistores do cpu) 😉

      Ou seja.. quanto menores.. melhor…. mais económico é e menos aquece! 😛

    • Pedro says:

      Todos os i7, nesse link que mandaste, têm um certo no Intel® 64 o que significa que é 64 bits.

    • JCD says:

      Tabela seguinte, scren anterior???
      Um core i7 que só suporta 32 bits???

      Onde é que isso está? Será que é isto? 32 nm

      Nessa tablela todos tem o “v” no “Intel® 64◊”

      Agora outra coisa:

      Para poder instalar um SO 64bits é preciso um CPU 64bits. Até aqui tudo certo e já foi dito em muito sitio, mas o que eu nunca vi ou li em lado nenhum foi se existe 100% de compatibilidade com TODOS os programas e jogos de 32bits.
      Porque não me adiantam respostas como “talvez” ou “Alguns funcionam outros não” que foi apenas o que encontrei até agora.
      Não queria perder tempo a instalar um SO de 64bits para depois mais tarde descobrir que afinal as ‘coisas’ que gosto e preciso usar não funcionam e ter de voltar a reinstalar tudo de novo para ter outra vez um SO de 32bits.

      Desde já obrigado a quem puder responder. 🙂

      • Pedro Pinto says:

        @JCD
        E onde leste tu isso?!?. O que está escrito é que “64 bits são normalmente retrocompatíveis com as de 32 bits”, normalmente é diferente de 100% ou sempre, por “norma” isso é verdade, e já são raras as situações em que é o contrário.

        Acho que te precipitaste.

        Abraço
        PPinto

      • a Friend® says:

        Todos os sistemas de 64-bit são retrocompativeis com aplicações de 32-bit.

        O unico entrave são os drivers, que é preciso drivers desenhados especificamente para a arquitectura em questão, mas isso hoje em dia o suporte é bom (tirando hardware mais antigo que deixou de ter suporte).

        Agora jogos, programas, etc… que estejam a 32-bit, correm perfeitamente num sistema de 64-bit. Diria 99% corre bem.. salvo raras excepções.

        A única retrocompatibilidade que os sistemas de 64-bit não têm é para programas antigos a 16-bit.. que hoje em dia.. já ninguém usa.. 😛 …

        Portanto, e resumindo… se o computador, componentes, (impressoras, placas de tv, webcams) forem recentes.. as vantagens de se usar um sistema 64-bit são totais. 😉

    • MoosHD says:

      WTF???

      O melhor processador feito até agora não trazia 64bits???
      Se não tivesse 32bits, até se aceitava agora o inverso…

      LoooL até os de gama baixa têem e esse não tinha…

  7. Ze Pedro says:

    “Pela tabela seguinte, podemos verificar que pelo screen anterior estamos perante um processador que suporta apenas 32 bits.”

    Esta parte podia aparecer nos No Comment da euronews.

  8. MoosHD says:

    comprei um notebook novo e já trazia o 7 64bits, até agora só a dizer bem… uso no dia-a-dia e 0 problemas, aconselho usarem só tem vantagens, e além do mais permite usar os 4gb de ram.

  9. Emannxx says:

    Por aqui corre a 64Bits

    Antes de colocar tinha algumas duvidas quanto a compatibilidade, mas até agora, apenas 1 aplicação me deu problemas que não consegui resolver.. o SXE Injected (anti cheat para o Counter Strike).

    De resto, tudo funcionou às 1000 maravilhas… de vez em quando lá aparece uma que não funciona.. basta fazer uma pesquisa rápida no Google, e se a aplicação tiver um suporte técnico decente/uma vasta lista de utilizadores encontra-se logo uma solução.

  10. Jorge Franco says:

    É muito bonito se falar de 64 quando quem segue evolução das arquitecturas sabe que o 8086 é o melhor cpu de sempre, a NASA usa 8086 podem ser 500 em serie mas é 8086, 64 traz muitas poucas vantagens sim passas a poder ter mais do que 3,54gb de RAM, mas uma maquina com 3gb de RAM com windows 7 a 32 bits é mais rápida que uma com 4gb de RAM a 64 bits visto os requisitos mínimos da maquina em 64 serem maiores.

    Depois temos o problema de 95% do mundo ter parado nos 32 bits é estável porque mudar ? todos (os 95%) os codecs drivers e aplicações vêem e 32 bits num sistema a 64 serão emulados em 32 bits e estarão a usar 32 bits e não a arquitectura de 64 , outro grande problema de 64 bits é os drivers de placas gráficas que são inexistentes levando a um rendimento mito baixo em 64 bits .

    Resumindo enquanto o mundo não mudar para 64 bits ou 128 caso exista evolução o sistema 64 bits é obsoleto.

    • Mike says:

      Drivers inexistentes? EM que gráficas? Eu tenho ATI e na lista de SO’s tem Windows 7 e Windows 7 x64.

      Nunca tive problemas com os drivers deles. Não sei onde foste buscar isso, acho que nem a NVIDIA tem problemas com drivers 64-bit.

    • Rick says:

      Não concordo. Os processadores com arquitectura de 64 bits, além de conseguirem aceder a muito mais RAM, conseguem fazer cálculos matemáticos complexos de forma mais eficiente, pois permite usar um único registo do processador para englobar um número de 64 bits, ou seja, consegue somar dois números de 64 bits em apenas uma operação, enquanto que um processador de 32 bits precisava de fazer várias operações para o mesmo cálculo.
      De facto ainda existem muitos problemas de compatibilidade de drivers e outros softwares, mas estão a desaparecer e estamos mesmo a entrar de vez nos 64 bits.
      A questão da NASA compreende-se na velha máxima “em equipa vencedora não se mexe”. O 8086 está mais que comprovado e para o que eles fazem não precisam de mais. Agora softwares mais recentes de modelação 3D, cálculos espaciais, etc, aí eles usam supercomputadores com 64 ou mais bits.
      Por exemplo, ainda recentemente vi uma noticia, onde o exército dos Estados Unidos usava uma enormidade de PS3s para calcular cenários de guerra, e esses usam processadores de 128 bits. Quantos mais bits, maior a eficiência.

      Cumprimentos.

      • a Friend® says:

        Sobscrevo. Só uma pequena correcção, os processadores da PS3 são 64-bit (x2).

        Os “CELL” (feitos pela Sony/IBM/Toshiba) são baseados na arquitectura PowerPC da IBM/Apple/Motorola.

        Realmente são mesmo uns “monstros” no que toca a processamento. A Nasa, segundo dizem até mesmo o Space Shuttle tem menos poténcia que um computador de casa.. e ainda há dias uns engenheiros da NASA falaram sobre os satelites e disseram que hoje em dia um smartphone tem mais capacidade de processamento que eles.. mas de longe. O que acontece é que eles escolhem o ideal para as suas funções. Não vale a pena gastar algo todo “XPTO” se não vai usufruir do mesmo.

        É o que costumo dizer a muita gente que quer grandes computadores (placas graficas XPTO) e depois anda a trabalhar no Office…e nem justificam tal investimento. 😀

        • Rick says:

          Estava na ideia que era de 128 bits. Fico corrigido, obrigado.

          Cumprimentos

          • a Friend® says:

            Realmente também tive em tempos essa ideia, depois é que andei a ler e dizia que as instruções eram divididas por blocos de 32-bit (x4) ou 64-bit (x2) … ou seja, acaba por “assumir” os 128-bit, mas não são instruções nativas de 128-bit.

            Cumps

          • kekes says:

            Ya a PS3 tem 128bits, e a primeira consola a 128bits foi a DreamCast da Sega senão me engano…

            Não percebo nada disso mas bem me lembro que antes media-se a capacidade das consolas nos bits 🙂 era muito engraçado 🙂

          • a Friend® says:

            @Kekes

            Que grande confusão que vai para aí.. 😀

            Não mistures GPU com CPU.

            O processador da PS3 é um CELL de 64-bit. O GPU é um RSX, baseado na gráfica 7800 da nvidia e esse é que sim, tem 128-bit… mas não mistures as coisas que não tem nada a ver 😉

            Hoje em dia as gráficas já rondam os 256-bit a 384-bit.. nas gamas altas…

            CPU’s 64-bit…

          • kekes says:

            Eu sei 🙂 mas ao falar de consolas falo imediatamente de GPU lol é automatico 😛
            Alias agora estás-se cada vez mais a usar o GPU de forma mais generelizada, mesmo sendo comparada a sua performance com CPU’s, numa pequenina guerra entre a Intel e a Nvidia.

    • FDAD says:

      Pplware – No comments

      7×64 + Steam + GTX295 = 😀

  11. aRtUrIx says:

    Boas ppl
    E se houver algum programa que não de no 64bit’s experimentem o modo xp presente no win7-pro e ultimate, e simplesmente brutal depois de instalado o modo xp e como se tivessem instalados e só correr!!! Drivers eu diria que pode haver problemas mas na casa dos 95% ! Agora compatibilidade de software eu nem digo 95% digo 99,999999…. E só instalar 64bit’s o 32bit’s para mim já era a 3 anos!!!

    • Nuno J. says:

      Alguma vantagem em usar o XP Mode contra uma instalação do XP na VirtualBox?

      • Hélder Ferreira says:

        Muito mais “limpo”, por exemplo para correr uma aplicação em XP numa virtual box, é preciso “arrancar” com o xp, fazer login, e trabalhar noutro ambiente de trabalho.
        Em XP mode uma vez instalada a aplicação no xp, ela aparece no start menu do windows 7.
        Quando esta é lançada a única coisa que se vê é a aplicação em si, não se vê o ambiente de trabalho do XP, dando a entender que a aplicação está a correr no windows 7.

  12. transik says:

    no meu mac esta a 64Bits mas no desktop esta win7 a 32 uma vez que não me apteceu dar-me ao trab de procurar os drivers os programas todos que preciso etc. como é um quadcore 2.4 q6600 com board asus p5q-pro e placa nvidia 9800gtx+ e com 4gb de ram – está tudo a correr as mil maravilhas, por isso dispenso por enquanto os 64Bits

  13. luisousa says:

    Tenho o windows 7 32bits, e nas propriedades ele reconhece os 4G de ram… E apesar de haver vantagens de instalar um sistema 64bits, essas vantagens perdem-se quase de imediato ao usar programas 32bits, ou seja, praticamente todos os programas existentes no mercado. É a minha opinão.

  14. ZiLOG says:

    Eu já tive o Vista 64 instalado e tive que mudar para o 32bits. Dáva-me erros. Não me lembro se foi a instalar drivers ou se foi com programas. Mas lembro-me que alguns programas davam erro de arquitectura do sistema operativo. Anti-virus, etc.

  15. aRtUrIx says:

    Ó transik! se tens uma ASUS tens problemas com as drivers??? Ou usas ainda o cd que veio na board? nunca actualizam drivers??? enfim! e se o software é 32bit’s o SO é 64!!! Nao é uma boa melhoria? Eu axo que sim, e no vista nao aconcelho! Agora no win7 e sem duvida só ganhos!

  16. Nuno José says:

    Não entendo explicar os processadores intel quando se não fosse a AMD ainda nem a INTEL tinha sequer pensado passar para os 64bits.

    • a Friend® says:

      Os primeiros processadores do mundo, a 64-bit foram da IBM. E os primeiros disponíveis pra uso doméstico, foram os PowerPC.

      A Intel foi a segunda a lançar, em 2001 com os processadores Itanium e só em 2003 é que a AMD lançou em massa os primeiros 64-bit. Talvez essa ideia é que faça muita gente pensar que eles foram os primeiros, mas na realidade foram os últimos. Fizeram foi uma coisa boa, no mundo dos PC’s, banalizaram os 64-bit em uso doméstico, mas pouco ou nada serviu já que nessa altura o Windows Xp 64-bit tinha um suporte ULTRA fraco!

    • Paulo says:

      A isso se chama concorrência, que e muito bem vinda. Tens milhões de casos desses.

      Abraço

  17. aRtUrIx says:

    E a AMD em comparaçao com a Intel e o mesmo que comparar o supermercado da (minha) esquina com a Carrefour!! hehe Mas os cpu’s da Intel estao muito a frente da AMD actualmente!

    • lmx says:

      boas..
      estão muito mais a frente devido a tecnologia 64 bits da AMD lol.
      a tecnologia 64 bits da Intel é uma bosta sempre foi por isso usam a da AMD, e a amd deixa porque devido a praticas de concorrencia desleal(protagonizadas pela intel) a AMd quase foi a falência e de não esquecer que esta precisava pagar direitos sobre a arquitectura i386 que é um standard a nivel mundial.então deixou a intel usar a sua tecnologia de graça e eles acedem a tecnologia pre-histórica i386 de graça também, mas gja viram a comparação entre coisas muito desigual.
      Alias a Intel esta a ser provessada novamente por praticas deste genero em que obrigavam os produtores de hardware a usar so os seus cpu’s.
      A AMD sempre esteve a frente da intel de ha uns 5 anos para tras pelo menos durante dez anos ou seja entre 1995-2005, os seus proc’s eram melhores de longe que intel.
      E a AMD foi a primeia e não a segunda a lançar processadores do tipo CISC de 64 bits, assim como a primeira a integrar e a melhor a integrar funcções cientificas nos seus proc’s de base, como transformadas de fourier etc, nativas no proc, com velocidades de execução brutais.
      O maior num de supercomputadores usa AMD precisamente porque para uso cientifico os proc’s são melhores.
      a AMD para servidores continua a dar cartas motivo pela qual os grandes datacenters usam AMD.
      Fosse o standard a arquitectura da AMD e ias ver a bosta que seriam os procs da intel.

      cmps

      • a Friend® says:

        Os Itanium eram e ainda são MUITO BONS. O único problema delas era serem focados APENAS para nível empresárial, e não eram ideias para ler instruções a 32-bit… daí a AMD ter feito um processador que compatibilizasse ambos… foi apenas isso.

        Agora em termos de CPU’s a AMD nunca teve na linha da frente. E já que falas de servidores, a IBM continua a liderar esse mercado.

        São os mais rápidos do mundo mas isso nem é “agua” para consumidores domesticos beberem… o mais próximo que temos são os CELL da PS3… daí muitas Universidades aproveitarem PS3, ligadas umas às outras, com Linux instalado, para fazer longos processamentos e calculos matemáticos no campo de pesquisas. 😛

        Outra coisa que também convém falar.. um GPU é de longe superior a um CPU no que toca a processamento, e hoje em dia com o recurso de tecnologias como o CUDA da Nvidia, é possivel atingir níveis de processamento invejáveis.

        • lmx says:

          boas..
          desculpa descurdar mas se recuares atras vais ver que a AMD liderou no que toca a processadores desktop, não existindo grande diferenças no mercado movel.
          motivo pela qual a intel acabou por lançar também ela proc’s a 64 bits e so depois no lançamento dos dual core é ja com tecnologia amd é que a intel deu o salto.
          A tecnologia da intel 64 bits morreeu á muito a que vingou foi a x86_64 e essa…essa é a AMD.
          ja agora o itanium não foi desenvolvido pela intel, mas sim pela HP parra rodar HP_UX so mais tarde trabalharam juntas para que podesse eventualmente vir a albergar o xp 64, mas se isso aconteceu foi raro, basicamente este proc corria hp-ux por isso acho que a intel não pode vir dizer que fez o primeiro proc 64 bits cisc pelo que a ser verdade foi mas é criado pela hp.
          Este proc é muito exotico motivo pela qual a intel acabou por usar a arquitectura da AMD.
          em relação a ibm concordo, obviamente que eles teem grandes proc para mainfraime, mas muitos dos supercomputadores que fazem se baseiam em AMD.

          cmps

          cmps

        • Hugo Cura says:

          Discordo também. Não há dúvida que a AMD liderou a nível desktop doméstico. Altura dos Barton, geração 939 com os seus Athlon super “clockáveis”, X2 e Opteron.
          Nessa altura a intel andou à rasca até surgir a geração Conroe.

          E sim, tal como o lmx diz, supercomputadores são AMD, mais concretamente Opteron.

        • a Friend® says:

          Confirma-se:

          O actual “supercomputador” mais rápido é um Opteron…

          Estava desactualizado.. a ultima vez que verifiquei essa info indicava um IBM, que desceu na lista mas penso que não tardará e voltará a liderar.

          Quanto a gerações “caseiras” .. Intel, AMD, PowerPC… na epoca que a AMD e Intel andavam em “fúria” a verdade é que nenhuma das duas chegava aos calcanhares dos PowerPC… recordo-me bem do G5 ser dos primeiros 64-bit e chegou mesmo a ser o computador mais rápido do mundo (a nível domestico).

          http://en.wikipedia.org/wiki/Power_Mac_G5

          Grande bicho na epoca…e ainda hoje dão cartas…

          • lmx says:

            boas..
            estava a ver que era o unico que estava a conseguir ver no meio do nevoeiro lol 🙂
            De não esquecer que a ibm continua a ser a empresa a não sei quantos anos a liderar de longe o mercado dos supercomputadores, e muitas das vezes acenta nos processadores AMD, estes processadores a nível de processamento, transformadas de fourier primitivas, derivadas, etc são uns monstros, motivo pela qual são usados, obviamente que a relação preço qualidade é a melhor a nível mundial motivo também pela qual a IBM não os dispensa.
            OS super- mais rápidos continuam a ser IBM, mas usam é procs AMD.

            Hugo Cura:
            Grande lição que a AMD deu a intel nesta altura, quem se lembra sabe do que falo, e falo muito por alto desprovido de conhecimento cientifico a fundo mas lembro-me bem das noticias cientificas sobre o assunto da epoca.
            Ai se a AMD proibir a intel de usar a sua arquitectura…hai hai.

            a Friend®:
            Eu conheço bem os itanium, pois opero uma mainframe HP_UX da linha EVA, mas estes procs apareceram através de um projecto da HP, e só mais tarde a intel se juntou para a produção.

            cmps

          • lmx says:

            boas…
            é evidente que as arquitecturas risc levam a melhor sobre as cisce agora com varios cores vamos ver o que o futuro nos vai reservar, até mesmo a entrada da arm no desktop, os mais intendidos ja dizem que a arquitectura i386 esta mais q obsoleta como todos sabemos e a intel tem tido o poderio que tem pois existe um standard no mercado, quando este standard desaparecer ai vamos ter uma concorrencia gigante para uma nova arquitectura se establecer como standard.
            o que fará com que AMD,ARM, entre outros incluindo procs apple,ibm,intel,etc(incluindo clones chineses) se debatam para se establecer um novo standard.
            Neste campo do ponto de vista dos especialistas a ARM esta na linha da Frente, mas gostaria de ver também a AMD desta feita a liderar, pois tem sido uma empresa para os processadores assim como a FIAT para a enovação na mecanica dos Automoveis.

            cmps

          • a Friend® says:

            @lmx

            Não sei se tens conhecimento mas a Apple adquiriuo parte da ARM… e anda em negocioções muito suspeitas com a AMD…. eu deduzo que num futuro proximo surja dali algo um tanto ou quanto revolucionário.

            Possivelmente a Apple quer voltar a fazer com a ARM e AMD aquilo que fizeram no passado com a IBM e Motorola… uma arquitectura avançada que se distanciava (de longe) aos PC’s tradicionais…

            Posso estar enganado.. mas… onde há fumo.. há fogo. Para mim o mal da AMD foi sempre a falta de capital, e em termos de tecnologia adaptada a intel levou a melhor…porque para além de capital… tem um campo de estudo mais avançado…

            Agora se aparecer algumas parcerias e a Apple injectar uns bons milhões… pode ser que tudo mude de figura.. é uma pespectiva de futuro arriscada o que estou a dizer.. mas… poderá acontecer. 😛

          • lmx says:

            boas…
            sim ja tinha ouvido rumores acerca disso,sobre a arm ainda não mas a Apple é matreira sim.
            joga nos dois campeonatos, os procs que estão a revolucionar o mercado a nível de consumo, e a empresa que detém patentes sobre a tecnologia x86_64 e gestão de memoria dentro do proc, etc,etc.
            a AMD a nível de capacidade de inovação é brutal.
            por outro lado acho que também existem negociações para integração de processadores/graficas AMD com grandes performances e baixo consumo, coisa que actualmente a NVidea “consome pa burro”.

            cmps

          • lmx says:

            boas..
            por acaso lembrei-me agora mesmo de uns rumores que andavam ai pela net da Apple voltar a usar uma arquitectura propria, ou bastante restrita, e nesse artigo incluia a AMD também, mas nesse artigo se a memoria não me falha, havia vozes da parte da administração que se levantavam e questionavam se seria sensato, pois foi quando começaram a usar intel que a marca tem crescido para burro no mercado domestico.

            cmps

          • lmx says:

            boas..
            de não esquecer que a marca Apple já é mais valiosa que a marca Microsoft…

            cmps

  18. pedro silva says:

    win 7 home premium && win 7 ultimate 64Bits
    Ubuntu 10.4 64 Bits

    😛

  19. Redhawk says:

    Pode parecer uma pergunta estúpida mas, é possível eu reinstalar o Seven de 64bits sem perder tudo o que já tenho ou será que tenho que fazer uma instalação limpa? Obrigado desde já…

  20. José Alberto says:

    (Odiado) Vista x64 por aqui e ZERO problemas.

  21. Paulo Góis says:

    No Mac o mais simples é abrir o Activity Monitor e pronto. Aparecem descritos todos os processos activos no sistema indicando se são a 64 ou 32bit. Simples.

  22. lmx says:

    Boas.. por ca 32 bits ainda…não vale a pena ter uma maquina 64 não tiro partido dela,a não ser em projectos de compilação brutal, mas isso não faço, logo…so se eu andasse a compilar kernels o dia inteiro coisa que não faço.

    cmps

  23. Farinha says:

    Eu tenho 1 processador amd turion x2 ultra a memoria ram é 4Gb e na minha maquina o So de origem era vista 32bit assim que o comprei alterei logo para o vista 64bit também não me deu problemas mas vim-me obrigado a alterar porque alguns Softwares não são compatíveis “os mais antigos claro” em relação às drives também sem problemas eu como só compro hp é fácil no site estão lá todas.
    Para quem esta a pensar alterar de 32bit para 64bit aconselho a verificar se existem as drives para a sua maquina e se a nível de software é compatível pois penso que em relação ao vista não vai alterar muito a velocidade, pelo menos a mi não mudou grande coisa…

  24. TigTex says:

    “reinstalar” ou “actualizar para?”. Se for reinstalar, podes, mas nao recomendo reinstalar sistemas operativos por cima de outros.
    Se for actualizar para seven x64, podes se o teu sistema for o vista x64.
    Evita ao maximo instalar um sistema operativo por cima de outro. Nao podes mudar de 32bits para 64bits.
    Faz backup das coisas e instala tudo de limpo, é sempre a minha recomendaçao. Obvio que tens que conhecer o teu pc e saber que drivers instalar.

    Quanto á historia dos 64bits, a recomendaçao é simples: tens um cpu 64bits? tens ram suficiente (2gb ram), entao instala x64. Tens pouca ram mas cpu x64, nao instales o windows x64 pois ele gasta mais ram por culpa do WOW windows on windows, se for linux a diferença é minima.
    Nao tens cpu 64bits, nao utilizes 64bits. simples.

    Pensem comigo: uma autoestrada de 32faixas e uma de 64faixas. Onde circula melhor o transito? Esqueçam as incompactibilidades, nao as há. Utilizem sempre software 64bit nativo.

    • Redhawk says:

      Eu tenho um Intel Core 2 Duo e 4Gb de RAM, se bem entendi, não existe forma de fazer o que quero só mesmo com instalação “limpa”, pois tenho o 7 mas na versão de 32 bits.

    • luisousa says:

      E onde anda o software 64bit nativo? nao ha como utilizar sempre, porque nao o ha disponivel.

      Nao ha incompatibilidades, entao o que chamas ao facto de quando arrancas um programa 32bits e apesar de o processo arrancar, o interface nao aparece? Ate no office 2007 encontrei “incompatibilidades” com windows 64. Nao digo que nao traga melhorias, claro que tras, é como disseste, temos 64faixas, mas isso seria com software apropriado.

      • TigTex says:

        Chamam-lhe WindowsONWindows. Uma maneira que a microsoft criou de o windows 64 correr programas do 32.
        No windows xp tambem havia isso… o windows 32 corria programas do windows 16 lembram-se? E até acho que o seven 32bits faz isso, nunca confirmei.

        NUNCA tive um só programa que tivesse problemas por o sistema ser x64, basta manter o sistema actualizado e utilizar sempre a ultima versao dos programas. nenhum fabricante quer ver o seu software descontinuado por falta de compactibilidade com o windows 7, o qual está a ser um sucesso para a microsoft e para o mundo (do qual eu provavelmente nao faço parte…)

        Software 64bit nativo? Eu sou utilizador do archlinux 64bits: nao tenho 1 só programa que nao seja 64bit e tenho todos os programas que preciso. (leia-se, nao preciso do skype, dos poucos softwares 32bits only).

        Agora no windows a conversa é outra… 64bit está a ter uma implementaçao lenta demais para o windows pois ha pessoas que insistem em utilizar o windows 32bit quando têm hardware para o 64.
        Ainda utilizam software 16bits? Duvido. Com o 32bit vai acontecer o mesmo e brevemente vamos ter cpu’s 128bit… Isto é sempre a subir, nao vale a pena ficar agarrado a uma tecnologia antiga quando sem qualquer custo podes utilizar uma nova, certo? Mesmo que seja mais marketing que outra coisa, o 64bit veio para tornar o 32bit obsoleto com o extra de ser mais rapido.

        • lmx says:

          boas …
          ser mais rapido é relativo depende de como o processador/software/aplicações estão feitas.
          o ser 64 bits não o torna por si so mais rapido, ser 64 bits quer dizer que em vez dos actuais 4 bytes que vais buscar a ram de cada vez(default) passsas a poder ir buscar 64 bits ou seja 8 bytes, mas isso ja podias fazer antes, mas agora fazes de uma acentada, ou quase de uma acentada(na pratica não é de uma centada), além disso tens disponiveis 2^64 bits de endereçamento teoricos limitados por hardware em redor do proc, exe: barramento,etc.
          como a gestão de mem ja é feita dentro dos cpu´s graças a AMD, presumo que a nivel do proc possas endereçar 64 bits.
          no hardware á volta a conversa prende-se com custos de implementação e a decisão reverte sempre para o custo beneficio que de ai vem.
          olha o caso dos procs risc que puxam palavras enormes da ram de uma acentada, e são procs 32 bits.

          cmps

  25. mike says:

    Trabalho com fotografia e video no Windows 7 Pro 64bits, Photoshop CS5 x64 e Vegas 9 Pro x64 e para rematar um disco SSD, ou seja tiro proveito desta nova tecnologia, e sem duvida, nota-se o tempo de resposta.
    Muitas aplicações que correm em x86 sem problema nenhum , no entanto existe sempre varios factores. Dou assistencia a aplicações de gestão tipo Primavera Sage GesPos e Infologia e noto que tenho alguns problema de comptabilidade com recursos entre a aplicação e o sistema operativo. O que quero dizer com isto é que ainda muito desenvolvedores de software ainda nao investiram nesta tecnologia.

  26. ovigia says:

    só um reparo, tendo em conta que o sistema da apple usa um ‘bocado’ do FreeBSD, usando o $uname tal como no GNU/Linux não se chega à mesma conclusão?

    Parece que é isto:

    sw_vers

    system_profiler SPSoftwareDataType

  27. No Mac há uma forma mais simples. Escrevam o seguinte comando no terminal:

    ioreg -l -p IODeviceTree | grep firmware-abi

    Se o resultado for: “firmware-abi” = , é 64 bits.

  28. Nuno says:

    Um atalho mais simples é carregar na tecla
    WIndows, e sem largar, carregar na tecla pause/break
    Assim vai logo directamente para as informações do sistema.

  29. Miguel Ribeiro says:

    Actualmente os PC’s com processadores de 64bits já vêm, ou pelo menos 90%, com SO a 64 Bit’s.

  30. willian says:

    Meu meu PC e intel core 2 duo mas tento instalar o adobe after effects e fala que meu PC tem de ser 64 bits para funcionar demoro 3 horas pra baixar e aparece isso nessa merd@

  31. Allan Robs says:

    Ola pessoal.
    Quando estava em faze de beta o Wind Seven “testei” a versão 64, e usei durante um tempo o Vista 64 também, pra mim não deu muito certo não, tinha no pc 4GB de ram e um dualcore e 512 de video, tive varios momentos de muita raiva e sem duvida pra colocar tudo redondo no pc foi trabalhoso e não obtive o resultado que queria, tentei tambem o Ubuntu 64 porem fiquei poucos dias com ele, e voltei pro 32, hj uso o Ubuntu 32 bits e sou muito feliz.

  32. Luis says:

    e escolher se queremos 32 ou 64 bits 🙂

    http://support.apple.com/kb/HT3773

  33. Cláudio says:

    Boas,
    E por exemplo se estivermos com num portátil a usar a bateria.
    Existe diferença no consumo entre correr a 32 ou 64 bits?

  34. Redin says:

    Recebemos recentemente 12 cpus novos da HP Compaq no meu serviço, Windows 7 32 bits e 4Gb de RAM.
    Então a própria HP faz distribuição de equipamentos nestes moldes?
    O que tive de fazer? Instalei uma cópia de 64bits, instalação limpa (sem os malfadados crapware) atualizei no windows update, fiz uma imagem ghost e guardei. Com essa mesma imagem coloquei-a nos outros 11, executei o sysprep, ativei individualmente e fiquei com os pcs bem melhor do que quando vieram de fabrica.
    E embora possa parecer, não cometi nenhuma ilegalidade pois com a copia que eu usei, foi possível usar a mesma chave.

    Agora quanto aos processadores: já há muitos anos (pouco depois de ter aparecido os Pentium 4) que os processadores já permitem o uso de SO’s 64bits. O que é diferente da possibilidade de poder usar a virtualização para o mesmo efeito. Aqui já terá de ser verificada essa funcionalidade com um aplicativo de terceiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.