Quantcast
PplWare Mobile

Memory Cleaner – Usar a Memória do Mac com Sabedoria

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Pedro Leitão says:

    Na localidade onde moro, assim como em Portuga em geral, ficava tudo mais bonito limpássemos a classe política!

  2. Thorvin says:

    O que podemos limpar da nossa cidade é o Rio Cávado

  3. lordtux says:

    Olha, eu não sei não hein, mas acho que o comando purge no terminal faz a mesma coisa, faço isso aqui e resolve.

    • Pedro Leitão says:

      Muito bom! tinha 400 mb livres, usei o purge (que desconhecia) e fiquei com 1,15 GB. Bloqueou-me foi o pc COMPLETAMENTE durante uns 5-10 segundos, mas tirando isso, perfeito!

  4. Pedro Santos says:

    Creio que uma coisa que assola as cidades portuguesas são as chicletes coladas no chão.
    A bela calçada portuguesa deixou de o ser devido ao descuido de muitos de nós.
    Uma chiclete demora imenso tempo a degradar e para limpar requer custos elevados.
    Da próxima vez que terminar a sua chiclete… olhe à volta para tentar encontrar um caixote de lixo…
    Afinal… eles andam por aí 😉

  5. OmeuNOME says:

    Quando preciso de mais memória disponível costumo executar na linha de comandos:
    > purge

    Este comando liberta grande parte da memória que se encontra inactiva. Acabei de o executar e de 345 MB disponíveis passei a ter 1.38 GB.

    Quando tinha apenas 2 GB de RAM recorria mais vezes a este comando, agora com 4 GB dificilmente preciso.

    Para ter o comando penso que é necessário ter o XCode instalado:
    “The purge command comes with the developer tools so you need these installed in order to use the command.”

  6. OmeuNOME says:

    Quanto ao que limpava na minha cidade (Guimarães), trocava as árvores (Choupos) que cobrem várias partes da cidade de branco, parece algodão mas é muito prejudicial para quem sofre de alergias!!!

    Os montes também seria bem limpar, agora que se aproxima o tempo mais quente e mais propício a incêndios.

  7. João Paulo says:

    Por mim, na cidade de onde venho (Viseu), era limparem de uma vez por todas o “esgoto a céu aberto” que é o nosso rio Pavia. Supostamente já deviam ter limpo o rio todo à 10 anos ou mais, mas continua no pântano maravilha que as rãs adoram!

    Caros senhores vereadores da Câmara Municipal de Viseu, se puderem usar esta excelente aplicação para limparem o rio de uma vez por todas e fazerem a mitica praia fluvial, FAÇAM-NO! Libertem a memória alocada para as rotundas e limpem o pântano Pavia! XD

  8. Para quem quiser libertar memória, de forma gratuita e sem ter que instalar nada, basta abrir o terminal e escrever:
    du -sx

  9. Wilson Mendes says:

    Eu limpava os bolsos aos corruptos cá do Canto! Só com os aqui da zona de Leiria, já devia de dar para pagar as licenças de todo o software que vou precisar no resto da vida, e toda a minha familia… Já nem falo da zona de Lisboa, e da Assembleia da republica… []

  10. André says:

    Para limpar Lisboa todo o PC velho iria para reciclar.
    Seria franca a limpeza e já não haveria cyber moleza.
    PC’s novos para todos e seria sempre a açapar!

    PS: Um bocadinho nerd mas fazia muitas pessoas felizes e era bom para o ambiente. hehe

  11. Nuno says:

    Na minha cidade, Setúbal, fazia a alteração de um pormenor do Programa Polis… A localização do estádio do ENORME Vitória de Setúbal. Mantinha o estádio no mesmo sítio, que para quem não sabe, é bem no centro da cidade. É uma alegria quando existem jogos grandes, ver aquela animação no Bonfim, como também um parque verde que existe ao lado, ainda com um tamanho considerável.

  12. Alexx says:

    Limpar … limpava o ruído! Durante a noite os serviços de limpeza, com aquela carrinha infernal de lavar a avenida, o do lixo, a remoção dos recicláveis; dizia aos senhores da manutenção do jardim que começar a cortar a relva às 8 da manhã pode ser óptimo, mas não compreendo porque param às 9 e só recomeçam às 10; aos senhores do INEM+Bombeiros que pouco adianta tocarem as sirenas numa avenida vazia; aos senhores da Galp, que arranjem a desgraçada da máquina de lavar automóveis que faz uns guinchos insuportáveis; ao vizinho maluco que deixa o cão preso durante todo o fim de semana na varanda … a ganir e a ladrar … aos estudantes, que durante a queima berram toda a noite, que efectivamente isso tem pouca piada; aos malucos da bola, que me estou nas tintas para saber que o clube deles ganhou e acho uma parvoíce ir para a rua acelerar e tocar buzinas … será que o MacCleaner resolve? Talvez não, mas pode ser que ajude o meu bom e fiel amigo MAC.

  13. Calado says:

    Vivo em Ermesinde (a terra das gajas boas) e a mim bastava-me que as pessoas com cães limpassem a m####s dos seus cães já que as ruas não são nenhuma casa de banho. Porque não deixam os cães c####m em casa?!

  14. Eu Mesmo says:

    Eu cá Limpava todos os carros, por um meio ambiente melhor e por uma menor quantidade de obesos.

  15. Miguel Evangelho says:

    Neste momento
    Uma coisa posso afirmar
    Quem será capaz
    Deste desafio acertar

    Ai que já começo mal
    Sem rima nem pontuação,
    Com um Memory Cleaner radical
    Poderei continuar esta composição [poética]!

    Com um Mac mais “arrumadinho”
    E um programa que parece a Inquisição
    Na minha cidade vou querer tudo limpinho
    Para poder fazer a revolução!

    Mas qual a sujidade mais difícil?

    Será a corrupção? Ou a falta de civismo?
    Os serviços hospitalares escassos?
    Ou a própria incógnita desta questão?

    Ai Ai Ai – vem a GNR investigar
    Se serei um escuta
    Ou se desejo cuscar…

    Enfim o que eu queria mesmo
    Era limpar a falta de civismo
    E a corrupção daqui do presidente
    Nem que para isso compre um aspirador!

    Miguel Machado Martins Evangelho

  16. CArlos Faria says:

    Minha opinião é que devemos limpar a “má vontade” e o “quietismo” que levamos dentro. Quando alguém é inconforme consigo mesmo, muito pode fazer, seja onde for. Quando há quietismo e o chamado “chico-espertismo”, tudo concorre para um mal desenvolvimento de qualquer projeto, qualquer intenção, qualquer situação na vida, e isso reflete-se no estado de ânimo, na família, na cidade, no país. Todas as reformas e todo avanço, seja pessoal e impessoal é através da mudança interna… não externa!

    Obrigado 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.