PplWare Mobile

Apple recolhe alguns MacBook Pro Retina por perigo de incêndio da bateria


Fonte: Apple

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. BlackFerdyPT says:

    Sempre a mesma história…

    Mais um produto da Apple que tem problemas.

    No entanto, continua quase toda a gente (incluindo quem escreve para esta publicação electrónica) a descrever a Apple como uma empresa que faz produtos de grande qualidade.

    Qualidade dos produtos, não é apenas a exterior (relativa aos acabamentos) – mas, começa no interior destes mesmos produtos. E, neste domínio a Apple dá provas repetidas da má qualidade dos seus produtos, ainda que possam algumas componentes destes produtos ter muito bom desempenho.

    • Just1opinion says:

      Ao menos é uma marca que se houver problemas cuida dos seus utilizadores criando estes programas de troca ou reparação já fora do periodo de garantia. Gostava de saber quantas marcas fazem isso quando há um problema nas suas baterias fora da garantia.

      • Miguel Costa says:

        Depois de passar 2 anos a chamar mentirosos a quem referia que existiam problemas com os equipamentos… tal como fizeram em tudo anteriormente. A barra e o teclado era “falta de conhecimento dos utilizadores”, depois de surgirem milhares de situações nas reclamações e pessoas a devolver equipamentos novos, lá vieram dizer que “afinal há meio milhão de unidades com problemas e vamos trocar o teclado. Aqueles mentirosos anteriores afinal tinham razão.”

    • Hugo says:

      Tens razão, realmente é de uma qualidade dúbia no mínimo, máquinas com 2 anos e até 4 anos imagine-se, terem de levar bateria nova. Dasss, que empresa tão mas tão medíocre, ainda por cima fora da garantia e de borla, onde é que já se viu tamanha eresia para com os consumidores?! Sim são máquinas, perdão, bibelots bonitinhos por fora (têm uma maçã dentada) ficam bem num qualquer móvel para decorar, pois por dentro não valem nada (processador intel bahh, memórias samsung ou infineon geeezz, ssd pci-e samsung ou sandisk jazuz que bosta, enfim um recheio de m****).

    • Ze says:

      Sim, é um empresa que não presta. Está só a recolher dispositivos com 4 anos para lhe dar uma bateria nova. Diz-me que outra marca maravilhosa faria o mesmo, fora da garantia?

      • José Carlos da Silva says:

        Poupem as pessoas às vossas indignações com um comentário acertado. Então compramos um portátil de 3000€ e depois temos de o entregar durante duas semanas porque a bateria pode explodir? Porque primeiro é mau uso, depois é um caso isolado e afinal depois já é um problema que implica vir a público recolher equipamentos?!

        Onde estão os elevados padrões pelos quais a marca foi ficando conhecida, e cujos valores praticados deveriam ter implícitos? É no mínimo dúbio, não? Ou é sempre tudo muito bonito que não se pode fazer uma crítica justa? Sim, pelo menos recolhem, mas idealmente não deveriam ter de o fazer sequer!

        • Hugo says:

          Amigo, o facto de um produto ter problemas com um dos seu componentes, não quer dizer que não tenha qualidade, o facto de fazer um programa de recolha indica precisamente que é conhecido um problema e que o vão corrigir mesmo fora da garantia. Vide o caso da Toyota onde é o construtor com um nível de qualidade alto e que se viu envolvida em problemas graves com um dos seus modelos automóveis, onde foi detectado um problema no acelerador, no qual causou a morte de algumas pessoas.

          • José Carlos da Silva says:

            Caríssimo, concordo a 100% e não digo o contrário. Tenho Android e tenho Windows, mas também tenho um iMac e um MacBook Pro de 15″ com touchbar que veio substituir um de 13″ que teve problemas no disco, que por sua vez substituiu um outro MacBook Pro de 13 de 2012 que me durou anos e anos. Têm qualidade, inquestionavelmente, mas o controlo de qualidade não é o mesmo – foi-me dito isso por um vendedor numa loja que representa a marca cá em Portugal. A produção/procura aumentou bastante e algumas coisas ficaram pelo caminho – não é por aí que deixo de consumir, mas reconheço que não é a mesma coisa. Tal como a atenção ao cliente não é a mesma.

          • Hugo says:

            Amigo, eu não tenho windows nem android, não gosto não uso simples. Lá está aumentou a procura, mais unidades vendidas mais probabilidade de existir máquinas susceptiveis de avariar, pois em vez de 100 máquinas agora teem 100000.Para manter os padrões de qualidade surgem os programas de recolha fora da garantia. Atenção ao cliente, bem não me posso queixar pelo menos da GMS Store, onde os supostos vendedores não me segredam aos ouvidos essas pérolas (infelizmente, seriam boas piadas) tratam sim de resolver os meus problemas, dúvidas ou despacharem as minhas compras.

        • security says:

          Os restantes não recolhem nem abrem programas de substituição. São só os componentes que a Apple escolhe que têm problemas. Os restantes não. A Apple escolhe os que sabe que dão problemas. Santa paciência.
          As restantes marcas deveriam fazer o mesmo!
          Tive um Asus que tinha problema de fabrico que nunca foi reconhecido pela marca. E a Apple ofereceu uma campanha vitalícia a produtos que continham exatamente aquela placa gráfica. O meu ficou para pisa papéis. O meu e de tantos outros users que fui conhecendo pelo caminho de forma a tentar resolver o problema. E esta hein?

          https://www.cnet.com/news/apple-extends-macbook-pro-geforce-8600m-graphics-card-warranty/

      • BlackFerdyPT says:

        Garantia ou não, se o problema é poderem causar um *incêndio*, teria qualquer outra marca que fosse a obrigação de trocar também as suas baterias… E, se não se ouve falar do mesmo a ser feito por outras marcas, se calhar, é porque as outras marcas não fabricam baterias de portáteis que se incendeiam.

        A bateria é apenas o problema mais recente. Pois, passando ao lado de modelos anteriores de computadores – e tal como é referido no final do artigo – estes MacBooks são já conhecidos por terem outros sérios problemas: https://www.macworld.co.uk/feature/mac/macbook-keyboard-not-working-3653458/

        Falando de outras linhas de produtos, mais de metade dos smartphones desta mesma empresa vêm com problemas (dos 16 modelos de iPhone lançados, foram reportados problemas em 10 modelos e problemas num subconjunto de outros 2 modelos – usem a Wikipedia para se inteirarem disto). Mas, se querem continuar a descrever a Apple como “uma empresa com elevados padrões de qualidade”, é convosco…

        • Hugo says:

          A Wikipedia é realmente uma fonte credível.

        • Ze says:

          Eu não estou a discutir a Apple dar problemas… Tu não ouves falar de outras marcas, porque as outras marcas ninguém quer saber, nem dá clicks nem views. Quando é a Apple cai o Carmo e a Trindade. Todas as marcas dão problemas, o que é diferente é a reacção aos problemas dessas mesmas marcas, aka, suporte pós venda. Mas sim, tens razão, é contigo como queres olhar para isso.

        • Hugo says:

          Oh ferdy, nem as outras marcas fabricam baterias, nem a própria Apple. Nos outros se calhar pelo preço metes no lixo e compras outro, na Apple envias ao serviço do programa de recolha em vigor. Ninguém diz que a Apple é perfeita, que não é felizmente, o que não invalida que tenha elevados padrões de qualidade. Olha a Samsung também tem elevados padrões de qualidade e todos viram o Note, o Fold. Ainda hão-se haver mais, qualquer que seja a empresa.

  2. pedro says:

    Realmente.. apple sucks… programas de troca… bla bla bla

    ja a asus, a grande marca…. quando foi o uodate para o windows 10 nao deixou qualquer driver para a maquina que tinha na altura!!!

    isto sim, é que é atenção (ou falta dela) ao seu cliente!!!

    • Mateus Pinto says:

      Queres comparar uma empresa que só vende material caro (Apple) vs. uma empresa generalista (Asus) cujo objetivo é vender o hardware e dar um chuto ao cliente? Lolol

      Se queres comparar a Apple com outra, compara com a Dell ou Lenovo Thinkpad. A Dell tem altíssima qualidade e atenção ao cliente e o hardware bem superior ao da Apple. Eu só não compro da Dell porque tenho hardware para os próximos anos, mas nessa altura será Dell.

      A Apple há uns anos era fantástica, hoje em dia é como um Ferrari: bonito por fora, soa bem mas por dentro é só problemas. A Asus nem falo… bonito por fora, qualidade muito rasca por dentro. Tenho 2 PC das Asus de topo (desktop + laptop) e só tenho ecrãs azuis e aquecimento excessivo (O portátil de alumínio aquece tanto que nem o posso ter nas pernas em trabalho médio! Em trabalho intensivo posso fazer um churrasco)

  3. Josemar Santos says:

    Como a Apple sabe exatamente os notebooks que podem apresentar problemas? Estes e outros equipamentos estão monitorados? . Não é uma acusação, mas somente uma dúvida que surgiu-me.

    • alguem says:

      o problema é na bateria, bateria é comprada em lote, tendo registro do lote de fabricação de MACs e qual lote de bateria foi usado, presume-se que do mesmo lote de bateria vai ter o mesmo risco (caso nao tenha ocorrencia em outro lote de bateria)

      coisas tipicas da produção em serie

  4. CB says:

    “…uma empresa com elevados padrões de qualidade.” Assim fico mais descansado

  5. Jorge Gomes says:

    O meu MacBook Pro é de 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.