PplWare Mobile

Kill – O “El matador” de processos no macOS


Autor: Pedro Pinto


  1. bola says:

    É o mesmo comando que nas distros Linux.. Kill -9… 😉

  2. informado says:

    Exactamente .. Como os senhores do MAC sabem copiar tão bem o que se faz no Linux. E os senhores do Windows também adoram copiar o que se faz no Linux. A bom ver em MAcOs basta copia literalmente r o que se faz no Linux porque o MAc é um Linux a preço elevado…

  3. sakura says:

    “”os senhores do Windows também adoram copiar o que se faz no Linux.””

    um systema que não usa systemd ou seja init “puro ,https://en.wikipedia.org/wiki/Fork_(system_call) and Kill”
    deixar montes de dependências inactivas, sim é fast, mas ter 1GB de mem ocupada por Zombies……. (https://en.wikipedia.org/wiki/Zombie_process), e aqui copiaram o windows e do meu ponto de vista muito bem. o Kill é um comando antigo sim mata o processo, mas pode deixar dependências a ocupar Muita memoria inutilmente.
    “”O”” Macos “”é NeXTSTEP,”” lol, já tem mais de ios(filosofia de software).

  4. Cortano says:

    O Steve Jobs disse em tempos:
    “If you see a stylus or a task manager, ‘they blew it'”

    Ah… que cena… a Apple blew it again

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.