Quantcast
PplWare Mobile

Funcionárias da Apple vítimas de agressões sexuais não são defendidas pela empresa?

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Micas says:

    O pessoal das tecnológicas são uns deparvados hipócritas…

  2. LA says:

    De empresas Americanas, não se podia esperar outra coisa.

    • Zion says:

      Não defendo essas atitudes por parte das empresas, mas dizer que das empresas americanas não se podia esperar outra coisa é pura falta de conhecimento. Se há país em que as empresas são processadas e pagam milhões de dólares é os EUA. Até parece que aqui não se passa nada, ou melhor, estamos num país perfeito

    • Pjs says:

      Declara lá o teu amor pelo Putin e pelo Pcp tuga….

  3. Há cada gajo says:

    Publicas virtudes, vícios privados…

  4. Joao Ptt says:

    É preciso colocar um ponto final nisto.

    Apple, força a separação de homens e mulheres.

    Cria edifícios só para mulheres e outros só para homens, fisicamente distantes, tipo sei lá: 500 km de distância ou mais, e não permitam que se vejam uns aos outros, mas apenas que conversem por texto sem saber o sexo da outra pessoa, e apenas se comunicarem uns com os outros for absolutamente indispensável, e ainda assim sempre com software a analisar qualquer coisa que possa indicar qualquer tipo de intimidade ou algo censurável, e caso se verifique que bloqueie imediatamente a conversa e seja colocado para revisão das chefias acima e da equipa legal e ainda do FBI (para evitar os encobrimentos internos).

    Melhor ainda: despeçam todos os homens ou todas as mulheres, ou simplesmente fechem a empresa para evitar os problemas todos associados a assédios e outras coisas caso despedir todas as mulheres ou todos os homens não seja possível por motivos legais… e podem sempre abrir num país onde as pessoas tenham liberdade para ter nas suas empresas apenas quem eles querem e não ter de corresponder a cotas impostas por lei.
    Imaginem um Chile, uma Colômbia, ou um outro país qualquer mais ou menos na miséria, mas sem tais leis de cotas de homens e mulheres, de repente ter lá a Apple toda sediada não apenas virtualmente mas fisicamente com todos os cérebros que realmente fazem aquilo andar… ia ser uma entrada de dinheiro na economia inacreditável para eles.

  5. Tonheco says:

    Recentemente vendi sendo assediado seriamente pela minha chefe. Inclusive uma vez seguiu-me paea a WC.
    Tenho receido de fazer denúncia, pois não tenho provas e quando contei o sucedido a colegas a resposta foi sempre a mesma: ” e tu não fizes-te nada? Olha que ela é boa. Se fosse eu saltava-lhe á espinha”
    Em vez de ajudarem sou ridicularizado. Há crimes que são exclusividade das mulheres parece-me, pois basta uma palavra, falsa ou não, para terem toda a tenção e razão.

    • Tonheco says:

      *Venho em vez de vendi

    • Joao Ptt says:

      O truque é ir à bruxa/ bruxo em que ela(e) faça tudo, alguém com boas referências, com uma foto actual da dita, e pedir para que ela o deixe em paz. Se for um(a) profissional de qualidade costuma resultar bem rapidinho, se não resultar, é procurar por outro(a). Não existem trabalhos de milhares de euros, se pedirem mais que umas dezenas de euros já sabe: fuja! Está a ser vítima de uma burla.
      Só peça coisas para se proteger e que não prejudiquem terceiros, é sempre responsável pelas suas acções, e pelas acções que outros pratiquem a seu pedido, e se os tribunais não o podem julgar, quando morrer vai perceber que existe uma realidade onde absolutamente nenhuma acção fica sem consequências.

      Se costuma atrair muito lixo feminino, é melhor ver o que há de errado consigo, porque para se interessarem por si é porque devem estar na mesma frequência vibratória, ou seja: ao mesmo “nível”.

  6. Samuel MGor says:

    pplware por favor apaguem o comentário deste anormal….

  7. secalharya says:

    Mas não se queixam quando usam a sedução para subir na carreira.

    • Joao Ptt says:

      Claro que se queixam, e se for preciso tomam a iniciativa de seduzir e independentemente do resultado apresentam uma queixa por assédio… dependendo do quão convincentes sejam e de arranjarem ou não falsas testemunhas, podem dar cabo da vida à outra pessoa visada… ou se quem julga não for na conversa, pelo menos fica o registo, e futuramente a pessoa já “é conhecido por tal tipo de coisas”… mesmo que seja só baseado em falsas acusações da mesma ou de pessoas diferentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.