PplWare Mobile

Flexgate: Novo problema no ecrã do MacBook Pro pode sair caro aos utilizadores Apple


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. polo says:

    Custa 6 dólares e depois afinal já não é possível substituir? Então de onde vem esse valor?

  2. FugaparaVigo says:

    Apple já foi uma empresa com bons equipamentos, hoje é mais de fashion e de productos banais com um preço super inflacionado que avariam á mínima coisa.
    Basta fazer comparação com o que era feito na era de Jobs com o agora.

    • Mateus Pinto says:

      A Apple antes era sinónimo de “caro com direito a qualidade (hardware e software) e exclusividade”. Quem comprava um aparelho Apple tinha performance, estabilidade e qualidade para muitos anos, daí o preço extra antes compensar.

      Hoje a Apple é sinónimo de “falta de inovação, caro e com a qualidade e problemas do resto das marcas”. A Apple agora tem apenas como objetivo fazer dinheiro para os acionistas, ou seja, diminuir o preço de custo e aumentar o preço de venda. Antes trocava os componentes ou produtos de “bom agrado”, agora só se fizer escandalo.

      • Joao says:

        Tens razão Mateus, apple tem se afundado cada vez mais. se repararem a cotação da empresa no ultimo trimestre do ano so tendeu a baixa, sendo este a salvaguarda da maioria das empresas. Mais um ano como 2018 e a continuar a pagar indemenizações vai ao charco.

    • Jônatas Lopes says:

      Exatamente, eu mesmo continuo com um MacBook Pro de meados de 2010, 13″ estou rodando o Mojave graças a comunidade hacker do fórum MacRumors, acabo de atualizar para 10.14.3 e a máquina voa com 16GB (máximo suportado) e 2 SSDs em RAID 0 (apfs) somando 500GB. Não tem nem comparação com esses MacBooks descartáveis que estão sendo fabricados. já estou no 9o ano e. máquina roda tudo o que preciso, na velocidade que necessito.

  3. pedro says:

    e por esta e por outras razões semelhantes de má engenharia, que já deixei há algum tempo comprar produtos apple !!! pelo preço que custam deviam ser perfeitos !!!! mas não, cometem erros básicos (ex: baterias dos iphones) ….. um cliente que paga estes preços nunca, mas nunca deveria ter problemas deste género !!! andam a ser enganados e ainda defendem a maçã como se fosse um culto …

  4. PTdoNorte says:

    inchem fanboys
    problemas e mais problemas, que grande equipamentos premium realmente
    como diz o outro “vai buscar”
    hahahahahga

    • Mateus Pinto says:

      Eu tenho um laptop Asus de >1000€, também tenho problemas que chegam (nos últimos meses) e já acionei a garantia para reparação.

      Hoje em dia com algumas excepções o mote de TODAS as empresas é lucro, lucro, lucro a qualquer custo. O tempo em que pagar mais era sinónimo de rigor no controlo de construção e qualidade já passou. A Apple, HP, Toshiba, Asus de topo etc são exemplo disso e a única que ainda escapa é a DELL.

      Eu num futuro irei para um DELL, pior que as marcas acima citadas não pode ser e pelo que sei o preço está de acordo com a qualidade. Prefiro dar 1600-1800€ por um portátil fiável, bom e rápido que o mesmo ou mais barato por qualidade “chinesa”.

      • Paulo Ferreira says:

        Aqui roda um Obsidian-PC sempre a bombar

      • pH says:

        Se acha que a Dell vai ser melhor, no fim pode-se enganar…
        A minha irmã comprou um e já foi 3 ou 4 vezes para a garantia. Acima de tudo é preciso ter sorte com os equipamentos, pq problemas todas as marcas têm.

      • David says:

        Em tempos comprei um DELL XPS 13, tive com o mm 3 dias! foi devolver… e pedir a substituição… o segundo com o mm problema… optei na altura por comprar um Asus… durou mais tempo… mas facto… é que agora não passa de um pisa papeis… board já foi reparada etc… mas continua com os seus problemas… Hoje em dia… honestamente não sei que marca apresenta melhor fiabilidade… assim a primeira vista… muitas apresentam muita coisa… mas no fim… passados 6 meses ou 1 ano… e já parece lixo…
        Apple… tb utilizador Apple…. ao nível de estética do equipamento, é o único que se mantem mais impecável, sendo que todos são tratados com estima… até pq os euro tão difíceis… mas verdade que a marca já não é o que era… contudo o OS X para mim é ainda mais estável que o Windows… só por isso ainda tenho Apple…

        O mm se diz do equipamentos móveis… claro que há os iluminados que sabem colocar as ROMS nos android e fazer alterações etc etc… tenho um Note 9 que recebeu o Android Pie e só problemas… não sei ainda porque…a tentar descobrir… no iPhone… faz o que lhe é pedido, quando é pedido e pronto… mas compreendo quem defenda ou quem ataque as marcas… e os preços e tal… e não, a frase do o bom paga-se caro, não corresponde…não é verdade…e não se aplica a marca nenhuma…

        O mercado móvel está estagnado exactamente pq acelerou demasiado e a cada 6 meses querem apresentar processadores novos, querem melhores cameras, querem mais ram, querem mais não sei o que… é o notch é o não notch é o com ou sem bordas etc… pq já não há mto a acrescentar… talvez daqui a menos do que 5 anos… é capaz de haver algo que marque a diferença… mas… até lá até a google já esqueceu o Android…ou próximo disso…e talvez será na altura que a Microsoft e a Apple fazem algo decente…todas têm capacidade para marcar a diferença, mas… evolução lenta, marketing intenso e forte e assim continuar a gerar milhões….

        Logo, não há uma marca, a meu ver que… queiram equipamentos que durem anos… e o bom é fazer uma extensão de garantia para 5 anos… na compra do mesmo… para se precaver… até lá esperar que tudo corra pelo melhor…

        • Mateus Pinto says:

          Eu a nível de telemoveis tenho Samsung desde há muitos anos simplesmente porque NUNCA tive que mandar um para reparar e a qualidade de construção é muito boa (só tive “S” e “Note” logo não sei como sao os modelos mais baratos), com excepção do Samsung S3 que era uma tristeza de plástico (mas tirava boas fotos). Curiosamente foi a única marca que após tantos modelos, independentemente do software, sempre a bombar (também um Huawei com muitos anos que tive mantém-se vivo).

          Em total: eu a nível de marcas de tecnologia só confio em Sony (música e TV), Panasonic (tudo), Pioneer (tudo), Olympus, Samsung e pouco mais. De resto (apple, lg, asus, hp, acer, microsoft e os seus Surface Pro / Book -tirando o Surface Go que me está a surpreender muito e bem! -) são desilusões atrás de desilusões

          • David says:

            A Samsung entre outras como a Apple estão a procura de e só lucros… falo destas pq são as duas que competem entre si… sejam em preços, seja em equipamentos… contudo…não estou a discutir o que uma faz a outra não faz… etc… falo que… gastamos o valor absurdo em equipamentos, e somos nós que testamos os equipamentos… o Sistema operativo é completamente algo inacabado… está a vista de todos… antigamente éramos pagos para seres beta testers etc… hoje em dia… pagamos para o ser… depois impingem prazos… ou seja… deixa de receber updates… etc… passa a ser i seguro etc etc etc…

            E não venham os que dizem que tem um S nao sei quanto que tem o Pie há tanto tempos…. vocês… são uma minoria que sabe alguma coisa… o resto do mundo quero algo que simplesmente funcione… reclamam que a Apple não faz A e B não tem cartão de memória etc… eu Acho que a Samsung tem muito e por consequência tem demasiadas falhas… tem bom HW mas o SW falha imenso… podiam sim, podiam colocar tudo em APPS para que fossemos nós a escolher por exemplo…etc etc…não sei… sei é que cada vez mais os equipamentos estão a preços proibitivos… o SW não acompanha o HW… e as marcas que se diziam baratas começam a aumentar os preços… acompanhando o crescimento das outras marcas que se dizem premium…

    • TP says:

      Nunca vi tanta inveja num comentário…
      Ficar feliz com os possíveis problemas dos outros? Que pessoa mais triste e de mal com a vida.

    • Hugo says:

      Calma. Ser tão hater também não te faz nada bem.

  5. Rui Santos says:

    Problemas de pobre, avaria e daí? Paga-se os 600€ ou então vai para o lixo e compra-se um novo.

  6. Filipe says:

    Então quando há “2 ou 3” a queixarem-se de algum problema com windows é o fim do mundo e agora que são “2 ou 3” a queixarem-se de problemas com coisas da apple já está tudo bem?

    • Sujeito says:

      Estás a ver o mundo ao contrário. Quando é com a Apple é que cai o Carmo e a Trindade.

      Aliás, estás a comentar numa notícia que prova isso mesmo.

  7. rui says:

    Infelizmente, o 1º parágrafo deveria de estar no pretérito. Cada vez mais desiludido com a Apple.

  8. Milton Sá says:

    Se explorarem o canal do Louis Rossmann (de onde “veio” o vídeo que está no artigo), irão ver muitos exemplos da falta de qualidade que os produtos da Apple têm actualmente.

    Foi nesse canal que descobri que a origem do problema do MBP que eu tinha. A máquina sofria de Kernel Panics associados à placa gráfica dedicada. Era um modelo de 2010 e em 2013 abriram um programa de reparação, super pela calada, para máquinas com 3 anos à data de compra, isto depois de inicialmente que o problema era raro.

    Escusado é dizer que muita gente não conseguiu aproveitar o programa pois a janela de tempo para o aproveitar foi muito curta (o problema surgia entre 2 a 3 anos de vida da máquina) e muita gente até só soube do programa quando já tinham passado os 3 anos da sua compra. Fora desse período, a reparação custava umas quantas centenas de euros. Para quem aproveitou o programa, a Apple substituiu a Logic Board, que segundo eles resolvia o problema, mas volvido algum tempo, até pessoas com Logic Boards novas voltaram a ter o problema!

    Causa real? A Apple para poupar uns cêntimos em cada máquina usou um condensador com menos voltagem (e mais barato) na parte que “gere” a troca entre placa gráfica integrada e dedicada. A voltagem que a placa gráfica “mandava” para o condensador ia dando cabo dele com o tempo e depois surgiam os kernel panics.
    No canal do Louis Rossmann, ele mostra que repara essas máquinas retirando o condensador e metendo um com voltagem adequada, uma reparação que mesmo com a mão de obra é MUITO mais barata e simples do que aquela que a Apple pedia.

    Agora das duas uma: 1 – A Apple com todo o dinheiro, R&D, e engenheiros que tem, não descobriu que o problema era num simples condensador (que usaram para poupar dinheiro numa máquina com margem de lucro enorme) e não numa Logic Board inteira; 2 – A Apple descobriu e montou um “esquema” manhoso para fazer poucas reparações e levar pessoas a comprar máquinas novas mais depressa.
    Ambas as hipóteses são péssimas e da minha parte perderam um consumidor.

    • Sujeito says:

      Esses programas de reparação são pela calada em Portugal, que só existe representante e se está a marimbar, desde o início.

      Nos US é comum ver bem destacado esses programas de reparação no próprio site .

  9. Valter Schulz says:

    A Apple e seus usuários se orgulhavam que os produtos não apresentavam problemas, mas a questão é que antes talvez não era tão popular, então poucos equipamentos eram produzidos e consequentemente era mais fácil o controle de qualidade, daí a popularidade e produção foi aumentando, ficou como outro eletrônico qualquer, suscetível a problemas.

  10. Pedro says:

    Santo Mac de 2015….foi o melhor até agora

    • TP says:

      o meu antiguinho MacBook Pro 13 2015 também apresentou um problema do género. O ecrã ficava manchado como se tivesse sido queimado.
      Claro que, uma vez que falamos de uma marca como a Apple, foi só ir lá e deixar o pc e arranjaram-no em menos de 5 dias.
      Já agora, se quiser ter uma noção do defeito que eu falo nos ecrãs retina pesquise “Staingate”.

  11. Ricardo says:

    Esta notícia já vem um pouco atrasada. O meu é de 2016 e já sofreu desse problema, no entanto foi só ir a uma loja autorizada com o equipamento e apresentar a garantia e colocaram outro a custo 0€
    Até agora o 2 nenhum problema vamos ver

    • Joao says:

      Como qualquer equipamento na europa, seja ele qual for. Se avaria dentro da garantia, tem de ser reparado ou substituido.

      • TP says:

        Mesmo fora da garantia, a Apple assume o erro desde que sendo de hardware e arranja sem qualquer custo. É isso que uma boa marca faz e ninguém, penso eu, daria tanto dinheiro por uma marca se nem sequer o serviço ao cliente fosse bom.
        Substituíram o ecrã retina do meu mac passado 2 anos e 5 meses a custo 0.

        • Tiago says:

          Claro que trocou. Mas só depois de um grupo se juntar e processar a Apple por um problema conhecido. Aí admitiram o problema. De outro modo arrotavas 600€ para um ecrã novo. Lol

        • Tiago says:

          E apenas cobre 3 anos após a data de compra. Por isso já sabes o que te espera. Daqui a 2 anos é 5 meses. Viva a Apple

          • Sujeito says:

            3 anos é se tiveres Apple care.
            O standard é 2 e se fores empresa é 1 ano.

            No entanto têm feito reparações a custo zero muito além do que lhes compete.

            A malta é que só vê copos meio vazios.

          • Tiago says:

            Não é. O problema das manchas nos retina é 3 anos após a compra. Independentemente de ter Apple care ser empresa ou particular

  12. Miguel Porto says:

    Calma, a Apple vai resolver o problema na próxima actualização 😀

    • Bruno Fontão says:

      Sr. Miguel Porto,
      não sou leitor assíduo, mas de vez enquando gosto de cá vir para me rir um bocado(principalmente nos artigos relacionados com a Apple), tenho a dizer-te que o teu comentário foi dos melhores desde há muito tempo e que até deixou ambas as partes sem resposta!
      Os meus parabéns!

  13. Jorge Gomes says:

    Eu tenho um MacBook de 2006 e ainda funciona so que ja nao posso atualizar.

  14. EJAM says:

    Malta hoje em dia nada está para durar. Tudo o que é produzido tem os dias contados, desde electrónicos os automóveis etc… hoje em dia nada dura. A apple comecou a ter problemas quando quiserem a companhar a coconcorrência, nomeadamente a Microsoft deixando produzir portáteis com componentes de maneira a correr windows aproveitando os dois mundo num so produto. Isto tem piada e pode não ter, quem tem apple (portátil) tem os dois mundo quem não tem usa outros recursos OS… mas se legalmente podessemos instalar o OS apple numa maquina comum tenho a certeza que a Apple rendia muito mais que a Microsoft. E existiam grandes máquinas. Outra das coisa que já não se utiliza nas soldadura e o facto de ter sido proibido a utilização
    do chumbo em dispositivos electrónicos. As soldas de hoje quando apanham temperaturas em excesso estala e daí os problemas que vemos nos nossos aparelhos.
    Por isso que os Mac e não só mais antigos duram o que duram.

  15. nop90 says:

    Bem vindo à Apple, pagar pelos nossos produtos é coisa do passado, agora paga pelos produtos e pelos nossos erros! Obrigado por preferir a Apple 🙂

  16. ittech says:

    Informação: Programa de qualidade dos ecrãs retina é de 4 anos, e não 3, e vejo aqui tanto hater (pobres financeiramente e de intelecto) a falar mal da Apple e eu pergunto: quando os vossos Asus, Dell, HP ou os vossos xiaomi, samsung, huawei avariam quantos desses substituem o equipamento ou componente e vos dá + 2 anos de garantia? quantos programas de qualidade veem dessas ditas marcas “superiores”? pois é… a Apple é cara mas o suporte é inigualável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.