Quantcast
PplWare Mobile

Estas são as três razões que fazem os utilizadores de iPhone mudar para o Android

                                    
                                

Fonte: SellCell

Autor: Marisa Pinto


  1. Goncalo says:

    Não tinha noção que a maioria das pessoas ficava na mesma marca eu tenho sempre tendencia para mudar, na era dos smartphone só tive dois da mesma marca acho sempre interessante explorar novos sistemas

    • Lirin says:

      60% dos norte-americanos têm smartphone Apple

    • Luis Henrique Silva says:

      nunca mudei muito de marcas, era assíduo da Nokia, depois perderam terreno, mudei para a samsung, andei bastante satisfeito com eles, depois quis experimentar xiaomi, não é que seja mau, mas em certas coisas falha, então acessibilidade, esquece….. mudei novamente para samsung
      Um dia quem sabe experimente iOs

  2. A maníaca says:

    A pergunta é mudar para quê?! O futuro são os dobráveis, agora é queimar dinheiro

    • Martin says:

      ” o futuro são os dobráveis?”….tudo o que dobra, vinca! (metal, tecido, acrílico, papel, etc.)

    • Jonny says:

      Que comentário mais tanso. Obrigado por teres internet amigo

    • Goncalo says:

      lamento mas não não são para ti até podem ser mas para mim nunca vão ser os dobraveis é uma opção para quem dá jeito ter uma ecra de tablet de vez em quando para a grande maioria das pessoas nao é um game changer

    • AL says:

      “Mate X e Galaxy Fold são dispositivos inacabados
      Com efeito, está por perceber até que ponto a produção dos dispositivos não dará problemas. É ótimo que as marcas mostrem vontade de inovar, contudo o consumidor não deve ser usado como muleta de testes caros.

      Inegavelmente, é cedo para lançar smartphones dobráveis. É bom saber que a tecnologia está a ser preparada, mas não está pronta para as massas. Contudo, tiro o chapéu à Huawei e à Samsung por darem os primeiros passos nesta estrada.

      Veja-se o exemplo da Apple. Tal como fez noutras vezes, vai deixar os seus concorrentes errar. Assim, quando lançar o seu smartphone dobrável (com ecrã Samsung) a tecnologia já estará pronta para todos.

      O grande problema dos smartphones dobráveis é de que a tecnologia ainda não está pronta. Pese embora o seu preço, estes não são dispositivos preparados para um uso diário corrente. Ainda assim, gabo a coragem de quem quiser avançar para a compra de um Mate X ou Galaxy Fold.”

    • AL says:

      @ A maníaca…algumas marcas estão a abandonar o ecrâ c/sistema dobrável pelo “ecrâ rolavel” é o caso da LG.
      Dou-lhe um exemplo pratico, experimente ver na sua tv led/oled/qled um programa c/uma linha a meio do ecrâ na vertical.

  3. Martin says:

    Sistema android, torna a tecnologia mais recente acessível ao consumidor c/menos recursos económicos, muita concorrência, bom custo/beneficio, principalmente nas marcas chinesas.
    Quem quer uma marca diferenciadora e tem poder aquisitivo, mesmo sabendo que tecnologicamente são aparelhos menos “evoluídos”, opta pela Apple.

  4. B@rão Vermelho says:

    Para mim o principal problema no Iphone, é que é sempre a mesma coisa, já cansa, tenho Imac, Ipad, Ipod, mas já ñ consigo ter Iphone, desde o Iphone 5 que deixei de usar, não está em causa a qualidade, mas para fazer coisas tão básicas como colocar um toque de telefone que ñ esteja predefinido pare-se que estou a construir um foguetão para ir a Marte, e isso acaba por cansar e fartar.

  5. Fábio says:

    Já pensei várias vezes em mudar para Android, no entanto existem alguns entraves:
    – A versão do Android para tablets não é grande coisa e até parece ter sido algo abandonado pela Google; e alem disso os equipamentos existentes no mercado não são nada por aí além, apesar de haver a possibilidade de ter um telemóvel Android e tablet iOS, o ecossistema não é o mesmo, e iria fazer com que tivesse de voltar a adquirir certas apps e perder certas configurações;
    – Sistema de atualizações fraco, há marcas que só dão suporte durante 2 anos, outras nem isso; e ao contrário do iPhone em que praticamente todos os sistemas dos últimos 5/6 anos têm atualizações day one, em Android há sempre um periodo de espera mesmo nas principais marcas;
    – Launchers manhosos usados por algumas marcas (tive um Sony Xperia xa1 em trabalho e cada vez que o sistema bloqueava por algum motivo perdia as configurações todas dos widgets, exemplo disso foi o relógio que alterei de ponteiros para digital umas 5 ou 6 vezes nos 6 meses que o usei, em iOS nunca me aconteceu nada do género.

    De salutar o facto de se poder desenvolver nativamente para Android em qualquer plataforma, ao contrário do iOS que monopoliza a plataforma mac para os desenvolvimentos nativos e debugging, no entanto nas minhas experiências a qualidade em si do sistema Android deixa algo a desejar, o que é pena.

    • raispartoifone says:

      Concordo parcialmente. Concordo com a questão dos tablets e do desenvolvimento.
      Os android da gama dos iphone (quero dizer do mesmo nível $$$) têm actualizações durante mais tempo. O mesmo se passa com as outras questões que referes: acontece mais a nível das gamas média/baixa.

  6. Cicrano says:

    Quem tem um bom telefone Android nunca muda para pior (iOS).

    • Vítor M. says:

      Tão enganadinho estás 😀

      • ruben says:

        começei nos android e passei por ios e logo que pude mudei novamente para android. fazer comparaçoes de gamas diferentes é o que dá na maioria dos utilizadortes em dizer que ios é superior.

    • José Nunes says:

      Em boa verdade, raramente há grandes alterações.
      Android ronda em média 40% do mercado, e IOS em médias de 15%.

      Se há quem saia de IOS para android, também há o inverso.
      https://gs.statcounter.com/os-market-share#monthly-201703-202102

    • claudio says:

      Quantas pessoas já tiveram verdadeiramente a experiencia de usar Android e ios, durante longos períodos para ter essa comparação?

      • raispartoifone says:

        Eu. E prefiro Android. De resto, para trabalhar, só mac (mas também pode ser uma mania minha ah!)

      • PTO says:

        Eu.

        Usei 4 anos iPhone desde o 1º ano em que foi lançado em Portugal.
        Mudei para Windows Phone em 2012 onde estive durante cerca de 4 anos.
        Mudei para Android em 2016.
        Retornei em Fev. 2019 ao iPhone.

      • Joao Pequeno says:

        Tive o iphone 4 durante 3 anos e apesar de gostar do equipamento ( na altura era o melhor), quando dps mudei para o Mi3. Foi mudar da noite para o dia. ecrã mt maior, fluidez, e mt mais possibilidades. Desde sacar um mp3, utilizar popcorntime,etc. DEPOIS tive o Mi5, tb um excelente equipamento e há ano e meio comprei o iohone XS, pq gostava do look do equipamento. Mas é overpriced. E dps um tmv tao caro falha em coisas tão básicas como quando se instala uma nova app, o SO rearranja as apps no ecrã e fico imenso tempo a procura da app que quero pq simplesmente jã não está no mesmo lugar. Algo que não acontece no Android. Outra coisa que acho inadmissível é o iOS não ter verdadeiro multitasking.

        • 2020 says:

          Deve de haver ai alguma confusão, não me recordo de alguma vez ter instalado uma app em iOS e as apps terem mudado de lugar.
          Next, o que consideras como multitasking num smartphone? Multitasking é multitasking e o iPhone já faz isso. Por exemplo, consigo ir no carro a ouvir prime music e ao mesmo tempo ter o waze com a navegação.

          • Joao Pequeno says:

            Por exemplo, es estiver a utilizar um conversor de mp4 para mp3 e sair da aplicação para abrir o browser por exemplo. Quando volto à app que utilizei para converter o processo parou. O mesmo acontece com o imovie. Após editar um vídeo, quando está no processo de renderização se sair da app o processo para.

        • PTO says:

          Nunca o iOS rearranjou as aplicações no ecrã (e continua a não o fazer), deves ter uma versão do iOS especial só para ti.

    • PTO says:

      Essa tua frase apenas revela uma coisa: nunca soubeste o que é o ecossistema da Apple.

      Mas é natural. Quem nunca experimentou bife do lombo acha que a febra é a melhor carne do mundo… até experimentar.

      • Joao Pequeno says:

        Pois, so te digo.. tens de experimentar filet mignon. Podes começar por um android de topo da Samsung ou da Xiaomi. forte abraço

        • PTO says:

          LOL, santa ignorância.
          O filet mignon é a carne da parte mais fina do lombo.
          Pelos vistos tb não percebes de carne.

          Android? Não obrigado. Já tive durante 4 anos e comprei sempre telemóveis de topo. Mas decidi que não pretendia continuar a dar dinheiro a empresas que, com muita sorte, só me davam 2 anos de updates, pois muitas vezes nem chegava a tanto.

          Ao menos no iPhone tenho cerca de 5 anos de suporte, o que me permite não me sentir “forçado” a ter de mudar de telemóvel para poder usufruir das novas features que o sistema operativo foi ganhando.

      • LR says:

        Mas tens noção que o bife do lombo nem sempre é a melhor escolha, certo? Tal como a febra também nem sempre é a melhor opção. Tudo vai depender do prato que tenhas que preparar.

  7. Rui Sousa says:

    A análise metodológica – Quatro marcas com o sistema operativo Android vs Uma marca com um Sistema operativo.

    Com a escalada do Chrome OS, fazia sentido questionar aos utilizadores do iOS, se comprariam dispositivos de outras marcas, com o sistema operativo da Apple? (Exemplo: um LG com IOS)

  8. #Fernando says:

    Eu imaginava outras.
    1- preço
    2- demora em adotar funcionalidades que em Android existem à muito
    3- integração com sistemas não Apple

  9. czarito says:

    Uso ambos há bastantes anos, e como tudo, ambos têm coisas a favor e outras contra, dependendo daquilo que se pretende tirar dos sistemas operativos e dos respectivos telemóveis.
    Preferencialmente gosto mais do iOS e iPhone, mas como tudo, são gostos pessoais.

  10. Ricardo says:

    Eu fiz o sentido inverso, já há alguns anos.

    Menos um problema na minha vida.

  11. AL says:

    Quando só se olha p/o próprio umbigo, nada mais existe à volta, realidades paralelas!

  12. PTO says:

    O design não é algo a que dê muita importância, aliás hoje em dia os smartphones regra geral têm todos um aspecto muito similar.

    Mudei de Android para iPhone por estar farto de só ter 1,5 ou 2 anos de actualizações.

    O ecossistema da Apple é muito superior ao do Android.

    O hardware da Apple é excelente em todas as vertentes e isso inclui os ecrãs, bateria e câmara.

    Nunca na vida compraria um Samsung se voltasse para o Android.

  13. dias says:

    pessoalmente sou utilizador de um iphone 6s.. velhinho… a única coisa que não gosto e que mudava é a capacidade da bateria e adicionar mais memória através de um cartão sd (e ainda tenho 64gb).. de resto adoro a interface do ios e se mudar de telemóvel provavelmente continuo na apple… android já tive e gostei (sony ericson x10)… mas ao mudar para ios adaptei-me melhor…

    pelo status não é pois o meu é velho… é mesmo pela longevidade que me proporciona… há alternativas boas é certo mas a confiança com o aparelho é algo que me agarra a este sistema. se tem falhas? sim como todos os outros…

    A mudar apenas se surgir um android/microsoft que uma compatibilidade fantastica com o windows… (o surface duo..) senão mantenho fiel ao iphone…

  14. Tiago says:

    Ha uma coisa incrível no iPhone, Face ID quando se recebe uma notificação, olhas para o telemóvel ele desbloqueia e vês o que é, no limite não é nada de “importante” e n precisas de pegar no telemóvel. Acho que é daquelas coisas que não sabes que precisas até experimentar. Claro que os dois mundos têm coisas boas e más, é como tudo, eu, no meu caso foi apple fanboy com iPhone 12 Pro Max, mas respeito opiniões diferentes. Abraço

    • Paulo Ricardo says:

      O meu Pocophone F1 faz exatamente o que o face id faz com o iphone. Já vai no 3°ano atualizado recentemente. Já tive um Ipad 2 e adorava o aparelho no seu todo.
      Hoje em dia há que explorar o mercado e as opções que nos são dadas e não nos limitarmos a um só produto. Para mim o custo benefício é o principal factor.

      • Tiago says:

        Entendo…. sinceramente não sei se faz o mesmo, mas os concorrentes diretos com iPhone, leia-se Samsung e Huawei, não o fazem, acho q n podemos nem é justo comparar iPhone com Pocophone porque são aparelhos com características muito diferentes e com target de mercado totalmente diferentes. Porque quem tem um iPhone e troca pra Android num vai equacionar trocar pra um poco. A batalha de iPhone Samsung huawei vai mt para além da qualidade que possam ter, grande parte dos utilizadores queres ter algo que lhes possa trazer um certo estatuto. É como ter um Mercedes com motor Renault ou ter um Renault, o coração pode ser o mesmo, mas o status e a atenção ao detalhe nas marcas é totalmente diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.