Apple prepara-se para eliminar 187 mil aplicações da App Store


Destaques PPLWARE

62 Respostas

  1. Quintas says:

    Problema e se desses 187 mil são 5/6 das “principais” que uma pessoa use…

    • Guiomar says:

      Talvez por haver a possibilidade de algumas ainda serem muito usadas é que a Apple está a avisar as pessoas, para que comecem a procurar alternativas, e assim a Apple poderá perceber quando é que será a melhor altura para modificar o suporte do sistema.

      • Quintas says:

        Exato, mas e se for uma app que guarde a informação, informação essa que depois desaparece por nao termos acesso à app? Vamos simplesmente perder essa informação? Deve haver muita gente que nao sabe ou não tem noção que isto vai acontecer… (digo eu)

        • RuiZ says:

          A Apple não vai remover aplicação nenhuma do telemovel das pessoas, vai só tirar de venda.

          • Francisco Pinto says:

            Sim. Mas as App vão deixar de funcionar no iOS 11. Ou seja tens a informação no iPhone/iPad mas não tens acesso a ela.

        • Guiomar says:

          Quintas, toda a especulação desta notícia vem por a Apple estar a avisar as pessoas quando abrem as aplicações afectadas na versão mais recente do iOS, de modo que serão poucas as pessoas que não ficam a saber de que a aplicação pode não funcionar no futuro, sendo que ainda não se sabe quando é que isso vai acontecer. É por isso que digo que a Apple poderá estar a querer perceber qual será a melhor altura!

          • Quintas says:

            Nao sabia que aparecia um aviso… Nesse caso apenas se for uma app que a pessoa nao abra (algumas pessoas tem apps que nao abrem durante bastante tempo) as pessoas sabem

          • Guiomar says:

            Quintas, se não abrir durante meses não será uma das apps principais, havendo ainda muita coisa que pode suceder antes de chegar a esse ponto… Pode ser só daqui a mais de 1 ano, a pessoa pode ser avisada de que deixam de funcionar antes de instalar uma nova versão do sistema operativo, etc.

  2. David says:

    187 mil é mais que o numero de apps do Windows poney 🙂

  3. Joao Magalhaes says:

    Uma store que preza a qualidade e que as apps estão sempre atualizadas, afinal não é bem assim.

    • Alexandre Góis says:

      Das stores que tens disponíveis será a “mais assim”.

      • Joao Magalhaes says:

        Sinceramente conheço pouco da Play Store, pois passo meses sem lá ir visto que não dou muita importância ao telemovel, o que lá tenho chega e sobra, só acho engraçado ler que 187 mil apps não foram actualizadas, como eu imaginava, não são diferentes do que os outros.

        • RuiZ says:

          No Android tem aplicações com esta idade, ainda feitas para versões mais antigas, e ainda lá estão!

          A maioria das Apps não está preparada para 64 bits sequer, e a ainda se vendem mais telemóveis Android 32 bits que 64 bits

          • 4044logic says:

            sabes porque? para quem tem ainda telemoveis antigos nao seja obrigado a comprar um novo para instalar uma simples app.

          • RuiZ says:

            Não, simplesmente porque os fabricantes vendem telemóveis novos com versões antigas, e os existentes, não lançam atualizações para comprarem um novo.

        • Alexandre Góis says:

          Não são diferentes dos outros? Como assim… primeiro dizes que não conheces os outros… e agora já não são diferentes.

          O tuga é uma espécie incrível.

          • joao magalhaes says:

            Só conheço do que leio e isto não devia acontecer na Apple, os programadores deviam logo actualizar as apps ou as mesmas serem removidas de imediato, pois é a Apple, a melhor do mundo.

          • Alexandre Góis says:

            Ah, mas então és daqueles que espalha que a Apple é perfeita. Então tiras as palas, não há sistemas perfeitos.

    • Tiago says:

      Afinal não é bem assim? Leste a notícia? Lol

      • Joao Magalhaes says:

        Li, se eles não atualizaram as apps é porque então não são os melhores programadores, pois os melhores certamente atualizavam loooool. Este tipo de coisas só devia acontecer com Android e Windows, apps não atualizadas, certo? Loooool

        • Guiomar says:

          Que conversa mais estapafúrdia… uma app não ser actualizada há algum tempo não quer dizer que não funcione, que não tem nenhuma qualidade, nem implica que a loja não remova aplicações periodicamente.

          • joao magalhaes says:

            Sim, funciona, mas pelos vistos não funciona nos 64 bit, ou funciona? Se funciona então porque é que vão remover? Para mim é igual mas acho graça a vocês terem sempre justificação para tudo.

          • Guiomar says:

            joao magalhaes, se nem sequer sabes se funciona ou como é, és capaz de explicar porque é que achas que a tua opinião tem algum valor?
            E sim, as aplicações funcionam em aparelhos com processadores de 64bits, e ainda não se sabe quando é que aquelas aplicações de 32bits deixarão de funcionar, sendo que há cerca de 2 anos que a loja só aceita aplicações que possam correr a 64bits.

  4. Daniel says:

    O iOS 10.3 vai trazer um novo sistema de ficheiros, o APFS. Entre outras vantagens, vem nativamente preparado para encriptação, e por isso permite que o sistema corra encriptado sem os problemas de performances associados, como acontece com os outros sistemas de ficheiros.
    E agora parece que com o iOS11 a Apple vai eliminar todo o código legacy 32bits e passar tudo para 64bits. Se o iOS10.2 já é rápido, imagino a performance do iOS11 com estas duas actualizações.

    • Guiomar says:

      O iOS 10 (e anteriores) já corre a 64bits. O código de 32bits é apenas invocado quando alguma aplicação de 32bits é lançada, por isso não é de esperar que se note diferença na performance para o mesmo uso, seria só mesmo com a pessoa a correr aplicações de 32bits.
      É verdade que o APFS traz bons ganhos em performance, mas isso vem mais por estar melhor optimizado para o uso de memória Flash. A vantagem no suporte de encriptação no máximo será melhoria da robustez (e mais para o macOS do que o iOS) pois a performance na encriptação vem pelo hardware especializado que já usa.

  5. Karthus says:

    Era tao bom que um décimo deste lixo da apple fosse para o w10m..nem um alarme de jeito ha

  6. Guiomar says:

    Ainda se está longe de saber se o que especulam sobre o suporte no iOS 11 é verdade! A Apple ainda não disse nada sobre o assunto e a Apple costuma anunciar este tipo de prazos para as aplicações com alguma antecedência.

  7. Nope says:

    Recomendo vivamente está leitura sobre apps no Android (mas há aspectos comuns ao iOS):

    https://blog.kaspersky.com/my-precious-data-report-one/14093/?_ga=1.260143243.723203555.1489745762

    • RuiZ says:

      No iOS, isso das aplicações permanecerem activas mesmo quando o utilizador não as use, não existe, e logo o artigo não se aplica ao iOS.

      • Nope says:

        Não é bem assim. Os números são “em média”, para o estudo que foi feito:
        – Android, por mês: instalam-se 12 apps, apagam-se 10, ficam 2 a acumular. Por que é que no iOS seria diferente, não se acumulam apps/lixo que às tantas não se usa nem se faz ideia para que servem?
        – 30% das aplicações não se usam
        – Referes-te ao parágrafo seguinte. No Android anda-se com 66 apps que não se usam, mas que estão ativas e, dessas, 54 usam 22Mb de tráfego – por dia. No iOS, embora possa ser menos grave, também se pode, por exemplo, dar autorização para que uma app tenha acesso à localização quando não está a ser usada (ou seja pode “sempre” aceder ao serviço de localização) e fazer a transmissão desses dados – como é o caso do conhecido Waze (app de navegação da Google, para quem não saiba).

        • Guiomar says:

          O problema não está no acumular de “lixo” per si, está no facto de muitas dessas aplicações que ficam esquecidas terem processos a correr sem ser preciso abrir a aplicação.
          É significativamente mais complicado no iOS ficar com esses processos esquecidos, até porque não é de qualquer maneira que as aplicações correm em background, com o sistema a facilitar o controlo de forma centralizada sobre as aplicações, e principalmente porque uma aplicação deixa de poder correr em background quando for removida do multitask.

          • Nope says:

            Definições > Privacidade > Acesso ao Serviços de localização
            Opções do Waze: Nunca e Sempre
            [Geralmente, as boas apps têm uma terceira opção: Ao usar]
            Indicação da app para o Sempre: “O acesso à sua localização estará disponível mesmo quando esta aplicação se encontrar em segundo plano”. Com a explicação: “Para fornecer informações e alertas de trânsito em tempo real [leia-se, a todos os utilizadores do Waze, não é ao dono do equipamento se a app não estiver a ser usada], o Waze tem de aceder à sua localização”.
            Mas a verdade é que o Waze pode ficar perfeitamente esquecida em segundo plano/muititask.
            Com isto ainda é preciso dizer duas coisas:
            – Não estou a cair em cima do Waze, longe disso, foi apenas um exemplo.
            – Quem tiver minimamente informado em regra não usa o “sempre” na autorização de acesso ao serviço de localização. Mas a questão é que a larga maioria dos utilizadores, seja no iOS, seja no Android, não pesca nada destas definições (escusam de vir as inteligências do costume dizer que os que usam o Android são todos geeks e os do iOS uns nabos).

          • Guiomar says:

            Nope, é raro que uma aplicação que a pessoa já não use fique esquecida no multitask passados vários meses desde a última utilização, pois o interface do multitask dá azo a muita gente fazer a sua limpeza de vez em quando, para além de que não é qualquer aplicação que pode correr em segundo plano e há limites ao que pode fazer – a pessoa tem que autorizar essa faceta.
            Em segundo lugar o iOS ao informar a pessoa sobre pedidos de permissão de forma granular e dar informação visual sobre o uso do serviço de localização em segundo plano, etc, é muito melhor a educar a pessoa sobre a sua privacidade e a gerir o acesso das aplicações.
            No Android a situação é muito pior, é muito muito mais fácil a pessoa não se aperceber do que se passa.

          • RuiZ says:

            Nope, o Waze só corre em background se o iOS deixar, e para o iOS deixar, ele tem de usar poucos recursos, e o iOS só deixa em função de quanto tempo usas a App, se usares a App poucas vezes, ele corta.

  8. urms says:

    deve ser as app lixo que tem na app store que n actualizam

  9. irlm says:

    acontece a tds (android,w,ios)

  10. RuiZ says:

    Lá o Android continua sempre com Apps de alta qualidade…

    https://play.google.com/store/apps/details?id=com.clearhub.wl

    exemplo… seems legit…

  11. Nope says:

    Em geral, a Apple obriga ao pagamento de 99 dólares por ano de inscrição como “developer”-
    Quem não paga – as apps saem da App Store.

    “Ah e tal, a Apple é uma exploradora … coitados dos developers”. Na verdade é uma boa vassoura para varrer as apps desactualizadas,se o developer não paga é bastante provável que as apps estejam abandonadas – e estão abandonadas é bastante provável que sejam inseguras e tenham aparecido bugs [Também é certo que um developer pode continuar a pagar e ter abandonado algumas ou todas as suas apps].

  12. 4044logic says:

    é apenas mais uma tentativa disfarçada da apple para forçar as pessoas com telemóveis mais antigos a os substituir por novos tal como as actualizações de IOS em telemóveis mais antigos que os deixa estupidamente lentos e constantemente a crashar.

    • Nope says:

      Passaste pela sacristia? 😉

    • Guiomar says:

      lol! que opinião tão cheia de conhecimento! PAra tua informação nada disto levará alguém a abandonar os telemóveis mais antigos, pois um aparelho mais novo não resolve em nada a questão, muito pelo contrário. Aliás tendo em conta que a Apple está a informar antecipadamente as pessoas que usam as aplicações, pode levar algumas pessoas a não comprar um aparelho novo, ou a actualizar para uma nova versão do sistema caso considerem alguma destas aplicações demasiado importantes.
      Vai ver como é que se comporta o iPhone 5 com o iOS 10.3, que está perto de fazer 5 anos de idade!

  13. FeMeireles says:

    Provavelmente ficará com menos 187000 Calculadoras…

    Who cares!

  14. PGinTheHouse says:

    Em resumo … quem tem um iPhone de 32 bits está … como sempre esteve, limitado !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.