Dicas Microsoft: Como migrar do seu Windows XP…

… para outro SO mais actual?

A um mês de terminar o suporte ao Windows XP marcado para 8 de abril, e para ajudar os utilizadores e empresas a migrarem mais facilmente os seus sistemas, a Microsoft partilha algumas dicas úteis.

xp_01

Em quatro simples passos, descubra como migrar do seu Windows XP para um software mais atual;

  • 1º passo: Confirme que o seu PC está a correr o sistema operativo Windows XP. Se o ambiente de desktop não estiver personalizado, vê logo a imagem familiar do XP quando iniciar o PC. Pode ainda confirmar se o PC está a correr o Windows XP através do botão Iniciar, clicando em Executar, digitando a palavra “winver” e depois clicando em “Enter”;
  • 2º passo: Escolha um novo PC. A forma mais fácil de migrar de Windows XP para sistemas operativos mais recentes como o Windows 8.1 é escolher um novo PC ou tablet com Windows que melhor corresponda às suas necessidades diárias. Conheça a ampla gama de dispositivos com Windows 8 e Windows 8.1 através do Guia de Compra Windows;
  • 3º passo: Transfira os seus ficheiros. Certifique-se que todos os seus ficheiros, fotos, arquivos, músicas são transferidos do seu PC antigo para um novo dispositivo. Existem várias opções para a transferência de arquivos que pode ser concretizada utilizando o armazenamento na nuvem (cloud) ou um disco rígido externo;
  • 4º passo: Conheça o novo Windows 8.1 e as suas potencialidades. Assim que escolher o PC ideal para as suas necessidades diárias e tiver transferido todos os seus arquivos e ficheiros, estará preparado para explorar o Windows 8.1 e começar a tirar partido das suas funcionalidades e potencialidades. Veja estes vídeos para perceber como pode tirar o máximo partido do Windows 8.1.

xp_2

Nas próximas semanas, a Microsoft partilhará ainda com os utilizadores mais algumas dicas para os ajudar na migração do Windows XP. Neste âmbito, os utilizadores receberão notificações oficiais da Microsoft, alertando-os para o fim do suporte a este sistema operativo. Os utilizadores podem ainda ativar ou desativar o pop up de alerta para o fim do suporte que aparecerá no seu desktop, e que ocorrerá a 8 de maio e ao dia 8 de cada mês seguinte, caso não seja desativado. No site www.AmIRunningXP.com os utilizadores encontram ainda algumas orientações de como fazer o upgrade do sistema antes de 8 de Abril.

Para as pequenas empresas, a Microsoft disponibiliza o Windows Upgrade Assistant que permite verificar a compatibilidade do hardware e software instalado num PC. Para as empresas de maior dimensão, cujo processo de migração é mais complexo, existe um conjunto de outras ferramentas que podem também ajudar neste processo e que estão disponíveis em www.microsoft.com/springboard. São elas:

  • Application Compability Toolkit – permite a deteção e resolução de incompatibilidades aplicacionais;
  • Microsoft Assessment and Planing Toolkit – para inventariação de hardware, software e produção de relatórios de aconselhamento à migração;
  • Microsoft Deployment Toolkit – permite automatizar a criação de imagens e a instalação do sistema operativo, bem como updates, aplicações e outras configurações.

xp_01

Riscos e Vulnerabilidades

Os utilizadores que decidam não avançar com a migração do Windows XP até 8 de abril de ficarão a partir dessa data mais expostos a novas vulnerabilidades descobertas no Windows XP, uma vez que estas não serão endereçadas com novas atualizações de segurança por parte da Microsoft. O risco de exposição às ameaças de hackers, cada vez mais sofisticadas, é também superior, uma vez que estes terão mais informação do que os utilizadores sobre as vulnerabilidades, o que lhes permite desenvolver um código de exploração das vulnerabilidades e, assim, tirar partido destas noutros sistemas não protegidos.

As atualizações de segurança do Windows XP já não serão, assim, suficientes para neutralizar os crescentes ataques de malware e utilizadores ficarão mais expostos aos riscos, assim que terminarem as atualizações de segurança ao sistema operativo Windows XP, a 8 de abril. De acordo com dados da Microsoft, as taxas de infeção em Windows XP são, ainda, significativamente superiores do que em sistemas mais modernos como o Windows 7 e Windows 8.





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


42 Comentários

  1. Sim definitivamente a melhor forma de se migrar do Windows XP para outro SO é … Comprar um computador novo, discordo completamente, acho que este artigo devia de incidir sobre a migração para outro sistema operativo nomeadamente o Vista, 7 ou 8.1 da Microsoft, ou então migração para uma distribuição Linux, podendo falar-se de distribuições mais amigáveis para o utilizador, não incentivando a compra de um computador novo.

    Penso que o título do artigo deveria de ser, comprar um computador novo para encostar o do Windows XP.

    Acho que a abordagem deste artigo devia de ser completamente diferente..

    • Concordo, mas nesse caso, “migrar” só faz sentido se for para um sistema operativo Windows mais recente: Windows 7, Windows 8 ou 8.1.

      Pode-se substituir o Windows XP por uma distribuição Linux, mas isso não é migrar, porque não migra nada: não há nenhuma aplicação que migre e os dados, quanto muito, serão apenas copiados, manualmente.

      De salientar que o Mainstream suporte do Windows 7 termina a 13 de Janeiro de 2015, menos de um ano, e que depois dessa data só haverá actualizações de segurança. Outros bugs que forem encontradas não serão corrigidos (gratuitamente).

    • concordo perfeitamente nisso, aconselhando o Unbuntu ou Netrunner caso queiram algo mais “user friendly” ou puppy caso queiram algo com a velocidade de um F1

  2. Estou cansado de tanta informação sobre o mesmo.
    Decerto que o pplware deve receber alguns trocados para fazer propaganda ao Win8, e mais aos temas de maior debate.

    • …e andamos nós a sugerir Linux..

    • Ler o titulo não conta como ler a noticia. E mesmo a ler o titulo vias que as sugestões feitas até ao momento foram Linux.

      E já agora porquê o W8 não é alternativa. Pode não ser o melhor SO do mundo, mas tem actualizações, está em circulação logo é alternativa. Há várias alternativas, e depende se compras PC ou não, logo faz todo o sentido analisar todas elas.

      “Estou cansado de tanta informação sobre o mesmo.”
      Cansas-te com pouco… Ainda assim tens bom remédio, saltas a notícia e pronto, hã fácil de resolver.

  3. ahahahah parti-me todo a rir…

    - confirmar que o pc está a correr windows xp
    - comprar pc novo….
    não consegui ler mais e tive que vir aos comentários, ver se fui o único a achar piada ao artigo, não fui!
    Foi o Pedro Pinto que escreveu isto? ou foi postado a pedido da microsoft? bela forma que eles arranjaram de fazer publicidade sem ser publicidade!
    Bons sonhos. :P

  4. Ultimamento o pplware tem feito uns artigos sobre o XP que da vontade de rir…

    Isso é para qué só para aparecer no Google? É que informação não tem nada que se aproveite!

  5. Pois eu desinstalei o Windows 8 e instalei o XP….os jogos OpenGL sao uma treta (ETQW em XP media de 150 FPS, em W8 ou W7 50 FPS no mesmo HW e mesmos settings) em qualquer Os MS acima do XP e ainda esta’ para sair o primeiro jogo que seja no minimo Dx10 que me force a largar o XP….e quando isso acontecer ja’ existera’ suporte completo quanto baste para Dx10/11 no WINE para Linux.

    • Se quieseres supporte no Linux para dx 10 ou 11 entao estas muito atrasado! Pois a MS ja preparou o dx 12 e esta quase para mostrar ao publico! E nao sei que jogo estas a tentar jogar para ter essa diferenca de fps mas com certeza nao experimentaste o win8, pois se experimentasses nao falavas isso! Quando o win8 nao existia mudei do xp para o win7 e tudo melhorou mesmo HW! Agora que meti o win8 consegue-se ver muito bem que esta muito mais leve! portanto nao sei que historia inventas-te mas tenho certeza que nao experimentaste o win8! o win8 podes instalar num Pentium 3 com 64 mb ram! experimentas instalar o xp com esse HW e depois falamos!

    • 150 fps ?
      para quê ?
      e tens monitor para isso ?

      • nem sequer existem, os melhores monitores (que conheço pelo menos) são de 122Hz, seja suportam 122 FPS… a maioria dos monitores comerciais são de 60Hz (leia-se suportam 60 frames)

  6. Boas.

    Não deixei de reparar que muita gente está a bater no pplware por causa do WinXP e migração para outro Windows… se forem analisar a quantidade de utilizadores domésticos que vão comprar computador por causa disto… Dos casos que conheço, as pessoas seguem receitas para executar o que pretendem (digitalizar, imprimir, etc) e não querem alterar a forma de trabalhar.

    Para essas pessoas, faz sentido este artigo… agora, será o pplware lido por essas pessoas?

    Da minha parte, vou aproveitar a oportunidade para apresentar o Linux às pessoas que conheço e que sentem esta necessidade. De qualquer maneira, a compra de um novo computador com o Windows 8 é sempre uma possibilidade, mesmo com a crise que anda por aí…

  7. Abstraindo-me deste artigo em particular e focando-me sobretudo em questões mais práticas e realistas com um pouco de bom senso, muito se fala acerca da substituição do Windows XP e das alternativas disponíveis, sejam Microsoft ou não, no entanto todos parecem estar a esquecer-se que em muitos casos, quem usa o Windows XP não é exactamente por gosto ou por ser relutante à mudança, mas sim por ter hardware/software apenas compatível com o mesmo. São inúmeras as situações em que isto acontece e nesses casos não há alternativas.
    E depois há a questão dos PCs mais fracos de processamento e memória, claro que não se conseguirá meter o Win7 ou 8 e esperar um funcionamento fluído. Nestes casos, a única alternativa plausível é meter uma versão Linux específica para computadores com recursos limitados como o Lubuntu por exemplo. Por isso em muitos desses casos não vejo porque não simplesmente manterem o Windows XP mesmo sem suporte, para todos os efeitos as actualizações da Microsoft só servem para chatear constantemente o utilizador, para tornar o PC cada vez mais lento e às vezes até para corromperem drivers que estavam a funcionar antes da actualização. Muitos desses PCs nem sequer estão ligados à Internet, têm apenas funções específicas como controlar um dispositivo mais antigo. Actualmente uso o WinXP, Win7, Win8 e Ubuntu12.04 e em todos estes sistemas tenho as actualizações desactivadas e sempre tive, é a primeira coisa que faço ao instalar um sistema operativo. Já tive más experiências com actualizações do Windows em várias ocasiões, já fiquei com o sistema corrompido, periféricos que deixam de funcionar, no Windows 8 então é completamente ridículo, actualizações que causam problemas, para depois vir outra que corrige, depois outra que estraga tudo outra vez.. Mas isto é a minha opinião, usem as actualizações se elas são a melhor coisa da vossa vida.

    • Concordo plenamente!
      Eu também DESACTIVO as actualizações automáticas.

      Tenho uma amiga que há tempos passava o tempo a telefonar-me porque estava preocupada em ter o computador protegido sempre com as últimas actualizações. Mas ligava-me sobretudo quando surgiam problemas por ter as actualizações automáticas ACTIVAS.

      Recomendei-lhe que desactivasse e foi remédio santo!

      Honestamente, para o utilizador doméstico, a melhor maneira de ter um PC estável (sem dar problemas) é instalar o menor nr possível de programas e usar (e ABUSAR!) dos programas portable.

      Há algum tempo atrás deixei de conseguir gravar CD’s no portátil. E não tinha instalado nada. Tive de formatar o disco e fazer a reinstalação de fábrica. Resolveu. Actualizações automáticas: nunca mais!

      Reparem: se fossem essenciais, já as traziam de fábrica.
      O PC funciona perfeitamente bem sem essas ditas actualizações. Para quê complicar?

    • concordo plenamente! tem toda a razão…eu também faço isso de desactivar as actualizações.

  8. acho que o pessoal está a ser egoísta, pois há pessoas que continuam a preferir o windows e tb têm direito à informação, que raio de liberdade é essa, isso parece mais uma conversa da microsoft só nós e mais ninguém…..

  9. Sinceramente não sei por que batem tanto no Pedro Pinto.

    - Se o homem sugere Linux para aproveitar a mesma máquina, ai ai ai, não é compativel com os programas X, Y e Z, é uma dor de cabeça fazer a instalação, blá blá blá …

    - Se sugere manter-se na MS, ai ai ai que tem de comprar um PC novo, isso não é migrar, foi a MS que pagou a publicidade e sei lá mais o quê …

    Sejamos honestos, neste tema só vejo 2 caminhos e 2 atalhos:

    Caminho 1: Linux aproveitando a mesma máquina. Poderá servir para quem tem uma utilização básica do PC (internet, mail, processamento de texto simples, …)

    Caminho 2: PC novo com Win7/8

    Atalho 1: Desligar o PC da internet e continuar a usar. Útil para quem tem algun(s) programa(s) que só correm em XP, sem possibilidade de actualização

    Atalho 2: PC novo com Win7/8 e fazer uma imagem do XP para correr no Virtualbox (sem ligar à internet)

    • Andei a rir um bocado com a tua comversa, mas estas complectamente certo! ‘E sempre a mesma treta, alguem tem que o culpado e nao se pode agradar a todos!

  10. Boas,

    Nos casos de equipamentos mais antigos, qual será a melhor solução, tendo em conta as máquinas com recursos mais modestos?

  11. Esqueceram-se de dizer que podem continuar a usar o Windows XP mesmo sem actualizações

  12. Compreendo a vossa indignação e inquietação relativamente à necessidade de uma futura migração para um Windows mais recente, mas já pararam para pensar um pouco sobre esta questão e sobre a real necessidade de o fazer?
    Para tentar não entrar tão profundamente, recordam-se do Windows 95, do Windows 98, do Windows 2000? (falando em utilizadores normais e empresas, para não falar no Windows Server 2003 e etc)
    Exactamente como as versões mais antigas do Windows, com a evolução da “linguagem” e do código windows, é necessário dar primazia a eventuais sucessores do Windows XP, que é o caso do Vista (que não aconselho), do Windows 7 (para mim o mais completo) e do Windows 8.1 (sem muito conhecimento ainda sobre o mesmo, mas com grande incompatibilidades)e ainda bem que é necessário, pois se não o fosse era sinal de estagnação!!
    Não quero entrar muito profundamente na próxima questão, que é a de criticarem o artigo do Pedro Pinto, relativamente à sugestão para uma melhor migração é a aquisição de um novo PC, sabem o porquê de um MAC ser um MAC? Não é só pelo SO, mas sim porque todo o hardware que constitui um MAC é aplicado segundo estudos de compatibilidade e desta forma um novo PC terá uma maior compatibilidade com um novo Windows!!
    Outra sugestão é para o facto do pplware ser gratuito e qualquer pessoa pode aceder aos seus conteúdos e é livre para comentar o quer que seja, no entanto devemos é sim agradecer o simples facto de nos disponibilizarem informações/sugestões diáriamente e gratuitamente!!

    Bem haja a todos!!

    Cumprimentos,
    José Silva

  13. Há tempos não via tanta manifestação dos xiitas!!!

  14. “Microsoft disponibiliza o Windows Upgrade Assistant que permite verificar a compatibilidade do hardware e software instalado num PC”
    Foi experimentar isso num pc ibm com windows xp e diz que isso só funciona com o windows 7, e que do xp não da para migrar para o windows 8…

  15. Nem consigo ler o artigo todo. Que péssima matéria, comprar um computador novo e windows 8.1, quando todos sabemos que o windows 7 é bem melhor. Na minha empresa, com um parque informático de milhares de computadores, começámos este mês a migração do XP para o 7, mantendo todos os ficheiros, todas as configurações e tudo feito remotamente durante a noite. No escritório onde trabalho temos 12 computadores, 2 foram atualizados de domingo para segunda, 1 segunda durante o dia e o processo não demorou mais de 2 horas, esta noite foram atualizados mais 2. Algumas das máquinas tẽm cerca de 5 anos, caso da minha, com processador Core Duo da Intel e RAM de 2 digas, disco de 120 com 2 partições. Outros já são I5, mas têm estado a trabalhar com XP. Pessoalmente preferia Linux, mas isso na minha empresa só no Front Office e nos servidores.

    • “Na minha empresa, com um parque informático de milhares de computadores, começámos este mês a migração do XP para o 7″
      A MS agradece a tua ajuda. Daqui por um ano voltas a comprar novo SO, pois o suporte acaba em Jan. 2015, o mais tardar em Jan 2020 tens o problema que pelos vistos estás a ter com o Wxp (quando terminam as atualizações de segurança).

      http://support.microsoft.com/lifecycle/search/default.aspx?sort=PN&alpha=windows+7&Filter=FilterNO

      • Em 2020 já o parque foi todo renovado. Excepto o office, quase todas as aplicações funcionam por rede, através das bases de dados da ORACLE e SAP, e aplicativos na intranet, não sendo necessaŕio grandes máquinas. Não são nenhuns amadores que estão a tratar da informática da empresa, duvido que isso seja assim como dizes, e se o for, ainda faltam 6 anos, até lá ainda saiem mais 2 ou 3 windows.

        • Não disse que eram amadores que estavam a tratar da informática.

          “duvido que isso seja assim como dizes”

          Em relação a quê? Ao suporte? Bem se é em relação a isso deixei o link para veres, não fui eu quem o disse, está visivel a quem quer ver no site da MS. Todos os sitemas deles é colucado o incio e o fim do suporte, inclusivé o WP8 (que termina em 2016).

          Nada contra a tua opção, cada um instala o quer quer e bem entender, achei foi curioso uma empresa dispender € para renovar os SO’s dos PC’s todos e perder 3 anos e mais sendo como dizes que não precisam de grandes máquinas, ou seja tão depreça não será preciso renovar as máquinas.

  16. Bem eu vou continuar a utilizar o meu velhinho P4 2.4, a correr o belo do XP, jogos “vintage” correm todos lá, para outros games mais harcord, esses correm no WIN7 + R9 ou na XBox, para o dia-a-dia nada como o Mint a correr no Laptop…

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.