Mac OS X – Como criar e usar Pastas Inteligentes

Uma das dificuldades que tinha quando migrei de plataforma de trabalho, era no Mac encontrar com a mesma facilidade os ficheiros mais recentes que descarregava ou produzia no dia a dia. Principalmente porque preciso de descompactar um ficheiro zipado, por exemplo, e não posso andar a pesquisar numa pasta com milhares de ficheiros qual é que será o mais recente a ser modificado, ou procurar pelo nome ou mesmo pela data de criação, eu pretendo que ele esteja rapidamente acessível e sem estar a ter que alterar filtros.

O Mac OS X é um sistema muito completo, traz imensas funções criadas para se adaptarem ao utilizador, mas principalmente porque traz mecanismos simples de criar outras estruturas de total simbiose com o nosso modo de trabalho. Uma dessas pérolas, que já uso há alguns anos mas que não havia ainda falado cá são as Pastas Inteligentes.


Ao procurar algo no Finder (como imagens por exemplo), é possível que percamos tempo e nem encontre de imediato o que procura, ainda mais complexo é quando usamos vários locais para armazenar os ficheiros. Para isso vamos criar Pastas Inteligentes.

No ícone do Finder, que se encontra na Doca, com o botão direito do rato escolha Nova pasta Inteligente.

Agora, tem na janela central os filtros que poderá usar para refinar a pesquisa que o Finder fará para trazer até essa pasta o que pretende.

Use o botão do sinal + para adicionar critérios e dentro de cada menu escolha os filtros e optimize-os.

Como pode ver nas imagens, são vários os critérios de recolha de informação e são de tal forma minuciosos que pode procurar por vários detalhes.

Pode usar vários filtros e depois de ter a sua pasta parametrizada, clique no botão Guardar.

Repare agora que é-lhe pedido um nome para essa pasta e a localização da mesma, atente que está assinalada a opção que envia essa pasta para o menu do lado direito do Finder, o que é óptimo para encontrar rapidamente o que filtramos.

Agora pode, com o botão direito em cima da pasta colocada na coluna de pastas, voltar a editar as opções.

Este é um método que o ajudará muito, principalmente quando migra do Windows para o Mac oS X, isto porque no Windows o Explorer tem um comportamento diferente e pode baralhar quem acaba de aterrar neste fantástico sistema operativo.





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


19 Comentários

  1. Alguem sabe de um parecido para windows ?

  2. Muito útil!

  3. Boa dica Vítor, uso Mac e ainda nem tinha reparado, LOL.

  4. Pastas Inteligentes para que? se voçe esta a andar para tras dixa o melhor para ir para pior uo seja windows para mac muito vaidoso e caro mas a milhas do windows fique inteligente’

  5. tenta windows 7 e veras para nao falar do windows 8 pois mesmo beta esta a anos luz do mac testado e aprovado

  6. E depois chamam os Mac users de Apple Fan Boys. Ninguem aqui desplotou nenhuma guerra entre SO’s.

    Limitem-se a comentar contrutivamente, enfim, “tenta windows 7 e veras para nao falar do windows 8 pois mesmo beta esta a anos luz do mac testado e aprovado” isto é como dizer que as batatas estão a anos luz dos tomates. Enfim

    • Pior ainda é que toda gente achava o windows um cancro, agora criaram de tal forma uma paranóia contra a Apple que o windows já é uma coisa de outro mundo. Impressionante.

      As pastas inteligentes são brutais funciona lindamente. De qualquer forma acho interessante um software para MAC, gratuito na mac appstore chamado “Alfred” que faz o trabalho de find de uma forma excelente.

  7. É uma excelente funcionalidade que já existe há uns anos, mas que nem todos os utilizadores conhecem.
    Só para acrescentar uma sub-dica:
    Na janela de informações de um ficheiro, é possível adicionar um comentário ao mesmo, onde diz “comentários spotlight”. Desta forma é possível acrescentar este parâmetro à pasta inteligente para filtrar ficheiros que contenham certo comentário.

  8. Só tenho um problema com esta pasta: É que funciona apenas como pesquisa, não alterando automaticamente a localização dos ficheiros. Mas pode-se fazer isso à mão: Cria-se uma pasta normal e arrasta-se o conteúdo desta pasta para lá.

  9. Excelente dica como sempre Vitor. Em relação a este odio que existe agora contra a Apple é como bem disseram aqui, antigamente o Windows era uma sucata, agora já é uma maravilha. Eu como a maior parte das pessoas comecei a utilizar o windows para trabalhar e actualmente utilizo OS do MAC e na minha opinião não têm comparação, cada vez que tenho de usar o Windows é uma dor. Gostava de saber quantos desses comentadores de odio realmente ja testaram o OSX e quando digo testar não é ir à FNAC e brincar com um MAC 2 minutos.

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.