Usamos cookies para garantir a melhor experiência de utilização no Pplware.com - Saiba mais sobre os nossos cookies
Ok

Google ganha menos com Android e mais com iOS

A Google ganhou desde 2008 até aos dias de hoje cerca de 550 milhões de dólares com o seu sistema operativo Android. Estes dados foram retirados do processo de propriedade intelectual que a Oracle moveu contra a Google.

Esta verba que a Google declarou no processo é um retorno muito inferior ao que a Google consegue com os serviços disponibilizados no iOS da Apple.


Segundo Charles Arthur do The Guardian, estes valores foram declarados pela Google no processo que a Oracle moveu pelos direitos da propriedade intelectual e respectiva indemnização requerida à Google por danos financeiros. Obviamente que estes poderão ser valores diferentes da realidade para que o valor a pagar não seja mais avultado.

Mas Charles Arthur vai um pouco mais longe e deixa um cálculo do potencial valor a pagar à Oracle:

A oferta de 2.8 milhões de dólares, à taxa acordada de 0.515%, sugere que o valor da receita total do Android, desde o seu lançamento no início de 2008 até final de 2011, fosse de 543 milhões de dólares.

A base de pagamento por infracção de patentes é calculada por equipamento com base numa taxa fixa, dentro da gama que está a infringir a lei.

Neste momento a Google ganha cerca de 2.5 mil milhões de dólares por ano no segmento Mobile, grande parte deste retorno financeiro é derivado da publicidade, e os números mostram que grande parte dessa fatia vem de dispositivos com iOS. Quer isso dizer que o restante, uma parte bem menor chega dos dispositivos com Android e a maior do iPhone.

Segundo alguns números deixados no ano passado, a Google responde por 97% de todas as consultas de pesquisa móvel, que é um número brutal, se não mesmo incrivelmente surpreendente. Mas, segundo o testemunho da própria Google, alguns 2/3 do número são originários de dispositivos com iOS e não com Android.

Ora se fizermos as contas, percebendo que já passaram 3 anos desde 2008, é extremamente provável que o Android tenha feito três milhões de dólares em receitas em 2011, fazendo as receitas do iPhone algures acima da marca dos 2 mil milhões no mesmo ano, tal como a maioria das percentagens.

O questão não é apenas relativa à quantidade de pesquisas. Note-se que a Google é uma empresa que vive e lucra essencialmente a partir de publicidade. Enquanto que esse negócio, a partir dos PCs, se encontra com excelentes prestações, é bastante claro que, mais cedo ou mais tarde, o mercado Mobile se torne na plataforma principal de acesso à Internet em todo o mundo.

É óbvio que a receita a partir de publicidade não cresce em igual dimensão comparando com as pesquisas, numa proporção de 1:1, mas dá para ter uma ideia da importância que a plataforma iOS tem nas receitas da Google. O sistema operativo Android está a crescer acentuadamente, com 850 mil activações diárias, e cada uma delas é uma fonte potencial de receitas em publicidade para a Google.

Mas o sistema operativo móvel da Apple está a crescer muito e os números mostram que a navegação é maioritariamente feita em dispositivos com iOS e não com Android. Devido a isso, o impacto na receita da Google dos dispositivos Apple é enorme, provavelmente mais do que os 2/3.

Actualmente sabemos que grande parte dos dispositivos existentes no mercado Mobile é equipado com Android, mas a Google quase nada ganha em comparação com o que ganha nas pesquisas nos equipamentos com iOS. Se o negócio Android é sustentável neste momento é apenas algo que a Google pode responder, mas até agora não parece estar a ser de todo rentável, bem pelo contrario. O real problema, é que a Google não pode deixar de estar no negócio dos equipamentos Mobile, mesmo que isso esteja a custar à Google milhões de dólares.

Isso também ilustra o quão perigoso pode ser para o negócio móvel da Google se a Apple dispensar a Google como um fornecedor de mapas em todos os serviços que equipam o iOS. [via]



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


27 Comentários

  1. Não me deixa nada surpreendido esta noticia.

  2. Amigos do pplware esta noticia já tem algum tempo… Continuem o bom trabalho a que nos têm habituado e deixem as notícias em 3ª mão para os da exame informática esses sim são especialistas em notícias Apple copy/paste com algumas alteraçõeszinhas

    • +1. Puro sensacionalismo para haver centenas de comentários. Pplware é bem capaz de fazer melhor.

      • Como referiu o Rui Soares… Daiquiri se não gostas, lê outra coisa, pois não sabes mesmo o que dizer para aumentar a informação, estás somente a criar ruído para desviar atenções da informação importante, actual e vinculativa.

        O teu comentário, é puro ruído.

        • LOL Vítor M.:
          no dia em que aceitares uma crítica ou no dia que aceitares que Apple não é Deus na terra eu prometo-te que recomendo o pplware na minha página no facebook com 17k likes ;-)

          • Não precisas, logo por aí se vê de que material és feito. Uma critica é sempre bem vinda, agora esse tipo de maldizer é tipico de alguém que tem um Facebook de 17K e que julga ser isso o seu trunfo cultural.

            A Apple não é Deus, pelo menos para mim, sou sempre a favor pelas minhas escolhas e como tal, uso o que me faz falta. Como poderás ver, se saíres do teu cantinho de 17K Likes, eu tenho artigos sobre todo o tipo de plataformas, enquanto utilizador dessas plataformas e o que está nesta notícia é claramente um ponto de informação do mercado mobile.

            Ao contrario de ti, que só vês Android como um Deus, eu tenho outras escolhas, além da Apple e Android, e critico de forma positiva ou de forma depreciativa sempre que vejo algo relevante e essencial… seja para que plataforma for.

            Acima de tudo sou critico.

            Neste caso, apenas estamos a transmitir uma notícia interessante, fomos buscar factos… coisa que não necessita dos teus 17K Likes ;)

        • Ó Vitor tinhas era escrito em bom Português, pois é mercado móvel e não mobile, apenas na última frase do artigo é que acertas-te. ;)

    • Quando a azia é grande, em vez de comentar a notícia, ataca-se o autor. A notícia é actual, como podem ver na fonte e muito importante.

      Os azados, desinformados e patéticos é que ignoram a realidade e escondem-se no seu mundinho ignóbil.

      Agora falando de coisas e pessoas com importância:

      De facto o mundo Apple está a crescer, alimenta segmentos directos e indirectos, é já nalguns países uma importante fonte de receita, capaz mesmo de mexer com o PIB, pena que em Portugal não tenhamos uma linha de produção Apple nem mesmo um centro de distribuição.

      A Google por sua vez está a esconder o verdadeiro valor do Android, isto tudo derivado das indemnizações a que será obrigada a pagar, como já se consta no âmbito do processo movido pela Oracle.

      Além disso a Google está a ser pressionada pelos construtores e operadoras, estes sim são quem fica com a maior fatia do lucro… mas querem mais e pressionam ainda mais a Google.

      A Apple irá, no decorrer deste ano, apresentar a sua tecnologia Maps, trazida por uma empresa norte-americana, em parceria com a NASA, deixando já em 2013 o serviço maps da Google.

      Isso será um duro golpe nas receitas da Google…

      Quanto ao assunto Apple vs Android… em breve teremos novidades ;)

      • Vi este assunto ser falado no 9to5mac no dia 29 de Março… À velocidade que as notícias e a informação corre esta noticia não é atual! A noticia é interessante mas como disse prefiro os posts mais originais que o pplware costuma publicar. Para notícias atrazadas e copiadas sobre a Apple basta a exame informática, esses sim são medíocres. Considero o pplware bem a cima desse site. Sou utilizador Apple e estou bem a par das notícias que saem lá fora e o que gosto menos é quando um site Pt apresenta essas mesmas notícias tarde e pouco originais. Gosto mais do jornalismo de investigação/original do que o jornalismo copy/paste.

        • Fox… ruído, só ruído.

          O Rui Soares falou e encaixa-se perfeitamente num tipo de comentário como o teu. Se é do dia 29, 4 ou 5 dias em relação à fonte (tendo em conta que fazemos e agendamos para horários disponíveis, este estava pronto há 2 dias em agenda), o que é isso num artigo tão expressivo como este?

          Não é nada de especial, tendo em conta que estes artigos servem para balizar o mercado , em termos financeiros e estratégicos.

          Não nos compares aos outros, eles são eles, e nós somos o pplware.com como sempre fomos e mantemos a nossa linha de edição totalmente afastada deles.

          Este artigo não te caiu no goto? Paciência, mas honestamente penso que deverias ter trazido algo para a conversa, se conseguisses claro. Só assim se percebe o conhecimento das pessoas. Pelo que disseste.. não percebes muito da coisa e trouxeste ruído… é pena.

          Como Apple fan que dizes ser… é estranho que não tenhas nada de útil para dizer, mas como em tudo, há pessoas com mais e com menos conhecimento.

          Em que lado estás?

  3. Hum??? Sei não, torço o nariz, parece-me que alguém está a querer comparar o iOS como um todo apenas com o Android mobile, só assim se explicam estas diferenças tão grandes (e ainda assim aceitava melhor se dissessem apenas EUA). Ou então nãos estamos a falar apenas de publicidade mas sim outro tipo de negócios… Estranho…

  4. Efectivamente, esta notícia está pouco aprofundada. Já vi a mesma notícia, a comentar que a Google reviu bem por baixo o valor que o Android gerava. Como é óbvio, se metade do mercado é android, as receitas não podem ser tão dispares, quando em termos de publicidade, as aplicações de android geram mais dinheiro à google em publicidade do que no ios. Obviamente que a google arranjou forma de fazer as contas por baixo, daí o caso não ter chegado a acordo. Isto de fazer matemática simples e tirar deduções brilhantes não pode ser tão fácil. Se o android é um negócio da china ou não, não sei, mas lucro dá de certeza, e não deve ser pouco.

  5. Não me admira nada. Embora duvide dos números pelas razões expostas no artigo.
    Tal como não estranharia se a Samsung fizesse boa parte da receita com a Apple pelos componentes.
    Agora, o facto de a Apple se estar a distanciar da Google pode ser que lhes faça abrir os olhos. Eu se fosse da Google olhava para a percentagem de dispositivos com 4.0. Depois estimava os que vêm de ROMs não oficiais. E depois ia para casa escrever umas reflexões.
    E antes que venha algum fanboy maluquinho, eu sou um orgulhoso utilizador de um SGS

    • concordo! e aki roda um samsung galaxy ace e um galaxy tab… fazia falta uns updates por parte não só da google mas de tdas as marcas em questão poderiam aliviar um bocado da dor de cabeça da google, ajudando a google nos ditos updates não só de software como de firmware.. arranjam-se “roms” novas tds os dias, pena é ficarem sp com limitações, à sp hardware que não funciona ou se funcionam não estão a 100%.. se a google quer ter lucro tem de abrir a pestana nesse sentido…

    • “Eu se fosse da Google olhava para a percentagem de dispositivos com 4.0. Depois estimava os que vêm de ROMs não oficiais. E depois ia para casa escrever umas reflexões.”

      Nem mais ;) Neste momento é o que mais está a faltar no Android.

  6. Óbvio que o android é um segmento da google com uma importância muito mais estratégica que economica. Se ainda por cima dá algum lucro, óptimo!

    • Se ainda por cima dá algum lucro ? Não te estás a esquecer dos 30% das app vendidas no Android Market/ Google Play, mais a publicidade em apps com adware, mais a publicidade via motor de busca dos dispositivos portáteis Android ?

      Ainda se chega à conclusão que a Google é uma instituição de caridade.

  7. Isto ja parece as guerras da bola. Quem e melhor e no entanto todos fazem o mesmo. Melhor ou pior. Com mais ou menos detalhe isto faz tudo o mesmo.
    Obviamente que se o Android e opensource, estão a espera de que esse sistema? Mas como tudo serve de pretexto e sensação acho que este site vai de certo deixar de ser lido por mim. Isto passou para uma luta Apple contra o resto do mundo.
    Não haverão coisas mesmo interessantes no mundo das TI’s sem ser negócios? Esta noticia cabia mais dentro de um qualquer jornal de negócios do que num fórum de TI.

  8. Esta história parece contada à medida das necessidades! Qual o interesse em dizer que o negócio é muito rentável quando se tem de pagar uma indemnização a terceiros com base no lucro obtido?

    Os números podem ser reais… a informação extraída deles é que me parece moldada ás necessidades!

    Não me parece errada a conclusão de que as receitas vindas da plataforma iOS sejam diferentes das do Android… afinal o público alvo é diferente!
    Muita gente há, a usar um Android, que nem sabe que aquilo tem Wifi, nem que tem aplicações… e que mesmo depois de saber não dá qualquer uso a essas funcionalidades (afinal compraram apenas por ser um tlm da moda… para fazer chamadas)!
    São muitos estes casos… mas também há muito zequinha com um iPhone que nem sabe que comprou uma falsificação!

    E depois há a maior roubalhice que há memória nos operadores sobre os tarifários de dados! Existem os dados iPhone, os dados smartphone, os dados tablete, os dados iPad, os pacotes de dados, os dados ilimitadamente limitados, os dados ao dia… em que o valor é taxado à taxa de transf, à tecnologia, ao kg, ao pacote, ao modelo do equipamento… vão existir cores de dados diferentes em breve!

  9. para todos os fans de ios a samsung respondeu assim com o teaser do s3 http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8NnVU8R6mAU

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.