PplWare Mobile

Programação Web – #14: Aquele momento das decisões


Hugo Cura

O gosto pela tecnologia despertou sentimentos únicos que levaram a escrever umas palavras e a premir o obturador.

Destaques PPLWARE

6 Respostas

  1. Tiago Monteiro says:

    porque só laravel? porque não frameworks em javascript?

    • Tiago says:

      Tens de perceber que se vamos por aí… então porque não:
      – Tecnologias MicroSoft?
      – Django?
      – Java?
      Ou então porque o Laravel? Porque não o Zend ou a Yii?
      Ou porque frameworks? Porque não o velhinho PHP procedimental?
      E no que toca a Frameworks JS? Quais? Node só? E Angular ou React? Ou as duas juntas? Knockout, sim ou não? E já agora Ionic, que tal?

      Neste tipo de tuturiais. Escolhe uma tecnologia, framework, padrão e mantém-te com ele. Porque ao que o WebDevelopment diz respeito as alternativas são tantas, mas tantas que se não te focas numa, ou num só conjunto vais-te perder e vais fazer com que os “formandos” fiquem presos no abismo.

    • Joao Patricio says:

      Olá Tiago,
      Indo de encontro ao tema deste episódio…
      E frameworks css, websockets, rtc, devOps, pipelines de continuous integration and deployment, load balancers, clustering?
      Pelo comentário sucinto que fez, não consigo perceber de imediato, mas talvez esta rubrica vá a um ritmo desalinhado com o que pretende.
      Lá chegaremos (a frameworks JS). Após resultados, vamos perceber o caminho.
      Prevejo que do lado do frontend, se inicie com um pouco de jQuery, como ponto de partida, para depois se chegar a ECMA6, e VueJS, alavancando styled components.
      Falar de todas as frameworks frontend, Vue, React, Angular, Ember, etc creio que será um âmbito distinto do presente. Posso recomendar o Jeffrey Way para Vue (e Laravel) https://laracasts.com/series/learn-vue-2-step-by-step e Wes Bos para React https://reactforbeginners.com/
      Happy coding!

  2. Luís Almeida says:

    Calhou bem. Comecei com laravel, recentemente.

  3. Ricardo says:

    um óptimo tutorial, para quem vai-se introduzir no mundo das frameworks de PHP, acho o laravel o mais indicado para começar, fácil de entender e de trabalhar.

  4. jedi says:

    Obrigado por prosseguir com o tutorial. Fico á espera dos próximo episódios. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.