Quantcast
PplWare Mobile

5G: Portugal pode ser o último país da UE com rede de quinta geração

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Blox says:

    Portugal também é o único país da UE que continua a não ter bombas de abastecimento de hidrogénio…
    Mas por outro lado, continua na linha da frente em: Corrupção, Desigualdade, Injustiça, Pobreza, Preços de combustíveis e Impostos só para mencionar algumas das coisas em que somos “excelentes”.

  2. ruiuy says:

    Deviam era ter a preocupação de cobrir o país todo com fibra optica ou fornecerem um serviço de qualidade nas redes 3G e 4G isso sim era de valor e os portugueses agradeciam, agora os que querem o 5G para ontem são os deslumbrados da tecnologia sem qualquer noção da realidade em que vivem. Não falei dos que têm participação no negócio porque esses estão a cuidar da sua vidinha.

  3. Helder Gomes says:

    Nao faz mal, pelo menos somos o primeiro na corrupçao.

  4. Luis says:

    Isto é uma vergonha, um país que devia estar na vanguarda tecnológica, deixa-se ficar para ultimo no 5G. Já estamos quase em último em todos os indicadores em relação aos países da Europa e agora mais esta… Só quem não percebe a importância do 5G para alguns sectores, deixa isto andar a passo de caracol.

    • João says:

      Tretas de quem acha que o 5G é realmente indispensável para o desenvolvimento (imediato) da nossa economia.
      Só falta dizer que por Portugal estar alguns meses atrasado no licenciamento 5G, a economia do país vai pagar as consequências disso.

      • Luis says:

        Claro que é indispensável, é o mesmo que se dizer que estávamos bem com o ADSL e não devíamos ter evoluído para a fibra.
        O 5G é uma urgência para as grandes áreas metropolitanas, pois nestas áreas as redes 4G estão saturadas, especialmente em horas de ponta. existem uma variedade de equipamentos que necessitam de uma rede móvel de nova geração, não é só o telemóvel do Zé da esquina…

      • Luis says:

        Tu sim é que percebes da pôda! Num mundo cada vez mais digital onde quem tem acesso mais rápido á informação consegue estar um passo á frente em todas as áreas, dizer que não faz diferença nem vai afetar é de uma inteligência upa upa…

    • Rui Machado says:

      Uau não sei como viviam antes de existir o 5G, ups e verdade ainda não há e não morre ninguém por isso.

      Muito mais grave e muitos sítios nem rede terem, quanto mais 3G, 4G .

      O 5G está atrasado porque as operadoras se armam em espertas e complicam para entalar a ANACOM, sinal de que a a ANACOM está a trabalhar bem.

      Ainda vai levar com um interess nacional em cima e depois vão chorar mais.

      Para já arma-se em coitadinhas e vem dizer que o estado e mau e a culpa é do estado.

      Estivesse o concurso resolvido e teríamos na mesma o país mal coberto por rede móvel, pouca cobertura 3G muito menos de 4G e só alguns priveligiados com 5G

  5. David Guerreiro says:

    Mas devemos ser o que mais compra smartphones 5G. Anda tudo por aí a fugir a comprar smartphones 5G, como se não houvesse amanhã.

    • Nãosabesnada says:

      Muita gente compra por o 5G já vir nos novos telemóveis.
      Eu comprei em outubro um telemóvel com 5G e não foi por ser compativel com 5G mas sim pelo resto dos componentes.

    • Abílio Portas says:

      Verdade!
      Como se costuma dizer “os últimos são os primeiros”.

    • João says:

      Aqui está uma prova de que a maior parte das pessoas não sabe realmente o que virá a ser o 5G.
      Os telemóveis já têm 3G e 4G e com ou sem 5G já comunicam a velocidades vem razoáveis sem que os utilizadores se apercebam de grandes diferenças.

  6. Miguel says:

    Pela vontade da Anacom ainda estavamos com RDIS e com as mensalidades fixas de telefone.

    Deixem lá, a marquise do ronaldo é bem mais importante.

    • Rui Machado says:

      Se fosse uma pessoa informará facilmente percebia que a culpa é dos operadores que insistem em prolongar artificialmente o leilão.

      Saberia que a ANACOM já tentou acelerar e que se a autoridade da concorrência trabalhasse já os operadores tinham sido
      multados por concertaçao

      • Samuel MG says:

        A culpa é da Anacom porque está sempre a mudar as regras do leilão!! Todas operadoras estão a tentar acelerar mas a Anacom quer mais dinheiro.

      • Miguel says:

        Posso afirmar que não percebes absolutamente nada do que se está a passar. Como conselho, digo-te para escolheres os locais onde falas essas baboseiras, pois pode estar lá alguém que perceba da coisa.

  7. Joao Ptt says:

    Assim os nanobots das vacinas demoram mais tempo a serem activados ah ah ah.

    Agora a sério, o 5G não vai mudar nada de relevante para o consumidor final.
    A oferta vai continuar a miséria do costume, a cobertura rádio a miséria do costume, mesmo oficialmente o objectivo não é 100% de cobertura terrestre e menos ainda cobertura redundante.

    Quanto à resiliência é uma anedota, a rede 5G é uma bosta em termos de segurança, tal como todas as gerações anteriores, é tudo desenvolvido em segredo sem participação à séria da comunidade científica e académica que poderiam ajudar a corrigir problemas antes de se tornarem um problema… mas isso não interessa, pelo que tudo o que for construído em cima do 5G está tão sujeito a todas as falhas físicas que as redes anteriores já estavam e também às falhas de segurança e por aí em diante que as actuais tecnologias já estão sujeitas em graus diferentes de dificuldade… o que é propositado, os países querem manter a capacidade de intercepção e bloqueio fácil das telecomunicações dos demais países.

  8. Some_IT_Guy says:

    Ah sim… consolidar a cobertura com o 4G em prol do arranque do 5G… Desculpas para justificar a alhada que se meteram…

  9. Vasco says:

    É uma excelente forma de manter afastadas do país as empresas que utilizando a 5G poderiam desenvolver projectos interessantes, sobretudo na área das aplicações em tempo real. E, também, é excelente para afastar as outras que se dedicam a I&D nessa área e que potenciam o aparecimento de novas áreas de negócio. Assim, enquanto subimos um degrau por ano na escada do progresso, outros países europeus sobem dez. Depois admiramo-nos quando os nossos melhores emigram? Os desafios nesta terra são cada vez menores para quem gosta de andar na “crista da onda”. Os salários também são a bela “”$#a que se conhece, e em parte isso está relacionado com os frutos podres da mentalidade de que esta notícia é reflexo. Em Portugal existem hoje em dia duas velocidades – o devagarinho e o parado.

  10. Jorge.V says:

    “…falta Portugal e a Lituânia. Será que vamos ser os últimos a avançar?”
    Qual a novidade?

  11. jorge says:

    o 5G poderia ser uma boa alternativa a zonas que não tem fibra, o problema é que essas zonas onde não existe tanto investimento em infraestruturas também não será com certeza prioridade na rede 5G.

  12. Asdrubal says:

    Tanta coisa com o 5G, mas depois vêm tarifários de 50€ com 10GB de tráfego mensais, com mais 1GB adicional por 10€. Nada de novo. Seremos sempre a causa da Europa.

  13. XneloX says:

    Para ter 5G basta subscrever um plano qualquer de uma operadora nacional , eles falam que têm

  14. Joao Ptt says:

    Vale só reforçar que nada impede as operadoras de instalar o equipamento todo e depois inserir as frequências que conseguiram alugar à Anacom.
    Por isso, é tudo fogo de vista e palermia do costume, quando vier o 6G vai ser a mesma conversa do costume… e o zé povinho vai continuar mal na mesma. Estas empresas servem para fazer dinheiro, não é para servir a população, para isso existe supostamente o estado que não está a criar a sua própria rede que garantisse os tais serviços mínimos independente dos operadores… se a rede do estado estivesse em todo o lado mesmo e com melhores tarifários os privados tinham de se mexer a sério.

  15. Natália Soares says:

    De repente deixou-se de abordar os impactos na saude na implementação da rede 5G. Este ponto nunca foi bem esclarecido à população. Portanto, a preocupação de sermos os primeiros ou os últimos deixa de ser prioritário!

    • Miguel A. says:

      Porque independentemente do que digam, as pessoas só acreditam no que querem.
      Viu-se nas antenas destruídas nalguns países da Europa, porque correu notícias que era o 5G que ativava o Covid.
      Se disserem que é seguro, vão dizer que estão a mentir e só olham ao lucro, se disserem que não é seguro, vão dizer que tinham razão.
      A ciência diz que quanto maior a frequência, menos ondas eletromagnéticas entram no corpo, devido ao comprimento minúsculo das ondas, ou seja, em teoria, uma frequência VHF e UHF Rádio, é mais prejudicial para o corpo do que o 4G e 5G que são frequências mais altas.
      As otimizações das redes tem vindo a diminuir a potencia e a serem mais eficientes, logo, menos radiação. O resto, só os especialistas é que devem saber…

      • Natália Soares Soares says:

        Ainda se está a estudar se a radiação emitida pelos telemóveis 5G é perigoso para animais em geral, e e particular para os pássaros. As ondas eletromagnéticas de alta frequência afetam a temperatura do corpo dos insetos. Nós precisamos dos insetos para sobreviver.

        • Miguel A. says:

          Está a confundir as coisas. A tecnologia 5G tem potencial para afetar a temperatura dos insectos, mas isso só os afeta acima dos 5Ghz de frequência. O máximo que o 5G pode ir, em termos tecnológicos, são 120ghz.
          Mas, em Portugal as frequências vão variar entre os 700Mhz e os 3,6Ghz, ficando de fora das frequências que poderão ser perigosas para os insectos. Na Europa o máximo deverá ser os 3,6Ghz. Há tambem planos para usar 5G a frequências acima dos 24Ghz, mas há que haver estudos para verificar se realmente é prejudicial, porque claramente já está muito acima das frequências que afetam os insectos.

  16. Sergio J says:

    Quem pensa que 5G é pensar em telemóveis não sabe mesmo a revolução que aí vem

  17. DavidR says:

    Conforme aqui alguns já o mencionaram, a ANACOM está a fazer “braço de ferro” com as operadoras (e muito bem) porque quer ver resolvidos os seguintes problemas:

    A – Cobertura 4G no país todo ANTES da implementação do 5G – o que faz sentido.

    Tendo em consideração que o 4G já é bastante forte e suficiente para uma boa parte da utilização que as empresas / consumidores fazem no seu dia-a-dia, o que acham preferível? 4G em TODO o lado (imaginem poder trabalhar remotamente na serra, ou poder mover a infra estrutura de um negócio para terrenos / escritórios / pavilhões baratos no “meio do monte”) OU 5G mal esgalhado em meia duzia de cidades onde já toda a gente tem 4G / Fibra com fartura? Não era tão melhor que não fosse necessário que TODA A GENTE que quer ser gente seja FORÇADA a migrar para as grandes cidades, pagar rendas altíssimas, viver no meio da confusão e poluição e começar o dia com o stress das filas de trânsito?

    B – Parar com o price fixing que está à vista de toda a gente mas que ninguém move uma palha para impedir.

    C – Promover a concorrência (leal). -Imaginem que entra um novo player no mercado que não alinha no problema descrito em ^^B^^? Imaginem preços mais baixos, velocidades mais rápidas, tarifários móveis com tráfego realmente ilimitado por um preço razoável, melhor atendimento ao publico.

    As operadoras como sabem que o tuga engravida pelos ouvidos (e infelizmente não puxa pela massa cinzenta) está a criar pressão com o 5G, que na realidade, se formos a ver bem, no esquema geral das coisas, se não for bem e amplamente implementado não traz uma vantagem assim tão grande.

    É o síndrome da inferioridade. Somos fácil de levar, podemos andar de Fiat Punto a largar fumo preto, todo arrebentado, com o seguro por pagar, mas se vimos um carro alemão a ultrapassar em grande conforto, queremos é ir a dar gaz para ficar à frente. Podemos nem que seja rebentar com o motor, “ficar para trás é que não car*”#$.!!!”

    Acordem!!!

    • FreakOnALeash says:

      Muito bem observado!

    • aquele says:

      Concordo. A maior parte opina sem realmente saber o que o 5G realmente é e o impacto que tem para o consumidor final. É mais facil ler um artigo qualquer e ser totalmente influenciado sem usar o cerebro.
      É muito mais complexo que isto mas imaginem ter 1gbps de download com 5G num tarifário limitado a 5G a pagar 10 euros mensais, que lógica isto tem? A analogia que me ocorre é querer ter um ferrari quando não se tem combustivel para ele, ou o pouco que existe dá para fazer 1 km. #fucklogic

    • maisdomesmo says:

      Concordo plenamente. O interior do País também é Portugal. Mas como não conseguem facturar o que queriam deixam o resto de Portugal com adsl, 3g e pouco mais.
      Porque é que viver no interior tem de ser uma desvantagem… porque as operadoras de telecomunicações não acham lucrativo, apesar de estarem a facturar muitos milhões nas grandes cidades.
      Enfim, o dinheiro é quem decide como, quando e onde será instalada a nova rede 5g.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.