PplWare Mobile

Hyper-V: Crie uma máquina dentro do Windows 10


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

47 Respostas

  1. EsPoNjOsO says:

    Boas, alguns PCs será necessário ativar em BIOS a opção que permite virtualização…

  2. Cortano says:

    Uso e acho bastante fácil de usar. Tenho neste momento o W10 Insider e mais 2 distros Linux em VMs.

    Bom artigo, muito bem explicado.

    Só uma nota extra ao artigo, em muitos casos têm de se ativar na Bios do PC (MB) a opção de Virtualização – a forma como se faz depende da marca da MB.
    Caso não esteja ativada, naquela linha dos Systeminfo da Virtualization in Firmware vai estar disabled mas é possivel ativar via Bios.

    Mesmo sem fazer systeminfo, na altura de ativa o Hyper-V, caso o PC não suporte ou a virtualização não esteja ativa, aparece um pop-up com a informação.

    Uma outra forma de aceder directamente à janela de ativação de funcionalidade, é escrever na barra de pesquisa do W10: Hyper
    e aparece logo a opção de ativação de opções e funcionalidades.

    Outra dica: convém criar uma bridge para a placa de rede para dar acesso às VMs à internet para evitar conflitos com a placa principal… por acaso podiam explicar este passo.
    Ou seja, os passos iniciais seriam:
    1. Criar Rede
    2. Criar VM

    Nos proximos artigos podiam abordar as diferenças entre Generation 1 e 2.

    Outra coisa que podiam abordar são exemplos reais para utilizações uteis em casa, além de poder testar distros Linux ou correr insiders – estou curioso se podemos utilizar as VM “caseiras” de outras formas, e aqui queria expandir o meu conhecimento.
    Obrigado

  3. Henrique says:

    Boas, existe alguma vantagem em Relação ao Virtualbox?

  4. transcendez says:

    Esta é nativa do sistema, mas é melhor que o VMware? ou o VirtualBox? Dá para usar máquina física e daí fazer uma imagem e com essa imagem correr a dita em hyper-v simulando a máquina física original? Se sim, como implementar? Obrigado

  5. Eu says:

    Boas..

    Quando executo o systeminfo, o resultado é o seguinte:
    Hyper-V Requirements: VM Monitor Mode Extensions: Yes
    Virtualization Enabled In Firmware: Yes
    Second Level Address Translation: Yes
    Data Execution Prevention Available: Yes

    Mas quando vou a “Ativar ou desativar funcionalidades do Windows” não aparece o Hyper-V.

    Ajuda?
    Obrigado.

  6. Anonimo says:

    Resta dizer que o Hyper-V so esta disponivel na versao profissional do Windows 10. Quem tem a Home edition tem que fazer o upgrade com a respetiva licenca.

  7. Miguel Gonçalves says:

    Quero instalar o Windows 10 Enterprise x64 no Hyper-V e o meu PC tem o mesmo S.O. e 16 GB de RAM. Atribuo 2048 GB de RAM à MV com a opção de Memória Dinâmica (não sei o que faz esta opção) activada ou 4096 GB com esta opção desactivada? Qual delas põe a MV e o hospedeiro menos lentos? Que tipo de disco rígido virtual crio e quantos GBs lhe atribuo (o meu HD tem 750 GB)?

    Já agora, que nova opção é esta que aparece em “Criação Rápida” que descarrega cerca de 12 GB”?

    • Cortano says:

      A Memória Dinâmica é um sistema que gere a RAM consoante as necessidades. É útil caso tenhas várias VMs a correr ao mesmo tempo. Atribuis um mínimo e um máximo e o sistema atribiu RAM dentro desse valor cosoante as necessidades.

      Caso não pretendas usar a VM como posto de trabalho efectivo, onde vais guardar tudo e mais alguma coisa como se fosse o teu desktop, acho que não vale a pena alocares muito HDD.
      P.ex., eu para o W10 Insider tenho 50GB reservados.
      Para as Linux tenho 20 a 30 para cada uma.

      Mas acho que depende para o que queres. Eu é só para testar o Insider e testar distros Linux, não para usar como desktop do dia-a-dia.

      (Nota: sou apenas um recente entusiasta de VMs, portanto, a minha info pode não estar certa)

  8. Batman says:

    Quem pena o hyper-v n criar maquinas virtuais no windows 7. Eu instalei no windows 7 e a opção de criar maquina virtual n tinha.

  9. João Leandro says:

    Tambem consigo criar na hyper v uma rede completamente diferente do meu PC?

    para testar itens e não afectar o PC principal

  10. TestBoot37 says:

    Boas, segui os passos para por o Hyper-V mas depois de reiniciar o pc quando procuro por Gestor de Hyper-V não tenho resultados, alguma ideia porquê?

  11. Andre says:

    Boa noite,
    Nao sei onde é o sitio certo para escrever isto mas, apos ver crashs em jogos eu fui ver o painel nvidia e diz:
    “Nao esta ligado a um monitor gpu nvidia”. Mas o que se esta a passar. O meu portatil é Asus K450JN(ou X450JN),
    processador Intel Quad core i7 4700HQ 2.4Hz, 8G de RAM, Grafica intel 4600 e nvidia 840m. Alguem me pode ajudar…

    • Cortano says:

      Tens os drivers atualizados?
      Estás a usar monitor externo?
      Esse portátil tem 2 portas de saída de vídeo, não é? Estás a usar a porta certa que corresponde à Nvidia – será a HDMI?

      • Andre says:

        Cortano,
        Sim eu tenho os drives atualizados. Nao, nao uso monitores externos ou a porta HDMI.
        o meu portatil tem 2 graficas, mas nao 2 portas de saida de video, eu acho. o meu portatil trabalha bem pois tem os graficos integrados mas em jogos ele precisa da nvidia e por isso acho que o jogos crasham.
        Tambem pode ser porque mandei fazer uma limpeza interna ao portatil, pois ja tem 4 anos ao mais e ao que parece estava completamente cheio de lixo. Pode ser que alguma coisa nao tenha ficado no sitio?

        • Cortano says:

          Eu fui ver à net e deve-me ter aparecido o modelo mais recente que tem 2 portas de saída.
          Supostamente a Nvidia devia passar a ser a principal no caso dos jogos…
          experimenta desinstalá-la e voltar a instalar. Ou experimenta desativar a Intel e ficar apenas com a Nvidia (vai é consumir mais energia que pode diminuir o tempo de bateria)

  12. Carlos says:

    Já experimentei algumas vezes e desisti devido a problemas de rede e de resolução de ecrã (permite poucos modos de resolução), voltando sempre para o Vmware. Com o vmware, nunca tive problemas de rede. No entanto, se não tivesse esses problemas, optaria pelo hyper-v, por ser nativo (menos uma aplicação).
    Como o Cortano disse, concordo que seria útil procedimento para a criação de bridge e restante rede. Sempre que usei, empancava neste problema e lá voltava ao vmware.

  13. Davide Santos says:

    Tenho um disco físico com Linux e quero virtualiza-lo há algum programa para fazer isso?

  14. Julio Braga says:

    Não funciona USB.
    Alguém pode me ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.