PplWare Mobile

Vídeolog Pplware – Como funciona o NFC nos Samsung Galaxy?


O gosto pela tecnologia despertou sentimentos únicos que levaram a escrever umas palavras e a premir o obturador.

Destaques PPLWARE

  1. Tiago Leitão says:

    Ainda não é possivel usar o NFC dos Android como cartão de abertura de portas de prédios?
    Isto é, eu tenho um cartão que abre a porta de um prédio, através de aproximação a um sensor..

    A ideia era copiar a informação do cartão para o telemovel, e deixar de usar o cartão.

    • Diogo Cunha says:

      O mal é que se ficas sem bateria no tlm, ficas na rua

    • Valente says:

      Instalas a Appl NFC Reader do Play Store e já deve dar, com a opção NFC validada. Eu tenho isto instalado e ainda não tive tags para testar.

    • Alfie says:

      Provavelmente não será fácil assim. Os identificadores de RFID usados para identificar bens nas lojas tal como os identificadores de autorização de entrada em locais usam protocolos mais simples e frequências mais baixas. As características do NFC passam por usar uma frequência mais alta e um protocolo mais elaborado. Por outro lado os dispositivos RFID são alimentados e activados pela energia emitida pela antena do leitor, enquanto que nos NFC os dois dispositivos estão a emitir e escutar em continuo e têm energia própria. Para mais info é só goolear.

      • See Mee says:

        Sim, não é nada fácil… Impossível não é, mas eu próprio ainda não consegui testar essa possibilidade…

      • Nelson says:

        Mais ou menos…

        Posso estar errado, mas tenho quase a certeza que cada telemóvel tem um RFID passivo (funciona mesmo estando sem bateria), e o cartão, deve ser RFID passivo, também, se for como os dos hotéis, metro, etc.

        O “ID” do RFID é obtido passivamente, isto é, não é com software que mudas… É uma antena que é feita fisicamente de uma forma a corresponder a uma frequência, de uma certa forma,,,

        • Profect says:

          Ai não é com software que mudas? então é com o que? obra do espírito santo não?

          É LÓGICO que precisas de uma antena para escrever mas e como é que a antena sabe o que escrever? vai escrever a sorte não?

          ou pensas que por exemplo os cartões já vêm com UID definido e depois só precisas de gravar na bd? lool..

          • Nelson says:

            Não, não precisas de uma antena para escrever. É LÓGICO.

            A Antena é desenhada para ressoar a uma frequência.

            Não mudas com software. Duh. Não “escreves” uma antena com um programa…

          • Profect says:

            @Nelson

            desculpa lá mas tu só podes ser burro!!

            onde é que eu disse que tu vais escrever numa antena?

            tu escreves no cartão ou numa tag!! e para escrever precisas de um software DUUUUUUUUHHHHHHH!!! aprende a ler pá, já irritas de tanta burrice, porra..

  2. Benchmark do iPhone 5 says:

    Tirando o par de namorados: “Ai que giro, casa aqui o teu smatphone com o meu para trocarmos fotografias”, o NFC não tem mais utilidade nenhuma, por causa dos 4cm.

    Tanta história que era uma tecnologia de ponta, “patati, patatá”, “mas por que é que a Apple não a introduz no iPhone ?”, e vai-se a ver … puff.

    • Profect says:

      O mal do tuga é que continua a falar sem saber..

      NFC é muito mais que isso.. Mas é normal não saberes metade visto que a Apple não o tem.. Eu poderia te falar e dar exemplos próprios de como aumentar a segurança com o NFC, automatizar a casa, facilitar acesso a serviços (por exemplo).. Mas para que? tu vais dizer que nunca na vida o irias usar.. não serve para nada bla bla bla whiskas saquetas..

      portanto.. continua a achar que o que a Apple não investe é porque não é bom..

      • Nunes says:

        aconselho-te a ler um pouco sobre a tecnologia iBeacons! Usando o Bluetooth 4 consegue-se fazer basicamente tudo o que o NFC consegue – a única excepção é não fornecer energia por ondas radio a pequenos dispositivos!
        E sendo uma questão de software, qualquer aparelhos com Bluetooth 4 pode ter quase todas essas funcionalidades!

        • Profect says:

          claro.. e temos telemóveis com 2-3 anos com Bluetooth 4.. se calhar temos e eu devo andar muito atrasado só pode..

          NFC já existe em Android aos anos.. muitos aparelhos o têm e muitas pessoas não vão comprar um telemóvel novo porque tem Bluetooth 4.. -.-‘

          • Nunes says:

            O bluetooth 4 existe há mais de 2 anos. O iPhone 4S já vinha com essa versão, tal como o Galaxy S3, e vários outros da Samsung.
            O NFC não aparece em todos os telemóveis Android, só em alguns modelos – só algumas versões do S3 é que tinham NFC.
            Pegando na realidade das duas maiores companhias que representam mais de metade dos smartphones vendidos, acabas por ter mais telemóveis com o bluetooth 4

          • Profect says:

            @Nunes o NFC já existe no Android a mais de 3 anos.. e esqueceste de uma coisa é que falas de grandes gamas da samsung como o S3 e as medias gamas? e as outras marcas? todos os telemóveis ate hoje vendidos.. estamos a falar em mais de 3 anos em que varias marcas disponibilizaram NFC nos seus smartphones.. enquanto a Apple e Samsung apresentou Bluetooth 4 nas altas gamas..(excepto apple que não tem media/baixa gama)

            existem mais com NFC do que com Bluetooth 4.. NESTE MOMENTO!

      • Nelson says:

        A apple não o tem, e no Android, só quem tem nexus é que o tem, pois vais a um Samsung touch wizz, e lá tiveram eles de fazer o seu s-bean proprietário… Não é?

        Mas sabes o que é que toda gente pode ter, e é mais fácil para partilhar fotos com a overly attached girlfriend? E-mail e dropbox… Qual é a dificuldade?

        Aliás, podes enviar um vídeo por e-mail com o iOS, mesmo que passe dos 25 megas (ex para o gmail), ele divide em vários e-mails.

        Mas se o NFC é assim tão awesome, onde é que fica a empresa que a Google adquiriu á pouco? A bump? Faz exactamente o que faz o NFC de dar beijinhos com o telemóvel, mas usa o acelerômetro em vez do NFC para configurar o Bluetooth (ou talvez wifi ad-hoc)…

        • Profect says:

          Disseste bem.. adquiriu a pouco.. logo se tas no ramo de informática SABES que não é de 1 dia para o outro que a GOOGLE vai mandar serviços incorporados dessa empresa para o mundo..

          • Nelson says:

            Muito menos vai ser de um dia para o outro que o NFC se vai tornar prático para alguma coisa…

          • profect says:

            com esse comentário só tenho 2 coisas a dizer..

            1 – tu não deves sair de Portugal a muito tempo..
            2 – Portugal não e o mundo..

            explora um bocado..

          • Nelson says:

            PS: essa empresa já tem serviços a funcionar…

            Mas vi bem, e até nem curto, o tráfego é encaminhado via internet…

    • lm says:

      “Ai que giro, casa aqui o teu smatphone com o meu para trocarmos fotografias”, o NFC não tem mais utilidade nenhuma, por causa dos 4cm.

      Na primeira linha do artigo tem um link que dá outros exemplos de utilidades para o NFC. E depois..ah e tal mas os exemplos que lá estão, em portugal não têm utilidade… Ok, mas pelos vistos, tem para outros países. Não é só em Portugal que se vendem smartphones com NFC… Já com os iphones, nem cá nem lá.

    • Nunes says:

      Realmente, é muito mais prático partilhar sem ter que andar a “chocar” aparelhos. O bluetooth 4 caminha a passos largos para tornar o NFC irrelevante!

      • lm says:

        “Realmente, é muito mais prático partilhar sem ter que andar a “chocar” aparelhos. O bluetooth 4 caminha a passos largos para tornar o NFC irrelevante!”

        Não confundam as coisas… Está claro que é mais prático usar através do NFC pois este, pode usar o BlueTooth seja ele 4.0; 5 ou 6 de forma automática, evitando por exemplo ter de emparelhar os dispositivos…

        • Nunes says:

          Creio que ainda não percebeste a facilidade de ligação entre dispositivos usando o Airdrop no iOS. Combina bluetooth 4 e WiFi para descoberta e configuração automática para ligação entre dispositivos. Só precisas de indicar o dispositivo com que queres partilhar, sem teres que sair do teu lugar!
          A Samsung tem algo parecido para alguns aparelhos!

          • lm says:

            Mas estamos a falar de quê, afinal? iphones? iOS? Pensava que estamos a falar de NFC e suas utilidades. Mas já que falas do iOS, isso do airdrop entre iphones que são todos iguais, qual é a novidade? Já com o NFC, tanto se pode usar ente nokias, htc´s, lg´s, samsung´s, como em tagsNFC…

          • Nunes says:

            Se reparares bem também menciono que a Samsung tem algo nos mesmos moldes. A tecnologia existe para que não seja preciso o NFC para fazer essas ligações de forma fácil – que é o tema do primeiro comentário! É fácil e mais cómodo que usar o NFC!
            A única coisa que depois falta é usar o mesmo protocolo para que todos os aparelhos possam trocar dados.
            Ao contrário do que tu dás a entender existem limitações quanto a partilha entre SO diferentes com NFC!

        • Benchmark do iPhone 5 says:

          Que história é essa de o NFC poder usar o Bluetooth ? Que é que o NFC tem que ver com o Bluetooth ? Não pescas nada disto.

          • Hugo Cura says:

            O NFC também é usado para emparelhamento rápido de dispositivos bluetooth.

            Don’t you know that? I’m shocked.

          • lm says:

            O NFC não tem directamente a ver com nada. Podes é accionar qualquer função de modo automática usado o nfc. Se encostar o aparelho que está equipado no NFC numa tagNFC po exemplo, podes ligar-lhe ou desligar-lhe o BT; O GPS; Wi-Fi; o SOM. Acivar alarmes, etc e tudo apenas por aproximação. Portanto, tu é que não pescar nada do assunto.

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Isso é que é usar o Bluetooth ? 😉

          • lm says:

            Quando disse usar o Bluetooth com o NFC, obviamente queria dizer activar/desactivar o Bluetooth por NFC. Pois desse modo, é possivel iniciar-se a comunicação entre dois dispositivos por bluetooth sem ser preciso o respectivo emparelhamento. É triste que uma coisa tão simples possa fazer tanta confusão a determinadas pessoas…

          • Profect says:

            OIIEE e o burro sou eu?!

            DAAAHH

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            “Casa aqui o teu smartphone com o meu (enconcosta mesmo para se ter a certeza que não estão a mais de 4cm) para podermos emparelhar o bluetooth. Já está ? Agora já te podes afastar” 😆

            Por que é que não se emparelha logo por Bluetooth ? (No caso do iOS com o AirDrop é de caras).

            Isso é que é o NFC a poder usar o Bluetooth ? Pois sim J’aquim.

      • Diana Gonçalves says:

        Há um produto nacional em desenvolvimento, que é uma “lapa” que se coloca em objetos e, por BT, podemos encontrar esse objeto (carteira, mala, etc.) Tem a sua piada. Também há apps semelhantes internacionais. Tem mais graça do que utilidade, talvez. Qual a vossa opinião? http://lapa-app.com/pt/app

    • See Mee says:

      Não é uma funcionalidade que uso bastante, mas é sempre mais uma opção de partilha…

    • Filipe Santos says:

      Só porque a Apple não tem já não presta… Sinceramente…

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Além do que referi presta mais para quê ? Sinceramente … é isso que interessa …

        • See Mee says:

          Também não podes ser assim tão negativo em relação ao NFC…
          É uma tecnologia que tem as suas vantagens que por sua vez aumenta o quantidade de possibilidades de partilha de informação entre equipamentos.

          • Diana Gonçalves says:

            No telemóvel à esquerda, na apresentação, reparei que a notification bar tinha muitos atalhos. Como colocas tantos? No meu S3 há um limite de poucos atalhos.

        • profect says:

          e chegares a casa e passadas o tom numa tag e acenderes as luzes de casa? automaticamente detectar que estas em casa e liga te ao WiFi.. para quem anda com o Arduino pode fazer milhentas coisas a nível de segurança+Arduino+NFC

          apenas um exemplo.. usa a imaginação agora..

          • See Mee says:

            Sou completamente a favor que o nosso smartphone, nos facilite as acções diárias e que torne certas actividades bastante “automáticas”, seja qual for o sistema operativo…
            Quero a família Jetsons fora do ecrã! Lol

          • Nunes says:

            Com a tecnologia iBeacon poderá vir a se fazer isso tudo e muito mais pois determina com alguma precisão a localização das pessoas dentro dum edifício permitindo diferentes funções de acordo com a localização, sem ser preciso ir com o aparelho “esfregar” num sensor qualquer, ou espalhar não sei quantos tags pela casa para ter funções diferentes.
            O ponto fraco do NFC é que só funciona a distâncias muito curtas! Isso é muito pouco funcional para quase tudo!

          • Hugo Cura says:

            Nunes, esse não é o ponto fraco, é o ponto forte!

            Alguma vez paraste 5 segundos para pensar no significado da própria sigla? Ou mesmo 5 minutos para analisar o princípio de funcionamento?

            Cada tecnologia direcciona-se de acordo com as suas capacidades.

            Se o Bluetooth Smart é promissor?! Claro que sim, poderá permitir um conjunto de funcionalidades fantásticas, mas está longe de ser confundido com NFC.

          • Nunes says:

            @ Hugo Cura
            Até há pouco tempo tb pensei que o facto de só funcionar a distâncias curtas poderia ser uma vantagem do NFC sobre outra alternativa para certas situações – embora o número de situações fosse reduzido!
            Mas quando percebi o que era possível fazer com o iBeacons e o que a Apple fez com o Bluetooth 4 no iOS7, o NFC deixou de ter vantagem, pois a tecnologia com Bluetooth consegue determinar distâncias, e assim podes associar funcionalidades a curtas distâncias de determinado dispositivo se quiseres! Já descrevi mais acima o que a Apple fez com a AppleTV para obter exactamente o mesmo efeito que supostamente o NFC dá!
            Procura pelas soluções iBeacon para comércio, é o que está despontar, não só para pagamentos mas também para ajudar as pessoas a localizarem itens nas lojas, obter informações e coupons sem que tenham de ir atrás de qualquer tag com NFC! A eBay está adoptar essa tecnologia para as lojas passarem a usar o PayPal para pagamento!

          • Profect says:

            @Nunes

            “Com a tecnologia iBeacon poderá vir a se fazer isso tudo e muito mais”

            como tu disseste tudo.. poderáááá

            e quando os carros tiverem asas? que espectáculo…

          • Nunes says:

            @ Profect
            Com o NFC tem se ouvido os mesmo “ses”. A tecnologia que falo já existe, só resta às empresas desenvolverem produtos acessíveis a pessoas individuais. Uma importante diferença é que o Bluetooth 4 já está em mais telemóveis do que o NFC. E como permite um leque muito mais alargado de aplicações dentro de edifícios e outros locais, tem despertado o interesse de várias companhias.
            Se queres empresas a fornecer sistemas de automação dentro de casa, o NFC rapidamente perderá o interesse dessas companhias dada a sua limitação em distância!

            http://www.automatedhome.co.uk/apple/apple-ibeacons-explained-smart-home-occupancy-sensing-solved.html
            http://www.theverge.com/2013/9/28/4780120/mlb-shows-us-what-to-expect-from-ios-7-ibeacon-location-services

      • Nelson says:

        Sabes o que é que presta?

        AirDrop…

        Utiliza bt para parear, e wifi para transferir…

        Por NFC (utiliza BT OBEX), no máximo tens 25mbps á disposição (1 vídeo full HD de boa qualidade, de uma hora, demora uma hora a transferir…)

        O AirDrop tem 150mbps no iPhone (mesmo video = 10 minutos)

        No iPad Air tem 300mbps (5 minutos)

        • Hugo Cura says:

          NFC faz desencadear uma ligação WiFi Direct meu caro.

          • Nelson says:

            O NFC faz desencadear uma ligação Wifi Direct… se tiveres dois telemóveis que tenham NFC, e Wifi-Direct, e que o NFC seja compatível um com o outro!

            Experimenta um Samsung com um Nexus… nada…

            @Profect… o que é que é da Google? O NFC é da Google? O Wifi Direct é da Google? Não…

            Quanto ao NFC + Automatização… onde é que isso anda? Vais andar a acender e a apagar as luzes com o NFC do telemóvel? Tem todo o sentido… ok… dá-me um exemplo! LOL!

            O AirDrop, claro que não fazes tarefas de automatização, foi feito para transferências de ficheiros, se quiseres fazer tarfas de automatização, usas um serviço IP.

          • Profect says:

            Não sei qual é o teu problema com transferir de um Android Samsung para Nexus.. é que não sei mesmo qual é o problema.. já o fiz com htc, asus e nunca tive problemas..

        • Profect says:

          Estava mesmo a espera que viessem com essa do AirDrop..

          1 – Portanto partimos do principio que todos os nosso conhecidos ao qual iremos trocar dados têm Iphone/Ipad..

          2 – Estamos já a falar em 2 serviços que a Apple precisa para fazer frente a 1 da Google..

          Nós leitores à procura de conhecimento e abertos a tal partimos do principio que o NFC não presta isto porque temos o Bluetooth 4 e o AirDrop!

          Porque o AirDrop não fazes tarefas de automatização(1 exemplo).. mas tens o bluetooth.. espectáculo..

          É mesmo isso.. toda a gente prefere ter 2 serviços em vez de 1 que faz o trabalho dos 2 e ainda mais..

          é uma realidade fantástica.. xD

          • Nunes says:

            “Estamos já a falar em 2 serviços que a Apple precisa para fazer frente a 1 da Google..”
            O bluetooth faz o papel do NFC, por isso a contagem é a mesma.

            “Porque o AirDrop não fazes tarefas de automatização(1 exemplo).. mas tens o bluetooth.. espectáculo.”
            O Airdrop é o nome para o serviço de transferância, na mesma linha do Beam no Android! Não fazes transferência de ficheiros por NFC – nesse caso apenas leva ao reconhecimento dos dispositivos para iniciar a transferência por outra tecnologia!

            Para tarefas de automatização podes recorrer a diferentes tecnologias. WiFi, GPS e bluetooth permitem desencadear funções pois determinam a posição do aparelho!

          • Profect says:

            @Nunes

            “O bluetooth faz o papel do NFC, por isso a contagem é a mesma.”

            Vou te perguntar outra vez.. para ver se percebes..

            O IPHONE TRANSFERE FICHEIROS POR BLUETOOTH???

            “Para tarefas de automatização podes recorrer a diferentes tecnologias. WiFi, GPS e bluetooth permitem desencadear funções pois determinam a posição do aparelho!”

            Claro.. Estou eu a chegar a casa e quero ligar as luzes da sala o que faço? JÁ SEII!! Vou ligar o GPS!!! Ainda por cima consome pouca bateria, como o bluetooth até ao 4.0 também consome pouco..
            Depois temos o Wifi que se por acaso eu tenho controlo de acessos por WIFi, tenho um controlo de acessos bastante seguro que “qualquer” melro me abria a porta.. Mas calma.. eu se passar o NFC num leitor, eu não consigo saber onde tenho o aparelho.. porque o NFC deve funcionar a kms..

          • Nunes says:

            @ Profect
            :S parece que continuas sem perceber que o bluetooth no iPhone é usado para a configuração automática da ligação entre os dois dispositivos, que é exactamente a mesma função do NFC no Android! Estabelecida a ligação a transferência é feita por outra tecnologia mais rápida, exactamente como com o NFC no Android!

            Lê um pouco sobre “geofencing”! A localização determinada pelo teu dispositivo pode accionar determinadas funções, locais ou remotas dependendo dos programas e nível de automação! Com o bluetooth/ibeacon o nível de localização permite saber com precisão que estás à porta de casa, ou numa determinada divisão, etc. E há outros exemplos, pode não ser uma localização fixa, mas meramente relativa a um sensor bluetooth… pode ser no carro, ou dum porta-chaves, ou até uma fechadura duma porta com essa tecnologia! O nível de aplicações é idêntico ao NFC!

            “Depois temos o Wifi que se por acaso eu tenho controlo de acessos por WIFi, tenho um controlo de acessos bastante seguro que “qualquer” melro me abria a porta”
            O sinal de WiFi permite ao teu telemóvel determinar a posição, e é com essa informação que o teu telemóvel pode desencadear determinada tarefa, ou alterar definições ou outra coisa qualquer! Não é nada que permita a qualquer melro fazer o que quer que seja!

            “como o bluetooth até ao 4.0 também consome pouco”
            O BLE/bluetooth4 consome basicamente o mesmo que o NFC!

        • lm says:

          AirDrop… AirDrop… AirDrop…

          Porque teimam em comparar o airdrop com o NFC em termos de simplicidade?? Não tenho nenhum iphone mas pelo que se lê é que o airdrop precisa de estar visível para todos os aparelhos que tiverem o AirDrop activado ou então apenas para contactos reconhecidos, não é assim?. Então, como é? Deste modo o processo de envio torna-se menos pratico que o NFC. Pois o NFC trata desses contratempos automaticamente.. Isto para não falar que o airdrop ficou apenas disponível a partir do iphone 5 se não me engano…

          • Nunes says:

            Precisas de ter activado o Airdrop no iPhone e definir quem é que te pode ver! A partir daí não é preciso mais nada, podes manter a definição para sempre se assim quiseres. É uma única activação para não sei quantas transferências possíveis.
            O NFC obriga sempre a ir atrás do outro aparelho para qualquer transferência, e se quiseres transferir para vários…

          • Nelson says:

            Simplicidade do NFC vs AirDop?

            Como o nunes disse, andar atrás um do outro das palmadinhas? LOL!

            Podes ter, o AirDrop desligado, ligado, ou só para contactos. Queres melhor?

            Além disso, tudo grandes tretas o NFC, e tudo o que precisar de hardware extra.

            Sabes porquê? Porque isso vai aparecendo enquanto é novidade, depois? Depois vai para o lixo, e nunca mais ouves falar.

            Olha a internet…

            Hoje em dia, só há praticamente 3 serviços:

            – DNS
            – HTTP
            – Mail

            O resto? Tudo porta fora. Quanto mais simples, mais universal, melhor…

    • Nelson says:

      Tenho um telemóvel com NFC há há 14 meses… Nunca usei, nunca vi oportunidade para usar…

      Agora se tivesse wireless charging como a. Nokia, isso é que era bom!

      • Profect says:

        Nunca usaste tu.. lá porque tu nunca usaste não significa que não preste..

        que telemóvel nokia é que carregava por wi fi a 14 meses?

        • Nelson says:

          Carregar por Wifi? LOL essa, é boa 😉

          Há 14 meses, nenhum, há 12 meses, Nokia 920.

          • profect says:

            la esta!!
            então não reclames!
            esperavas mais 2 meses e compravas o nokia.. duuuh
            aprende uma coisa.. tu podes não usar para nada mas existem pessoas que usam e muito.. se te custa entender isso e problema teu..

            agora tu não és ninguém para dizer que o NFC não serve para nada.. resume te a falar do que sabes em vez de dizeres asneiras só porque a tua querida Apple não aposta no NFC..

            elogio pessoas que têm opinião própria e argumentam para tal.. não aquelas que só por uma marca não ter já não presta!

          • Nelson says:

            Tá bem.

            Mas já havia essa tecnologia há n’s!

            “Usam muito”

            Tudo dito… é uma maravilha o NFC… usam muito… para brincar, só se for…

          • Profect says:

            Ah pronto.. se o NELSON não usa.. então o resto do mundo também não.. porque ele é o centro da tecnologia!!

  3. lm says:

    “Além do que referi presta mais para quê ? Sinceramente … é isso que interessa …”

    Serve para isto e para muito mais:
    https://www.youtube.com/watch?v=7VSOPD8VP_Q

    • Valente says:

      E para muito, muito mais.
      Qualquer dia temos lojas com a sigla NFC na porta sigificando o quê? Pagamento com o phone por NFC em terminais próprios na loja.

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        É que é já a seguir 😉
        Já algum banco, a SIBS ou empresa de cartões de crédito falou nisso ? (Não confundir um smartphone com NFC com um cartão de débito/crédito do banco com tecnologia RFID)
        Por que é que quando se fala numa utilidade para o NFC se acrescenta sempre “qualquer dia” ?

        • Profect says:

          Tens o Montepio meu caro 🙂

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Tenho o Montepio a fazer o quê em concreto ? A lançar um cartão com tecnologia RFID ?

          • Profect says:

            Não é proprio do MOntepio, mas o Montepio já usa essa tecnologia..

            Visa PayWave..

            “How It Works

            Visa payWave for Mobile is an innovative contactless technology that enables Visa cardholders to simply wave their card or mobile device in front of a contactless payment terminal to make a payment. It’s compatible with NFC technology, the short range communications standard that enables mobile phones to transmit payment information to a contactless payment terminal.

            Visa payWave for Mobile brings the complete contactless payment experience to the mobile device, including credit, debit and prepaid products for both online and offline contactless transactions. From the acceptance perspective, mobile devices supporting the Visa payWave for Mobile applications are accepted on all versions of contactless readers that are currently supporting Visa payWave cards.”

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Isso é um link para developers. Pertence ao grupo do “qualquer dia há” 🙂

            O que o Montepio terá (só pode) é o Visa PayWave … em cartão com tecnologia RFID, não um smartphone com NFC.

          • Profect says:

            Devo ter escrito em mandarim..

            Onde é que eu disse o que quer que seja sobre o montepio e Smartphones com NFC?

            falei sobre uma tecnologia.. ao qual é compatível com NFC.. Que é o mesmo efeito que pagares com o smartphone.. passas o Cartão Com a tecnologia PayWave sobre o terminal e está pago(até 20 euros).. o mesmo funciona com o NFC dos telemoveis.. podes pagar usando Google Wallet por exemplo.. Se tens duvidas.. vê a publicidade que acho que é do Galaxy S4 do velhote a pagar com o Smartphone.. é tipo isso..

            eu acho que me expliquei bem..

        • Hugo Cura says:

          http://www.nfcworld.com/2013/05/29/324304/portuguese-project-uses-nfc-phones-as-mobile-pos-terminals/

          Repara na sidebar direita onde diz “Latest NFC news” e checka a lista.
          Essa gente que ainda acredita no NFC são mesmo ignorantes 😆

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Isso é o mesmo que mandares alguém ver o site de uma equipa de futebol para saber se ganha o campeonato.

            Indo ao site da NFC, claro que diz que o NFC vai de vento em poupa, o que não falta são projectos. Realizações é que não há.

          • Profect says:

            @Benchmark do iPhone 5

            não é o site da NFC, mas sim um site sobre NFC..

            Já começas com a falta de argumentos e é só desculpas..

            portanto acho que já não vale a pena dizer mais nada.. santa paciência..

          • Nelson says:

            Agora é que vai ser!

            Andam há 9 anos que estabeleceram um Fórum…

            Por isso, dado os desenvolvimentos da tecnologia que temos visto, o futuro será mesmo pagamentos móveis… em qualquer tabacaria vai ter isso!

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            “Porém, a plataforma ainda não está pronta para chegar ao mercado”.

            Também pertence ao grupo do “qualquer dia há”.

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Isso é tão velho – usar um tag NFC para ligar funções do smartphone, como o GPS, e o Bluetooth. O on/off dessas funções está à mão, não é preciso o tag NFC para nada. Não passa de uma brincadeira para quem passa o tempo a fazer cócegas ao smartphone: “Olha tão giro, eu a ligar o GPS e o do smatphone sem tocar no ecrã”. Quando descobrires alguma coisa útil diz.

      • lm says:

        É tão velho quanto os smartphones que têm nfc. Não é como o BT do iphone que com este anos todos continua a não servir para nada…

        • Benchmark do iPhone 5 says:

          O Bluetooth do iPhone, ou de outro smartphone não serve para nada ?
          O teu carro tem quantos anos ? Ainda não tem Bluetooth ?

          Pesquisa por beacons, ibeacons, “Android BLE” (Bluetooth Low Energy) e por “NFC 4cm vs. Bluetooth 50m” e percebes facilmente o destino do NFC.

          • lm says:

            “..O Bluetooth do iPhone, ou de outro smartphone não serve para nada ?

            No caso do iphone, funcões tão basicas como eviar uma foto, segundo se fala, é para esquecer..

            “O teu carro tem quantos anos ? Ainda não tem Bluetooth ?”

            É provável que o meu carro não seja tão novo como o teu, pois não tem BT. Logo, para mim, nenhum smarthphone iria ter utilidade para esse fim. Fora dele, qualquer um, menos iphone.

            Pesquisa por beacons, ibeacons, “Android BLE” (Bluetooth Low Energy) e por “NFC 4cm vs. Bluetooth 50m” e percebes facilmente o destino do NFC.

            Não preciso de pesquisar nada. Mais uma vez, não confundam as coisas, são tecnologias de comunicação com ojectivos diferentes.

            No caso do NFC (Near Field Communication) 4cm até tem o seu propósito:

            “A curta distância para a transmissão já é um ponto positivo para a segurança dela, pois dificulta a interceptação do sinal…”.

            Está também no link na primeira linha do artigo.

        • Nelson says:

          Serve para ligar ao hands free de muitos carros…

          Já o Bluetooth do Android 4.2 e 4.3, não… felizmente, há o cyanogenmod.

          Para não falar das centenas de teclados para iPhone de encaixar…
          Entre centenas de gadgets, colunas de som, home automation até pagamentos de cartão de crédito…

        • Nunes says:

          Não serve para nada!? É usado para ligar a vários periféricos, é usado para autoconfigurar uma ligação por Airdrop, é agora usado para a tecnologia iBeacon, que podendo funcionar como sensores de proximidade e de posicionamento permite um novo mundo de possibilidades dentro de edifícios.

        • See Mee says:

          Realmente concordo que é uma pena o BT do iPhone não emparelhar com equipamentos que possuam a mesma tecnologia…

  4. Mike Santos says:

    Não sei quantos “mouros” estão a ler isto e a dizer não serve para nada. O metro do porto uso este sistema desde que foi inaugurado. O cartão é validado apenas por aproximação.
    A Brisa usa o mesmo sistema (com prémios atribuídos ao longo de anos consecutivos).
    Ok. A diferença é óbvia. Um excita e o outro por sua transmite.
    Mas, já pararam para pensar que é um método de transmissão de dados muito seguro? Só quem está nos “ditos 4cm” é que recebe os mesmos sem mais configurações ou validações?

    3 x 1

    • See Mee says:

      Olá Mike!

      Ora aí está um bom exemplo…

      Obrigado pela partilha da informação!

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Santa ignorância. O que é que o cartão Andante do Metro do Porto tem que ver com o NFC ?

        Ou os cartões Multibanco para pagamento de portagens da Brisa ? (Penso que a referência não era à “Via Verde”)

        • Profect says:

          Mesmo.. santa ignorância..

          UltraReset
          ou
          UltraCardTester

          para quem quizer andar de metro de graça..

          NFC??? wow…

        • See Mee says:

          Penso que o Mike queria referir era um exemplo onde se poderia utilizar tal tecnologia.

          Temos que concordar que seria bastante prático efectuares a “activação” com o teu smartphone.

          Foi apenas um exemplo,como diz o outro: “penso eu de que…” lol

    • Nunes says:

      O metro do Porto e a Brisa não usam NFC! O metro usa tecnologia RFID que tanto quanto eu sei não é compatível com o NFC – frequências e protocolos diferentes.
      O NFC é um conjunto de tecnologias RFID desenvolvidas especificamente para telemóveis.

      • Nunes says:

        Em termos de segurança o NFC tem tido alguns problemas

      • Profect says:

        Não é compatível? Se conseguimos gravar o andante no telemóvel, usar o andante e voltar a gravar os dados no andante.. sim é crime mas é possível..

        mas portanto é incompatível? é isso que me estas a dizer?

        consegues abrir portas e barreiras que tenham leitores RFID com o NFC mas é incompatível? certo? -.-‘

        • Nunes says:

          Tanto quanto eu sei não consegues no Andante! Os dados estão protegidos e os protocolos de comunicação são diferentes do protocolo estabelecido para NFC. Se queres quebrar alguma coisa irás primeiro contornar os protocolos estabelecidos, para conseguir usar a antena do telemóvel – usar a antena não significa que estejas a usar NFC!
          Quanto a portas, depende da tecnologia da “fechadura”! Já há fechaduras que são igualmente compatíveis com o protocolo NFC. Noutras poderás tentar emular o cartão RFID com alguma aplicação, mas se for uma boa fechadura o mais certo é não teres sorte!

          • Profect says:

            😐 eii calma lá que já estamos a misturar as coisas..

            antena do telemóvel? para que raio tu precisas da antena do telemóvel numa situação destas?

            primeiro.. os dados estão protegidos? que dados? estamos a falar de um OTP counter.. que até hoje não está protegido, e que simplesmente guardas o teu OTP carregado.. e mais tarde fazes o write desse OTP para o cartão..

            mas espera tas me a dizer que queres tentar “escrever” com a antena de comunicações do telemovel?!

            não acredito que estejas a dizer isso de certeza..

            “Quanto a portas, depende da tecnologia da “fechadura”! Já há fechaduras que são igualmente compatíveis com o protocolo NFC. Noutras poderás tentar emular o cartão RFID com alguma aplicação, mas se for uma boa fechadura o mais certo é não teres sorte!”

            Mas alguém falou em fechaduras? o que é que o cu tem a ver com as calças?

            o NFC/RFID o carago mais velho comunica com um leitor!! esse leitor baseia-se num serviço de validação/base de dados e caso seja valido abre a porta ou fechadura eléctrica ou uma testa eléctrica.. simples..

            tu não vais comunicar com uma fechadura.. a não ser que me mostres uma fechadura com leitor RFID, ligação ethernet e trinco eléctrico.. aí sim já podemos falar de fechaduras!!

            acredita fiquei completamente parvo com o teu comentário.. não devemos estar a falar do mesmo só pode..

          • Nunes says:

            isso é que é desconversar!
            O NFC usa uma antena própria, ou não sabias? talvez devessem comunicar no vazio sem qualquer hardware!
            Quanto aos dados dos cartões, supostamente são encriptados, ou deveriam ser, para nenhum chico esperto mexer neles! Uma das aplicações para os bilhetes que mencionaste só funciona com certos cartões que não encriptam esses dados – era possível a encriptação, apenas não a usaram no cartão. Tal aplicação não usa os protocolos NFC, é um hack direccionado ao protocolo usado pelo cartão!
            Quanto à questão das “fechaduras” (repara nas aspas), para poderes passar por uma porta com cartão RFID o sistema de fechadura (trinco será se calhar mais correcto) tem que estar acoplado de alguma forma a um leitor certo? A porta supostamente deveria estar trancada até o cartão ser validado, ou será que o teu sistema é outro e as portas não trancam?

          • Profect says:

            desconversar? então tu falas me em “usar a antena do telemóvel” em vez de dizeres a antena de NFC.. e eu é que estou a desconversar?

            eu disse:

            “o NFC/RFID o carago mais velho comunica com um leitor!! esse leitor baseia-se num serviço de validação/base de dados e caso seja valido abre a porta ou fechadura eléctrica ou uma testa eléctrica.. simples..”

            espero que consigas ler bem agora..

            e tu dizes:

            “O NFC usa uma antena própria, ou não sabias? talvez devessem comunicar no vazio sem qualquer hardware!”

            eu devo falar outra língua..

            “Quanto à questão das “fechaduras” (repara nas aspas), para poderes passar por uma porta com cartão RFID o sistema de fechadura (trinco será se calhar mais correcto) tem que estar acoplado de alguma forma a um leitor certo? A porta supostamente deveria estar trancada até o cartão ser validado, ou será que o teu sistema é outro e as portas não trancam?”

            Não não está certo.. porque é que preciso de ligar o meu leitor a porta? queres que faça a validação de regras de acesso/permissões no leitor? não!

            Vou resumir para ser mais fácil entenderes desta vez..

            O leitor esta ligado por ethernet a um terminal server/PC, que por sua vez estará ligado a uma base de dados.. do outro lado tenho um serviço que me vai a base de dados validar se tenho permissões de acesso.. se tiver permissões envio uma trama.. que por sua vez me dispara o trinco eléctrico.. e puff a porta abriu.. se não tiver permissões a porta CONTINUA fechada.

            Agora seguindo a tua lógica.. vou ter o meu leitor ligado ao trinco.. tudo o que passar no leitor abre me a porta porque não tenho nada “no meio” a validar se tem permissões para abrir ou não.. a não ser que seges daqueles que gosta de “chapar” os Unique ID’s no leitor.. xD

            é óbvio que a porta está fechada se não para que é que vou estar a abrir a porta se ela já está aberta? -___-‘

          • Nunes says:

            @ Profect
            sim, desconversar! A antena para NFC está no telemóvel. Quando menciono antena do telemóvel no contexto do NFC (e repetindo diversas vezes NFC), assumir que me referia a uma outra antena qualquer e passar a discussão para algo que nada que tem a ver com o assunto é desconversar!
            Quanto às portas, é mais um exemplo de desconversar. Limitei-me a usar uma imagem generalista da aplicação para falar sobre a compatibilidade ou não do NFC com tecnologia RFID já estabelecida. Tu, sabe-se lá porquê, preferes embirrar com essa discrição e divagar para casos específicos que por sinal não são o único método de aplicação da tecnologia – há casos bem mais simples na domótica, que não requerem terminais, PCs com serviços de base de dados, etc
            Quando faltam os argumentos, desconversa-se

          • Profect says:

            @Nunes

            Como não tens mais argumentos ao exemplo que te dei.. dizes isso. mas por mim está bom, só não entendes porque não queres.

          • Nunes says:

            @ Profect
            tal como disse, teimas com exemplos fugindo ao assunto! mas se queres exemplos, muito bem:
            http://www.metechs.com/store/index.php?main_page=index&cPath=11

          • Profect says:

            lol e isso veio provar o que? que o NFC não serve para nada? com esse link não provas nada de nada.. existem projectos de muita coisa.. o que é que isso prova que estou errado? xD

            mas seguindo o teu exemplo.. diz-me essas fechaduras têm leitor integrado.. tudo bem, foi o que eu já tinha dito que também funcionava.. partindo do principio que tu não vais chapar os UID’s dos cartões/tags nas fechaduras.. porque isso é uma grande falta de segurança.. diz-me onde é que os vais guardar a não ser numa base de dados e como é que tu validas se tens acesso se não tiveres algum genero de serviço de validação.. diz-me lá.. responde-me sem fugir a questão desta vez..

            é que tu ainda não provaste que não tenho razão.. eu sempre te disse que irias precisar de um leitor RFID, um serviço de validação e base de dados.. não sei onde é que provas que estou errado.. xD

          • Nunes says:

            @ Profect
            lol!! e continua a “desconversa”!
            Chegaste a olhar para os exemplos?
            Tens para todos os gostos. Alguns exemplos com tudo incorporado na porta, sem comunicação com PCs, servidores ou outra coisa qualquer externa, que foi o que tão eloquentemente descreveste ser necessário. A validação é feita exclusivamente no hardware que é instalado na porta.
            Mas independentemente disso! O facto é que muitos destes mecanismos (qualquer que seja o processo) usam protocolos próprios para a leitura de cartões RFID, com medidas de segurança incorporadas para impedir a duplicação, tornando extremamente complicado a tentativa de uso de telemóveis com NFC para muitos desses casos! No entanto, já há mecanismos adaptados para tb usar o NFC dos telemóveis, ou outra tecnologia qualquer, como por exemplo bluetooth. O que nos leva de novo ao que interessa…

          • Profect says:

            @Nunes

            Não preciso de ver os detalhes deles, para saber que não têm BASE DE DADOS!!! tu não percebes mesmo.. eu quando falo da validação nao estou a falar da validação do RFID! ESTOU A FALAR DA VALIDAÇÃO DOS UID’S!!!!!

            que é o que te interessa num cartão/tag rfid!!!

            Vou explicar para tu chegares lá deste ves.. tu precisas SEMPRE de uma validação do genero “este cartão pode abrir, este já não pode” diz-me como é que tu fazes isso? precisas de uma base de dados.. e não venhas dizer que existem fechaduras com memoria para guardar na própria fechadura.. porque os que existirem com memoria não têm memoria para milhões de cartões..
            para não falar no custo que isso tem..

            essa é a validação que eu falo a mais de 5 comentários e tu ainda não percebeste! e digo te mais continua com a tua ignorância que já não tenho paciência para as tuas desculpas.. Fica bem

          • Nunes says:

            estás a passar de desconversar para negar a realidade!
            Se te desses ao trabalho de ler os exemplos da página, verificarias que têm capacidade para identificar um determinado número de cartões.
            Estes mecanismos não precisam de guardar milhões de identificações para saber o que é que não pode ser validado, basta guardar a identificação daqueles que estão autorizados, todos os outros não são autorizados! Santa ignorância! Teimas com um exemplo específico que não representa as diferentes alternativas da tecnologia!
            Quanto ao UID, parece ser demasiado óbvio para ser necessário mencionar… não dá sequer entender donde vem essa conversa agora! a não ser, claro, para continuar a desconversar

        • Valente says:

          E a propósito quando é que se abre a porta ABERTA?

    • Nelson says:

      “Só quem está nos “ditos 4cm” é que recebe os mesmos sem mais configurações ou validações?”

      Não, quem tiver uma antena suficientemente “potente”, consegue.

  5. Valente says:

    See Mee
    Com tanta discussão, dúvidas e desconhecimentos, o assunto merecia um artigo próprio.

    • See Mee says:

      Boas!

      Isto da discussão basta referir que o Android tem e o iPhone não, ou vice-versa para começar a “dar calor” aqui nos comentários…lol

      Mas sinceramente até gosto de assistir a estas “guerras”…

      No meio de tanta noticia do nosso fantástico governo sem nada de novo, é bem mais interessante estes posts…

  6. MM says:

    O meu Lumia 620 tem NFC, tenho uns tags em casa que comprei no ebay para testar e aquilo é giro. Podemos usar para tudo, desde aceder as especificações como deixar mensagens para outro tlm que use aquele tag. Links, para sites, informações diversas, etc., etc.
    É uma tecnologia muito pouco divulgada e que gera muita confusão baseada no desconhecimento ou preconceitos (basta ler o monte de balelas que muitos escreveram porque não conhecem). Bem utilizada é uma tecnologia que pode ser aplicada de uma forma inovadora em áreas como marketing, vendas, informações, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.