PplWare Mobile

Dica: Usa o DOS no Windows 10? Então saiba como pode aceder ao histórico de comandos


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

45 Respostas

  1. Carlos Rino says:

    só funciona com a sessão actual, ao reabrir a sessão limpa o histórico.

    • Fernando Jorge says:

      Com certeza que a informação é alojada na memória não sendo escrita num simples ficheiro de texto com um comando introduzido a cada linha. O código até poderia filtrar os comandos cujo resultado é um erro. Demasiado simples a implementação para não ter um histórico permanente.

  2. Renato Silva says:

    É correto chamar de DOS? DOS era um sistema operacional, não? Não seria apenas um console de comandos do Windows? Sem criar polêmica, apenas uma dúvida mesmo.

    • Andrey says:

      Não, não é correto chamar de DOS. Deve ser vício do autor chamar assim. No windows o interpretador de linha de comandos é o Processador de Comandos, CMD.EXE ou Prompt de Comando podendo ser referenciado como Console, CLI, etc..

      Quando se deparar com um artigo “Dica: Usa o DOS no Linux?”, não se surpreenda, ele vai estar falando da shell, bash, sh ou qualquer coisa do tipo.

    • Willy Wonka says:

      Chame pelo nome: Prompt de Comando

  3. Pedro Ribeiro says:

    O DOS, FELIZMENTE, já morreu há muito!

    • João says:

      Longe vai do tempo do velhinho MS-DOS 6.22… 😀

    • Carlos says:

      O DOS morreu?? Vê-se mesmo que não percebe nada de Sistemas operativos. O DOS é e continua a ser a base de tudo.

      • Pedro Ribeiro says:

        A base de tudo?!
        Felizmente, isso NUNCA foi verdade.

        Mas se continua a duvidar que está bem morto e enterrado, veja outras fontes:

        https://en.wikipedia.org/wiki/MS-DOS#End_of_MS-DOS

        “In contrast to the Windows 9x series, the Windows NT-derived 32-bit operating systems developed alongside the 9x series (Windows NT, 2000, XP and newer) do not contain MS-DOS as part of the operating system, as NT is not built as a subsystem running on DOS but an entirely different independent operating system,[52] but provide a subset of DOS emulation to run DOS applications and provide DOS-like command prompt windows. 64-bit versions of Windows NT line do not provide DOS emulation and cannot run DOS applications natively.”

        • Jorge Fonseca says:

          uma coisa são as Aplicações DOS outra são os comandos DOS… é o mesmo que dizer que o UNIX morreu… tretas sem UNIX não existe linux ou macosx. Já agora… como corrige as atualizações do windows 10 falhadas? CMD, certo? e o powershell funciona com base em que linguagem? Windows… será?

          • Pedro Ribeiro says:

            O que chama de comandos DOS são comandos… Windows. O DOS, como Sistema Operativo está bem morto e enterrado!
            E não existe um UNIX. existem vários “sabores”. Linux e MacOSX são apenas exemplos.
            Já agora, CMD.EXE=Windows Command.com=DOS
            Boa sorte a encontrar o Command.com no Windows10

          • Jorge Fonseca says:

            Pedro Ribeiro, sabe o que é o c:\> usado na linha de comandos DOS que muitas vezes nos salva de Windows que não arranca… sempre que vir c:\> está a usar DOS. Não o sistema operativo MS-DOS que esse sim morreu há muitos anos

          • Jorge Fonseca says:

            “C:\> é o prompt de comando oficial do MS-DOS, e se não alterado, seu aspecto indica a letra da unidade de disco e o caminho corrente (diretório atual), em que se está posicionado. Em versões anteriores, o prompt de comando era representado apenas por A>, onde apenas a unidade de disco era exibida.“

          • Willy Wonka says:

            Quanta nerdisse

          • met says:

            Jorge, oiça este senhor. O DOS seguiu o caminho do dodo. Os comandos da linha de comandos do Windows 10 são tão corridos em DOS como os do Linux. Não vale a pena teimar, não se chamama linhas dr comando “DOS” só porque o interface do DOS era linhas de comandos. O autor cometeu um lapso de alguma dimensão, acontece.

          • met says:

            E DOS quer dizer “disk operating system”. Só há esse DOS, as linhas de comando em do chamam de de linhas de comando, ou vai dizer me que no Linux também há DOS?

      • Celso says:

        Homem, você tem que reformar o seu 486 e comprar um PC novo com Windows 10. Depois vai ver se o DOS é a base de tudo….

    • Guilherme Elias Gomes Nocera says:

      Felizmente existe um projeto chamado DosBox que o permite utilizar aplicativos DOS em qualquer sistema operacional. https://www.dosbox.com/

  4. Wagner says:

    Não é DOS, isso é CMD. O DOS não acompanha o windows desde o ME.

    • Jorge Fonseca says:

      e o UNIX acompanha o Linux?

      • Celso says:

        Mas estamos a falar de windows e DOS ou estamos a falar de Linux? Porquê que muda o assunto?

      • met says:

        O Unix não acompanha linux, nem nunca o fez. O Linux foi criado como um clone do Unix, mas não contém código de Unix. Dizer que Linux é Unix é como dizer que José é o Manuel só porque são os dois seres humanos e dizer que acompanha o Linux é como dizer que o braço do José é o braço do Manel, porque são os dois braços.

  5. Pedro Simões says:

    ainda acho engraçado ver os prints da tela com o nome de usuário psimoes Pedro Simões, meu homonimo.

  6. Jorge Fonseca says:

    Sempre existiu o histórico do DOS… F3 + cursor para cima. E já agora com o F1, conseguimos repetir o comando anterior escrevendo-o caracter a caracter. Tenho pena dos que acham que o DOS já morreu, acho que eu ainda não conseguiria viver sem o chkdsk, fixmbr, netuser, diskpart entre muitos outros.

    • Pedro Ribeiro says:

      Esses comandos, que, mais uma vez, nunca foram grande coisa, continuam a existir no Windows, portados para a respectiva arquitectura (W32, W64). Experimente correr aplicações de DOS no Windows (sem DOSBox), e depois diga qualquer coisa!

  7. Guilherme Elias Gomes Nocera says:

    Chama de Prompt de Comando que é o nome correto.

  8. ACMSeBr says:

    Eu o uso até hoje no Windows / Linux. Em backup é muito útil.

    Ex: MS-DDOS to Goocle Drive

    • met says:

      Não usas o DOS no Linux de certeza, quer dizer não como estása pensar. Chamam se linhas de comando, terminais, bash, DOS é que não. DOS era um sistema operativo. Podes usa lo no Linux com dosbox, como eu faço para jogar o xcom apocalypse e outras velharias. Chamem se as coisas pelos os seus nomes

  9. Nuno Freitas says:

    Ou então simplesmente carregar nas setas para cima e para baixo para “percorrer” todos os comandos anteriores na mesma sessão…

    E já agora para gravar a lista dos comandos (neste caso no ambiente de trabalho) basta usar “doskey /HISTORY > C:\Users\Username\Desktop\history.txt”

  10. Nuno Carvalho says:

    E que tal a mais simples de todas… apenas seta para cima e vais passando pelos comandos utilizados podendo repetir logo um carregando no enter.

  11. Tiago says:

    A Microsoft começou a desenvolver o Microsoft Windows em setembro de 1981. Os primeiros Windows, como o 1.0, 2.0, são compatíveis apenas com partições formatadas em sistema de ficheiros FAT, ou como é chamado, FAT 16. O 3.x poderia ser instalado em FAT 32, porém necessita ser instalado o MS-DOS 7.10, que era incluído nos disquetes de inicialização do Windows 95 OSR2 e Windows 98, necessitando modificar alguns arquivos para permitir seu funcionamento. Ao mudar do 3.1 para o 95B (Windows 95 OSR 2/OSR 2.1), os HD’s poderiam ser formatados em FAT 32. Inicialmente lançado com o Windows NT, a tecnologia NTFS é agora o padrão de fato para esta classe. Com a convergência de ambos sistemas, o Windows XP passou também a preferir este formato.

    • S3 says:

      Por acaso estou com uma dificuldade em correr o windows 3.1 num 386, tem a haver com o himem.sys. Alguma ideia sobre a configuração no autoexec.bat, tentei várias alterações mas não está a dar (é bom ver um pc de 1986/7 a funcionar sem qualquer problema, tirando o facto de não conseguir executar o W 3.1)
      P.S. Podem sorrir…

  12. avlisoft says:

    Recordando o “velho” DOS:
    CMD
    C: \>CLS
    C: \>HELP (mostra todos os comandos)
    C: \>HELP command-name (mostra o comando indicado)

  13. Mc says:

    O DOS existe pois aínda existe o Command.com ao lado do CMD.exe

    • Pedro Rbeiro says:

      Não numa instalação nova de Windows 10.
      Volto a dizer, experimentem correr aplicações de DOS no Windows 10, especialmente jogos, e depois partilhem os resultados.

  14. Xavi says:

    Antigamente só com DOSKEY

  15. Daniel says:

    Ué, como assim terminal no Windows? Isso não existe, hahahaha

    Agora os windows#£#£ estão a copiar o jeito linux de ser.

  16. Valter Augusto Santos Carvalho says:

    Dos tinha eu no meu velho 386 e precisava dele para abrir o sistema operativo, agora isso a que chama dos é uma linha de comandos ou cmd.

  17. avlisoft says:

    C:\>help
    For more information on a specific command, type HELP command-name
    ASSOC Displays or modifies file extension associations.
    ATTRIB Displays or changes file attributes.
    BREAK Sets or clears extended CTRL+C checking.
    BCDEDIT Sets properties in boot database to control boot loading.
    CACLS Displays or modifies access control lists (ACLs) of files.
    CALL Calls one batch program from another.
    CD Displays the name of or changes the current directory.
    CHCP Displays or sets the active code page number.
    CHDIR Displays the name of or changes the current directory.
    CHKDSK Checks a disk and displays a status report.
    CHKNTFS Displays or modifies the checking of disk at boot time.
    CLS Clears the screen.
    CMD Starts a new instance of the Windows command interpreter.
    COLOR Sets the default console foreground and background colors.
    COMP Compares the contents of two files or sets of files.
    COMPACT Displays or alters the compression of files on NTFS partitions.
    CONVERT Converts FAT volumes to NTFS. You cannot convert the
    current drive.
    COPY Copies one or more files to another location.
    DATE Displays or sets the date.
    DEL Deletes one or more files.
    DIR Displays a list of files and subdirectories in a directory.
    DISKPART Displays or configures Disk Partition properties.
    DOSKEY Edits command lines, recalls Windows commands, and
    creates macros.
    DRIVERQUERY Displays current device driver status and properties.
    ECHO Displays messages, or turns command echoing on or off.
    ENDLOCAL Ends localization of environment changes in a batch file.
    ERASE Deletes one or more files.
    EXIT Quits the CMD.EXE program (command interpreter).
    FC Compares two files or sets of files, and displays the
    differences between them.
    FIND Searches for a text string in a file or files.
    FINDSTR Searches for strings in files.
    FOR Runs a specified command for each file in a set of files.
    FORMAT Formats a disk for use with Windows.
    FSUTIL Displays or configures the file system properties.
    FTYPE Displays or modifies file types used in file extension
    associations.
    GOTO Directs the Windows command interpreter to a labeled line in
    a batch program.
    GPRESULT Displays Group Policy information for machine or user.
    GRAFTABL Enables Windows to display an extended character set in
    graphics mode.
    HELP Provides Help information for Windows commands.
    ICACLS Display, modify, backup, or restore ACLs for files and
    directories.
    IF Performs conditional processing in batch programs.
    LABEL Creates, changes, or deletes the volume label of a disk.
    MD Creates a directory.
    MKDIR Creates a directory.
    MKLINK Creates Symbolic Links and Hard Links
    MODE Configures a system device.
    MORE Displays output one screen at a time.
    MOVE Moves one or more files from one directory to another
    directory.
    OPENFILES Displays files opened by remote users for a file share.
    PATH Displays or sets a search path for executable files.
    PAUSE Suspends processing of a batch file and displays a message.
    POPD Restores the previous value of the current directory saved by
    PUSHD.
    PRINT Prints a text file.
    PROMPT Changes the Windows command prompt.
    PUSHD Saves the current directory then changes it.
    RD Removes a directory.
    RECOVER Recovers readable information from a bad or defective disk.
    REM Records comments (remarks) in batch files or CONFIG.SYS.
    REN Renames a file or files.
    RENAME Renames a file or files.
    REPLACE Replaces files.
    RMDIR Removes a directory.
    ROBOCOPY Advanced utility to copy files and directory trees
    SET Displays, sets, or removes Windows environment variables.
    SETLOCAL Begins localization of environment changes in a batch file.
    SC Displays or configures services (background processes).
    SCHTASKS Schedules commands and programs to run on a computer.
    SHIFT Shifts the position of replaceable parameters in batch files.
    SHUTDOWN Allows proper local or remote shutdown of machine.
    SORT Sorts input.
    START Starts a separate window to run a specified program or command.
    SUBST Associates a path with a drive letter.
    SYSTEMINFO Displays machine specific properties and configuration.
    TASKLIST Displays all currently running tasks including services.
    TASKKILL Kill or stop a running process or application.
    TIME Displays or sets the system time.
    TITLE Sets the window title for a CMD.EXE session.
    TREE Graphically displays the directory structure of a drive or
    path.
    TYPE Displays the contents of a text file.
    VER Displays the Windows version.
    VERIFY Tells Windows whether to verify that your files are written
    correctly to a disk.
    VOL Displays a disk volume label and serial number.
    XCOPY Copies files and directory trees.
    WMIC Displays WMI information inside interactive command shell.

    • Zé do Boné says:

      Apesar da utilidade do comentário, há que referir que muitos não são verdadeiros comandos DOS. São na realidade chamadas a unitários sem GUI.
      Por exemplo, o robocopy surgiu como parte do Windows resource kit e só apareceu nativamente nas versões Windows Vista para a versão desktop e Win 2008 R2 nas versões server.

      Podemos ainda acrescentar outros, como por exemplo
      Hostname
      Whoami
      Getmac
      Ipconfig

      • avlisoft says:

        Obrigado pelo esclarecimento.
        O “meu” DOS quando nos anos 80 me iniciei nestas lides na verdade era um pouco mais simples e não tinha tantos comandos como os apresentados. No entanto é mais uma dica para quem não o utilizou ou não tem nenhuma ideia como se processava a ligação utilizador-pc. Abraço.

      • met says:

        Nenhuns são comandos do DOS, isso acabou com 98 e o Me.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.