Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Variante

COVID-19: Variante Mu desafia a eficácia das vacinas

Uma nova variante da COVID-19, designada de Mu, terá a capacidade de escapar à imunidade conseguida pelas vacinas. Os especialistas asseguram que não há motivos de preocupação, mas a verdade é que esta variante tem vindo a ser detetada em cada vez mais países.

Apesar de a prevalência mundial da variante Mu e dos casos identificados terem diminuído e serem atualmente inferiores a 0,1%, a prevalência na Colômbia (39%) e no Equador (13%) aumentou constantemente. A nova variante Mu já foi detetada em Portugal, mas não há novos casos desde o final de julho.

COVID-19: Variante Mu desafia a eficácia das vacinas


COVID-19: Nenhuma variante quebrou até agora o efeito das vacinas

O mundo continua em estado de pandemia por COVID-19! O aparecimento de algumas variantes tem dificultado o “ataque” ao vírus, mas as vacinas têm ajudado a controlar a disseminação.

De acordo com o virologista Pedro Simas, nenhuma variante quebrou até agora efeito protetor das vacinas.

COVID-19: Nenhuma variante quebrou até agora o efeito das vacinas


CEO da Pfizer diz que poderá vir a ser necessária uma terceira dose da vacina

Todas as vacinas que estão para já disponíveis foram desenvolvidas tendo em conta uma variante do vírus que provoca a COVID-19. Embora algumas delas sejam eficazes contra novas estirpes, essa confirmação exige mais testes e mais investigação. De acordo com o CEO da Pfizer, uma das empresas responsáveis por uma das vacinas a ser atualmente administrada no nosso país, é provável que venha a ser necessária uma terceira dose da vacina.

As novas estirpes, que surgem com mutações, desempenharão um papel fundamental na concretização desta probabilidade.


COVID-19: variante brasileira é mais transmissível e ilude sistema imunitário

Foi a 2 de março de 2020 que Portugal registou os primeiros casos de COVID-19. Desde essa data que os números têm disparado e para complicar toda a situação têm aparecido algumas variantes. A variante do Reino Unido é a que se tem destacado mais, pelo seu grau de transmissibilidade, mas há outras aparentemente mais perigosas.

Dados revelados por dois estudos preliminares revelam que a variante brasileira do SARS-COV-2 é mais transmissível e ilude sistema imunitário.

COVID-19: variante brasileira é mais transmissível e ilude sistema imunitário


COVID-19: Nova variante está a preocupar os investigadores em Portugal

Como sabemos, o SARS-COV-2 tem sofrido várias mutações e há algumas variantes mais contagiantes e perigosas. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), em Portugal já foram detetadas oito variantes genéticas na amostragem nacional.

Há, no entanto, uma recente, que está a preocupar os investigadores! A mutação L452R.

COVID-19: Nova variante está a preocupar os investigadores em Portugal