PplWare Mobile

Tags: redes móveis

O 5G representa um risco para a saúde? A FCC considera que não!

O 5G, desde o início da sua implementação, que tem estado envolto em polémica sobre os hipotéticos perigos para a saúde! Um novo estudo da Comissão Federal de Comunicações (FCC) refuta agora estas preocupações.

De forma unânime, os resultados indicam para a manutenção dos padrões atuais da última geração de redes móveis.

O 5G representa um risco para a saúde? A FCC considera que não!


Esqueça o 5G! A China já trabalha no 6G

O 5G, em muitos países de todo o Mundo, ainda é uma tecnologia sem muita representatividade. No entanto, na China não é bem o caso… E o país já começou os seus desenvolvimentos em 6G!

Tal informação foi confirmada por um Ministro, sendo que o arranque no desenvolvimento foi adiantado. Inicialmente planeado para 2020, as equipas de investigação estão já a trabalhar na sexta geração de redes móveis.

Esqueça o 5G! A China já trabalha no 6G


Huawei está já a trabalhar no 6G e espera democratizar a tecnologia dentro de dez anos

A Huawei é líder indiscutível no domínio do 5G. Essa realidade já lhe trouxe problemas com os EUA e Donald Trump, mas a empresa continua com o investimento em investigação e está já a trabalhar no 6G! A gigante chinesa espera democratizar a tecnologia dentro de dez anos.

Naturalmente, a próxima grande geração das redes móveis será ainda mais rápida e poderosa do que o revolucionário 5G… Que em breve chegará em peso a Portugal!

Huawei logo logótipo IFA 2019


Redes móveis já batem as velocidades do Wi-Fi em muitos países do planeta

O Wi-Fi é, há alguns anos, a forma mais simples, rápida e direta para acedermos à Internet, batendo as redes móveis nas velocidades de acesso à Internet. Claro que, com o passar dos anos e o evoluir da tecnologia, esta diferença tem-se esbatido.

Agora, e com base em informações recolhidas de forma distribuída, sabe-se que as redes móveis já começam a bater as velocidades do Wi-Fi em muitos países do planeta.

Wi-Fi redes móveis velocidades países planeta


A moda dos serviços baseados na localização do utilizador

Por Justino Lourenço para o Pplware

Os serviços baseados na localização, na nomenclatura referidos como LBS (Location-Based Services), procuram ajustar os serviços disponibilizados a um utilizador móvel, em função da sua localização geográfica. A preocupação nesta classe de serviço, começou a surgir na década de 90, à medida que o número de dispositivos móveis cresceu exponencialmente. Em especial, a evidente massificação de tablet’s e smartphones, abriram uma nova janela de oportunidades.

Uma das empresas, que rapidamente percebeu a importância dos LBS foi justamente a Google, a maior parte dos utilizadores, já recorreu ao LBS do Google, quando, simplesmente faz uma pesquisa no seu dispositivo móvel. Atualmente, o ato de disponibilizar a localização, acabou por ficar popular, em especial devido ao forte contributo de redes sociais como o Facebook ou o Linkedin. Os utilizadores, usam essa funcionalidade para se anunciarem aos seus amigos e contactos que em simultâneo visitam o local onde estão, para se sociabilizarem.

lbs_01