Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Raptoreum

Servidores da HP com CPUs AMD EPYC foram hackeados para minerar Raptoreum

No início do novembro falámos aqui sobre a criptomoeda Raptoreum, desconhecida para muitos utilizadores. E uma das grandes diferenças desta moeda para as mais populares é que pode ser minerada através dos processadores da AMD.

Mas, uma vez que este é um mercado aliciante, é agora notícia que os servidores da HP, equipados com CPUs AMD EPYC 9000 foram hackeados para minerar Raptoreum. E segundo os dados, os criminosos conseguiram recolher 3,4 milhões da criptomoeda no valor a rondar os 110.000 dólares.


Valor da criptomoeda Raptoreum sobe 5 vezes em apenas quatro dias

Recentemente escrevemos sobre a Raptoreum, a nova criptomoeda que tem dado que falar. Um dos destaques para a sua recente popularidade é o facto da moeda poder ser minerada através de processadores, em vez do tradicional método das placas gráficas.

No entanto parece que o interesse por parte dos utilizadores sobre esta moeda tem-se feito notar. E em apenas quatro dias, a Raptoreum viu o seu valor aumentar até 5 vezes.


Raptoreum: a nova criptomoeda que é minerada com processadores AMD Ryzen

O mercado das criptomoedas continua em alta com cada vez mais pessoas interessadas em investir e/ou minerar as moedas digitais. Neste segmento existem já moedas mais populares como as Bitcoins e Ethereum.

No entanto, recentemente, foi revelada mais uma criptomoeda que está a chamar a atenção dos mineradores. Trata-se da Raptoreum e pode ser minerada através de processadores, sendo que os mais procurados são os CPUs AMD Ryzen devido ao cache L3. Além disso, também já são conhecidos sistemas de mineração desta nova criptomoeda.