PplWare Mobile

Tags: CNEOS

Asteroide passou a rasar a Terra e só foi detetado minutos antes

Com tanta tecnologia a vigiar o espaço, parece-nos quase impossível que um asteroide possa entrar na vizinhança da Terra sem ser detetado. Contudo, os factos mostram-nos que são vários os incidentes detetados com poucos minutos de antecedência. Na passada quinta-feira, um pequeno asteroide passou muito perto da Terra. Só foi detetado poucos minutos antes da sua aproximação máxima.

O encontro ocorreu tão próximo que a gravidade do nosso planeta “dobrou” a trajetória do asteroide C0PPEV1.

Imagem ilustrativa de asteroide a passar perto da Terra


Asteroide gigante aproxima-se da Terra no final de 2019

2019 tornou-se num ano profícuo no que toca à visita de asteroides pela vizinhança da Terra. Nesse sentido, para fechar o ano, teremos a passagem de um asteroide que se chama 310442 (2000 CH59). Segundo informações do CNEOS – Centro de Estudos dos Objetos Próximos à Terra da NASA, a rocha espacial causará uma ameaça potencial ao planeta.

310442 (2000 CH59) é um asteroide que pertence a um grupo de asteroides chamados Aton. As órbitas destes objetos estelares cruzam-se ocasionalmente com a da Terra.

Imagem ilustrativa de um asteroide gigante que passará perto da Terra no final de 2019


NASA vigia atentamente 5 asteroides que vão passar pela Terra

Apesar de não haver nas contas da NASA nenhum asteroide em rota de colisão com a Terra nos próximos 100 anos, tudo pode mudar rapidamente. De facto, neste momento, há 5 asteroides que estão a ser vigiados de forma mais individual.

Segundo as informações, uma das 5 rochas que estão a caminho do nosso planeta é um corpo celeste grande. De tal forma que, se porventura estivesse em rota de colisão com o planeta, poderia destruir uma cidade inteira.

Imagem ilustrativa de 5 asteroides que irão passar pela Terra, segundo a NASA