Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Chang`e 4

Rover Lunar da China encontrou algo estranho no outro lado da Lua

O Rover Lunar Yutu-2 da missão Chang’e-4 da China descobriu uma substância invulgarmente colorida e ‘gelatinosa’ durante as atividades de exploração na Lua. O lado negro da Lua tem motivado vários rumores e levantado algumas curiosidades.

Dessa forma, esta descoberta deixou a comunidade científica curiosa e entusiasmada com algo que pode ser uma surpresa.

Imagem do rover lunar da China a explorar o lado negro da Lua


A China já conseguiu fazer crescer plantas no inóspito ambiente da lua

A decisão da China em alcançar a lua pareceu a muitos estranha, uma vez que pouco parecia haver lá para fazer. Mas o país não desistiu e conseguiu o seu intento, com a sua missão Chang’e-4.

Se esta já tinha marcado pelo local escolhido para a alunagem, voltou a distingui-se com outro feito. Já conseguiram fazer crescer plantas no inóspito ambiente da lua.

China Lua plantas Chang’e-4 crescer


China foi o primeiro país a aterrar no “lado negro” da Lua

A China alunou uma sonda no “lado negro” da Lua, a Chang’e-4, segundo informou a televisão estatal. Depois de ter partido da Terra no início de dezembro, a nave espacial pousou no satélite natural da Terra, às 10h26 em Pequim (03h26 em Lisboa).

Assim, fica marcado na história que a China é o primeiro país a aterrar no lado ‘oculto’ da Lua.

China foi o primeiro país a aterrar no lado negro da Lua


Missão Inédita: China lançou nave espacial para aterrar no lado oculto da Lua

A Administração Espacial Nacional da China anunciou que lançou uma nave espacial para aterrar no lado oculto da Lua.

Denominada de “Chang`e 4”, esta missão tem como objetivo realizar observação astronómica de rádio de baixa frequência, análise de relevo, deteção de composição mineral e da estrutura superficial da lua e medição de radiação de neutrões e de átomos neutros. A nave transportará, entre outras coisas, sementes de batata para plantar.