Quantcast
PplWare Mobile

Tags: aol

AOL Instant Messenger – Um último Adeus (RIP)

Qualquer leitor do Pplware que tenha vivido os seus anos de juventude durante a década de 90, quase de certeza que teve ou conheceu alguém que teve uma conta AIM (AOL Instant Messenger).

Foram 20 anos a cumprir a importante missão de manter as pessoas ligadas numa época em que a Internet ainda não tinha alcançado a grande dimensão que tem atualmente. Mas tudo tem um fim e o do AIM já tem data marcada para o dia 15 de dezembro de 2017.


Será desta vez que o Winamp vai finalmente voltar?

O mais famoso player de música da Internet tem passado os últimos anos adormecido e sem qualquer actualização. Depois de ter sido vendido pela AOL à Radionomy, chegou agora novamente a altura de mudar de mãos, tendo passado para o controlo da Vivendi.

Este grupo francês tem grandes planos para o Winamp e para o Shoutcast, devendo em breve surgir novidades.

winamp_1


Radionomy confirmou compra do Winamp e SHOUTcast à AOL

O player mais icónico da Internet não vai desaparecer!

Desde que a AOL anunciou que ia terminar a sua disponibilização, no final do ano passado, que os utilizadores do Winamp se perguntavam qual seria o futuro deste player de música e da sua rede de serviços de stream.

Vários foram os rumores que deram o Winamp como certo noutras empresas, mas apenas agora a certeza chegou. O Winamp e o SHOUTcast foram vendidos à Radionomy.

winamp_radionomy


Gigantes da industria querem regras para a vigilância da NSA

As maiores empresas do sector das novas tecnologias uniram-se para exigir que o governo Norte Americano termine com as escutas e com a recolha de informação sobre os utilizadores.

Este pedido vem na sequência dos muitos escândalos e das muitas fugas de informação que trouxeram a público todo o modo de operação da NSA e a forma como esta recolhe as informações.

nsa_surveillance_1


Microsoft pode estar a preparar compra do Winamp

O anúncio do fecho do Winamp, que ontem publicámos, previa que o leitor que todos nos habituámos a usar fosse desaparecer de vez.

Segundo um rumos que anda a circular, este fecho pode não se vir a concretizar. Algumas fontes indicam que a AOL pode estar a negociar com a Microsoft a venda deste software e do seu serviço.

winamp_1