Quantcast
PplWare Mobile

Syncbox – Transforme o seu disco numa cloud

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Fred says:

    O único problema nesta solução e que tem que ter o PC ligado sempre que quiser aceder aos ficheiros enquanto os outros serviços estão 99,9% do tempo online.

  2. John kain says:

    “Google, Microsoft e IMB” – IMB ou IBM??

  3. Filipe says:

    E em termos de segurança, que dizem disto?

  4. José Mário says:

    o Rsync faz melhor e é mais seguro! Para alem de permitir dezenas de funcionalidades que este não tem.

  5. Ed says:

    Maior parte dos routers têm uma porta USB, se ligarmos lá o disco, está sempre ligado e em rede. Só quem esta na rede pode aceder e está partilhado com todos…
    Não será uma solução mais simples e integrada no SO, sem precisar de instalar nada.

    • Redin says:

      Essa solução é funcional mas peca apenas por não utilizar uma interface grafica para ser considerada user-friendly. Com o router da vodafone consegue-se configurar isso de forma a aceder do exterior.

  6. Tiago Dias says:

    Para quem tem preocupações acerca do armazenamento de ficheiros em servidores remotos, existe uma solução simples, gratuita e eficaz que é utilizar um volume encriptado do Truecrypt. Todos os ficheiros que eu considero mais confidenciais (e nem são tão confidenciais assim, mas pronto, por uma questão de aliviar a consciência), coloco num volume Truecrypt dentro do Dropbox, que é sincronizado entre todos os meus dispositivos sem qualquer conflito. Como armazeno as passwords num ficheiro keepass offline, dou-me ao luxo de usar uma password enorme que levará pelo menos alguns anos a decifrar e também um ficheiro chave único a que só eu tenho acesso. É totalmente seguro e trabalha bem, bastando ter os privilégios necessários para montar o volume. A desvantagem é que a sincronização das alterações feitas aos documentos ou ficheiros contidos no interior não é feita em tempo real mas apenas quando o volume é desmontado, impossibilitando algumas funções como visualizar ficheiros na interface web ou partilhá-los, no entanto tratando-se de ficheiros pessoais, essas funções são dispensáveis. Além disso, caso ocorra corrupção dos dados dentro do volume (algo que nunca me aconteceu), basta ir a outra máquina/SO que tenha a versão anterior do volume encriptado ou mesmo na interface web, pedir pela versão anterior do documento (é mantido um histórico durante 30 dias) e portanto é uma excelente forma de manter os dados confidenciais acessíveis em qualquer parte, recuperáveis em caso de falha.

    • Visual says:

      Desvantagens disso: 1 – quando ligas o pc lá tens de por a pass e montar o volume. 2 – se tiveres um volume grande vai demorar muito tempo até o programa da cloud que tiveres a utilizar corra o ficheiro todo à procurar de alterações cada vez que montas e desmontas o volume. E a coisa ainda se torna pior se utilizares vários computadores e começam a haver conflitos. Sinceramente não me parece uma boa solução.

  7. Visual says:

    Há meses que ando para instalar uma coisa destas mas nunca tinha encontrado nada de jeito. Isto é perfeito para mim pois tenho de netbook a correr 24/7 que só gasta 6W e tenho fibra com montes de upload. Chega de dropbox agora posso ter a minha cloud com o espaço que quiser e grátis. Um problema é isto não usar https, mas isso resolve-se com uma vpn (recomendo hamachi). Pplware kicks ass. OBRIGADO.

  8. Jorge says:

    Viva

    E porque não falam dos diversos serviços que se podem facilmente implementar com NAS, como os Synology, QNAP, Dlink e outros que permitem criar clouds privadas em equipamentos que consomem um decimo da energia de um PC (não , não é o passos coelho) ?
    Serviços optimos e com segurança e que além disso podem ter um repositórios dos ficheiros na rede local como NAS além de muitas outras funcionalidades ?

    Cumps
    Jorge

  9. alo says:

    Exactamente, foi o que fiz, com um dlink baratinho, pequeno com 2x2TB, raid….mas muito barulhento. Nao se pode ter tudo.

  10. Filipe Nunes Rodrigues says:

    É muito interessante, mas é possível fazer uma cloud deste género mas sem ter cm computador constantemente ligado?
    Isto é, ligar um disco rígido via usb a um router (ex:Thomson750), e fazer cloud com este.

    é possivel?

  11. Sérgio Silva says:

    Boas,

    fui experimentar e deu asneira. criou a drive virtual e tenho a pasta de storage no c:/ mas ao mover ficheiros da drive virtual para fora deu erro e as minhas coisas desapareceram. Ainda tenho a pasta de storage no c:/ com o tamanho expectável mas os ficheiros estão em outro formato. Alguém faz ideia como posso sair desta embrulhada, com 80 gb de info de trabalho e pelo meio ?

    Cmc,

    Sérgio

  12. Bruno Carvalho says:

    Só para descartar dúvidas!

    O box.net não faz a mesma coisa?

    Abraço

  13. João Alves says:

    Bom dia,

    Alguém me pode ajudar….instalaei o syncbox mas o “syncbox ID” dá me disconnect…

    Alguma ideia??

    Obrigado

  14. Paulo Ramos says:

    Uso em paralelo diferentes soluções.
    Tenho Qnap e Iomega StoreCenter.

    Já experimentei o Tonido para windows e funciona bem, embora me pareça limitado.

    Mas a solução que me parece funcionar melhor (até em termos de consumo energético) é o TonidoPlug com o bónus de ter um cliente torrent (armazena e faz downloads). O tráfego é encriptado por https.

    Com o TonidoPlug o PC pode estar desligado o dia todo (ao contrário da solução indicada acima) e com alguma pesquisa é fácil instalar um servidor FTP, o Webmin e quiçá o ZoneMinder (para armazenar imagens provenientes de cameras IP).

    Pergunto-me se será possível instalar o Owncloud num TonidoPlug (correndo duas clouds em paralelo)

    A desvantagem que vejo no TonidoPlug é exigir que o disco rígido esteja em permanente rotação. Algo que não acontece no Qnap (o disco “adormece” e “desperta” conforme seja necessário).

    Já agora, alguém tem uma boa sugestão para um VPN host p/ instalar no TonidoPlug?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.