PplWare Mobile

Moodle 2.2 – A plataforma de E-learning gratuita para o ensino


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. david says:

    a minha escola usa a plataforma moodle , tanto para auto-avaliaçoes , para testes-diagnosticos para compartilhar sites e ultimamente , que não se pode gastar papel porque a escola nao tem dinheiro , faz-se tudo , até testes , ainda há uma semana fiz um teste e como a professora não percebe nada daquilo e para nao ter trabalho , selecionou o modo de correcção automatica , só que nao sabia que nós (alunos) conseguiamos ver a correcção antes de respondermos , então a minha turma toda contente fez o teste , que correu a todos muito bem! xD
    É pena ser dificil “hackear” o moodle .

    cumprimentos !

  2. Pedro says:

    Gostava de saber se existe uma aplicaçao para android para aceder ao moodle.No meu caso para aceder ao moodle da universidade de aveiro

  3. Veredas says:

    Não sei se já publicaram algum artigo do género mas deixo a sugestão de que seria engraçado um artigo de como instalar o moodle no ubuntu 11.10 em conjunto com o ispconfig

  4. Joao says:

    A minha escola usa o Moodle há já muito tempo. Serve para tudo, até mesmo testes de disciplinas práticas de Informática. Como alguns alunos não percebem nada daquilo, não acreditaram quando o professor lhes disse que dava para ver tudo o que eles fazem no Moodle, através de relatórios de actividade, e copiaram enviando por mensagens as respostas uns aos outros. Resultado: correu-lhes mal o teste pois chumbaram no módulo devido a fraude comprovada pelas mensagens enviadas.

  5. Visitante says:

    Esta versão 2.x pede mais do sistema que 1 1.9.x. O que é natural.

    Resta saber se todos os alojamentos disponibilizam os requisitos necessários. Exemplo: memory_limit. Quem não tem acesso à gestão do php.ini pode ver-se grego 🙂 a ultrapassar este requisito…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.