PplWare Mobile

Deixou de confiar no WinRaR? Conheça 5 alternativas


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Ricardo says:

    Bandizip é outra boa alternativa ao Winrar

  2. euZinhO says:

    HaoZip é um clube ainda mais poderoso que o WinRaR

  3. gmsantos says:

    O Bandizip nem fez parte da lista.

    • fak says:

      por acaso é o que uso há alguns anos… não me posso queixar, tem uma interface minimalista também e é mais bonito que o 7ZIP, encaixa melhor com o windows 10.

  4. pedro says:

    como nunca usei ficheiros ace, há 19 anos que estou seguro !!!! winRAR forever …..

  5. GM says:

    Uso o Ashampoo ZIP.

    • Spoky says:

      Isso não presta, tudo o que seja do Ashampoo é PESADO, a unica coisa útil que eles tem é o Burning Studio de resto.

      Peazip é muito mais completo e gratuito.

  6. Diogo Santos says:

    7-zip é o mais poderoso deles todos, é open-source e funciona e praticamente todas as plataformas.

  7. Luis says:

    No Linux já vem instalado bem completo e de graça.

  8. Phil says:

    Olá, uso IZArc faz muito tempo, muito bom e rápido ; )

    • Carloz Suarez says:

      Concordo contigo, tambem uso o IZArc a alguns anos e é ótimo, leve, rápido e com uma variedade de extensões suportadas. Eu já testei varios programas, e ainda testo por curiosidade, mas nada me fez deixar o IZArc ainda

  9. Josué says:

    Desculpem, mas nenhum programa chega aos calcanhares do WinRAR. Não é por nada que nos sites de pirataria o WinRAR continua ser o arquivador preferido para comprimir jogos, muitas vezes conseguindo reduzir o tamanho em mais de 60%.

    • anjodefogo says:

      Pronto! Está feita a piada!

    • Hugo Nabais says:

      A tua piada fez-me rir.

    • fak says:

      discordo.
      os ficheiros rar são apenas o top 4 do ranking de compressão.
      o 3 é o formato UHA que comprime cerca de 1% mais que o rar.
      o 2 é o 7-ZIP (ultra compression), cerca de 2% mais que o UHA e 3% mais que o RAR,
      o 1 é o KGB, 6% mais que o 7zip, 8% mais que o UHA e 9% mais que o RAR.

      há pessoas que com as definições certas conseguem transformar 1GB em 10MB com o formato KGB.

      • lmx says:

        MAs o formato 7Zip, tem outras vantagens,
        A nivel criptográfico, o 7zip é muito seguro, identico ao Veracrypt, e tem uma taxa de compressão muito boa..
        Isso faz dele a melhor opção na minha opinião( Compressão + Segurança ).

      • Rodolfo Dias says:

        O problema do kgb é que leva imenso tempo a comprimir/descomprimir e usa bastantes recursos (cpu/ram)! Além disso o site oficial está offline…

  10. Alexandre says:

    Se o problema do WinRar era na biblioteca ACE, o IZArc não terá o mesmo problema?

  11. Oliveira says:

    Na realidade todos os programas de compressão, que suportem o formato ACE, estão afectados por esta vulnerabilidade. Esta vulnerabilidade pode ser explorada tanto em Windows, como em Linux ou no Mac OS.
    E da lista, o 7-Zip, PeaZip e o IZarc suportam o formato ACE.

    O WinRAR é cara desta vulnerabilidade por o mesmo ser utilizado por mais de 500 milhões de utilizadores.

    No entanto, a versão 5.70 (nomeadamente a Beta 2) do WinRAR, já não suporta o formato ACE.
    E confirmei também que o 7-Zip já foi corrigido.
    O PeaZip continua a poder suportar este formato através da instalação de um plugin chamado UnACE (da WinACE).

    O IZarc já não é actualizado há 2 anos, o que continua vulnerável.

    Seja em que plataforma for, verifiquem se o software que usam para compressão / descompressão de ficheiros não suporta o ACE (UnACE).

    • Paulo says:

      Obrigado pelo esclarecimento. Pena essa informação não ser passada nos artigos. Por vezes conseguimos aprender muito mais a ler e confirmar os comentários que o próprio artigo.

  12. Hugo Nabais says:

    Com softwares open source, gratuitos e excelentes como o 7-zip e o PeaZip, não fazia ideia que ainda se usava WinRAR!!!

  13. falcaobranco says:

    Ao fim de 18/19 anos é que estão preocupados??? 😀 Que piada… para mim enquanto houver Winrar vou sempre usa-lo

  14. Elsa says:

    Dantes usava o winRAR mas deixei de usar quando descobri o 7zip.
    Dá para tudo e é muito leve.

    No entanto ainda confio no RAR.

    Ainda me lembro do velhinho ARJ, isso é que era uma aventura…. não só era preciso saber as linhas de código mas para gravar jogos eram disquetes atrás de disquetes ehehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.