Quantcast
PplWare Mobile

Sabe ler os rótulos dos alimentos e cosméticos? Esta app ajuda-o a interpretar

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. David Guerreiro says:

    Boa dica. Já tive uma parecida.

  2. BlackFerdyPT says:

    Com a *imensa* ignorância que grassa na sociedade, duvido seriamente que seja alguma coisa de jeito…

    Isto é, duvido seriamente que denuncie que:

    a) qualquer edulcorante que não sejam os glicosídeos de esteviol é, por norma, cancerígeno;
    b) o glutamato monossódico (excitador dos neurónios ao ponto de os danificar) é neurotóxico e cancerígeno;
    c) o flúor presente nas pastas de dentes (para além de não ser um produto, mas antes um lixo industrial) é um veneno neurotóxico (ao mesmo nível do arsénico e do chumbo – e que é até usado como raticida) que pode provocar fluorose;

    etc.

    • Gata de porão says:

      Falta falar do cloro usado nas águas “potáveis” canalizadas, que tem efeitos nocivos no organismo. Por exemplo, segundo o Conselho de Qualidade Ambiental dos EUA “o risco do cancro entre as pessoas que utilizam água clorada é 93% maior do que entre aquelas cuja água não contem cloro“.. façam as suas contas de calcular.. o melhor mesmo é usar filtros nas torneiras 😉 e isto não se trata de teoria da conspiração nenhuma. Os patos que não usem nada nem tenham atenção ao que ingerem e usam na pele, é um problema deles. Agora há suficientes estudos científicos para saber que muitos produtos processados têm efeitos nocivos na saúde humana (para não falar da pegada ecológica..), etc.

  3. Carlos de Aveiro says:

    O facto desta app ser “gratuita” significa exatamente o quê? Que permissões são concedidas? Que fazem com os dados das consultas feitas na app? E com os meus dados?

  4. David Guerreiro says:

    Essa sua avaliação do flúor está errada. Está provado cientificamente que o ião de flúor ajuda na remineralização do dente, se aplicado topicamente. Desde que seja apenas aplicado na superfície do esmalte e não engolido, não tem qualquer problema. Por isso as pastas para crianças são sem flúor porque há o risco de engolirem.

    • Gata de porão says:

      Há sempre uma quantidade enorme de flúor que é ingerida, pois os vestígios que ficam na região bucal são posteriormente misturados com saliva e engolidos ou absorvidos nalgumas paredes. Todos nós estamos sujeitos a venenos no dia a dia. Trata-se de saber qual é a quantidade. Se for em pequena quantidade o nosso organismo consegue lidar com eles. Mas com o tempo, poderá haver acumulação em certas zonas do corpo e poderão ser excessivos para manter o organismo saudável. Cada um que faça as suas contas e tenha em atenção o que come e usa no corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.