PplWare Mobile

Oracle volta a atacar o Android por causa do Java


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Bruno Gonçalves says:

    ” está a conseguir ofuscar o próprio Java, relegando-o para segundo plano e tirando-lhe a visibilidade que merece.”

    Como? Até incentiva à programação de apps em Java, dando mais visibilidade à linguagem de programação.

    Em relação ao caso em si em que é que isto difere de uma empresa fazer um qualquer sistema em Java e vender aos seus clientes? Aqui é só em larga escala correcto?

  2. Pedro says:

    ESPERO QUE ANDROID DEIXE DE USAR JAVA!!!!!!

  3. Sergio J says:

    Se calhar, se calhar era a altura da Microsoft aproveitar a deixa e acenar com o C#. Sintacticamente é linguagem parecida, mas acima de tudo a filosofia da plataforma é semelhante. Em contrapartida a Microsoft ganharia acesso directo a um ecosistema vastíssimo.

    Podem dizer que iam-se livrar de uns, para ficar presos noutros. No entanto, a Microsoft tem mostrado abertura à standardização e, mais importante, era tudo uma questão de negociação.

  4. Nuno Gonçalves says:

    Está mais que na altura da Google comprar o Java à Oracle, tem sido a empresa que tem feito mais pelo Java nos últimos anos.

  5. Jorge Gabriel says:

    Se as APIs são lançadas é para serem utilizadas digo eu?
    ou esperam que so as usem em projectos falhados? isso da uma grande imagem que a linguagem só é usada em projetos da treta

    • David Ferreira says:

      á a questão do copy right em uso comercial =)
      simplesmente a Google devia estar a pagar royalties á Oracle como paga á Microsoft por exemplo, e não paga.

    • Carlos says:

      Sim e não.

      A ideia da API do Java ser publica é, obviamente que a usem, mas, e esta é a parte importante, dentro do ambiente Java, coisa que o Android não é.

      Ou dito doutra forma, imagina um dicionário. Tu podes consultá-lo à vontade, é para isso que ele foi feito. Mas se o usares apenas para obter uma lista de palavras e fazeres um dicionário teu mudando só as definições, isso já não podes fazer.

      • Baptista Batos says:

        A API do Java é de acesso público, qualquer um pode ler.

        Mas tem direitos de autor.

        Mesma coisa que um livro numa biblioteca, podes ler, mas não podes copiar.

        A Google leu, e copiou.

    • FG says:

      Java só é usada em projectos falhados?

      lol

      Anedota do dia…

    • Safrane says:

      Sim, custa 300 mil milhões de dólares.

      Foi o CEO da Oracle que disse.

    • int3 says:

      Java deve ser a linguagem mais usada no mundo comercial.
      Web, Automação, relações comerciais, markting etc. Eu sei disso porque estou dentro.
      É simplesmente boa porque é fácil de aprender, fácil de programar, correr em qualquer cenário e é bastante flexível.
      O único contra desta “linguagem” é mesmo a maneira como é executado/interpretado. Lento, muito lento…

      • lmx says:

        +1
        O facto de ser interpretado dessa. forma e. de ser mais lento do que se fosse pensado para uma arch aapenas.. nao e só por si uma desvantagem..

        Java foi pensado para ser compilado para uma linguagem intermédia standard com o objectivo de correr em qualquer lugar, e a verdade é que Java corre em todo o lado…
        claro que com verdaatilidaade se perde velocidade..
        Mas se o Java fosse limitado a uma arch tipo.. a copia do java vulgo c#.. nao seria a mesma coisa porque estaria limitada a essa arch.. é se a limitassemos ainda mais.. ao SO como a copia do java vulgu C# aainda seria pior..
        quem no seu perfeito juízo iria desperdiçar o seu tempo numaa linguagem vedada a uma arch e a um so?

        • FG says:

          Que é que bebeste ao jantar?

          C# limitado a uma arch?

          Então os telemóveis, são ARM, ou usam outra coisa que não C#?

          Bem se vê que não programas fora os projetos da escola, o C# é uma excelente linguagem, mas o que se destaca do Java são as ferramentas no Visual Studio…

          • lmx says:

            sopurtar 2 arch ou suportar. uma. e quaase. a mesma coisa!
            Uma ferramenta. para se dizer multiarch tem que ter suporte de monta a pelo menos umas 4, o que não acontece.. mais o c# nem sequer muti SO quanto nmais multi arch…

            Ao jantar, foi água, mas tu regaste te bem..

        • Pedro says:

          Isso esta a mudar a passos largos.

          E como alguém que programa em ambas, C# e toda a framework .NET são um prazer de usar.

  6. Proud Troll says:

    Gastaram milhões a comprar uma empresa que tinha uma linguagem Open Source, agora querem processar.

    Se isto são pessoas normais, tenho orgulho em ser troll.

    • David Ferreira says:

      O Android foi lançado em 2008 e o primeiro dispositivo em 2009, a Oracle comprou a Java em 2009, não faz muito sentido o que disseste

      • kabuki says:

        O teu comentário refere se ao final. Então o Android para ser lançado é feito no momento? Conta com pelo menos dois anos de início de projeto.

  7. Mota says:

    Cheira me que se o Android não tivesse o sucesso que tem de certeza que a Oracle nem ia mexer uma palha. Se existe domínio público é para ser usado de forma gratuita.

    Da mesma forma que era ridículo a Apple pagar à empresa que fez o unix, de OpenSource.

    Android java? Acho que era o sonho de qqlr utilizador. Java é sinónimo de buracos de segurança.

  8. FG says:

    É uma vergonha que isto continue assim!

    A Google é uma empresa falhada, que só tem sucesso a comprar o que os outros fizeram, ou a roubar, como é o caso.

    As linguagens da Google, Go e Dart? Fail.

    Compare-se com a ascensão meteórica do Swift, lançado há um ano apenas!

  9. Jorge Rosa says:

    – Se usar “Android”, leva com a Google.
    – Se usar “Java”, leva com a Oracle.
    É tudo sempre “100% gratuito” e “100% livre de usar qualquer fim”, para quem queira desenvolver software… Até que surja o sucesso!
    Aí então esquecem esses “slogans” fabricados pelo marketing… E lá surgem as “fees”, “restrições” e “interpretações” escondidas nas licenças dessas tecnologias, sempre cheias de “catches”…

  10. David.pt says:

    O Java só me trouxe problemas na minha empresa…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.