PplWare Mobile

3,2 milhões de apps maliciosas detetadas para Android em 2018


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. joao says:

    tendo em conta que em Setembro de 2018 existiam 2.6 milhoes de apps na google store é sempre bom ver noticias destas.

    quando nao sabem mais….

    • security says:

      É um somatório de aplicações totais ao longo da história – penso eu.
      Quanto às 2.6 milhões de apps, significa que atualmente existem essas, mas que outras entretanto foram removidas – num total de 3.2 milhões.
      Pelo menos parece-me ser esta a explicação.

      Já agora,

      https://www.statista.com/statistics/266210/number-of-available-applications-in-the-google-play-store/

      https://www.statista.com/statistics/276623/number-of-apps-available-in-leading-app-stores/

      • joao says:

        sei bem esse relatorio, foi de la que tirei os 2.6milhoes.

        e nao a tua analisa nao esta correcta..nao é o somatorio de aplicacoes totais ao longo da historia. a meu ver, é mais o somatorio de aparelhos afectados que podem ser de milhoes de apps como so 1. nao diz o relatorio so fala de samples em android. o texto original é tao sensacionalista como esta noticia, mas no caso deles fazem o papel deles que sao uma empresa de antivirus. a um blog de tecnologia fica mal copiar e colar e dizer o mesmo que os outros dizem mesmo que seja inventado.
        no fundo é uma questao de marketing….1000 aparelhos afectados podem ser de uma so app. mas posso dizer que sao 1000 apps afectadas visto que cada aparelho tem essa app e a app esta afectada…mas no fundo é so uma que afectou 1000 aparelhos….
        resumindo, esquecam a noticia que é so para tentar vender antivirus. saquem so apps da google store, nao deiam permissoes se desconfiarem das apps e vejam se estao a correr em background.

        • Joao Magalhães says:

          Sim João, pessoal com Android tem essa precaução, eu saco apps sem ser da Google Store também, é a vantagem do Android, o smartphone é meu e eu decido o que quero e não a marca nem a Google.Se tem virus? Problema meu, estava avisado.

    • Rogerio Sameiro says:

      Que????? Tu não conheces o mundo android

      This statistic shows the average number of new Android app releases per day from the third quarter 2016 to the first quarter 2018. During the last measured period, an average of 6,140 mobile apps were released through the Google Play Store every day.

      Existem mais apps fora da Play Store, muitas mais, que lá dentro.

      • security says:

        Essas então em questões de segurança nem se falam.

      • joao says:

        o que estou a tentar dizer é que a noticia esta dita de forma errada. duvido que seja o numero de apps infectadas mas sim o numero de aparelhos com android infectados. uma so app pode infectar milhoes de pessoas e da estatistica de uma empresa de antivirus dar um valor elvado de aparelhos afectados…a app continua a ser a mesma e unica e nao milhoes de apps como aqui refere.
        é impossivel ter 3 milhoes de apps com malware a circular por ai…so um pato que nao conhece o mundo android é que nao percebe isso.

      • Joao Magalhães says:

        Boa, ainda bem que apanham, ainda bem que pessoal com Android sabe que não há nada seguro e que o sistema tem falhas. Já na Apple é ao contrário, de certeza que existem milhões também mas existe aquela falsa segurança de que na Apple não acontece nada, até acontecer.

        • Sujeito says:

          Essa “falsa segurança” rdta na tua cabeça, pois o snúmeros mostram que é factualmente mais seguro.

          O que poderias dizer é que mais seguro não é igual a totalmente seguro.

    • Rui Nunes says:

      Mesmo burro

  2. joao says:

    já agora, existem 2bilioes de aparelhos activos por mes com android. 4milhoes por ano de aparelhos afectados é uma gota de agua…

  3. Filipe says:

    Existe alguma aplicação que se possa instalar, assim ao género de antivírus, que uma pessoa instale no seu aparelho com android e lhe diga, que percorra a lista de apps instalada, cruze os dados com essas listas e diga que X app instalada é maliciosa?

    • Lua9 says:

      Tu queres começar a incontrolável guerra do melhor ANTIVÍRUS
      Os teus dedos.

    • joao says:

      o meu htc avisa-me quando alguma app é usada em background em demasia e pergunta se quer continuar a deixar usar. uma delas era a da tripadvisor…desinstalei logo a app. podem nao ter virus mas nao curto apps que queiram saber onde ando a cada hora que passa. ja me chega a google saber isso. a que a htc vem de raiz é a boost+. nao é um antivirus mas alerta quando alguma app abusa do nosso aparelho. tem outras funcionalidades interessantes tambem.

  4. Lucas says:

    Cadê os usuários Linux pra dizer que Android é Linux e que Linux não tem vírus.

    O que dizer sobre o Android no quesito segurança?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.