Quantcast
PplWare Mobile

Algumas coisas tornadas obsoletas pelos Smartphones

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Hugo Cura


  1. mário says:

    Relativamente ao radio não concordo porque muitas marcas de tlm deixaram de ter radio nas versoes mais recentes, ex a samsung.

    • luislelis says:

      Internet radio e video nao substitui?? E nao digas q isso consome muitos dados (isso e problema de pobre lol).
      Aquele abraco

      • Antonio says:

        ???!!! e o comando é problema de ricos?

      • Mario Pereira says:

        Realmente deve ser muito bom ser rico como tu. Mas ja agora porque nao compras um bocado de humildade e respeito pelos outros?

      • Darkvoid says:

        Portugal é um país de pobres infelizmente.
        Das coisas que mais me desagradam agora no meu S4 é terem tirado o Rádio FM.

      • Ariano says:

        Eu já nem uso radio, uso o cyanogenmod no meu s3 que já não tem rádio e não tenho necessidade nenhuma de a usar 🙂

      • Telmo M. says:

        Os pobres não têm direito como os ricos?

        • luislelis says:

          Humildade nao se compra aprende-se de berço.
          Assim como o respeito pelas apinioes dos outros.
          Se e bom ser rico? Nao sei mas prometo fazer um post quando for.
          Penso q partiste de um preconceito no minimo infundado.(embora em termos de filosofia economica ate te dou um desconto… mas isso e outra guerra q nao tem nada a haver com o tema).
          Licoes de moral nao me podes dar, dispenso as tuas, prefiro escolhar os meu professores.
          Aquele abraco

        • luislelis says:

          Filosoficamente falando? deveriam ter os mesmos direitos, na pratica no mundo real? nao teem. Basta olhares a tua volta.
          Queres exemplos?
          As multas para um pobre e rico sao as mesmas mas quem mais sofre com elas?
          A justiça tem custos correcto? Um pobre pode recorrer durante 5 anos? Contratar bons advogados? Contratar investigadores?
          Na escola aprendemos isso mas e uma das maiores mentiras q ao longo da minha vida logo me apercebi.
          Quando tens de enfrentar o mundo real, nao temos os mesmos direitos nem os mesmos sonhos. (acredita levariamos semanas a discutir isso fiquemo-nos pela tecnologia e a satira.
          PS: Nao me considero pobre, porque nao preciso de esmolas. Nao me considero rico pq nao posso ter excessos. Mas posso ter um smartphone com internet (nao bebo cafe), pelos vistos ja posso dizer q sou rico gracas a isso… lol.

          Aquele abraco

      • mario says:

        Nao a net nao substitui. Porque ter que pagar plafon de net se posso simplesmente ligar o radio e ouvir?
        E nem todos podem ou querem pagar par terem trafego de net associado. Tenho 150 megas e serve apenas para o basico. De resto semre que necessito so faço acesso em zonas wireless, coisa que nao tenho no emprego.

      • Carlos Costa says:

        Realmente com os problemnas sociais e financeiros que ultimamente têm assolado a classe média (desaparecida)/baixa, ser-se pobre é o novo estatuto social instituído pelo actual governo… Por isso só os ricos como você podem ter a benesse de poderem utilizar Internet radio e vídeo. Parabéns por ser rico! Quanto ao artigo, não dispenso as minhas câmaras fotográficas SLR com teles e grandes angulares e compactas (compradas quando ainda podia dispor de orçamento) em substituição de um qualquer smart por muito bom que seja. Qujanto às restantes questões: não utilizo GPS porque ando de trransportes públicos; não utilizo leitor de música; calculadora (tenho duas compradas no chinês) utilizo em casa quando preciso fazer cálculos orçamentais; gravador de voz, nunca utilizei; despertador, não dispenso o meu velho Sony de cabeceira com dois alarmes; rádio FM, utilizo o do smart na rua quando me desloco nos transportes públicos para não ter de ouvir as conversas de chacha de alguns utentes; lanterna, deixei de entrar em casa às 4 e 5 da manhã; controlo remoto, utilizo o da TV; consola de jogos, não utilizo.

        • NewJ says:

          Pelo atual governo? Que inocência..
          O país já é maioritariamente pobre á muito tempo.. E já agora a entrada para a moeda €euro nao ajudou nada.. (para aqueles que se lembram). A moeda € é pesada e as faturas do governo foram ficando cada vez mais gordas.
          Mas depois vêm os iluminados dizer que este governo pôs o país pobre..

          • Tony says:

            Ipsis, com o devido respeito ainda não saiu da nave espacial desde 2011? É tempo porque a dívida está nos 130%.

        • luislelis says:

          Rico? Garanto te q pago menos do q qualquer de vcs (q catalogas de pobre). ou seja pago 15 euros internet ilimitada, msg ilimitada, ilimitado entre entre mesma rede, 1000 mnts de chamadas para outras redes e sem contrato.
          Sou rico? Nao me parece. Mas se fosse nao teria o mesmo direito q um pobre?
          Perspectivas diferentes.
          Aquele abraco

      • Carlos says:

        sabes qual é o problema de ricos como tu? é que por mais dinheiro que tenham, não podem comprar humildade!

        • luislelis says:

          Le com os dois olhos e um pouco de cerebro dao geito. Guarda a umildade para ti como credito para o futuro e tenta pagar a renda de casa com ela e vais ver o troco q recebes

          • Guilherme says:

            Infelizmente, o dinheiro não compra humildade, mas compra um dicionário. E se comprasses um, sabias que “jeito” se escreve com “j” e que “humildade” leva “h”. Mas nem lendo os comentários dos outros soubeste escrever direito. Não quero pagar a minha renda da casa ou os meus impostos com o saber escrever bem, mas sinto-me rico por não ser uma pessoa tão fútil como aparentas ser. Aquele abraço 😉

      • Fernando Gonçalves says:

        Rádio FM e rádio por dados não é a mesma coisa. Não é um problema de preço.

      • JASM says:

        por acaso não, em locais sem cobertura wifi ou sem cobertura de rede de telemóvel, lol

    • Hugo Cura says:

      Sim, apenas as reais ondas FM não é para qualquer smartphone. Mas quem realmente fizer disso um hábito e o quiser num smartphone, encontra soluções nas lojas.

    • Tiago F. says:

      Neste momento tenho um Galaxy S2 e ainda funciona muitissimo bem, mas quando tiver de o trocar, para mim será simples… Todo e qualquer smartphone que não tenha Radio FM ativo, cartao de memoria externo ou luz do flash, fica automaticamente excluido. Não estou disposto a pagar por um equipamento com menos funcionalidades que o atual, ainda por cima quando o objectivo é agradar ás operadoras de dados que são quem vai lucrar com a inativação das antenas de radio FM. Eu quero poder escolher como oiço radio ou musica e não lido bem com imposições mal justificadas. Simples não é?

  2. carlos says:

    Bem é preciso lembrar, que eles são “tudo em um”, mas em muitos campos referidos em cima ficam muito a quem dos dispositivos específicos apontados. Lembrando ainda a duração bateria, o tendão de Aquiles dos smartphones, principalmente se o vamos utilizar para jogar ou navegar na Internet, a bateria dura apenas umas horas, e a maioria dos jogos andam sempre a volta do mesmo, têm muito pouco de jogo, são muito viciantes mas, não passam de fazer as mesmas coisas infinitamente, para tentar prosseguir no jogo ou pagar para o fazer.

  3. delaorden says:

    Bom artigo. Muito bom. Concordo plenamente. ALguns smartphones substituem quase que por completo um PC, se duvidar…

  4. Hugo Rabaça says:

    Isto para não falar nos tablets esses sim ainda arrumam outros objetos para canto.

  5. luislelis says:

    Deixei de usar, enciclopédias, relogios,maquinas de filmar,agendas,jornais,mapas, revistas porno, livros, skype no pc, receitas de cozinha em papel, agencias de viagens, check in no aeroporto, falar com os amigos, olhos nos olhos, meter me na vida dos amigos e vizinhos, cuscar, socializar, andar de cabeca erguida…. credo ate ja nao nem roubam carteiras so smatphones .
    Tanta coisa isto esta a ficar serio. Brevemente nem sairemos de casa. Socorro sinto-me abandonado, usado, deprimido, solitario e incompreendido.
    Aquele abraco

    • mythic says:

      resposta altamente, posso roubar-ta????? para 1 debate tcnologico antes e depois da tec.

    • NewJ says:

      Sim, algumas dessas mais sérias até do que as referidas no artigo.
      Já agora acabei de ver o Moto3 e a excelente corrida do nossos piloto Miguel Oliveira que passou na sporttv5, vi no smartphone porque nao tenho sporttv na Tv, no meu Lumia viu-se excelentemente.

      • luislelis says:

        Coincidencia tb vi do smartphone para a tv.
        Eu explico (antes q aparecam os donos da Humildade lol)
        Como nao pago tvscabos, comprei um chromecast(esta semana baixou para +- 20€) e transmito do telemovel para a televisao.
        Nao me chamem pirata prefiro q me chamem Robin dos bosques lol).
        Aquele abraco

  6. Manuel says:

    Substituir a calculadora grafica? Não conheço nenhuma app decente… k recomendas?

  7. Tobias says:

    “RADIO… apenas alguns Androids o fazem”

    Felizmente estás enganado. Grande parte dos Lumia tem Rádio FM integrado!

  8. Alex Fabiano Longo says:

    Esqueceu de mencionar o primeiro dispositivo a ser aposentado pelos telefones móveis, o relógio de pulso, hoje só usa esse dispositivo para adorno.

    • Nelson says:

      Verdade! Antigamente toda a gente tinha um relógio no pulso, agora é raro ver alguém a usar…

    • Rui says:

      Se é como dizes, como explicas que cada vez mais marcas apostem nos iwatchs?

    • Carlos Costa says:

      Também não dispenso o meu relógio.

    • tavares says:

      Aí sou ao contrário…não dispenso o relógio de pulso.Só o “trabalho” de ter que “sacar” o smartphone do bolso cada vez que quisesse ver as horas!Aliás,o relógio é uma funcionalidade que nunca me fez falta nestes “aparelhos”.

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Com um smartphone tem-se horas quando se precisa delas, que é o que interessa.

        Tirar o smartphone do bolso para ver as horas umas quantas vezes ao dia tornou-se uma rotina, aproveitando para ver se recebi mensagens/ mails/ alertas.

        Deixei de usar relógio porque a bracelete se estragou e não havia em qualquer lado. Comecei a ver as horas com o smartphone e tornou-se um hábito. Por acaso é uma das coisas que gasta bateria.

  9. Afonsov says:

    Camera de vídeo, o PC para muitas funcionalidades (ex. aceder ao mail, web, etc), bússola, telefone, televisão, media center, cronómetro, espelho, bloco de notas, sismógrafo, nível de bolha de ar, detector de metais, lupa….

    🙂

  10. Bruno says:

    Mapas! 🙂 (podia estar junto do GPS)

    que não se lembra de ir com um grande mapa aberto no carro? 😛

  11. Susana says:

    Não concordo.
    O despertador não tem nada a ver com smartphone. Eu uso um tlm para isso porque deixar cair um tlm barato nao é o mesmo que um smartphone.
    MP3 player uso ipod porque não quero gastar bateria do smartphone quando posso ter algo bem mais pequeno e maneiro no bolso da camisa.
    Calculadora. Experimentem usar um tlm como calculadora na escola e vejam se chegam sequer a fazer um exame.
    Fotografia, tirar com o smarphone é para amadores. Apenas uso quando não tenho um maq a serio à mão.
    Controlo remoto?!!
    Lanterna… a sério? Quem não tem 5 euros para ter uma lanterna de jeito?
    Mapas e gps realmente é verdade.

    • leandro santos says:

      Concordo, não podia estar mais de acordo!!!!
      Acho que ate agora para mim este foi o melhor comentario!
      Cumprimentos…

      • Rui says:

        Para mim até foi dos piores. Não se deve confundir opções pessoais com a realidade.
        Usar o ipod em vez do smartphone é opção.
        Calculadora do smartphones é proibida em exames? E? Estamos a analisar o que os estudantes usam?
        A câmara do iPhone e de outros smartphones é tão boa ou melhor que muitas máquinas que por aí andam. Ou será que anda com uma SLR no bolso para as ocasiões do dia a dia? Já agora, é de experimentar tirar uma foto com a SLR e fazer upload para o Instagram e Facebook.
        Entre comprar uma lanterna e usar o flash do smartphone, prefiro poupar os 5€ e usar a do smartphone.
        As únicas coisas que concordo são o controlo remoto e o despertador. O controlo remoto por razões óbvias pois qualquer equipamento que necessite já o traz e o despertador pois já os telemóveis os traziam e começaram a substituir os tradicionais despertadores.
        O que se fala aqui é no sentido de um smartphone tornar obsoletos os outros aparelhos porque deixam de ser fundamentais, no entanto quem quer andar com N coisas atrás pode continuar a faze-lo.
        Se a Susana quer continuar a usar todos esse equipamentos, é opção dela, isso não quer dizer que vamos todos na mesma onda por simpatia.

    • Hugo Cura says:

      Obrigado pelo comentário. Sendo assim, a utilização que faz do smartphone é só “half-smart” 🙂

      Nenhuma dessas justificações, ponto a ponto, contrariam algo que tenha referido no artigo (julgo que o leu). Alguma argumentação é complementar, outra confirma mesmo o que disse. Concluo que afinal concorda 😉

      • Susana says:

        Claro que concordo com algumas das coisas mas o titulo é que não é correcto “Algumas coisas tornadas obsoletas pelos Smartphones”.
        Nada foi tornado obsoleto porque até mesmo um gps externo continua a ser usado nalguns casos.
        Calculadoras nunca deixarão de existir, como a mítica texas instrument T83 ou T85 que ainda hoje é usada no secundário.
        Uma lanterna faz sempre falta, mais nao seja para encontrar o smartphone no escuro 🙂

        É uma utilização half-smart mas perfeitamente enquadrada com as minhas necessidades. Sei que a maioria das pessoas usa o iphone como ipod mas tb sei que a maioria das pessoas acha normal carregar o tlm todos os dias, coisa que eu nunca faço.

    • Sergio J says:

      realmente tens a lanterna no bolso sempre que precisas. Para que queres um ipod pequeno no bolso se já tens lá também o telemovel. Na realidade por mais pequeno que seja oucpa mais que nada 😉
      No caso dos estudantes sim é verdade o smarphone nao substitui a calculadora nos testes. Mas dois apontamentos: A maioria das pessos não são estudante, e os estudantes nao estão sempre em testes. Nas universidades é cada vez mais comum no estrangeiro substituirem o caderno por table+caneta. Procura uns videos como goodnotes ou natabilitu e espantan-te.

      Deixa ca ver tens um telemovel junto à cama para fazer de despertador?

      Estás com uns amigos ou com a familia e queres tirar uma foto para recordar. Usas mesmo a reflex para isso? A reflex usa-se pelo hobby de fotografia não para os momentos do quotidiano.

      • Miguel says:

        Não é verdade que existam muitas “universidades a substituir o caderno por tablet”. Em muitas universidades europeias até é proibido levar um tablet ou mesmo smartphones para a maioria dos colóquios.
        E nos exames com consulta é possível levar 3 livros e 1 caderno ou dossier… tablet e smartphone ficam apreendidos à porta. (isto até é diferente nalgumas universidades inglesas onde existe um dispositivo que bloqueia todos os telefonemas e utilizações de internet dentro dos locais de estudo… muitos portugueses tem tido más surpresas quando descobrem que o Ipad entra na sala, pode ser usado nos exames mas não têm acesso à web).

        • Sérgio J says:

          Sim, nos exames não se pode. Isso eu concordei.

        • Nelson says:

          Proibido levar tablets/smartphones… aos… colóquios????

          LOOOOL!

          Eu já fiz um exame com consulta que podia levar folhas/livro/tablet/computador com consulta de internet* e uso de qualquer programa.

          *excepto para chat

          Eu nunca ouvi falar de falta de acesso á net numa universidade, isso é mesmo anti-universidade…

      • metro says:

        Falo por mim, a lanterna a mim da me muito jeito.
        Sabes la quando sais de casa a noite e não acertas com a chave no sitio?
        o meu smartphone ajuda me seriamente a encontrar o canhão xDD
        Calculadora? Tanto a do windows como a do smartphone da me imenso jeito quando vou na rua com amigos, começam a teimar numa coisa e eu vejo logo.
        Mp3? Opa, muito sinceramente eu sempre usei o smartphone como leitor de Mp3, nunca me gastou tanta bateria como vocês dizem.
        GPS? Por acaso não conduzo, não preciso pra já.
        Despertador? Sim, sempre usei o smartphone porque se fosse um despertador normal provavelmente mandaria um murro para ele se calar, mas como e o smartphone penso antes de agir, ficando depois sem sono e ser obrigado a me levantar.

        Se tu não fazes uso, problema teu.
        Há quem faça 🙂

      • Susana says:

        Basicamente o que dizes é que ter um ipod que não pesa nada no bolso da camisa é o mesmo que andar com um smartphone que é um trambolho (mesmo os mais leves). E sim, eu uso o smartphone para muita coisa mas ouvir musica não é uma delas.
        Os estudantes usam as calculadoras para duas coisas, colocar cabulas e fazer alguns cálculos. Tlms são proibidos nos exames.
        Essa da lanterna nada tem a ver com smartphone. Eu uso o meu tlm normal como lanterna se precisar mas isso não quer dizer que tenha tornado obsoleto o que quer que seja. Quando quero ajustar o velho desktop nao vou andar com o tlm para o meio do pó.

        Como disse os amadores usam o smartphone para tirar fotos. Eu apenas uso quando nao tenho uma maq comigo, o que seria nessa situação com os amigos ou familia. Mas para fotos de jeito uso sempre uma maquina a sério.

        • Sérgio J says:

          Susana, e nessa altura não andas também com o smartphone? Alguma vez é possível andar sem telefone? É nessa parte que contesto o teu argumento.

        • Sérgio J says:

          Claro que também há as cábulas 😀

        • LP says:

          Os smartphones não tornaram todas as máquinas fotográficas obsoletas, mas quase todas (i.e. as P&S).
          Quanto á história dos amadores/profissionais, o que distingue um profissional é que até com uma “batata” consegue uma boa foto, o amador, nem com uma Hasselblad. Se realmente percebesses mesmo de fotografia, saberias que a melhor máquina é a que trazemos connosco, ou seja, 90% das vezes (ou mais) é a do smartphone.

    • enese says:

      .Estás na rua á noite e vês uma coisa no escuro queres iluminar aquilo tens a lanterna onde???
      .Eu também tenho uma mirrorless mas 80% das minhas fotos são tiradas com o smart pois é o que está mais à mão.
      .Calculadora não substitui quando a tens de utilizar a sério mas em 90% das ocasiões um smart substitui perfeitamente, é certo que eu nao estudo engenharias nem nada que tenha a ver com matemáticas, mas de vês em quando também se tem de usar a calculadora e fazer gráficos nas aulas e o tablet serve perfeitamente apesar de ter uma calculadora 130€ na secretaria que nunca utilizo porque nos testes o máximo que posso usar é uma cientifica.
      .Desde que tive o meu primeiro telemóvel nunca mais utilizei um despertador, para quê se posso ter o meu telemóvel com uma linda melodia para acordar.
      .O ipod é mais uma coisa que se tem no bolso, e o consumo a ouvir musica pelos fones é quase irrisório.
      .Quanto aos outros pontos só nao concordo com o comando nunca usei a não ser para fazer partidas em televisores de cafés e da universidade.

    • Luis says:

      ha sempre alguem do contra xD mas respeito 🙂

  12. Emannxx says:

    Concordo com tudo excepto o leitor de música. Não dispenso o meu iPod por nada neste mundo – até porque passo muito tempo a ouvir música e, se o fizesse no telemóvel, lá se ia a bateria num instante.

  13. Carlos says:

    esqueceu de um excelente livro, pois tenho livros inimagináveis em meu celular!!! 😀
    Este é a nova realidade! 😉

  14. Benchmark do iPhone 5 says:

    Resumindo, somando o preço desses equipamentos todos vê-se que um smartphone, caro, afinal não é assim tão caro. Com a vantagem de tudo isso estar sempre à mão.

    Embirrava especialmente com o GPS dedicado. Se em casa queria ver/marcar uma rota … tinha ficado no carro. Chegado ao carro … tinha bateria descarregada. Queria-se ir não sei onde … o mapa não estava actualizado.

    Queria-se tirar uma fotografia … a máquina tinha ficado em casa. Etc, etc.

    Grande equipamento. Vale o dinheiro.

  15. Bruno says:

    “Calculadora avançada” – Só se for para os merceeiros. Calculadora gráfica com teclas é que está a dar, qual touchscreen qual quê.

    Lanterna, Gravador de voz, camera e despertador deverão ser as funcionalidades mais utilizadas em vês dos equipamentos próprios.
    Eu sempre usei o telemóvel para despertador.

    • Sérgio J says:

      Não sei que calculadora usas mas a minha faz os cálculos mais avançados que preciso. Desde cálculos para engenharia, como para programação (bitwise). Pessoalmente gosto muito do modo RPN. Mas desde que começaram a ter gravações automáticas das operações não quero outra coisa.
      Há 15-20 atrás não queria outra coisa que não fosse a hp 48g (ou gx, h+). Nos “riamos” das outras calculadoras que essas sim era de merceeiro junto dela. Mas hoje em dia comparo e já nada me substitui a calculadora do iphone. Tenho a pcalc completa.

      Não preciso de calculadora gráfica, mas o meu colega tem uma que aquilo é um autêntico matlab.

  16. weslley says:

    Calculadora depende, ele substitui no dia a dia… Mas na hora de uma prova é a calculadora mesmo, nada de celular…

  17. Edroid says:

    tenho calculadora científica no meu e uso mais que a nativa agora gráfica nunca vi nenhuma

  18. Sérgio J says:

    Uma das coisas que realmente substitui é a agenda. Eu tenho lá tudo o que vai acontecer é o que aconteceu.

  19. Sergio J says:

    Eu utilizo muito o smartphone, tanto em termos pessoais, como profisionais:

    o que me subistituiu:

    relogio, despertador, cronometro, agenda, gps, maq. fotografica (não a reflex, óbvio), ipod, radio, calculadora, livros, scanner, dicionário.

    Caderno: as reuniões são feitas ou com ipad (+caneta) ou com o proprio iphone.

    O email é quase consultado exclusivamente no iphone.

    Substitui tb aquelas folhas de despesas que se fazem em termos profissionais.

    Radio quase ó ouço no carro (muitas horas ao volante de madrugada/noite). Mas muitas vezes é ligado o iphone ao radio e venho a ouvir a minha música. Quando ouço radio no escritório ou cass é sempre pelo iphone. Mas tb é pouco pq aí normalmente ligo o spotify, e coloco naquelas listas. O Nuno Markl, RAP e Bruno Nogueira ouço quase sempre por podcast, excepto qd nesse momento estou em viagem.

    Nas corridas é o iphone que acompanha, até pq no final consulto os meus comportamentos em determinados troços.

    Relógio, despertador e agenda é super óbvio, mas supreendetemente utilizo muitas vezes a lanterna.

    Livros é o que me acompanha para todo o lado. Particularmente gosto bem mais da app kindle do que ibooks.

    O dicionário uso muito, mais para traduções, mas por vezes para o proprio Português (principalmente por causa de sinonimos).

    O GPS não substitui completamente o PND, mas desde que o meu carro foi assaltado duas vezes por causa de marcas das ventosas nos vidros deixei de usar. Tenho a app Tom Tom, é boa, mas não é igual. As apps do google maps, maps do ios ou Ndrive (ou seja qual for o nome agora) servem apenas para o desenrasque.

    Gosto de fotografia, gosto muito da reflex, nada asubstitui, mas para a esmagadora maioria dos casos o smartphone é suficiente.

    Como programador para a área de engenharia faço muitos calculos logo utilizo muito a calculadora.

    mas para esvrever este longo post tive de vir ao portátil 🙂

  20. Edroid says:

    A coisa que o meu smartphone mais substituiu foi o PC, principalmente consulta de e-mails faço exclusivamente no smartphone

  21. joão Terra says:

    Outra coisa são os jornais on-line, as aplicações do JN, Publico etc…
    Eu ainda tenho o habito de ir ao café e ler o jornal em papel que é melhor 😀

    • Sérgio J says:

      Não substitui totalmente, mas concordo.

      Porque não concordo totalmente? Quando temos o jornal na mão somos capazes de ler noticiais ou artigos de opinião que doutra forma não leríamos.as versões web são muito objectivas. Acho que não lemos sequer 1%.

  22. Ze says:

    Seria mais simples dizer aquilo que não substitui 🙂
    https://www.youtube.com/watch?v=YHGbls9njHo

  23. Ricardo says:

    Um smartphone não consegue substituir um PC, com muito, complementa.

    Em relação ao artigo, rir. Especialmente pelo o uso da palavra “Obsoleto”

    Câmara Point and Shoot
    – Um pouco de conhecimento e sabe-se que existem câmaras de excelente qualidade, com grandes sensores a bons preços.

    Os Sensores destas envergonham os dos smartphones.
    Já agora o câmara point and shoot que fotografe em Raw + Lightroom ridiculariza qualquer software de smartphone.

    Dispositivos GPS
    – Gps convencionais consegue ser melhores em alguns aspectos, especialmente no que toca a captação de sinal

    Calculadora avançada
    -De facto, uso o meu smartphone para fazer bastantes contas.
    Mas, tendo em conta que os smartphones são usados por jovens, num exame escolar permitem usar a calculadora de um telemóvel? Não.

    Consola de jogos
    -Ri-me.
    Nenhum smartphone oferece o que uma vita ou 3ds oferecem, um excelente catálogo de jogos, AAA.
    Um Soul Sacrifice, MGS, Persona, Pokemon, Fire emblem, ridiculariza qualquer jogo numa plataforma móvel.

    E os tais gratuitos estão cheios de micro-transições

  24. Fred says:

    Também deixei de usar os seguintes “objetos”, que usava com alguma regularidade:

    bussola, clinómetro, termómetro, altímetro, barómetro, Audiodosímetro, fita-metrica, pisa-papeis, telemovel (este é basico, não???), bloco de notas, lista de compras, mapas, tabela de marés, visor de enquadramentos, agenda, scanner, conversor de unidades, relógio, gaussmeter, nível, vizinho que sabia sempre onde existia a gasolina mais barata aqui da zona, afinador de guitarra, aparelho para medir a pulsação arterial (este não sei o nome)…

    …e estou com sensação de me estar a esquecer de algo, não sei bem o quê, mas se me lembrar, volto aqui.

    • AlGuidar says:

      Hhahahaah. Qualquer dia para puxar o autoclismo vai ser imprescindivel um smartphone e wifi. LOL. E nessa altura se falhar a rede vai haver malta que já nao sabe o que fazer. É um exagero esta dependencia.

  25. Jorge says:

    De todos os exemplos dados só não concordo a 100% com a parte da câmara, isto claro se estivermos a falar numa máquina a sério, mas que claro não andamos com ela atrás, no meu caso apenas ao fim de semana, porque por muito boas que as câmaras dos smartphones e tablets sejam quando é preciso usar zoom não se compara a uma 75/200mm numa câmara média, se formos falar numa para apaixonados pela fotografia, ai o valor que se paga por um IPhone ou Samsung não chega para comprar só a câmara, depois é juntar mais um tanto para uma boa objectiva, mais ai já estamos no mundo de uma Canon 5D por exemplo…
    A isto tudo ainda acrescento que deixei de usar qase na totalidade post-it’s e listas de compras em papel

  26. Haadok says:

    Substituiu o telefone FIXO.

  27. Jose says:

    De todas essas coisas que dizem tornadas obsoletas, a menos que tenham o smartphone de topo, nada bate esses dispositivos a sério, e mesmo os de topo são inferiores ao dispositivo certo apresentado aqui.

    E não uso nenhuma dessas features no meu smartphone, tenho cada um desses utensílios e são muito melhores ao smartphone.

  28. kekes says:

    Nada substitui um despertador a serio, não só pelo facto de podermos ver as horas enquanto dormimos sem grandes stresses assim como e mais fácil manipular lo meio a dormir. O despertador da qualidade de vida ao meu sono.

    • Sergio J says:

      e escolhes a musica musica que queres, com fade in ou tens aqueles despertadores horrorosos que fazem um barulho horroroso? Claro que podes acordar com rádio.
      E qd ligas o despertador ele diz-te que tens 5 ou 6 horas para dormires?
      Sao tudo pequenas coisas, mas que fazem a diferença.
      Concordo qu tens esse vantagem de olhar para as horas, mas por outro lado tens o inconveniente de ter a luz das horas.

  29. André Castro says:

    primeiro nao substitui nada. apenas tem essas funcionalidades. eu nao vou usar o meu smartphone na serralharia para fazer contas nao acham? quem tem gps no carro ou portatil vai vai meter o smartphone a gastar bateria não acham? e camera substitui as cameras normais? nem por sonho. aquilho que aparece no computador parece igual mas nao são sao mais fracas que de uma camera com os mesmo megapixeis nota-se na ediçao. a ideia é ter nao subtituir torna é as pessoas mais comodas.

    • Sergio J says:

      tanto o gps, como o smartphone tens de usar ligado à bateria.
      Um smarphone razoavel tem uma camera semelhante a uma point & soot (que é as que estamos a comparar).

      • André Castro says:

        mas tem o que semelhante? os megapixeis?? é que lentes não. o CCD também nao… ai pois desculpa a maioria do lixo que anda aí sim porque smartphones só existem meia duzia deles de jeito trazem CMOS que é pior que o CCD entao para captura de informaçao e trabalha-la em software nao se compara a uma point shoot a nao ser aquelas de 50€. e mais agora os smartphones são ainda piores em termos de inovação. o meu padfone 2 ja tem um bom tempo de mercado e já trazia 2 GB de ram e uma camera 13 megapixeis a mesma que traz os smartphones 2 anos mais novos… nem sonhavam na altura ter 2 gb de ram pois saíam sempre com 1 gb ou menos.

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Claro que vai usar o GPS no carro e a gastar bateria … e a carregar no isqueiro do carro, porque de facto gasta bastante. E tem uma vantagem, os mapas estão sempre actualizados, enquanto nos GPS dedicados em regra é preciso andar a comprar novos.

      Quanto às fotografias, também depende do smartphone 🙂

      • André Castro says:

        os mapas estão sempre actualizados…… piratas. nos GPS dedicados estão sempre actualizados…. piratas. LOL Fotografias sim depende do smartphone mais do driver actualmente do que da camera… os Sony de 13MP novos, os Asus com 13MP, os Huawei com 13MP usam todos a mesma camera que é da Sony. O meu padfone 2 tira umas boas fotos. O Padfone Infinity 2 ou o padfone S com o mesmo hardware fotografico tira fotos com cores mais vibrantes.. actualmente nem tudo é evoluçao. Hoje graças ao marketing fazem as pessoas gostarem de cócó a pensarem que copram algo novo, enquanto a qualidade cai a pico a nivel de construçao e materiais.

  30. Ângelo Abreia says:

    Posso dizer que o meu Nokia X2-00 é um verdadeiro RádioFM portátil, pois é só clicar no play e o rádio começa logo a dar, não precisa dos phones 😀

    Também desde lanterna, leitorMP3, calculadora, relógio, despertador e para algumas fotos uso o telemóvel, é mais pratico do que ter isto tudo

  31. Benchmark do iPhone 5 says:

    Também substitui o telescópio. O pessoal com iOS que goste de olhar feito parvo para as estrelas pode ficar a saber o nome delas. Hoje está de borla.

    http://appshopper.com/education/startracker

    • Sergio J says:

      Eu há 20 anos atrás adorava olhar para as constelações, reconhece-las, saber o nome das estrelas mais importantes.

      Na altura tinhamos de andar com livros ou mapas, a fazer alinhamentos para se ir descobrindo. Era um processo de descoberta engraçado. Hoje tb tenho estas apps, mas não olho tanto. A identificicação tornou-se imediata. Continua interessante, mas perdeu parte daquela mistica. Mas com 20 aninhos a motivação tb era outra.

  32. LP says:

    A maioria concorda que o smartphone substituiu muitas coisas, os utilizadores de iPhone não concordam com o controlo remoto… porque será? Será que é por não terem eletrodomésticos com controlos IR? Será que é porque (pelo menos em casa) andam sempre com um comando universal no bolso ou os têm guardadinhos naqueles “alforges” de renda dos sofás? Será que é porque preferem levantar-se do sofá e mudar manualmente para aproveitarem e fazerem exercicio fisico? Ou será que é porque o seu iPhone não tem?
    É engraçado como é dispensavel p.ex., porque todos os electrodomésticos trazem um (universal??!!) e por isso não fazer falta outro… será que as pessoas precisam de uma lanterna no smartphone por não terem outra em casa? Ou do relógio por não terem nenhum? será que também não têm máquinas fotográficas? leitores de mp3?…

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      LP … disco riscado ….

      E os utilizadores do iPhone … e os utilizadores do iPhone …. e os utilizadores do iPhone ..,

      Vives sózinho? Se há mais pessoa, sintonizam a televisão com o teu telemóvel ou com o controlo remoto que vinha com a televisão? Se o controlo remoto, próprio para o equipamento, jå lá está, para quê usar o smartphone?

      O IR existia em telemóveis antes do iPhone. Como o iPhone não trazia os fabricantes de Android também o dispensaram. Ultimamente, como o que interessa é que “os smartphones topo de gama tenham funcionalidades que o iPhone não tem”, reintroduziram o IR.

      De facto está na lista do post, mas que eu tenha reparado não vi nenhum utilizador do Android dizer que o smartphone tinha substituído o controlo remoto. Nem percebi que quem achou estranho estar na lista tivesse iPhone.

    • Rui says:

      “Ou será que é porque o seu iPhone não tem?”

      LOL, até podia comprar um smartphone com IR só para fazer de comando. Tens a noção do quanto isso é disparatado??? O comando já vem com a TV, o DVD, o BRay, a box da Meo, Vodafone, etc.

      IR num smartphone para servir de comando tem utilidade num café, naquele momento em que é penalti e toda a gente está na espectativa de marcar e és dum clube que não está a jogar!

      Mas enfim, num artigo genérico e transversal às marcas lá tinha de vir alguém falar dos utilizadores de produtos Apple. Satisfeito?

    • LP says:

      De facto, apesar do meu comentário me parecer bastante claro e objetivo, parece haver discos riscados, mas eu vou tentar ser ainda mais claro se isso for possivel, tipo “papinha mastigada”.
      Não vivo sozinho e como os comandos que vêm com os aparelhos estão normalmente desaparecidos (quem tem filhos pequenos entende a extensão deste problema), sim, usam o meu telemovel. O controlo está lá, não sei é onde, ou então está longe, mais longe que o telemovel que está (quase) sempre comigo. Além disso, é clara como água a diferença entre precisar de andar com/ter connosco o telemovel (por várias razões) vs. telemovel + comando tv + comando box + comando home cinema + comando projetor + comando AC + comando de…
      Desde que tenho um smartphone com IR que todos os comandos de minha casa se tornaram obsoletos.

      Será que as pessoas compram um smartphone com lanterna só para servir de lanterna? Ou com gravador de audio só para servir para isso? tens a noção dos disparates que sugeres e das trocas e baldrocas que fazes? Não são os comandos, as lanternas, as máquinas fotográficas que tornam o smartphone obsoleto, é o contrário.
      Não ofendi nenhum utilizador de nada, mas entendo a dificuldade de enfiar certas carapuças.

  33. csaraiva says:

    substutui o relogio, jornal em papel, em certa medida o uso do computador…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.