Quantcast
PplWare Mobile

A Google traz o Cast para áudio e vai revolucionar o streaming

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Zero Zero Sete says:

    Isto é novidade?

    • Pedro says:

      Pelo menos a mim, que não sou génio, é sim uma novidade boa.
      As matérias trazidas pelo pplware são excelentes. Pena ter uns e outros que morrem de inveja… lol

    • NewJ says:

      Até estou admirado com este alarido todo.. Que coisa revolucionária. Então o dlna, airplay etc? Ainda por cima ter que se comprar os equipamentos áudio novos compatíveis, que é claramente o contrário da filosofia do chromecast, que foi criado para aproveitar as Tv’s sem WiFi já existentes, esse sim com lógica.

      • Francisco Pinto says:

        Mas será que obriga mesmo à compra de colunas novas?? Será que não bastara actualizar as colunas que já sejam compatíveis com dlna, arplay,etc??

  2. Jorge SIlva says:

    Funciona por wifi ou bluetooth?

  3. Francisco Pinto says:

    Realmente Pedro Simões é uma revolução que o mundo Apple já tem à mais de uma década!!!

    • NewJ says:

      Mundo Apple? Não me diga que foi a Apple que inventou a tecnologia dlna.

    • Bruno Gonçalves says:

      O da Apple e DLNA fazem o mesmo que o cast?

      Google Cast streams your music directly from the cloud instead of from your phone, so you won’t lose any sound quality. No drops, stuttering or disruptions— just crystal clear sound exactly the way the artists intended*.

      From de cloud…. Como o Chromecast, que é o que o diferencia dos outros, penso eu.

      • NewJ says:

        fazem isso também , pelo memos se tiveres algum servidor tipo xbmc, aliás, ate de uma pen ligada ao router internet podes por a musica a funcionar na aparelhagem dlna, pelo menos a minha pioneer com quase 2 anos permitr isso.

      • Não Não says:

        O AirPlay faz três modos:

        Stream da web (incluindo áudio dos vídeos YouTube)

        Stream local em directo (por exemplo em jogos)

        Stream local em buffering (a música é primeiro descarregada completa e depois reproduzida, mas suporta gapless playback porque faz download da próxima musica ao mesmo tempo)

        E é compatível com qualquer app para iOS.

      • Nunes says:

        O da Apple permite que os conteúdos do iTunes sejam transmitidos em stream directo da Web por ordem dum iPhone, etc. A única coisa que não tenho a certeza é se isso já é suportado em todos os equipamentos audio com Airplay ou se é por enquanto exclusivo à AppleTV.

        • Não Não says:

          Não só do iTunes, qq conteúdo da web ele acede, como vídeos do YouTube ou áudio do pandora, ou etc…

          Vídeo, só em programas para PC/Mac e Apple TV por exemplo, mas áudio, existe em muitos equipamentos por aí fora…

          • Nunes says:

            não! os outros conteúdos são transmitidos por stream/AirPlay a partir do iPhone. Só se estiveres a usar directamente a AppleTV é que esta vai buscar os conteúdos por si e sem intermediário, mas isso não tem nada a ver com o AirPlay.
            Só conteúdos do iTunes é que permite por enquanto esse tipo de funcionalidade!

          • Não Não says:

            Não é verdade.

            Experimenta, por exemplo, pôr um vídeo do YouTube, e vês como ele vai buscar o stream à net.

    • Zero Zero Sete says:

      Nem mais…

      Pensei que fosse algo mais que o AirTunes de 2004…

  4. WPMM says:

    Hifi stream já existe há bastante e nem é preciso colunas feitas especialmente para isso.
    Este sistema da google é um passo atrás já que exige receptores compatíveis (que não devem ser baratos).

  5. Dumitru says:

    Wau tanta inovação… Ter que comprar novos aparelhos de audio para de aproveitar isso..

  6. Kabindas says:

    Já faço stream de audio por bluetooth em casa á muito … e recetores de audio bluetooth é Old Stuff, é ha prai aos pontapés, não sei o que isto tras de novo

  7. Mota says:

    útil? Talvez.

    Mas acho muito mais importante incentivar os programadores a expandir o termo “google cast ready”, quanto mais apps e mais funcionalidades exitir melhor.

  8. Helder says:

    O Chromecast veio-me facilitar muito a vida. Acredito que novas funcionalidades destas sejam o futuro e o presente. 🙂

    Peço a ajuda de alguem para uma coisa que deve ser extremamente basica. Frequentemente após fazer cast de um filme o chromecast deixa de ficar visivel na minha rede. Mesmo que vá ao Pano de Fundo ou procurar dispositivos ele não encontra o Chromecast na rede. Só depois de o desligar da televisão e voltar a ligar é que o consigo captar novamente na rede. Por vezes quando ligo o chromecast e demoro algum tempo (5-10min) até colocar o filme, o chromecast desaparece e algumas vezes consigo apanhá-lo atraves do “Pano de Fundo” mas outras vezes obriga-me a ter que o desligar e ligar novamente.

    Estou a “alimentar” o chromecast através de USB, ligado directamente à TV.

    Obrigado

  9. Paulo Pacheco says:

    Bom, Enquanto for preciso fazer “root” aos equipamentos android para estes fazerem stream de outras aplicações – essa novidade não servirá de nada.
    O AIRPLAY permite numa qualquer velhinha aparelhagem ouvir musica, sem esta estar no aparelho (por ex, youtube; spotify; meomusic, etc)
    Esta novidade da google #continua# a não o permitir…
    são opções 🙁

  10. Nuno S. says:

    Já tenho meu Chromecast ligado ao amplificador AV c/ HDMI, faço stream de música para as colunas sem precisar ligar a TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.