Quantcast
PplWare Mobile

66% considera que os pais devem proibir as crianças de verem Squid Game

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. miguelito says:

    Deviam era proibi-las de ser mal educadas e respeitar os mais velhos, tais como professores e outros. Isso é que era educação. Quem não se lembra de ver platoon e rambo quando era mais pequeno? Até no Indiana Jones se arrancavam corações.

    • Há cada gajo says:

      Estás-te a esquecer de um pequeno pormenor : esses filmes eram vistos na companhia dos adultos. Os adultos de hoje estão todos vidrados no seu pequeno ecran e olham para os filhos da mesma forma, esperando que a cada momento e que por artes mágicas cada um receba o seu respectivo update de software. Depois chega aquele momento em que vão todos olhar para trás e perceber o que (não) aconteceu. Tarde demais…

      • Hugo says:

        Falo por mim, obviamente, chegava da escola primária e as ordens que tinha eram ficar em casa, trancar a porta e não abri-la a ninguém. Eram tardes inteiras a rodar a VHS do terminator 2, rambo 3 e mais uns quantos. Nunca fui uma pessoa agesssiva por causa disso. Educação é muito mais do que proibir isto ou aquilo.

    • Zed says:

      Só os mais velhos?

  2. Zed says:

    Se está “está aconselhada para ser visualizado por maiores de 16 anos”, não restam grandes dúvidas.

  3. Elsa Romano says:

    Errado. Os pais devem aconselhar, não devem proibir.
    De qualquer forma a serie é inocula. Muito pior ver o telejornal todos os dias a bombar números de mortos pela covid como se fosse uma celebração nacional.

    • Honorato says:

      Ver big brother love on top não tem mal nenhum mas ver squid game já tem. O filme a festa da salsicha tem certas parte que a classificação do filme deveria ser para maiores de 18 anos e não é

    • Pedro V says:

      Porque vês? O que não falta são canais alternativos.

      • Honorato says:

        Aonde é que eu digo que vejo big brothers. Eu digo “ver” não estou a dizer que sou eu tou a dizer as pessoas. Lê primeiro e compreende primeiro e depois comenta

    • Raven says:

      Inóqua? Talvez não… A prova são os relatos de jovens a agredirem outros tendo por base essa série… Outra coisa inóqua é o Tik Tok, e no entanto é necessário restringir o seu uso devido aos estúpidos desafios que já levaram à morte de inúmeras crianças… Sim, educar é importante, mas há coisas que mais vale no permitir mesmo. As drogas leves não serão letais, mas vou autorizar aos meus filhos??? Quanto às notícias, há que os educar também e perceber que estamos num período difícil e que isto não acabou. A verdade não é muito alegre, mas o mundo é assim

  4. Luis Henrique Silva says:

    Pfff as crianças já vem se calhar mangas ou animes com sangue e tal e vão falar de séries perigosas…. a sério….
    Sou do tempo do dragonball, e outros animes bem fortes e não ando agressivo por isso….. o que conta como já disseram aqui é a educação dada pelos pais.

    • Samuel MGor says:

      Também via o DB depois o DBZ e por ai a fora 🙂 Desde de que vi todas temporadas de Tokyo Ghoul poucas coisas me afetam e nada de agressividade pelo contrario ando mais na defesa tendo em conta a idiotice que afeta muitos portugueses!!

  5. Miguel Moreira says:

    Acho a serie um show.Apanhar uns quantos caluteiros da sociedade e dar uma oportunidade a um de se emendar. Bye Bye Big Brother Hello Round 6.

  6. Honorato says:

    Proibir é pior eles vêem na mesma..deixem ver não é por um filme que vamos mudar é que se fosse assim aqueles filmes de tiros antigamente já tinha dado problemas e nunca deu

  7. Anti-fascista com orgulho! says:

    Não gosto da série. Prefiro a que está agora no ar, e foi feita em Portugal: “Glória”. Essa sim, vale a pena, e até a história está bem concebida. Amanhã conto ver mais um ou outro episódio.

    Quanto ao “Squid Game”, não fui a tempo de participar na sondagem. Estou neutro quanto à minha resposta, apenas digo que cabe do bom senso de cada um decidir se quer ou não ver a série, e se sim, procurar evitar imitar tudo o que veem no pequeno ecrã.

  8. says:

    Violência psicológica? A história é o estereótipo de qualquer anime do género. Só porque envolve pessoas reais (coisas que também se vê em séries japonesas) já é uma polémica lol.

  9. xyr says:

    Não vi nada de especial em relação à violência da série…Como crítica social acho-a boa

  10. alt.menino says:

    A vida de “todos” aqueles que habitam este Planeta é um enorme jogo, sejam eles racionais ou não. Eu divido a minha opinião, como análise em algumas áreas, excelente. Na área da psicologia do desenvolvimento muito perigoso. Tudo o que é por imposição não funciona, aprender a ganhar-se consciência onde se pode, deve ou não mexer.

  11. joao says:

    tenho duvidas que esta sondagem seja autentica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.