Quantcast
PplWare Mobile

GNR alerta no Facebook: A Omissão de Auxílio é crime

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Euéquesei says:

    Se os que assaltam e agridem pessoas andam na boa e nada lhes acontece porque o juíz os manda para casa isto é conversa da treta…

  2. Rafilda says:

    “notícias” do medo. Ignorar.

  3. A.F. says:

    Por norma esse é o meu espírito na estrada e não só, prestar auxilio, mas há uns quantos animais humanos,
    que se for preciso e ninguém estiver a ver, ajudo a ir para quinta dos infernos, sem remorsos.
    Se for apanhado e condenado fico tranquilo porque ajudei a melhorar um pouco o Planeta Terra.
    Até podia referir alguns exemplos, que animais me refiro, o problema é, a probabilidade de haver por aqui uns quantos é grande.

  4. Jorge Rosa says:

    “A Omissão de Auxílio é crime” – É um facto e deveria ser aplicada muito mais vezes (esta sim, outras “multinhas” para completar objectivos, é que não) – É impressionante ver vídeos com pessoas a necessitar de ajuda, e o “realizador” nem se mexe, para ter um “bom” vídeo, apenas para conseguir uns “likes”…

  5. Luís says:

    Eu se vir alguma coisa, seja la o que for, acidente, roubo, carteira no chao, alguem a tentar se matar, etc.. sigo sempre o meu caminho! e porque?
    Só a carga de trabalhos que isso vai dar! ser testemunha, dar os teus dados, ser chamado a policia e tribunal…. naaahhh deixo isso para as outras pessoas!!

  6. Dunno says:

    O comentário parece ter sido sarcástico/crítico, pelo menos parece e esperemos que caso não seja realmente o karma seja uma realidade.

  7. David Guerreiro says:

    As penas são tão leves, e acabam sempre suspensas que só incentivam a que se pratiquem esses crimes. Poucos são os que matam por atropelamento, que foram presos.

    • SSD says:

      São leves se fizeres tudo “a bem”. “Azares”, pondo em aspas pelo que tem, acontecem, infelizmente. Agora se atropelas alguém, não chamas ajuda e te pões a andar do local aí acredita que o caso fica bastante mais complicado para ti.

      • chinesisses says:

        nem mais. uma coisa é no contexto de um acidente e tu mesmo depois de prestar auxilio a pessoa ela não sobreviver o seguro que pagas pra andar na estrada cobre possíveis indemnizações caso se comprove que o culpado és tu… outra é dar o fora e virem te buscar a casa -.-” passas a ser culpado até prova de contrario e és acusado de não prestar auxilio.

  8. SSD says:

    Nossa senhora, eu vejo cada comentário que enfim. Eu recomendo-vos um exercício para a próxima. Pensem que vocês ou alguém de quem gostam possam estar numa situação destas e depois pensem de como gostavam que as pessoas procedessem.

  9. Bruno says:

    Ora depende de muitas situações. Se for num local publico com outras pessoas ou um acidente que acaba de ocorrer, posso prestar auxilio. Se for num sitio duvidoso o meu auxilio é ligar para o 112, se atenderem, e eventualmente parar a alguma distancia. Não vou colocar a minha vida ou bens em risco.
    Agora se for um pseudo agente da autoridade a necessitar de auxilio, simplesmente ignoro. Não digo que não existam bons agentes da autoridade, mas são uma minoria. Como por uns pagam os outros.

    • SSD says:

      Oh pah estavas a ir tão bem…
      Primeiro é muito ao contrário, há alguns energomenos nas forças policiais sim, mas a maioria é pessoal respeitador que vai fazer os possíveis por ajudar.
      E, deixando a minha opinião, mesmo que a pessoa seja uma besta, se deixares que algo de mau lhe aconteça sem ajudares só estás a mostrar que és pior do que essa pessoa.

  10. XneloX says:

    Isso inclui a obrigatoriedade de ajudas monetárias?

  11. Figueiredo says:

    É preciso a PSP usar o Facebook para ensinar o código da estrada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.